Author Archives: admin

Amarrações

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Amarração das bruxas

altar16

Na amarração das bruxas, um saco deve ser feito de linho virgem, e nos casos das amarrações amorosas esse saco deve ser de cor vermelha, e deve antes ter sido consagrado Bombodjiro ou Pomba Gira.

Porque se deve assim consagrar esse saco?

Porque na obra de são Cipriano assim podermos ler:

Aos traduzirmos esta outra parte, nos lembramos que a entidade correspondente a Lilith, ( citada por São Cipriano ), dos hebreus, é a mesma Astartéia dos babilónicos, ou a Bombodjiro, ( ou pomba gira), dos feiticeiros do brasil, e coincidentemente as oferendas são idênticas

Obra de são Cipriano extraída de Flos-Sanctorum, pag 43

Nota:

O Flos Sanctorum é uma colecção de textos medievais onde se descreve a vida dos santos. Trata-se de nobres e ancestrais volumes de compilações de lendas ou histórias de santos, elaborada no século XIII. Nesta obra podem-se encontrar excertos da obra de são Cipriano, que são parte fiel dos saberes do próprio livro de são Cipriano, e que junto com os manuscritos da bruxa Évora foram botados numa arca e levados para o Vaticano.

Isto explicado:

Tendo alguém encomendado a amarração do saco das bruxas, então o mago – ou sacerdote santeiro – deve usar desse saco previamente consagrado nas horas da meia-noite e das 3 da madrugada, pois é nessas horas que os espíritos e assombrações se invocam com maior intensidade, assim como deve esta magia de amarração ser praticada em solo sagrado onde estarão a arder , ( em circulo), 5 velas negras ungidas em sebo animal.

Na amarração do saco das bruxas, o saco de linho vermelho consagrado a Bombodjiro ou Pomba Gira deve ser colocado dentro de uma taça de prata, deve ser aberto, e depois dever-se nele verter os7  ingredientes que abaixo se descrevem, sendo que de cada vez um dos 7 ingredientes são colocados no saco, deve ser entoada uma oculta litania em latim, ( são ao todo 7 litanias ocultas, uma por cada ingrediente), sendo que não devem desconhecedores, leigos ou curiosos ir entoar estas invocações em latim sem saberem aquilo que estão dizendo, pois que poderão acabar fazendo a invocação de espíritos virar-se contra si mesmos!, e por isso apenas magos ou sacerdotes santeiros treinados devem ir mexer nestas artes espirituais e ocultas.

Isto dito:

No saco das bruxas, assim deve ser vertido:

Pó de ossos de animal defunto, que deve ser um bode negro e previamente consagrado aos espíritos numa zona deserta, pois que isso é motivo de grande invocação espiritual para assombrações, tal conforme revela o ensinamento que se pode observar na Bíblia em Levítico 16, 21-22.

Pó de um coração de ave negra menor e virgem, que foi previamente destinada a oferendamento aos espíritos

Pó de sangue coagulado dessa mesma ave negra destinada a oferendamento aos espíritos

Porque se usa a oferenda de uma ave negra em trabalhos de são Cipriano?

Explicamos:

O uso de ave negra em rituais de são Cipriano e na religião de Santeria é de grande relevância mística, pois que assim se pode ler la obra de são Cipriano:

Depois de estudar bem o livro (…) lançou a mão de uma galinha preta própria para as esconjurações diabólicas

Obra de são Cipriano, versando sobre «Erguimanços de são Cipriano ou prodígios do diabo», capítulo 2º, Pag 248

Pois assim sendo, eis que assim se sabe: a oferenda que for de galinha preta ou ave negra é própria para as conjurações mais portentosas, e é preceito adequado á invocação e conjuração das mais portentosas magias negras de preta linha.

Isto explicado, continuamos a descrever a amarração do saco das bruxas:

No saco é também vertido:

Vertidas 6 pitadas de enxofre consagrado ás assombrações noturnas

Vertidas 6 doses de 6 ervas africanas ocultas de grande propriedade mística, que antes foram colhidas no mato e moídas num pilão, e depois foram secadas, e no final foram convertidas em pó

Vertidas 6 doses de terra de cemitério colhida em volta de uma sepultura com 6 noites, ( sendo que essa terra de cemitério em redor da sepultura com 6 noites deve ser escavada numa noite de lua cheia), ao mesmo tempo que é colocada no saco a fotografia da pessoa que se deseja amarrar, ou o seu nome inscrito num papiro Egípcio virgem e que é colocado no saco das bruxas.

No final, ( e por cima de tudo), são vertidas 3 gotas do sangue do mago santeiro para dentro do saco das bruxas, e logo de seguida vertidos 3 pregos de caixão de defunto, pois conforme 3 foram os pregos que crucifixaram Jesus na cruz, pois 3 serão os pregos que farão a criatura amarrada carregar para sempre a cruz espiritual de ter sido amarrado ao mandante da amarração. No momento de verter os 3 pregos de caixão, deve-se fazer requerimento aos espíritos e assombrações, sempre dizendo 6 vezes o nome da pessoa se deseja amarrar através da amarração do saco das bruxas.

Porque se usam as 3 gotas do sangue de um mago santeiro?

Porque assim ensinou são Cipriano na sua obra:

o diabo apareceu-lhe na figura de um corvo e disse-lhe:

– Que foi que combinamos? (…)

-perdoa grande senhor! – implorou siderol – perdoa , que de tudo me olvidei!

E acto contínuo, picou o dedo mindinho e assinou a escritura com sangue.

O diabo (…) disse-lhe:

– Aqui te deixo. Toma todo o outro que desejares – e dando um voo desapareceu

Obra de são Cipriano, Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do diabo, capitulo 9º,  Pag 262

Pois assim se sabe:

O sangue daquele que foi aceite pelos espíritos para fazer pacto com os espíritos, esse representa a assinatura final que autentifica esse pacto para com os espíritos!

Isto explicado:

Este processo é demorado e custoso, pois que decorre ao longo de 13 noites, e os seus ingredientes não são fáceis de arranjar!, e porem: este trabalho constitui uma forte conjuração de espíritos e assombrações!!

Isto dito:

sigilo4

Vencido o tempo dessas 13 noites e tudo isto estando feito, então o saco das bruxas, ( na 14º noite),  é sepultado numa encruzilhada assombrada, e assim se deve fazê-lo á meia-noite ou ás 3 da madrugada, pois que são as horas apropriadas para a invocação de espíritos e assombrações.

A quem vai fazer esta sepultura do saco das bruxas na amarração do saco das bruxas, assim se avisa:

Quem for fazer a sepultura do saco das bruxas na amarração das bruxas, esse poderá escutar a ocorrência de ruídos estranhos e inexplicáveis, assim como sentir manifestações de assombrações, sensações de arrepios, aparecimento de animais, (seja que tipo de bicho for: desde vermes, ou aves, ou cães, ou bodes, ou gatos, ou sapos, ou insectos, etc), ou acontecer ver-se coisas que se movem sem explicação logica, manifestações de vultos, estranhas brisas de vento, falhas em lanternas ou equipamentos elétricos que se tenham levado para o local, alterações de temperatura anormais, ou ate que a pessoa ali presente se sinta incomodada por pressentir estar sendo observada por uma entidade invisível.

Porem, e conforme sempre avisamos:

Tudo isso são manifestações próprias de um destes trabalhos de amarração do saco das bruxas, e que ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), por isso devem ser exercidos apenas por sacerdotes santeiros treinados em alta magia branca ou alta magia negra, e que por isso estejam treinados para lidar nestas artes ocultas!, pois que olhai:

indo o curioso, o desconhecedor, ou o leigo meter as suas mãos neste tipo de trabalhos de amarração de Santeria, então eis que  esses infortunados poderão acabar sendo fáceis vitimas de terríveis possessões demoníacas,  por vezes fatais!, para si mesmos ou para aqueles que mais amam!

Como funciona a amarração do saco das bruxas?

Na amarração das bruxas, enquanto o saco das bruxas estiver sepultado naquela encruzilhada erma e deserta, pois também a criatura amarrada irá em espirito sofrer os padecimentos do purgatório na sua alma, pois conforme os 3 pregos de caixão de defunto foram depositados naquele saco das bruxas, ( que ali ficam amarrados dentro do saco), pois também a alma essa pessoa ficará trespassada de feitiço de amarração,  e conforme 3 foram os pregos que crucifixaram o Santo Jesus na Cruz, pois 3 serão os pregos que farão a criatura amarrada carregar para sempre a cruz espiritual de ter sido amarrado ao mandante da amarração, e dessa cruz espiritual essa criatura não se livrará enquanto não se entregar ao mandante da amarração do saco das bruxas.

Na amarração das bruxas,( como em qualquer forte trabalho de Santeria),  é bem possível que a pessoa amarrada comece tendo pesadelos, que comece escutando estranhos ruídos na sua casa, que comece vendo lâmpadas piscar sem explicação, que veja vultos ou assombrações, que sofra avarias inesperadas em todo o tipo de equipamentos eletrónicos ou mecânicos, que sofra alterações de humor inesperadas, que sinta dores de cabeça, que sinta afrontamentos, que sinta o estomago cheio e pesado sem porem nada ter comido que o justifique, que sinta um peso e cansaço em cima do corpo, que dê arrotos inesperados e sem justificação, que se sinta desorientada e tendo atitudes como se não estivesse em si mesma, que manifeste por vezes revoltada, rebelde, ou tenha atitudes desagradáveis, que se entregue – sem saber porquê – a uma certa boémia desvairada, que  ande perdia por maus caminhos ou andando amorosamente com as pessoas erradas, pois essa criatura infestada por espíritos será perturbada e assombrada de todas as formas imagináveis!!, e assim será para a desorientar a um ponto em que , (estando de tal maneira perturbada, desorientada e perdida!!), essa criatura amarrada não tendo mais saída nem solução, então ela vá encontrar abrigo e segurança apenas junto de quem lhe mandou amarrar!, e se lhe entregue!

Por isso, vamos repetir o ensinamento de santo que sempre anunciamos, querendo isto dizer:

.Demore o que demorar, e teime o que teimar, essa pessoa, ( 7 dias apos o trabalho estar feito), será todas as noites, ( de 7 em 7 noites, e pelo tempo que for necessário), sempre em espirito e no seu espirito assombrada sem cessar, ate que essa pessoa vá ceder e se entregar ao mandante da amarração do saco das bruxas

Assim sendo:

Na amarração do saco das bruxas, a alma da pessoa amarrada será em espirito castigada, assombrada e atormentada – 7 noites apos 7 noites, e pelo tempo que for necessário – por assombrações de espíritos defuntos e espíritos já partidos deste mundo!, e por isso:

a pessoa – enfeitiçada pela amarração do saco das bruxas – bem que pode andar pela rua como se nada fosse, e ela bem que pode andar todos os dias com um sorriso estampado na cara, e ela bem que pode andar a pavonear-se de felicidade com outra pessoa qualquer, que porem:

Na criatura – enfeitiçada pela amarração do saco das bruxas – a sua alma e o seu espirito estarão sempre – todas as 7 noites que passarem, e pelo tempo que for necessário – sendo fustigados e assombrados por aparições, por assombrações e por espíritos.

Por isso:

Na amarração das bruxas, eis que assombrações, aparições e espíritos de defuntos persistirão, ( sem parar, e pelo tempo que for necessário!),  fustigando e assombrando no espirito dessa criatura – e assim será sempre que ela vai dormir na solidão da penumbra do seu leito – ate que essa pessoa acabe cedendo, e se vá entregar a quem a mandou amarrar amorosamente.

Note-se:

sigilos3

Na amarração das bruxas, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), tudo isto que aqui descrevemos – e como sempre ensinamos – irá passar-se inconscientemente na pessoa amarrada, pois que jamais se deseja que ela tenha consciência de que foi alvo de um trabalho de amarração, mas antes quer-se que ela pense que se foi entregar ao mandante da amarração de forma perfeitamente natural, embora na verdade essa criatura apenas se vá entregar porque foi em espirito – e no seu espirito – forçada a isso!!

Por isso:

Na amarração das bruxas, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), os espíritos irão sempre agir na criatura amarrada de forma inconsciente, invisível e discreta na criatura amarrada, para que ela – mesmo que ande consultando a cartomantes ou videntes – porem não fique jamais a saber que foi o alvo de um trabalho de amarração!, e ainda menos possam as pessoas que a rodeiam ,(e que estão á volta da criatura amarrada),  jamais vão sequer desconfiar que essa criatura foi alvo de uma amarração amorosa, e jamais se levantarem quaisquer suspeitas!

Assim sendo:

Na amarração das bruxas, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), são indetetáveis e invisíveis!, pelo que – repetimos – são feitos de forma a não causar suspeitas nem mesmo á própria pessoa que foi enfeitiçada!

Pois por isso:

Na amarração das bruxas, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), agem durante a noite, ( de 7 em 7 noites, sempre sem cessar, e pelo tempo que for necessário), enquanto a criatura amarrada está na penumbra do seu leito e rodeada da escuridão, ali assombrando essa criatura amarrada e trabalhando no seu espirito com aparições e assombrações, ( que ela não se lembrará quando acordar, mas que lhe deixarão marcas e cicatrizes de tormentos sobre tormentos na sua alma!), e assim ocorrerá perpetuamente de 7 em 7 noites, ( pelo tempo que for necessário), ate que essa criatura se canse de tanto tormento, e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar!, pois olhai:

Na amarração das bruxas, ( conforme em todos os trabalhos de Santeria!), é isso que os espíritos – perpetuamente de 7 em 7 noites –  ficarão murmurando, sussurrando e zurzindo todas as noites na alma da pessoa!, e assim sendo:

embora depois a pessoa conscientemente não tenha recordação disso, porem , ( nos fortes trabalhos de Santeria), a sua alma e o seu espirito bem sabem que apenas terão sossego quando se entregarem ao mandante da amarração!

Por isso:

Na amarração das bruxas, demore o que demorar, essa pessoa – sem sequer saber nem tendo consciência porque o fez – acabará entregando-se!

 

Cuidados a ter com trabalhos de amarração de Santeria – recomendações usuais:

Na amarração das bruxas, são trabalhos de amarração de Santeria, e por isso – conforme todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos – estes são trabalhos místicos poderosos, feitos com recurso a milenares técnicas de invocação de espíritos!

Por isso, repetimos aquilo que sempre ensinamos, ou seja:

Na amarração das bruxas, ( como todos os fortes trabalhos de Santeria), sendo manipulados da forma errada – por curiosos, desconhecedores, ou leigos – então podem infestar esses leigos e curiosos de fatais possessões demoníacas, de perigosas assombrações, ou de causar grande mal ou estagnação na sua vida, ou na vida das pessoas á sua volta!, pelo que apenas deve operar neste tipo de trabalhos um mago santeiro preparado e treinado para tal demanda.

Cuidai também que – conforme sempre dizemos – então vamos repetir:

A quem encomenda a amarração do saco das bruxas, eis que voltamos a avisar conforme sempre avisamos:

Neste tipo de trabalhos, ( como em todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos), não se deve jamais andar a toda a hora a olhar o relógio, e todos os dias olhando o calendário, e a todo o tempo caído em impaciências, duvidas e inquietações, pois olhai que assim está escrito na obra de são Cipriano:

«[Implorou Siderol]: perdão, perdão, Lúcifer (…)

[Respondeu Lúcifer]: não te disse já, (…), que na minha lei também é preciso ter paciência? »

Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 8º, pagina 260

Assim se fica sabendo:

Os prodígios de são Cipriano não ocorrem na «impaciência», mas sim eles florescem na «fé» e eles frutificam na «paciência», pois que ensina são Cipriano que o tempo dos espíritos não é o tempo das pressas picuinhas dos homens, e por isso: seja na magia branca, ou seja na magia negra, ( e seja em qualquer trabalho de invocação de espíritos), a lei dos espíritos manda ter paciência, pois acaso não está escrito: «na minha lei também é preciso paciência»?

Pois então: Seja na magia negra ou branca, eis que a obra de são Cipriano garante que com «fé» e «paciência» todos os frutos do espírito são infalíveis!, e porem agindo ao contrario então poder-se-á colher tudo ao contrario daquilo que se deseja!.

Por isso:

– A inquietação, a ansiedade e as duvidas são veneno que mata o fruto da obra do espirito, pois que a duvida é o veneno da fé, e pois que quem tendo visto os espíritos manifestarem-se então não pode mais ter duvida alguma!, mas sim deve trilhar no caminho da certeza!, e deixar os espíritos trabalhar e edificar conforme eles querem, pelo tempo que eles determinarem, e pelos caminhos que eles escolherem!

Pois por isso:

– Neste tipo de poderosos trabalhos deve-se adoptar essa postura espiritual e deixar aos espíritos trabalhar, pois eles trabalham sempre por caminhos misteriosos, e eles operam sempre por trilhos insondáveis, e eles movem-se sempre por caminhos incompressíveis, e por isso o seu fruto acaba sempre florescendo no tempo pelos espíritos marcado, e não no tempo das picuinhas impaciências humanas.

Assim sendo:

– Respeitai esta regra para do espirito colher bom fruto, ao invés de andar afrontando os espíritos, e depois colher tudo ao contrario daquilo que aos espíritos se foi pedir.

 

Que efeitos causam os trabalhos de amarração das bruxas ?

Na amarração das bruxas, enquanto ao saco das bruxas estiver sepultado naquela encruzilhada erma e deserta, pois também a criatura amarrada irá em espirito sofrer os padecimentos do purgatório na sua alma, pois conforme os 3 pregos de caixão de defunto foram depositados naquele saco das bruxas, ( que ali ficam amarrados dentro do saco), pois a alma essa pessoa ficará trespassada de feitiço de amarração,  e conforme 3 foram os pregos que crucifixaram o Santo Jesus na Cruz, pois 3 serão os pregos que farão a criatura amarrada carregar para sempre a cruz espiritual de ter sido amarrado ao mandante da amarração, e dessa cruz espiritual essa criatura não se livrará enquanto não se entregar ao mandante da amarração do saco das bruxas.

Por isso:

Na amarração das bruxas, quanto mais a pessoa insistir em andar sorrindo e se pavoneando com outra pessoa, então mais os espíritos invocados em espirito assombrarão como aparições e espíritos na alma dessa criatura, e por isso ela jamais irá encontrar felicidade que sempre dure, ( nem paz que sempre perdure), na sua vida!, pois em espirito essa criatura estará sempre sendo assombrada e possuída por aparições, ate que se desista da sua teimosia  e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar!

Quer verdadeiros trabalhos de amarração?

Quer verdadeiras amarrações amorosas?

Escreva para:

altar.cipriano@gmail.com

amarrações, amarração, amarrações amorosas, amarração amorosa, amarração do saco das bruxas, amarrações do saco das bruxas, bruxaria de amarração, bruxarias de amarração, feitiços de amarração, macumba de amarração,

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Amarrações amorosas feitas ao vivo

terreiro1
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Amarrações amorosas feitas ao vivo. Trabalhos de amarração. Trabalhos de magia. Trabalhos de são Cipriano. Como funcionam amarrações amorosas. Como funcionam trabalhos de magia. O que é a magia. Invocações de espíritos.

terreiro1

foto de terreiro de santo onde estão sendo celebrados trabalhos.

VEJA TUDO EM:

Amarrações amorosas ao vivo

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Fotos do verdadeiro e original altar de São Cipriano e Bruxa Èvora

invocacao-espiritos
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Fotos e imagens do verdadeiro e original altar de são Cipriano e bruxa Èvora, onde residem 12 artefatos misticos, conforme 12 foram os apóstolos de Jesus Cristo, ou seja:

1-

hóstias consagradas de Roma,

2-

cálice feito com madeira de Israel vinda de Belém – terra onde Jesus nasceu e que é símbolo da ultima ceia –

3-

incensório verdadeiro de igreja, assim como água benta de Nossa Senhora de Fátima e Òleo consagrado para sacramentos de bastimo

4-

imagens de santos abençoados,

5-

batina usada para feitura de rituais de são Cipriano, assim como roupas sacerdotais de sacerdote ordenado em Igreja

6-

livros e obra de são Cipriano

7-

livros de magia negra e magia branca,

8-

tinta de sangue mística usada usada em rituais,

9-

caldeirões usados na celebrações de ritos,

10-

olho de revelação para auxiliar em trabalhos,

11-

símbolos de defuntos egípcios usados para apelar á invocação de defuntos, assim como pentagramas consagrados ás conjurações de espíritos

12-

tábua Ouijá usada em conjurações de espíritos.

Veja por isso com os seus olhos!!

As legendas explicativas das fotos estão por debaixo das imagens. Confirme por isso tudo sobre o Altar de São Cipriano e Bruxa Èvora

altar-santeria   altar-santeria-s-cipriano

Fotos do altar de Santeria onde são executados os trabalhos de S.Cipriano

pentagrama-01

Pentagrama consagrado e usado na celebraçao de rituais 

altar-trabalhos

Local de execução de orações e rituais 

calice-hostias-aguabenta

Cálice feito de madeira de Belém – Israel – onde Jesus nasceu, água Benta de Fátima, óleo de unção e consagração, e hóstias consagradas de Roma – Vaticano, assim como incensório de Igreja. 

oratorio-2

oratório onde são celebradas orações a são Cipriano

livros_s_cipriano

Fotos dos livros de são Cipriano, tanto o livro Capa de Aço, como o Livro secreto Capa de Ouro, assim como livro de textos medievais extraído dos Flos-Sanctorum.

biblia

Bíblia Sagrada ostentada em lugar de culto conforme as ancestrais tradições ortodoxas

altar1 altar2

altar2

Fotos do altar de São Cipriano e bruxa Èvora

altar4 altar5

altar6 altar7

mais fotos do altar de São Cipriano e bruxa Èvora

altar9 altar8

Livros de são Cipriano por baixo de imagem santificada de são Cipriano, e outros símbolos mágicos existentes no altar de são Cipriano

altar11 altar10

Livros de magia negra e magia branca

altar12 altar26

Batina usada em rituais de magia e incensório de Igreja

altar14  02_tabua-ouija

Tábua Ouijá usada em invocaçao de espíritos

altar22 altar23

Tinta de sangre para rituais e cálice feito de madeira de Belem – Israel – onde Jesus nasceu

altar25 altar24

Òleo consagrado para batismo e água Benta

altar27

Hóstias consagradas de Roma – Vaticano

vestes_eclesiasticas  03_vestes_sacerdotais

 vestes eclesiásticas usadas nas missas e rituais, pois apenas um sacerdote de Igreja ordenado e consagrado ao espirito pode praticar verdadeiros rituais de magia branca ou magia negra

altar21 altar20

Caldeirão e altar de celebração de rituais

altar19 altar13

Olho de revelação e símbolos de defuntos egípcios para apelar á invocaçao de defuntos e assombrações.

altar15 altar16

Símbolos para apelar á inovação de espíritos

altar18 altar21

Caldeirões usados na celebração de rituais de magia 

pentagrama-02

Pentagrama espiritual presente no altar, e diante do qual são celebrados rituais

trabalho4

Trabalho de são Cipriano e bruxa Èvora executado com sangue de oferendas de gado menor e aves negras misturado em vinho de eucaristia, assim como circulado com sal sagrado e óleos consagrados, no qual estão assentadas fotos de pessoas amarradas sendo ardidas em pentagrama riscado e traçado diante de símbolo de invocação de assombrações e vela negra ungida em gordura de animal sacrificial. Tudo isso é feito na macumba de amarração, ao mesmo tempo que são oradas orações e litanias secretas em latim. Assim se executam alguns dos trabalhos do altar, que logo são sepultados em terra de cemitério

terreiro2 terreiro1

 

terreiro4 terreiro3

Vários terrenos com terra circundante de cemitério e crematório consagrado onde são assentados e sepultados os restos e cinzas dos rituais celebrados no altar de são Cipriano e bruxa Èvora, assim se invocando a conjurações de espíritos e assombrações.

Tudo imagens verídicas de trabalhos verídicos e feitos veridicamente.

Eis as fotos e imagens do verdadeiro e original altar de são Cipriano e bruxa Èvora, assim como dos seus trabalhos.

 

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

O casamento de uma bruxa segundo as leis da bruxaria

encantamento
Recomende, partilhe e vote nesta matéria
O casamento de uma bruxa segundo as leis da bruxaria

Bruxas e Demónios

 

 

Dizem antigas lendas que o casamento de uma bruxa é um casamento que vai contra todas as sagradas Leis de Deus !!, ou seja:

o matrimonio ou casamento de uma bruxa, é – dizem as lendas antigas – é sempre um matrimonio cometido com 6 pecados – pois que 6 é numero do demónio – ou seja:

1

o pecado da fornicação – ou a violação dos sacramentos matrimoniais de Deus

2

o pecado da bruxaria

3

o pecado da luxuria

4

O pecado da sodomia

5

o pecado da possessão

6

o pecado da perversão da santa Eucaristia

Ou seja, e passamos a explicar:

1

Sabbat - o sabbath das bruxas6Um casamento cometido com o pecado da fornicação: é um casamento que está em violação dos sacramentos matrimoniais de Deus!, ou seja: é um casamento que nunca é celebrado oficialmente na igreja e aos olhos de Deus, e que por isso constitui o pecado da fornicação!, ou é um casamento que é feito com uma mulher antes casada em igreja e aos olhos de Deus, e que antes já traz filhos de outros casamentos ou relacionamentos!, – o que também constitui o pecado da fornicação – ou é um casamento com uma mulher que antes já foi casada por igreja mas que depois se divorciou – pois que isso é pecado aos olhos da igreja, e é motivo de se perder o direito aos sacramentos da Eucaristia – e tudo isso constitui o pecado da fornicação!, pelo que é um casamento que agrada do demónio!

2

um casameMagia - segredos da magianto cometido com o pecado bruxaria: é um casamento celebrado entre uma bruxa e um bruxo  que praticam bruxaria conjuntamente, e que praticam por isso da perversão e devassidão do demónio, pois que missa negra é mesmo isso, ou seja: a união carnal de um bruxo e bruxa vivendo em pecado e apelando ao demónio, ao invés de ser a união espiritual de um casal vivendo conforme a Lei de Deus e apelando a Deus.

A missa negra é mesmo isso, ou seja: um bruxo e uma bruxa – ou bruxos e bruxas – unido-se carnalmente diante de um altar de santos onde existem hóstias consagradas vindas de Roma, um cálice feito de madeira de Belém onde Jesus nasceu – e que simboliza o cálice da ultima ceia de Cristo – e assim como uma relíquia de incensório verdadeiro de igreja, tudo diante o qual é executado o pecado da devassidão carnal, ao oposto daquilo que é uma missa branca, que é uma missa celebrada pelo espirito e não pela carne. Ao assim se fazer, está-se a dessagrar os sacramentos da sacralidade, e está-se a apelas ás maldições dos espíritos. Toda esta profanação – para resultar – deve ser acompanhada de secretas litanias e orações em Latim – que apenas os sabedores conhecem – para invocar ás maldiçoes dos espíritos da forma certa. Assim se fazendo, ( assim como fazendo as oferendas certas aos espiritos, que apenas os sabedores sabem!!), está-se a apelar ás mais infernais maldiçoes dos espíritos de defuntos, de assombrações, e até mesmo de Deus.

Olhai por isso:

Conforme a feira é esposa de Deus então a bruxa é meretriz do Diabo, e conforme a freira vive em santidade e castidade então a bruxa vive em perversidade e pecado, e conforme o padre vive a adorar á virtude de Deus e para adorar a Nossa Senhora, então o bruxo vive para adorar ao vicio pecaminoso do Demónio e para adorar á sua Bruxa pecadora e devassa, pois é assim que a missa negra é feita, que é invertendo todos os cânones da Igreja.

Na missa negra, é realizado o pecado da profanação da Eucaristia através do qual a bruxa bebe 3 gotas de sangue do dedo mindinho do bruxo, ao invés de beber o sangue de Cristo sacralizado na Eucaristia, e assim realizando Pacto com as trevas; Da mesma forma comete-se o pecado da fornicação e do adultério diante da sagrada imagem de Jesus Cristo, assim como  diante dos santos, e na presença das hóstias consagradas do Vaticano, assim se cometendo um grave pecado de abominação, e por esse meio contraindo forma de conjurar espíritos através de secretas orações de são Cipriano. Os espíritos são assim conjurados, e eles não resistem á conjuração feita através de tamanhos pecados idos contra a os sacramentos da Eucaristia. Assim dizem as lendas medievais.

Olhai pois, que sobre missa negra, assim se pode ler na obra de são Cipriano:

a missa negra (…) nela se faz tudo ao contrario daquilo que se faz na missa romana (…) lança-se um repto ao celestial poder, e a consagração é (…) profanada (…) haverá sempre no altar um corpo nú de mulher, – a bruxa – e os fins que se deseja alcançar são sempre os mesmos: o pecado e o sexo (….)

sete pessoas se dedicam afanosamente ao arranjo das coisas necessárias á missa (…)

a teve que pagar (…) cem mil libras. È uma grosa quantia, mas (…) não faz por menos, e afinal, que são cem mil libras para quem quer satisfazer um desejo? (…) [ missa negra] promete resolver os problemas todos, por mais difíceis que sejam (…) não é verdade que o amor e também a morte obedecem a essas artes ? (…)

está escura a noite (…) emerge o sacerdote (…) que (…) oficia sobre o corpo nu de uma mulher (…) começa então o ritual. Já se encontra sob o altar o corpo magnífico da grande dama. (…) a luz das velas como que saltita pelos recantos escuros, envolve os objetos, dão contornos ao mesmo tempo suaves e excitantes àquele corpo de deusa. Sente-se no ar o perfume estranho (…) de incenso oriental (…) reina silêncio quase total (…) o sacerdote traz o cálice de outro para colocar sobre o ventre da aristocrata. O objeto sagrado vem coberto com um finíssimo pano de linha, por cima do qual foi posto um pergaminho novo onde estão escritos os desejos. Começa o padre maldito a recitar, como vos monótona (…) mas firme, as palavra do rito. a cada trecho responde (…) sacristã. o sacerdote porem um joelho na terra e beija o púbis que esta ali á mostra. A marquesa não pode evitar um estremecimento ao sentir aquele contato impuro.

Obra de são Cipriano, capitulo Missa Negra. Pag 401-405

Assim se entende:

A missa negra é uma inversão da missa branca, e por isso:

se a missa branca procura invocar as bênçãos dos poderes celestiais, então a missa negra procura invocar á mais portentosa maldição dos espíritos, e é assim que a maior bruxaria se faz, e é assim que  – dizem as antigas lendas – é o casamento da bruxa.

3

Missas negras e magia negra2um casamento cometido como pecado da luxuria: é um casamento no qual a bruxa se entrega á luxuria e aos pecados – seja com outros machos, seja através de que devassidão ou que perversão for –  e o marido aceita tudo isso, assim se invertendo e desrespeitando toda a lei do casamento conforme Deus mandou fazer !!, pois que isso é uma abominação !!, pois que Deus mandou a mulher ser obediente e respeitar o homem, e mandou o homem ser senhor do seu lar e fazer a mulher respeitar-se, pois que a mulher que vai com outros machos ou comete perversões então comete o pecado do adultério, e o homem que aceita e consente com o adultério ou com a devassidão não está a seguir os mandamentos do matrimonio conforme Deus os decretou !! , e é isso que a bruxa e o bruxo fazem para agradar ao demonio, ou seja: a bruxa entrega-se á devassidão, e o bruxo aceita que a sua consorte e a sua bruxa seja uma pecadora, e ambos aceitam que a sua vida seja vivida em pecado conforme o demonio decreta! E conforme a bruxa se entrega ao pecado, pois o bruxo entrega-se ao vicio, pois todas essas coisas são tentação do demonio, e quem serve o demonio deve viver conforme a sua lei, tal conforme quem serve a Deus deve viver segundo a Sua Lei.

4

adao e evaum casamento cometido com o pecado da sodomia: ou seja: a intimidade do casamento com a bruxa é esse essencialmente praticada por sodomia da bruxa – pois que Deus mandou o homem ir e multiplicar-se, ( Genesis 9),  e por isso o contrario disso é feito pela bruxa – e por isso sexualmente – entre bruxo e bruxa – é praticada essencialmente por sodomia, coisa que aos olhos de Deus é uma abominação!, motivo pelo qual a cidade de Sodoma foi devastada por Deus!, conforme está escrito em Genesis 18

5

feitiçaria- feitiçosum casamento cometido com o pecado da possessão: ou seja: se a freira é uma mulher santa que casa com Deus, pois a bruxa é uma mulher devassa que casa com o demónio, querendo isto dizer: a bruxa promete ser eterna esposa do demónio, aceitando ser carnalmente possuída por todos aqueles que ela encontrar, e no qual o espirito demoníaco entrar e possuir por possessão demoníaca temporária.

Mais: a bruxa aceita que todas as 3 da tarde – que foi a hora em que Jesus faleceu – e todas as 3 da madrugada – que é a hora do demónio e dos espíritos – ser possuída por espíritos de luxuria, de vicio e de devassidão. Já o papel do bruxo é aceitar este casamento eterno da bruxa com o demónio, e ser obediente ás regras do demónio, e aceitar ser servo dele, e aceitar que o demónio pratique as luxurias que quiser com a sua bruxa, pois conforme o padre se resigna ás leis de Deus para viver em celibato, virtude e santidade, então também o bruxo – ao contrario – se resigna ás leis do demónio para viver casado com uma bruxa, e em vicio e pecado.

6

image004um casamento cometido com o pecado da perversão da santa Eucaristia: ou seja: o casamento da bruxa não é feito bebendo o sangue de cristo na eucaristia, mas sim bebendo 3 gotas de sangue de um bruxo, pois que se a Eucaristia de Deus manda beber o sangue de Deus, pois a Eucaristia inversa é beber 3 gotas de sangue de um bruxo no qual o demónio habita. Essas 3 gotas são extraídas com uma pica do dedo mindinho do bruxo, pois que é assim que são Cipriano ensinou que se firam pactos, pois assim está escrito na sua obra:

o diabo apareceu-lhe na figura de um corvo e disse-lhe:

– Que foi que combinamos? Não ficou assentado que assinarias a esta hora a doação da alma dos teus filhos futuros com o teu próprio sangue?

-perdoa grande senhor! – implorou siderol – perdoa , que de tudo me olvidei!

E acto contínuo, picou o dedo mindinho e assinou a escritura com sangue.

O diabo (…) disse-lhe:

– Aqui te deixo. Toma todo o outro que desejares – e dando um voo desapareceu

Obra de são Cipriano, Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do diabo, capitulo 9º,  Pag 262

Pois então:

É com uma pica no dedo mindinho que o sangue de um bruxo se extrai, pois que é desse jeito que o demónio assina os seus contratos com um bruxo, e porem: tem de ser uma pica no dedo mindinho de um bruxo, e não de uma pessoa vulgar que não foi escolhida pelo demonio, para que assim se faça conforme dissemos, ou seja:

o casamento da bruxa não é feito bebendo o sangue de cristo na Eucaristia de domingo ao meio-dia, mas sim bebendo 3 gotas de sangue de um bruxo á meia-noite, pois que se a Eucaristia de Deus manda beber o sangue de Deus, pois a Eucaristia inversa é beber 3 gotas de sangue de um bruxo, assim se pervertendo e corrompendo o sacramento de Santa Eucaristia

Então, e em resumo:

magia de sangueestá aí – conforme dizem as antigas lendas – o que é um casamento conforme o demónio manda !!,e que manda as bruxas fazerem !!, pois que é tudo contra a Lei que Deus ordenou!!

È assim o casamento de uma bruxa, que é vivendo em pecado, em vicio e e perversão conforme o demónio gosta, pois que é assim – dizem as lendas –que a bruxa e o bruxo recebem os dons de conjurar demónios para executar as suas bruxarias ou artes infernais.

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Amarração das cinzas sagradas

sapo-negro-bruxas
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Amarração das cinzas sagradas

simpatias-amorTem sempre acontecido – desde tempos imemoriais – a mulher amar um homem que tem um coração inconstante, ou o homem amar uma mulher que recusa o seu amor, e isso – sempre assim foi, e sempre será – é motivo de grande tormento!, pois não há quem ame que não queira ser correspondido nesse amor, e não há quem ame que goste de ver a pessoa amada rejeitando, ou mudando de sentimentos!

Pois então:

Para enfrentar o tormento de ver a pessoa amada mudar de sentimentos e afastar-se, são Cipriano criou as grandes formulas de feitiçaria de amarrações, pois que olhe:

são Cipriano cuidava dos males do espirito conforme os médicos cuidam do mal do corpo!, e o santo bem sabia que tão importantes são os remédios do corpo como os remédios do espirito que ele se dedicou a estudar ao longo da sua vida e peregrinações !, pois a verdade é que uma vida sem saúde não é bom, e porem uma vida sem amor pode ser ainda pior!

Pois assim sendo:

Quando a pessoa amada tem sentimentos confusos ou decide afastar-se, então eis que são Cipriano formulou este trabalho da amarração das cinzas sagradas, que é um trabalho fundamentado tanto em saberes bíblicos, como nos ocultos saberes Egípcios, Fenícios e Babilónicos que são Cipriano aprendeu durante toda uma vida de estudos do oculto.

Como é feito o trabalho de amarração das cinzas sagradas?

amarracao1No trabalho de amarração das cinzas sagradas, é feito um fogo sagrado que é ardido com óleo sagrado de Israel, e onde são ardidos 6 corações de ave negra. A isso chama-se um holocausto. Um holocausto é um acto de invocação de espíritos, conforme assim está escrito na palavra de Deus:

 E o sacerdote queimará tudo sobre o altar. È um holocausto: oferta queimada de suave odor para Deus

Levítico 1,13

Pois então:

A fogueira ardendo sobre um altar ou solo sagrado é um holocausto, e esse holocausto – ensina Sagrada Escritura – é um acto agradável aos espíritos!, e por isso é um poderoso acto de invocação de espíritos !

Mais assim diz são Cipriano na sua obra:

o grande Lúcifer apareceu-lhe (…) na ocasião em que tinha imolado uma galinha preta

Obra de são Cipriano, versando sobre «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do diabo», capítulo 8º, Pag 261

Pois assim sendo:

A imolação por fogo de oferendas, ( assim o confirma são Cipriano), é um poderoso meio de invocação de espíritos !

Por isso:

Este é um trabalho fundamentado tanto em saberes bíblicos, como nos ocultos saberes Egípcios, Fenícios e Babilónicos que são Cipriano aprendeu durante toda uma vida de estudos do oculto. Assim sendo: é um trabalho para ser lidado com cuidado e apenas em casos sérios!, pois lida com poderosas invocações de espíritos !

Aviso a quem pretende lidar com o trabalho de amarração das cinzas sagradas

Avisa-se:

Não vá praticando este tipo de invocação sem saber os segredos ocultos da sua mestria !!, pois certos ingredientes secretos devem ser usados nesse procedimento de holocausto !!, e apenas sacerdotes treinados podem lidar nesse tipo de procedimento místico !!, pois caso contrario podem os incautos e curiosos acabar sendo possuídos pelas mais terríveis maldiçoes e desgraças, pois não sabem como executar o holocausto da forma certa!, e ainda menos sabem lidar com as entidades que estão invocando !, ou podem acabar conjurando entidades erradas !

Como executar a amarração das cinzas sagradas?

invocacao-espiritosIsto explicado:

Devem ser executados 13 holocaustos ao longo de 13 noites, e nessas 13 noites devem ser oferendados no fogo 6 corações de ave negra por cada noite, assim como 6 porções de óleo sagrado de Israel, e todo o fogo deve ser ardido em madeira de aveleira, e sobre o holocausto devem ser aspergias 6 porções de um oculto pó vodu feito a partir e ossos de defunto misturado com uma formula de ervas secretas.

Pois assim sendo:

Isto deve ser repetido por 13 noites numa floresta sem intromissões de ninguém, e não é fácil faze-lo, pois grande é o segredo que está por detrás desta magia de são Cipriano, e muitos são os mistérios da formula que é necessário fazer arder nesse fogo sagrado, de forma a obter as cinzas certas para este feitiço.

Assim sendo, e por ultimo:

Estando decorrido o prazo de 13 dias e 13 noites de holocautos, então as cinzas desse holocausto são colocadas num saco de seda vermelha, que é consagrado a Maria Padilha, uma entidade que faz grande intervenção e intercedência em assuntos amorosos!, desde que essa entidade – e os espíritos que ela comanda – seja tratada com respeito rigoroso pela pacto que é feito com ela!

O saco e seda vermelha com as cinzas sagradas provindas do holocausto celebrado com óleo sagrado de Israel e muitos outros ocultos ingredientes ardidos nesse fogo, ele será sepultado junto de uma sepultura recente, ( sepultura de um defunto com 7 dias de sepultura), e ali serão oradas litanias ocultas que apenas aqueles que conhecem os mistérios de são Cipriano sabem conjurar!, e assim será feito por 13 dias e 13 noites!

Que efeitos causam os trabalhos de amarração das cinzas sagradas?

Dai em diante – apos o trabalho de amarração das cinzas sagradas estar feito – a pessoa amarrada pode teimar em andar por onde quiser e com quem quiser, e ela pode teimar em andar sorrindo de felicidade ao lado de quem quiser, que porem os espíritos, aparições e assombrações estarão sempre em espirito fustigando no espirito dessa pessoa!, e assim será pelo tempo que for necessário – e que os espíritos determinarem – ate que essa pessoa se entregue a quem lhe mandou amarrar.

Nos trabalho de amarração das cinzas sagradas,( conforme em todos os trabalhos que lidam com invocação de espíritos e assombrações), é bem possível que a pessoa amarrada comece escutando estranhos ruídos na sua casa, que comece vendo lâmpadas piscar sem explicação, que comece tendo pesadelos, que sinta frio ou calor sem explicação, que sinta afrontamentos, que veja vultos ou assombrações, que sofra avarias inesperadas em todo o tipo de equipamentos eletrónicos ou mecânicos, que sofra alterações de humor inesperadas, que sinta dores de cabeça, que sinta um peso em cansaço em cima do corpo, que sinta o estomago cheio e pesado sem porem nada ter comido que o justifique, que dê arrotos inesperados e sem justificação, que se sinta desorientada e tendo atitudes como se não estivesse em si mesma, que manifeste por vezes revolta, rebelde, ou tenha atitudes desagradáveis, que se entregue – sem saber porquê – a uma certa boémia desvairada, que  ande perdia por maus caminhos ou andando amorosamente com as pessoas erradas, pois essa criatura infestada por espíritos será perturbada e assombrada de todas as formas imagináveis!!, e assim será para a desorientar a um ponto em que , (estando de tal maneira perturbada, desorientada e perdida!!), essa criatura amarrada não tendo mais saída nem solução, então ela vá encontrar abrigo e segurança junto de quem lhe mandou amarrar!, e se lhe entregue!

Por isso, vemos repetir o ensinamento de santo que sempre anunciamos, querendo isto dizer:

Demore o que demorar, e teime o que teimar, essa pessoa, ( 7 dias apos o trabalho estar feito), será todas as noites, ( de 7 em 7 noites, e pelo tempo que for necessário), sempre em espirito e no seu espirito assombrada sem cessar, ate que essa pessoa vá ceder e se entregar ao mandante dos trabalhos de amarração do trabalho de amarração das cinzas sagradas.

Assim sendo:

Nos trabalhos de amarração das cinzas sagradas, a alma da pessoa amarrada será em espirito fustigada, castigada, assombrada e atormentada – 7 noites apos 7 noites, e pelo tempo que for necessário – por assombrações de espíritos defuntos e espíritos já partidos deste mundo!, e por isso a pessoa – enfeitiçada pelos trabalhos de amarração das cinzas sagradas – bem que pode andar por aí como se nada fosse, e ela bem que se pode afastar como quiser, e ela bem que pode andar todos os dias com um sorriso estampado na cara, e ela bem que pode andar a pavonear-se de felicidade com outra pessoa qualquer, que porem na criatura – enfeitiçada pelos pelos trabalhos de amarração das cinzas sagradas – a sua alma e o seu espirito estarão sempre – todas as 7 noites que passarem, e pelo tempo que for necessário – sendo fustigados e assombrados por aparições, por assombrações e por espíritos.

Por isso:

Nos trabalhos de amarração das cinzas sagradas, eis que assombrações, aparições e espíritos de defuntos persistirão, ( pelo tempo que for necessário!),  fustigando e assombrando no espirito dessa criatura – e olhe:

assim será sempre que ela vai dormir na solidão da escuridão e da sua cama – ate que essa pessoa acabe cedendo, e se vá entregar a quem a mandou amarrar amorosamente.

Cuidai:

Nos trabalhos de amarração das cinzas sagradas, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), tudo isto que aqui descrevemos – e como sempre ensinamos – irá passar-se inconscientemente na pessoa amarrada, pois que jamais se deseja que ela tenha consciência de que foi alvo de um trabalho de amarração, mas antes quer-se que ela pense que se foi entregar ao mandante da amarração de forma perfeitamente natural, embora na verdade essa criatura apenas se vá entregar porque foi em espirito – e no seu espirito – forçada a isso!!

Por isso:

Nos trabalhos de amarração das cinzas sagradas, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), os espíritos irão sempre agir na criatura amarrada de forma inconsciente, invisível e discreta na criatura amarrada, para que ela – mesmo que ande consultando a cartomantes ou videntes – não fique jamais a saber que foi o alvo de um trabalho de amarração!, e ainda menos possam as pessoas que a rodeiam ,(e que estão á volta da criatura amarrada),  jamais vão sequer desconfiar que essa criatura foi alvo de uma amarração amorosa, e jamais se levantarem quaisquer suspeitas!

Assim sendo:

Nos trabalhos de amarração das cinzas sagradas, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), são invisíveis  e indetetáveis !, pelo que – repetimos – são feitos de forma a não causar suspeitas nem mesmo á própria pessoa que foi enfeitiçada!, e por isso:

Os trabalhos de amarração das cinzas sagradas, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), agem durante a noite, ( de 7 em 7 noites, sempre sem cessar, e pelo tempo que for necessário), enquanto a criatura amarrada está dormindo na penumbra do seu leito e rodeada da escuridão, ali assombrando essa criatura amarrada e trabalhando no seu espirito com assombrações e aparições, ( de que ela não se lembrará quando acordar, mas que lhe deixarão marcas e cicatrizes de tormentos sobre tormentos na sua alma!), e isso assim ocorrerá perpetuamente de 7 em 7 noites, ( pelo tempo que for necessário), ate que essa criatura se canse de tanto tormento, e se acabe entregando a quem lhe mandou amarrar!

Por isso:

Nos trabalhos de amarração das cinzas sagradas, ( conforme em todos os trabalhos de Santeria!), é isso que – perpetuamente de 7 em 7 noites –  os espíritos ficarão murmurando, sussurrando e zurzindo todas as noites na alma da pessoa, e por isso embora depois a pessoa conscientemente não tenha recordação disso, porem a sua alma e o seu espirito bem sabem que apenas terão sossego quando se entregarem ao mandante da amarração.

Por isso:

Nos trabalhos de amarração das cinzas sagradas, demore o que demorar, essa pessoa – sem sequer saber nem tendo consciência porque o fez – acabará entregando-se!

Cuidados a ter com trabalhos de amarração de Santeria – recomendações usuais:

amarracao-cartas-tarot-666Os trabalhos de amarração das cinzas sagradas, são trabalhos de amarração de Santeria, e por isso – conforme todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos – estes são trabalhos místicos poderosos, feitos com recurso a milenares técnicas de invocação de espíritos!

Assim sendo:

Os trabalhos de amarração das cinzas sagradas, sendo manipulados da forma errada – por curiosos, desconhecedores, ou leigos – então podem infestar esses leigos e curiosos de fatais possessões demoníacas, de perigosas assombrações, ou de causar grande mal ou estagnação na sua vida, ou na vida das pessoas á sua volta!, pelo que apenas deve operar neste tipo de trabalhos um mago santeiro preparado e treinado para tal demanda.

Cuidai também:

– conforme sempre avisamos, então mais uma vez vamos repetir:

Sendo os trabalhos de amarração das cinzas sagradas celebrados e concluídos, então é muito provável que possam ocorrerem diversos fenómenos rodeando o mago santeiro que ali foi executar as amarrações do fruto proibido, tais como:

manifestações de assombrações, sensações de arrepios, ocorrência de ruídos estranhos e inexplicáveis, aparecimento de animais, (seja que tipo de bicho for: desde vermes, ou aves, ou cães, ou bodes, ou gatos, ou sapos, ou insectos, etc), ou suceder verem-se coisas que se movem sem explicação logica, manifestações de vultos, estranhas brisas de vento, falhas em lanternas ou equipamentos elétricos que se tenham levado para o local, alterações de temperatura anormais, ou ate que a pessoa ali presente se sinta incomodada por sentir estar sendo observada por uma entidade invisível.

Porem, e conforme sempre dizemos:

Isso tudo são manifestações próprias de uma destes trabalhos de amarração das cinzas sagradas, e que ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), por isso devem ser exercidos apenas por sacerdotes santeiros treinados em alta magia branca ou alta magia negra, e que por isso estejam treinados para lidar nestas artes ocultas!, pois que indo o curioso, o desconhecedor, ou o leigo meter as suas mãos neste tipo de trabalhos de amarração de Santeria, então eis que  esses infortunados poderão acabar sendo fáceis vitimas de terríveis possessões demoníacas,  por vezes fatais!, para si mesmos ou para aqueles que mais amam!

Mais dizemos:

A quem encomenda os trabalhos de amarração das cinzas sagradas, eis que voltamos a avisar conforme sempre avisamos:

Neste tipo de trabalhos, ( como em todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos), não se deve jamais andar a toda a hora a olhar o relógio, e todos os dias olhando o calendário, e a todo o tempo caído em impaciências, duvidas e inquietações, pois olhai que assim está escrito na obra de são Cipriano:

«[Implorou Siderol]: perdão, perdão, Lúcifer (…)

[Respondeu Lúcifer]: não te disse já, (…), que na minha lei também é preciso ter paciência? »

Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 8º, pagina 260

Assim se fica sabendo:

Os prodígios de são Cipriano não ocorrem na «impaciência», mas sim eles florescem na «fé» e eles frutificam na «paciência», pois que ensina são Cipriano que o tempo dos espíritos não é o tempo das pressas picuinhas dos homens, e por isso: seja na magia branca, ou seja na magia negra, ( e seja em qualquer trabalho de invocação de espíritos), a lei dos espíritos manda ter paciência, pois acaso não está escrito: «na minha lei também é preciso paciência»?

Pois então:

Seja na magia negra ou branca, eis que a obra de são Cipriano garante que com «fé» e «paciência» todos os frutos do espírito são infalíveis!, e porem agindo ao contrario então poder-se-á colher tudo ao contrario daquilo que se deseja!.

Por isso:

– A inquietação, a ansiedade e as duvidas são veneno que mata o fruto da obra do espirito, pois que a duvida é o veneno da fé, e pois que quem tendo visto os espíritos manifestarem-se então não pode mais ter duvida alguma!, mas sim deve trilhar no caminho da certeza!, e deixar os espíritos trabalhar e edificar conforme eles querem, pelo tempo que eles determinarem, e pelos caminhos que eles escolherem!

Pois por isso:

– Neste tipo de poderosos trabalhos deve-se adoptar essa postura espiritual e deixar aos espíritos trabalhar, pois eles trabalham sempre por caminhos misteriosos, e eles operam sempre por trilhos insondáveis, e eles movem-se sempre por caminhos incompressíveis, e por isso o seu fruto acaba sempre florescendo no tempo pelos espíritos marcado, e não no tempo das picuinhas impaciências humanas.

Assim sendo:

– Respeitai esta regra para do espirito colher bom fruto, ao invés de andar afrontando os espíritos, e depois colher tudo ao contrario daquilo que aos espíritos se foi pedir.

Com funcionam os trabalhos de amarração das cinzas sagradas?

Nos trabalho de amarração das cinzas sagradas, conforme as cinzas dos 13 holocaustos ocultos foram colocadas no saco de seda vermelha consagrada a Maria Padilha e sepultadas junto de uma sepultura recente com 7 dias, pois dai em diante espíritos e assombrações desse cemitério – e outros espíritos que também foram invocados durante a conjuração de assombrações que foi feita por 13 noites – ficarão todas as noites, (de cada vez que a criatura amarrada se vai deitar no escuro do seu leito), em espirito assombrando o espirito e a alma da criatura amarrada!, e assim será pelo tempo que for necessário ate essa criatura ceder e se entregar a quem lhe mandou amarrar !!

Por isso:

a criatura amarrada bem que se poderá querer afastar de quem lhe mandou amarrar, que porem em espirito os seus caminhos de vida estarão constrangidos, atados e amarrados!, e por isso de cada vez que essa pessoa insistir em dar passos para longe de quem lhe mandou amarrar, então os espíritos e assombrações manifestar-se-ão na alma dessa criatura, para que ela jamais encontre felicidade que sempre dure na sua vida!, ate que ela desista de se afastar, e se entregue ao mandante da amarração.

Por isso:

Nos trabalhos de amarração das cinzas sagradas, quanto mais a pessoa insistir em andar sorrindo e pavoneando-se com outra pessoa qualquer, então mais os espíritos invocados em espirito assombrarão como aparições e espíritos na alma dessa criatura, e por isso ela jamais irá encontrar felicidade que sempre dure, ( nem paz que sempre perdure), na sua vida!, pois em espirito essa criatura estará sempre sendo assombrada e possuída por aparições, ate que se desista da sua casmurrice!, e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar!

Quer verdadeiros trabalhos de amarração?

Quer verdadeiras amarrações amorosas?

Escreva-nos!

Trabalhos de amarração, amarrações amorosas, amarrações, trabalhos de amarração das cinzas sagradas, bruxaria de amarração, bruxarias de amarração, feitiços de amarração, macumba de amarração,

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Amarração do sapo negro

amarracao-cartas-tarot-666
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Amarração do sapo negro

Que sapos e rãs estão associados com praticas de magia, isso já a bíblia o comprova, pois que ali está escrito:

O SENHOR disse ainda a Moisés: «Diz a Aarão que estenda a sua vara sobre os rios, os canais e as lagoas, para que as rãs saiam das águas e cubram a terra do Egipto.»

Aarão estendeu a mão sobre as águas do Egipto e delas saíram rãs que cobriram o país.

Mas os magos fizeram o mesmo com as suas artes mágicas e também fizeram aparecer rãs por todo o Egipto.

Êxodo 8, 1-3

sapo-negro-praga-egiptoPois então:

Tanto Moisés com a sua vara magica fez aparecer rãs e sapos na forma de maldição magica de Deus, como igualmente os magos do Egipto usaram dos seus saberes mágicos para fazer o mesmo.

Então:

Assim se fica sabendo que sapos e rãs estão profundamente associados com maldiçoes ocultas que são lançadas por meios místicos, tal como Moisés e os magos do Egipto fizeram.

Pois assim sendo:

São Cipriano era conhecedor de todas estas artes místicas, e por isso ele deixou a formula adequada de uma poderosa magia de amarração usando-se de um sapo negro, pois que esta é uma maldição de amarração que sendo lançada sobre uma certa criatura, então ira assombrar e perseguir essa criatura conforme as pragas do Egipto perseguiram o faraó do Egipto no tempo de Moisés, ate que essa criatura amarada vá ceder e se entregar aos desejos do mandante da amarração, conforme o faraó do Egipto, ( apesar de por muito  tempo ele muito ter teimado, resistido e insistido em teimar), porem no final esse mesmo faraó do Egipto acabou por ceder e entregar-se á força das maldiçoes que lhe foram lançadas através desses sapos !!

Ainda nos dias de hoje , ( devido a todo este historial místico e bíblico que associam as rãs e os sapos ás mais fortes maldiçoes), certas crenças professam que o sapo é uma criatura imunda, uma criatura do Diabo, significando isso que é portadora de maldiçoes e infestações de espíritos. Pois por isso mesmo, nas magias de são Cipriano o sapo é tantas vezes usado com instrumento e recipiente ou instrumento portador de grande maldiçoes e trabalhos mágicos dos mais fortes!

Para que serve a amarração do sapo negro?

sapo-negro-bruxasPor vezes a pessoa amada é demasiado relutante, tem um coração demasiado hesitante, ou então é uma pessoa volúvel e encontra-se influenciada por outras pessoas, e por isso essa pessoa teima e persiste em não assumir um compromisso serio.

Pois então:

Conforme os médicos procuram remédios do corpo para curar as moléstias do corpo, pois também são Cipriano procurou os remédios do espirito apara ajudar nas moléstias do espirito, pois que ter saúde no corpo sem ter felicidade na alma e no coração, isso não é viver, mas é apenas um tormento!

E por isso eis que são Cipriano deixou o seu grande legado de saberes ocultos, onde ali se pode encontrar esta magica da amarração do sapo, que é uma amarração adequada ás mais desesperadas situações amorosas.

Como é feita a amarração do sapo negro?

bruxadeEvora3Numa sexta-feira á hora das 3 da madrugada vai-se ao bosque, floresta ou mata, levando a cabeça de um sapo negro. Levar-se-á também um pequeno pergaminho virgem. Levar-se-á também um braseiro provido de carvão consagrado de igreja. Às horas das 3 da madrugada escrever-se-á, ( com o próprio sangue extraído do dedo mindinho do mago santeiro que esta praticando esta magia de amarração), o nome das duas pessoas que se desejam amarrar nesse papiro virgem.

Depois disso, colocar-se-á o pequeno pergaminho na boca do sapo negro, e coser-se-á a boca do sapo com linha vermelha.

Quando assim estiver feito, então colocar-se-á o cabeça de sapo negro no braseiro já com as chamas de carvão de igreja ardendo, e entoar-se-á o seguinte encantamento:

Bicho imundo, bicho do Diabo,

pelo poder dos anjos caídos entrego-te estas duas almas para que fiquem amarradas uma na outra,

como amarradas elas estão dentro da tua boca,

e que daqui em diante conforme não poderá a tua boca cosida se mover,

também não poderão essas almas aí encerradas se apartarem nem se afastarem.

Daqui em diante, que, ( nome da pessoa amarrada), se amares a outrem que não a quem te mandou amarrar, então aos espíritos e anjos caídos – a quem consagrei a tua sorte – estarás entregue,

e serás assombrado por aparições e assombrações!,

e sofrerás em espirito e no teu espirito um purgatório de tormentos e padecimentos,

ate que te entregues a ( nome do mandante da amarração).

Bicho imundo, bicho do Diabo,

assim será feito, e levado a cabo.

Assim dito e feito, a cabeça de sapo negro deve arder nesse holocausto ardido no braseiro com as chamas de carvão de igreja fumegando, e assim deverá ser ate a cabeça de sapo negro com a boca cosida ser reduzida a restos e cinzas.

Assim estando feito, essas cinzas e restos devem ser sepultadas em cemitério, junto de uma sepultura de defunto recentemente sepultado há 7 dias.

Tudo isto deve ser repetido por 13 noites consecutivas, sendo que a cada uma das 13 noites deverá ser enterrado –  no cemitério –  o pó de cabeça e restos de sapo negro com a boca cosida, sempre em redor da mesma sepultura de defunto recentemente sepultado há 7 dias.

 

Com funciona a amarração do sapo negro?

espiritosConforme as 13 doses de pó de cabeça de sapo negro cuja a boca foi cosida com linha vermelha, ( e tendo o pergaminho dentro da boca do sapo com os nomes das pessoas que se querem amarrar), forem 13 vezes sepultadas junto da sepultura de um defunto recentemente sepultado, pois espíritos, assombrações e aparições serão conjurados e invocados para virem a este mundo e empreenderem nessa demanda de amarração amorosa. Pois dai em diante, os espíritos infestarão em espirito a alma da criatura amarrada, e ali persistirão assombrando essa criatura por todas as vezes em que ela á noite for dormir lá na penumbra do seu leito, e assim será noite apos noite ate que o espirito dessa criatura se farte de padecer, e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar.

Pois assim se diz:

Conforme o papiro com os nomes das pessoas amarradas – escritas a sangue do mago santeiro –  jamais vai voltar a sair da boca daquele sapo negro que foi cosida com linha vermelha, pois também a criatura amarrada jamais se livrará desta amarração amorosa do sapo negro!, e por isso este é um tipo de trabalho especialmente eficaz quando se receia que uma amarração pode ser desfeita ou contrariada por outros feitiços!, pois que contra os feitiços de são Cipriano não há quem os possa vencer !

 

Efeitos que ocorrem apos a amarração do sapo negro

amarração de magia negra3Na amarração do sapo negro,( como em qualquer forte trabalho de Santeria),  é bem possível que:

a pessoa amarrada comece tendo pesadelos, que comece escutando estranhos ruídos na sua casa, que comece vendo lâmpadas piscar sem explicação, que veja vultos ou assombrações, que sofra avarias inesperadas em todo o tipo de equipamentos eletrónicos ou mecânicos, que sofra alterações de humor inesperadas, que sinta dores de cabeça, que sinta afrontamentos, que sinta o estomago cheio e pesado sem porem nada ter comido que o justifique, que sinta um peso e cansaço em cima do corpo, que dê arrotos inesperados e sem justificação, que se sinta desorientada e tendo atitudes como se não estivesse em si mesma, que manifeste por vezes revoltada, rebelde, ou tenha atitudes desagradáveis, que se entregue – sem saber porquê – a uma certa boémia desvairada, que  ande perdia por maus caminhos ou andando amorosamente com as pessoas erradas, pois essa criatura infestada por espíritos será perturbada e assombrada de todas as formas imagináveis!!, e assim será para a desorientar a um ponto em que , (estando de tal maneira perturbada, desorientada e perdida!!), essa criatura amarrada não tendo mais saída nem solução, então ela vá encontrar abrigo e segurança apenas junto de quem lhe mandou amarrar!, e se lhe entregue!

Por isso, vamos repetir o ensinamento de santo que sempre anunciamos, querendo isto dizer:

Demore o que demorar, e teime o que teimar, essa pessoa, será todas as noites, ( e pelo tempo que for necessário), sempre em espirito e no seu espirito assombrada sem cessar, ate que essa pessoa vá ceder e se entregar ao mandante da amarração do sapo negro.

Assim sendo:

Na amarração do sapo negro, a alma da pessoa amarrada será em espirito castigada, assombrada e atormentada por assombrações de espíritos defuntos e espíritos já partidos deste mundo!, e por isso:

a pessoa – enfeitiçada pela amarração do sapo negro – bem que pode andar pela rua como se nada fosse, e ela bem que pode andar todos os dias com um sorriso estampado na cara, e ela bem que pode andar a pavonear-se de felicidade com outra pessoa qualquer, que porem:

Na criatura – enfeitiçada pela amarração do sapo negro – a sua alma e o seu espirito estarão sempre – todas as que passarem, e pelo tempo que for necessário – sendo fustigados e assombrados por aparições, por assombrações e por espíritos.

Por isso:

Na amarração do sapo negro, eis que assombrações, aparições e espíritos de defuntos persistirão, ( sem parar, e pelo tempo que for necessário!),  fustigando e assombrando no espirito dessa criatura – e assim será sempre que ela vai dormir na solidão da penumbra do seu leito – ate que essa pessoa acabe cedendo, e se vá entregar a quem a mandou amarrar amorosamente.

Veja-se:

Na amarração do sapo negro,( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), tudo isto que aqui descrevemos – e como sempre ensinamos – irá passar-se inconscientemente na pessoa amarrada, pois que jamais se deseja que ela tenha consciência de que foi alvo de um trabalho de amarração, mas antes quer-se que ela pense que se foi entregar ao mandante da amarração de forma perfeitamente natural, embora na verdade essa criatura apenas se vá entregar porque foi em espirito – e no seu espirito – forçada a isso!!

Por isso:

Na amarração do sapo negro, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), os espíritos irão sempre agir na criatura amarrada de forma inconsciente, invisível e discreta na criatura amarrada, para que ela – mesmo que ande consultando a cartomantes ou videntes – porem não fique jamais a saber que foi o alvo de um trabalho de amarração!, e ainda menos possam as pessoas que a rodeiam ,(e que estão á volta da criatura amarrada),  jamais vão sequer desconfiar que essa criatura foi alvo de uma amarração amorosa, e jamais se levantarem quaisquer suspeitas!

Assim sendo:

Na amarração do sapo negro, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), são indetetáveis e invisíveis!, pelo que – repetimos – são feitos de forma a não causar suspeitas nem mesmo á própria pessoa que foi enfeitiçada!

Pois por isso:

A amarração do sapo negro, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), age durante a noite, (sempre sem cessar, e pelo tempo que for necessário), enquanto a criatura amarrada está na penumbra do seu leito e rodeada da escuridão, ali assombrando essa criatura amarrada e trabalhando no seu espirito com aparições e assombrações, ( que ela não se lembrará quando acordar, mas que lhe deixarão marcas e cicatrizes de tormentos sobre tormentos na sua alma!), e assim sendo:

Isso ocorrerá perpetuamente todas as noites, ( pelo tempo que for necessário), ate que essa criatura se canse de tanto tormento, e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar!, pois olhai:

Na amarração do sapo negro, ( conforme em todos os trabalhos de Santeria!), é isso que os espíritos – perpetuamente e noites apos noites –  ficarão murmurando, sussurrando e zurzindo todas as noites na alma da pessoa!

E assim sendo:

embora depois a pessoa conscientemente não tenha recordação disso, porem , ( nos fortes trabalhos de Santeria), a sua alma e o seu espirito bem sabem que apenas terão sossego quando se entregarem ao mandante da amarração!

Por isso:

Na amarração do sapo negro, demore o que demorar, essa pessoa – sem sequer saber nem tendo consciência porque o fez – acabará entregando-se!

 

Cuidados a ter com trabalhos de amarração de Santeria – recomendações usuais:

Bruxaria - como funciona a bruxariaA amarração do sapo negro, são trabalhos de amarração de Santeria, e por isso – conforme todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos – estes são trabalhos místicos poderosos, feitos com recurso a milenares técnicas de invocação de espíritos!

Por isso, repetimos aquilo que sempre ensinamos, ou seja:

A amarração do sapo negro, ( como todos os fortes trabalhos de Santeria), sendo manipulada da forma errada – por curiosos, desconhecedores, ou leigos – então poderá infestar esses leigos e curiosos de fatais possessões espirituais de perigosas assombrações, ou de causar grande mal ou estagnação na sua vida, ou na vida das pessoas á sua volta!, pelo que apenas deve operar neste tipo de trabalhos um mago santeiro preparado e treinado para tal demanda.

Cuidai também que – conforme sempre dizemos – então vamos repetir:

A quem encomenda a amarração do sapo negro, eis que voltamos a avisar conforme sempre avisamos:

Neste tipo de trabalhos, ( como em todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos), não se deve jamais andar a toda a hora a olhar o relógio, e todos os dias olhando o calendário, e a todo o tempo caído em impaciências, duvidas e inquietações, pois olhai que assim está escrito na obra de são Cipriano:

«[Implorou Siderol]: perdão, perdão, Lúcifer (…)

[Respondeu Lúcifer]: não te disse já, (…), que na minha lei também é preciso ter paciência? »

Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 8º, pagina 260

Assim se fica sabendo:

Os prodígios de são Cipriano não ocorrem na «impaciência», mas sim eles florescem na «fé» e eles frutificam na «paciência», pois que ensina são Cipriano que o tempo dos espíritos não é o tempo das pressas picuinhas dos homens, e por isso: seja na magia branca, ou seja na magia negra, ( e seja em qualquer trabalho de invocação de espíritos), a lei dos espíritos manda ter paciência, pois acaso não está escrito: «na minha lei também é preciso paciência»?

Pois então:

Seja na magia negra ou branca, eis que a obra de são Cipriano garante que com «fé» e «paciência» todos os frutos do espírito são infalíveis!, e porem agindo ao contrario então poder-se-á colher tudo ao contrario daquilo que se deseja!.

Por isso:

– A inquietação, a ansiedade e as duvidas são veneno que mata o fruto da obra do espirito, pois que a duvida é o oposto da certeza, e a descrença é o oposto da crença, e por isso a duvida e a descrença são o veneno da crença e da fé, pois que olhai:

quem tendo visto os espíritos manifestarem-se diante dos seus olhos, então não pode mais ter duvida alguma!, mas sim deve trilhar no caminho da certeza!, e com crença deixar os espíritos trabalhar e edificar conforme eles querem, pelo tempo que eles determinarem, e pelos caminhos que eles escolherem!

Pois por isso:

– Neste tipo de poderosos trabalhos deve-se adoptar essa postura espiritual e deixar aos espíritos trabalhar, pois eles trabalham sempre por caminhos misteriosos, e eles operam sempre por trilhos insondáveis, e eles movem-se sempre por caminhos incompressíveis, e por isso o seu fruto acaba sempre florescendo no tempo pelos espíritos marcado, e não no tempo das picuinhas impaciências humanas.

Assim sendo:

– Respeitai esta regra para do espirito colher bom fruto, ao invés de andar afrontando os espíritos, e depois colher tudo ao contrario daquilo que aos espíritos se foi pedir.

 

Que efeitos causam a amarração do sapo negro?

355Na amarração do sapo negro, conforme as 13 doses de pó de cabeça de sapo negro cuja a boca foi cosida com linha vermelha, ( e tendo o pergaminho dentro da boca do sapo com os nomes das pessoas que se querem amarrar), forem 13 vezes sepultadas junto da sepultura de um defunto recentemente sepultado, pois então:

Dai em diante os espíritos, assombrações e aparições serão conjurados e invocados para virem a este mundo e empreenderem nessa demanda de amarração amorosa.

Pois dai em diante, os espíritos infestarão em espirito a alma da criatura amarrada, e ali persistirão assombrando essa criatura por todas as vezes em que ela á noite for dormir lá na penumbra do seu leito, e assim será noite apos noite ate que o espirito dessa criatura se farte de padecer, e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar.

Pois assim se diz:

Conforme o papiro com os nomes das pessoas amarradas – escritas a sangue do mago santeiro –  jamais vai voltar a sair da boca daquele sapo negro que foi cosida com linha vermelha, pois também a criatura amarrada jamais se livrará desta amarração amorosa do sapo negro!, e por isso este é um tipo de trabalho especialmente eficaz quando se receia que uma amarração pode ser desfeita ou contrariada por outros feitiços!, pois que contra os feitiços de são Cipriano não há quem os possa vencer !

Por isso:

Por mais que essa pessoa amarrada seja teimosa, porem com este tipo de ritual os espíritos entrarão sempre nela !!, pelo que se recomenda a feitura deste tipo de feitiço quando a pessoa é particularmente teimosa!, ou quando ela é muito resistente á entrada de espíritos.

Por isso:

Na amarração do sapo negro, quanto mais a pessoa insistir em andar sorrindo e se pavoneando com outra pessoa, então mais os espíritos invocados em espirito assombrarão como aparições e espíritos na alma dessa criatura, e por isso ela jamais irá encontrar felicidade que sempre dure, ( nem paz que sempre perdure), na sua vida!, pois em espirito essa criatura estará sempre sendo assombrada e possuída por aparições, ate que se desista da sua teimosia  e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar!

Quer uma verdadeira amarração ?

Escreva-nos!

amarração, amarrações, trabalhos de amarração, trabalhos de amarração do sapo negro, trabalhos de amarração de são Cipriano, trabalhos de amarração de magia negra, 

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Amarrações das runas

runas-3
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Amarrações das runas

As Runas são um conjunto de símbolos que constitui um alfabeto, e porem: para alem disso, as runas são também um conjunto de símbolos, diagramas e sigilos místicos que permitem, ( através da magia de sangue), invocar espíritos e assombrações ancestrais, que desde há milénios respondem a este tipo de invocações.

Os símbolos deste alfabeto rúnico constituíam os instrumentos linguísticos dos dialetos tanto anglo-saxónicos, como dos territórios do Norte da Europa, nomeadamente nas Ilhas Britânicas e Escandinávia.

Que símbolos linguísticos sirvam de instrumento esotérico, onde se inscrevem sentidos ocultos e se representam as forças sobrenaturais que influenciam o nosso mundo, não é novidade!, pois olhe:

Na verdade, conforme as Runas usam os símbolos das línguas nórdicas dos milenares povos celtas e europeus para equacionar forças e leis espirituais, também os caracteres do alfabeto hebreu são usados exactamente da mesma forma na também ancestral Cabalah.

As inscrições rúnicas mais antigas datam de cerca do sec I d.C. , sendo que com o processo de cristianização da Europa, o alfabeto rúnico acaba sendo substituído pelo alfabeto romano por volta  do sec VI a IX.

 

Como fazer as amarrações das runas?

runas-2As runas são poderosos símbolos de invocações de espíritos e assombrações, e se foram usados corretamente então permitem a feitura das mais poderosas amarrações amorosas.

O ritual de amarrações das runas deve ser feito em encruzilhada assombrada, na hora das 3 da madrugada.

Nas amarrações das runas, desenha-se um pentagrama com cré sagrado, á volta do qual devem estar ladeando 5 velas negras ungidas de sebo animal.

No centro do pentagrama, desenha-se a formula de runas adequadas ao trabalho de magia que se pretende fazer, ou seja:  ou de amarração, ou de separação, ou de afastamento de indesejáveis, ou de prosperidade, ou de fertilidade, etc

A formula de runas deve ser desenhada com o sangue do próprio mago, e que deve ser extraído – no momento do ritual e fresco – do seu braço ou não esquerda.

Porque devem as amarrações das runas ser celebradas numa encruzilhada?

Porque olhai que assim se pode ler na obra de são Cipriano:

no livro, surpreendentemente viu Siderol que se podia por em relações  estreitas e amigas com o Espirito Imundo(…)

– este comercio oculto – disse Victor – (…) não deslustra a nobrza de pessoa alguma, e por isso talvez eu faça a minha fortuna pactuando com Lucifer (…)

depois de estudar bem o livro, (…)e marchou sem demora ao lugar em que se cruzam os caminhos (…) porque o diabo infesta singularmente as cruzes formadas pelos quatro caminhos

Obra de são Cipriano, capitulo «Erguimanços de São Cipriano ou prodígios do diabo», secção 2º, pag 248

Assim sendo:

ensinou são Cipriano que os espíritos tendem a manifestar-se em encruzilhadas, e mais assim será se foram conjurados através dos rituais certos e adequados.

Então.

são Cipriano assim o ensinou, pois que nas ancestrais religiões politeístas greco-romanas da antiguidade, acreditava-se que a Deusa Hecate se manifestava em aparições ocorridas em encruzilhadas, e por isso era em ermas e solitárias encruzilhadas que se edificavam estátuas á deusa Hecate, para ali se oficiarem cultos e ritos de bruxaria, pois que a Deusa Hecate era a  deusa da bruxaria, da magia, da feitiçaria.

A Deusa Hécate podia manifestar-se nas encruzilhadas sob a forma de espectros, de vultos, de fantasmas, mas também de um cão preto, ou de um lobo preto, ou de uma coruja, etc.

Quando algumas dessas manifestações ocorria – antes durante ou depois de uma bruxaria ser feita numa encruzilhada –, então era certo que a Deusa Hecate se estava a mostrar!, e que estava a aceitar o trabalho de magia que estava ali a ser celebrado e depositado!

Pois então:

Porque esse é um sitio onde as almas e espíritos tendem a afluir, então os trabalhos de magia celebrados em encruzilhadas são trabalhos de magia particularmente poderosos!, conforme também são aqueles celebrados em cemitério!, e melhor ainda é se forem oficiados numa encruzilhada que fica junto a um cemitério!, ou numa encruzilhada dentro de um cemitério!

Isto explicado, avisamos:

Muito cuidado:

Um ritual deste tipo celebrado numa encruzilhada assombrada com sangue do próprio mago, ele irá ser um tremendo chamariz para espíritos e assombrações.

Por isso:

Esse é o motivo pelo qual ninguém deve ali estar presente senão o próprio mago, e muito menos deve um leigo, curioso ou desconhecedor ir meter-se a por mãos neste tipo de invocações de espíritos !, pois que poderão esses leigos ou curiosos ser infestados de graves possessões demoníacas!, pois que não entendem nem sabem como lidar com invocações espirituais desta natureza.

Estando as runas desenhadas com o sangue do próprio mago no centro do pentagrama riscado com cré sagrado, então deve-se entoar um milenar e ancestral encantamento Celta, cujas as origens magicas se perdem nos confins do tempo. O encantamento deve ser recitado sem falhas nem erro, pois que sendo mal lidado então este feitiço pode causar as maiores moléstias, infestações e fatalidades a quem foi executar este ritual, pois que poderão ser invocadas forças espirituais erradas ao invés das forças espirituais adequadas ao trabalho de magia que se pretende edificar.

No momento de entoação deste encantamento Celta, é bem provável que o mago que ali está executado as amarrações com runas possa presenciar vultos subtis e obscuros no meio do mato ou bosque, ou possa vislumbrar a presença de animais observando-o, ou possa pressentir a presença de espíritos invisíveis rondando-o, ou possa sentir estranhos ventos ou ate alterações de temperatura,  ou veja que uma lanterna que leva consigo comece a piscar ou falhar, ou ate ver ou escutar assombrações que lhe estão rondando.

Pois por isso:

Não vá usar deste tipo de amarrações das runas se não for um mago ou sacerdote de Santeria devidamente treinado para lidar com fenómenos espirituais perigosos!!, tanto mais que as amarrações das runas devem ser trabalhadas ao longo de 13 noites numa encruzilhada erma e deserta!, e isso pode acabar em tragedia para quem não está preparado para lidar em tais ofícios ocultos!

 

Efeitos que ocorrem apos amarrações das runas

runas-1As amarrações das runas,( como em qualquer forte trabalho de Santeria),  é bem possível que a pessoa amarrada comece tendo pesadelos, que comece escutando estranhos ruídos na sua casa, que comece vendo lâmpadas piscar sem explicação, que veja vultos ou assombrações, que sofra avarias inesperadas em todo o tipo de equipamentos eletrónicos ou mecânicos, que sofra alterações de humor inesperadas, que sinta dores de cabeça, que sinta afrontamentos, que sinta o estomago cheio e pesado sem porem nada ter comido que o justifique, que sinta um peso e cansaço em cima do corpo, que dê arrotos inesperados e sem justificação, que se sinta desorientada e tendo atitudes como se não estivesse em si mesma, que manifeste por vezes revoltada, rebelde, ou tenha atitudes desagradáveis, que se entregue – sem saber porquê – a uma certa boémia desvairada, que  ande perdia por maus caminhos ou andando amorosamente com as pessoas erradas, pois essa olhai:

Nas amarrações das runas, a criatura amarrada e infestada por espíritos será perturbada e assombrada de todas as formas imagináveis!!, e assim será para a desorientar a um ponto em que , (estando de tal maneira perturbada, desorientada e perdida!!), essa criatura amarrada não tendo mais saída nem solução, então ela vá encontrar abrigo e segurança apenas junto de quem lhe mandou amarrar!, e se lhe entregue!

Por isso, vamos repetir o ensinamento de santo que sempre anunciamos, querendo isto dizer:

.Demore o que demorar, e teime o que teimar, essa pessoa, ( 7 dias apos o trabalho estar feito), será todas as noites, ( de 7 em 7 noites, e pelo tempo que for necessário), sempre em espirito e no seu espirito assombrada sem cessar, ate que essa pessoa vá ceder e se entregar ao mandante das amarrações das runas.

Assim sendo:

Nas amarrações das runas, a alma da pessoa amarrada será em espirito castigada, assombrada e atormentada – 7 noites apos 7 noites, e pelo tempo que for necessário – por assombrações de espíritos defuntos e espíritos já partidos deste mundo!, e por isso:

a pessoa – enfeitiçada pelas amarrações das runas – bem que pode andar pela rua como se nada fosse, e ela bem que pode andar todos os dias com um sorriso estampado na cara, e ela bem que pode andar a pavonear-se de felicidade com outra pessoa qualquer, que porem:

Na criatura – enfeitiçada pelas amarrações das runas – a sua alma e o seu espirito estarão sempre – todas as 7 noites que passarem, e pelo tempo que for necessário – sendo fustigados e assombrados por aparições, por assombrações e por espíritos.

Por isso:

Nas amarrações das runas, eis que assombrações, aparições e espíritos de defuntos persistirão, ( sem parar, e pelo tempo que for necessário!),  fustigando e assombrando no espirito dessa criatura – e assim será sempre que ela vai dormir na solidão da penumbra do seu leito – ate que essa pessoa acabe cedendo, e se vá entregar a quem a mandou amarrar amorosamente.

Note:

Nas amarrações das runas,( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), tudo isto que aqui descrevemos – e como sempre ensinamos – irá passar-se inconscientemente na pessoa amarrada, pois que jamais se deseja que ela tenha consciência de que foi alvo de um trabalho de amarração, mas antes quer-se que ela pense que se foi entregar ao mandante da amarração de forma perfeitamente natural, embora na verdade essa criatura apenas se vá entregar porque foi em espirito – e no seu espirito – forçada a isso!!

Por isso:

Nas amarrações das runas, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), os espíritos irão sempre agir na criatura amarrada de forma inconsciente, invisível e discreta na criatura amarrada, para que ela – mesmo que ande consultando a cartomantes ou videntes – porem não fique jamais a saber que foi o alvo de um trabalho de amarração!, e ainda menos possam as pessoas que a rodeiam ,(e que estão á volta da criatura amarrada),  jamais vão sequer desconfiar que essa criatura foi alvo de uma amarração amorosa, e jamais se levantarem quaisquer suspeitas!

Assim sendo:

As amarrações das runas, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), são indetetáveis e invisíveis!, pelo que – repetimos – são feitos de forma a não causar suspeitas nem mesmo á própria pessoa que foi enfeitiçada!

Pois por isso:

As amarrações das runas, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), agem durante a noite, ( de 7 em 7 noites, sempre sem cessar, e pelo tempo que for necessário), enquanto a criatura amarrada está na penumbra do seu leito e rodeada da escuridão, ali assombrando essa criatura amarrada e trabalhando no seu espirito com aparições e assombrações, ( que ela não se lembrará quando acordar, mas que lhe deixarão marcas e cicatrizes de tormentos sobre tormentos na sua alma!), e então:

Nas amarrações das runas, assim ocorrerá perpetuamente de 7 em 7 noites, ( pelo tempo que for necessário), ate que essa criatura se canse de tanto tormento, e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar!, pois olhai:

Nas amarrações das runas, ( conforme em todos os trabalhos de Santeria!), é isso que os espíritos – perpetuamente de 7 em 7 noites –  ficarão murmurando, sussurrando e zurzindo todas as noites na alma da pessoa!, e assim sendo:

embora depois a pessoa conscientemente não tenha recordação disso, porem , ( nos fortes trabalhos de Santeria), a sua alma e o seu espirito bem sabem que apenas terão sossego quando se entregarem ao mandante da amarração!

Por isso:

Nas amarrações das runas, demore o que demorar, essa pessoa – sem sequer saber nem tendo consciência porque o fez – acabará entregando-se!

 

Cuidados a ter com trabalhos de amarração de Santeria – recomendações usuais:

runas-4As amarrações das runas são trabalhos de amarração de Santeria, e por isso – conforme todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos – estes são trabalhos místicos poderosos, feitos com recurso a milenares técnicas de invocação de espíritos!

Por isso, repetimos aquilo que sempre ensinamos, ou seja:

Nas amarrações das runas, ( como todos os fortes trabalhos de Santeria), sendo manipulados da forma errada – por curiosos, desconhecedores, ou leigos – então podem infestar esses leigos e curiosos de fatais possessões espirituais de perigosas assombrações, ou de causar grande mal ou estagnação na sua vida, ou na vida das pessoas á sua volta!, pelo que apenas deve operar neste tipo de trabalhos um mago santeiro preparado e treinado para tal demanda.

Cuidai também que – conforme sempre dizemos – então vamos repetir:

A quem encomenda as amarrações das runas, eis que voltamos a avisar conforme sempre avisamos:

Neste tipo de trabalhos, ( como em todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos), não se deve jamais andar a toda a hora a olhar o relógio, e todos os dias olhando o calendário, e a todo o tempo caído em impaciências, duvidas e inquietações, pois olhai que assim está escrito na obra de são Cipriano:

«[Implorou Siderol]: perdão, perdão, Lúcifer (…)

[Respondeu Lúcifer]: não te disse já, (…), que na minha lei também é preciso ter paciência? »

Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 8º, pagina 260

Assim se fica sabendo:

Os prodígios de são Cipriano não ocorrem na «impaciência», mas sim eles florescem na «fé» e eles frutificam na «paciência», pois que ensina são Cipriano que o tempo dos espíritos não é o tempo das pressas picuinhas dos homens, e por isso: seja na magia branca, ou seja na magia negra, ( e seja em qualquer trabalho de invocação de espíritos), a lei dos espíritos manda ter paciência, pois acaso não está escrito: «na minha lei também é preciso paciência»?

Pois então:

Seja na magia negra ou branca, eis que a obra de são Cipriano garante que com «fé» e «paciência» todos os frutos do espírito são infalíveis!, e porem agindo ao contrario então poder-se-á colher tudo ao contrario daquilo que se deseja!.

Por isso:

– A inquietação, a ansiedade e as duvidas são veneno que mata o fruto da obra do espirito, pois que a duvida é o inimigo da certeza, porquanto a duvida é o oposto da crença, e por isso a duvida é o veneno da fé, e por isso:

quem tendo visto os espíritos manifestarem-se diante dos seus olhos, então não pode mais ter duvida alguma!, mas sim deve trilhar no caminho da certeza!, e deixar os espíritos trabalhar e edificar conforme eles querem, pelo tempo que eles determinarem, e pelos caminhos que eles escolherem!

Pois por isso:

– Neste tipo de poderosos trabalhos deve-se adoptar essa postura espiritual e deixar aos espíritos trabalhar, pois eles trabalham sempre por caminhos misteriosos, e eles operam sempre por trilhos insondáveis, e eles movem-se sempre por caminhos incompressíveis, e por isso o seu fruto acaba sempre florescendo no tempo pelos espíritos marcado, e não no tempo das picuinhas impaciências humanas.

Assim sendo:

– Respeitai esta regra para do espirito colher bom fruto, ao invés de andar afrontando e causando a ira dos espíritos, e depois colher tudo ao contrario daquilo que aos espíritos se foi pedir.

 

Que efeitos causam as amarrações das runas?

amarração de magia negra3Nas amarrações das runas, conforme foi a amarração selada com o sangue do próprio mago desenhando os símbolos das runas no centro de um pentagrama riscado a cré sagrado e centrado no meio de 5 velas negras ungidas a sebo animal, pois espíritos e assombrações acolherão o chamariz oculto que é o sangue de sacerdote santeiro riscado na forma de uma oculta e milenar formula mística!,( que são as runas), e dai em diante estando feitas as amarrações das runas, então a pessoa amarrada será em espirito e na sua alma infestada de espíritos, de assombrações e de aparições que irão nela fustigar de 7 em 7 noites, todas as noites – de 7 em 7 noites e se cessar – persentido em assombra-la no seu espirito e em espirito!, e assim será aberta na sua alma a porta a um purgatório de castigos espirituais que jamais cessarão senão quando a pessoa amarrada ceder e se entregar ao mandante da amarração.

Repetimos:

Por mais que essa pessoa tenha o corpo fechado, ou por mais que essa pessoa seja teimosa, porem com este tipo de ritual os espíritos entrarão sempre nela !!

Por isso:

Nas amarrações das runas, quanto mais a pessoa insistir em andar sorrindo e se pavoneando com outra pessoa, então mais os espíritos invocados em espirito assombrarão como aparições e espíritos na alma dessa criatura, e por isso ela jamais irá encontrar felicidade que sempre dure, ( nem paz que sempre perdure), na sua vida!, pois em espirito essa criatura estará sempre sendo assombrada e possuída por aparições, ate que se desista da sua teimosia  e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar!

Quer verdadeiras amarrações amorosas?

Escreva-nos!

Trabalhos de magia, trabalho de magia, amarrações, amarrações amorosas, amarrações das runas, runas,

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Bruxa Évora – conheça mais sobre a bruxa Évora

bruxadeEvora1
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Bruxa Évora – conheça mais sobre a bruxa Évora

 

Antes demais, devemos aqui esclarecer:

Não existe apenas uma bruxa Évora, querendo isto dizer: existiu uma primeira e original bruxa Évora, que foi aquele que se encontrou com São Cipriano, conforme foi descrito na obra de são Cipriano. Porem: dai em diante os ensinamentos dessa primeira e original bruxa Évora foram – de geração em geração – passados a outras bruxas, sendo que essas também assumiram o titulo de bruxa Évora, pelo que – com o passar dos seculos – o nome de bruxa Évora passou a não ser designação para apenas a primeira e original bruxa Évora, ( aquela que se encontrou com são Cipriano, conforme descrito na obra do santo ), mas sim a expressão «bruxa Évora» passou a designar toda uma escola de ensinamento oculto que foi fundado pela bruxa Évora, e que dai em diante tem passado de bruxa em bruxa, perpetuando-se ao longo dos seculos. Mais se explica: acreditam os crentes e ocultistas que a original bruxa Évora – sendo que ela ainda vive em espirito e como espirito – ela vai-se acostar ou comunicar espiritualmente com as novas bruxas que ela escolhe, e que através desse acostamento espiritual ela não apenas transmite os seus conhecimentos á pessoa escolhida, como através dessa pessoa ela – ainda hoje, e passados seculos – continua a trabalhar neste mundo, e dessa forma neste mundo operando as suas artes místicas.

Vida e origens da bruxa Évora
bruxadeEvora-Evora-temploDiana

Templo de Diana, ruinas do milenar templo Romano de veneração á deusa, em Èvora

Évora, a cidade de Portugal com um imenso passado místico, terra onde foram venerados os Deuses pagãos e onde ainda hoje se encontra o Templo de Diana, terra de lendas de mouras encantadas onde foram vividos os ensinamentos dos místicos árabes e dos magos do oriente, e foi aí nessa terra que a bruxa Évora viveu.

A bruxa Évora foi uma bruxa poderosa, uma bruxa cuja a fama e feitos ecoam pelos seculos da historia ate aos nossos dias, uma bruxa que conquistou fama e temor tanto em Portugal como no Brasil, e que possuía cadernos com escritos ocultos onde se podiam encontrar poções, formulas, bruxedos, encantamentos, rezas, e muito mais. A magia da bruxa Évora gerou lendas e mitos em Portugal, e acabou seculos depois por ser assimilada nas religiões afro-brasileiras e ameríndias.

A bruxa Évora foi por isso uma bruxa centenária e poderosa, guardadora dos segredos dos feitiços do oriente, esse mesmo oriente de onde vieram os 3 magos que Deus convidou para irem abençoar Jesus.

afastar-sogra

bruxa de Èvora

A bruxa Évora não era daquelas bruxas jovens e sedutoras, mas sim era uma mulher já idosa, uma mulher já desprendida e desapegada dos interesses carnais, e era por isso uma anciã repleta de sabedoria acumulada ao longo de toda a uma vida. Nas religiões afro-brasileiras, o arquétipo da Bruxa Évora é representado na figura da preta velha, ou seja: senhora matriarcal, mulher mãe e avó, senhora de grandes sabedorias cultivadas ao longo da uma longa vida, e a quem se deve recorrer para abrir caminhos com o uso dessa sua sabedoria.

Nos seus tempos de infância, sabe-se que a bruxa Évora era neta de uma cartomante e sobrinha de uma quiromante. Na verdade, dizem que os seus pais morreram quando ela tinha 7 anos, e que daí em diante foi criada por uma tia que era curandeira, bruxa e cartomante, e que essa tia lhe passou todos os seus ensinamentos mágicos. Quando essa tia faleceu, deixou-lhe por talismãs 7 moedas de ouro de um Califa Mouro, uma pedra de Àgata com inscrições em Àrabe, e uma medalha de prata com o nome do profeta.

Porque recebeu a bruxa Évora esses 3 talismãs?

Muita gente não sabe, mas a bruxa Évora era uma mulher de pele ligeiramente mais escura que a pele branca dos portugueses da Idade Média. Isso sucede, porque dizem que a bruxa Évora tinha origens árabes ou mouras, e que trazia consigo os ensinamentos místicos e ocultos dos árabes, dos mouros e das civilizações da Suméria, do Egipto e da Babilónia.

Por isso mesmo, á bruxa Évora também lhe chamavam de «Moura Torta», e ao ouvir o nome de moura torta, as pessoas arrepiavam-se benziam-se, fazendo o sinal da cruz. Nas conversas murmuradas, dizia-se algo do género:

«O diabo tem muitos nomes, Satã ou Lucifer.

Aqui em Évora o Diabo tem uma amiga, a bruxa,

que para ele, faz tudo o que ele quer »

Sendo de origens mouras, a bruxa Évora falava fluentemente tanto árabe como português, assim como sabia ler, sabia escrever, sabia olhar as estrelas com a ciência da astronomia e astrologia, sabia rudimentos de ervanária e farmacêutica natural, pois que nessa altura os povos Árabes e Mouros estavam culturalmente bem mais avançados que os europeus da Idade Media. A bruxa Évora era por isso uma mulher com conhecimentos, e naqueles tempos era raríssimo uma mulher saber ler e escrever, pois que a maior parte da população europeia da Idade Media era iletrada, e no caso das mulheres, essas estavam praticamente proibidas de ler e escrever.

Episodio lendário da vida da bruxa Évora
bruxadeEvora-capeladosossos-Evora

Capela dos Ossos, em Èvora

A bruxa Évora tinha um gato chamado Lusbel, e andava sempre acompanhada de um mocho que ficava sempre pousado no seu ombro. O gato e o mocho acompanhavam sempre a bruxa, que caminhava descalça e de trajes humildes, e muitas das vezes descalça.

Conta-se que indo assim descalça, a bruxa Évora frequentava procissões cristãs, apesar de muitas das vezes não ser bem aceite pelos cristãos, que a temiam. Ela também rezava á porta da igreja, e cuidava de santos e relíquias. Porem, os padres cristãos temiam o poder da bruxa Évora, e muitas vezes incitavam o povo contra ela. Certa vez, a bruxa Évora estava assistindo a uma procissão, e o padre pregador incitou a multidão contra ela. Quando a multidão tentou agarra-la, ela misteriosamente sumiu!, e no lugar onde ela estava, ficaram apenas um monte de ossos. A multidão benzeu-se arrepiada, e não voltou a tentar importunar a bruxa. Curiosamente, seculos mais tarde,  em Évora seria erguida a famosa capela dos ossos. 

Trabalhos ocultos e temidos da bruxa Évora

A bruxa Évora vivia em isolamento como uma ermita, habitando em terra erma nos arredores de Évora, e não se lhe conheceu marido.

Nos cadernos mágicos da bruxa Évora, constavam os vários instrumentos de bruxaria que a bruxa Évora usava:  o altar, os frascos de ervas e pós místicos, o giz consagrado, a faca, o cutelo, a vara de cedro, a lanterna, o fogareiro, o defumador, o braseiro, o bastão, o ídolo de chifres, o cálice, o pentagrama, o crânio, o caldeirão, etc.

Também haviam vários demónios catalogados no seus cadernos, junto com as adequadas e secretas formulas para os invocar, esses demónios eram alguns como: Abalan, príncipe do infernos; Asmodeu; Abigor; Alocer; Amon; Bel; Bune; Caim; Furfur; Hécate, deusa infernal ; Lúcifer, o maioral; Satã, rei dos infernos; assim como vários incubus e sucubus invocados para trabalhos amorosos e de fertilidade.

( Veja também: Dicionário de demónios e Demonologia)

Incubus e Sucubus são demónios que levam a tentação ao homem e á mulher através da sexualidade. Acredita-se que esse tipo de demónio infesta a pessoa durante o sono, materializando-se na forma de um belo homem que traz a tentação da carnalidade á mulher, ( no caso do Incubus), ou que se materializa numa numa bela mulher que aparece ao homem, ( no caso da Subucus), para com ele ter momentos de êxtase erótico. Escusado ser á dizer que a vitima desse tipo de demónios nada se lembra quando acorda, ou então tem apenas a agradável sensação de ter tido um maravilhoso sonho erótico. Porem, cuidado: esse tipo de demónios é «vampírico», querendo isto dizer: esses demônios ao infestarem eroticamente a sua vitima, eles alimentam-se sugando a energia vital do ser humano, motivo pelo qual a pessoa depois poderá sentir que após o sono, anda a acordar com a sensação de uma estranha fraqueza, quando nada o justifica.

Por vezes, os demónios podem mesmo possuir temporariamente – durante a noite – o corpo do marido ou esposa, assim acedendo ao leito conjugal através de uma possessão demoníaca desse conjugue, usando esse corpo para ter sexo com a sua vitima. Depois da copula ter sido consumada, dizia-se que o demónio  feminino , ( Sucubis), recolhia o sémen do homem para com esse ir realizar aparentes milagres de fertilidade, que afinal são operados através da copula com demónios, ou ate mesmo para enfeitiçar o homem num procedimento de amarração amorosa.

Pois a bruxa de Évora tinha a fama de ter domínio sobre essa e outras classes de demónios, motivo pelo qual grandes foram os seus centenários e imemoriais feitos mágicos em assuntos de amarrações amorosas e assuntos de fertilidade.

bruxa-evoraA bruxa Évora fazia os seus trabalhos há hora da meia-noite, e depois pela noite caminhava pelos campos e pelas ruas desertas de Évora, sempre acompanhada do seu gato, e com o mocho pousando no seu ombro. Ninguém se lhe ousava cruzar-se nessas noites, pois que já se sabia que algo ia acontecer em consequência de uma bruxaria da poderosa bruxa.

Tanto de dia como de noite, ela caminhava com roupas simples, um avental, e murmurando rezas estranhas que ninguém compreendia, mas que causavam arrepios a quem com ela se cruzava e logo se afastava com temor, não fosse algo de errado suceder!

Quando os padres a procuravam para a tentar prender ou molestar, ela cobria o corpo com um unguento secreto por si preparado, e dizia:

«O tordo e a garriça são o galo e a galinha de Nosso Senhor»

E a verdade é que esses padres que lhe queriam mal, jamais a conseguiram apanhar nem prende-la enquanto ela usou deste encantamento, e do seu secreto unguento!

A bruxa Évora preparava as suas sopas no seu caldeirão, e sobre elas realizava encantamentos, sendo que depois vertia um pouco de sopa para o chão, oferendando e partilhando esse alimento com deuses e espíritos da antiguidade, e apenas depois consumia as suas refeições.

Diziam que tinha boas relações com espíritos diversos, tais como espíritos da natureza, assim como com os Deuses da antiguidade, (deuses da Babilónia, dos Fenícios, dos Sumérios, dos Egípcios), e ate mesmo com Lucifer.

outra faceta da bruxa Évora: medica dos pobres e bruxa dos ricos 

A bruxa Évora era também a médica dos pobres que não tinham recursos para recorrer dos médicos que apenas serviam os grandes senhores da nobreza, fazendo aos pobres remédios, unguentos, poções, servindo de parteira, e tratando casos de infertilidade.

Porem – hipocritamente e ás escondidas – as senhoras da alta nobreza procuravam-na para tratar de diversos assuntos, depois de muito terem andado na igreja prostradas aos pés dos padres, fazendo orações, e chorando lagrimas amarguradas ajoelhando-se nos adros das igreja, tudo sem qualquer solução. Por isso, essas mesmas senhoras nobres que durante o dia rejeitavam a maldiziam da bruxa Évora, porem na penumbra do por do sol iam ter com a bruxa para lhe pedir ajuda nas suas aflições, tais como auxilio em casos amorosos, ( em amarrações amorosas), ou em assuntos de fertilidade para conseguir engravidar, quando dos médicos das cortes da realeza já não lhes davam nem mais cura, nem mais esperanças.

Já nesses casos, a bruxa de Évora era compensada com boas somas financeiras, que ela fazia questão em gastar naquilo que mais gostava, ou seja: tapetes do oriente, tapetes mouros valiosos e que vinham das terras longínquas que ainda lhe corriam no sangue das suas veias, pois que ela era meia-moura, meia-portuguesa.

Para alem disso, diz-se que a bruxa Évora tinha um rico tinteiro de prata, assim como pena e materiais de escrita valiosos, um autentico tesouro com os quais elaborava os seus escritos ocultos nos seus cadernos místicos. Sendo descendente de mouros, (pois na altura os mouros eram muito mais cultos e avançados que os Europeus da Idade Media), ela sabia ler e escrever, coisa que – na Idade Media – não era normal para uma mulher, nem acessível á maioria da comum população europeia.

Em resumo:

bruxadeEvora3

gravura medieval de uma Bruxa

embora socialmente rejeitada á luz do dia pela nobreza pomposa, porem á noite ela era bem compensada por essa mesma nobreza pomposa que lhe ia pedir os favores dos espíritos, e por isso ela embora vivesse uma vida simples e de ermita, a bruxa Évora tinha uma boa vida, e viajou em peregrinação para Santiago de Compostela, assim como foi á sé de Braga pagar promessas, e não passava necessidades, apenas receava os padres e pregadores itinerantes, que invejando a sua reputação junto do povo e dos nobres, a queriam apanhar num qualquer ardil que lhes desse desculpa para a encarcerar  na prisão, na tortura ou na fogueira. Exemplo disso, é que certa vez lhe enviaram um príncipe que tinha sido gravemente ferido numa batalha contra os Turcos, e a bruxa Évora curou o príncipe com os seus remédios e feitiços, apenas para depois logo ser expulsa por um pregador itinerante que ali estava presente, dizendo que ela praticava artes diabólicas e era uma bruxa comerciante vendedora artes do diabo. Pois na verdade o príncipe sobreviveu á morte que o aguardava, e foi a bruxa Évora que o salvou, e porem: assim se vê a hipocrisia do mundo !! , e a bruxa Évora bem que o sabia !!

Bruxa Évora em Portugal e no Brasil 

Quando se iniciou a época dos descobrimentos de Portugal, que se estendeu a Africa, ( Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, ), á India, ( Goa), á China, ( Macau), então os marinheiros portugueses atravessando o Atlântico, levaram para o Brasil as lendas de bruxa Évora e de são Cipriano, sendo que, ( diz a lenda), o espirito da bruxa Évora, ( pois que a ela já havia falecido seculos antes!), viajou habitando acostada, ( ou incorporada), nalguns desses marinheiros dessas Naus que descobriram o Brasil, e algumas lendas dizem que com ela foi o Diabo na proa de uma Caravela, apesar de na proa dessa mesma Caravela estar hasteada a bandeira com a Cruz de Cristo, pois para onde vai Deus também vai o diabo, e a bruxa Évora era espirito que fazia pacto com todos os espíritos, fossem espíritos de Deus ou do Diabo, fossem espíritos de mortos ou de vivos, fossem espíritos de divindades milenares.

Já no Brasil, a bruxa Évora, ( que já tinha falecido, e por isso era apenas espirito desencarnado), acostou em certos feiticeiros índios – e mais tarde em certos sacerdotes africanos –  e esses, ( quando entravam em transe), começaram a receber ensinamentos da bruxa, pois eles começavam falando de um reino distante com um rei chamado Afonso Henriques, ( coisa que eles desconheciam por completo !!),  onde haviam mouros e lutas contra Árabes, e de uma terra chamada Évora, e eles, ( de inicio), nem compreendiam que mensagens estavam a receber, e que estavam falando, ( sem saber), eram sobre Portugal, e provinham da Bruxa Évora.

Bruxa Évora trabalhando ainda nos dia de hoje

Pois dai em diante ela continuou o seu trabalho neste mundo através desses sacerdotes africanos e feiticeiros Índios, pois que se diz que por ela ser tao magnifica parteira, curandeira, feiticeira e auxiliadora de boas causas, então ela persiste neste mundo trabalhando, só que agora já não em carne e osso, ( pois que ela já é espirito desencarnado), mas sim  trabalhando em espirito, ou seja: indo acostar-se a alguém que ela escolhe para ser seu discípulo ou discípula neste mundo, e através de quem ela decide trabalhar e operar neste mundo. 

Porem, cuidado:

Apesar de bruxa Évora ser magnifica parteira, curandeira, feiticeira e auxiliadora de boas causas, porem ela continua com o seu olhar afiado e sabedoria oculta!, pelo que a bruxa Évora, ( conforme há seculos atras ela fez em Évora enquanto estava viva), ela assombra e faz infestar com possessões demoníacas todo aquele que lhe for contactar para com ela zombar!, para testar a sua sabedoria com ceticismos!, ou que vá com más intenções! Nesse caso, há hora das 3 da madrugada, ( ou um pouco antes ou depois), as aparições e assombrações conjuradas pelo espirito da bruxa Évora passarão a infestar a vida desses incrédulos.

Por isso:

A bruxa Évora pode ajudar com prodígios quem a invoca com reverencia, assim como pode mandar assombrar casas, lares, pessoas e famílias com todo o tipo de assombrações, quando é tratada com desrespeito.

Dizem que no mundo dos espíritos, são Cipriano e bruxa Évora são companheiros eternos!, e que ambos continuam praticando as suas artes neste mundo através daqueles em quem eles decidem ir-se acostar, e comunicar os seus ensinamentos.

Com ela, ( com a bruxa Évora), a seu tempo causas resolvem-se, e elas resolvem-se sempre com aquela sabedoria de uma bisavó carregada de seculos de sabedoria, e por isso – passo e passo e paulatinamente, como quem tem seculos de sabedoria pesando sobre si – então eis que com paciência, sem pressas nem arrufos ou intempestividades, tudo se resolve, nem que seja pelos caminhos mais incompressíveis, inesperados e imprevistos.

Diz uma antiga sabedoria popular:

«Lá vai a bruxa Évora com o seu gato feiticeiro

De dia trabalha no mato, de noite no seu candeeiro»

Reza de rezadeiras populares.

Leia também: sobre são Cipriano e Bruxa Évora

Quer verdadeiros trabalhos de magia de bruxa Évora e São Cipriano?

Quer verdadeiras amarrações de bruxa Évora e são Cipriano?

Escreva-nos!

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Contatos

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Altar de São Cipriano

Contatos

Escreva-nos para:

altar.cipriano@gmail.com

Atendimento online, já há mais de 10 anos aqui trabalhando nos trabalhos de S. Cipriano.

 

Fotos do verdadeiro e antigo altar místico de são Cipriano3

Foto do antigo, verdadeiro e original Altar de São Cipriano

Veja tudo sobre a tradição magica de atendimento á distancia conforme S. Cipriano ensinou: AQUI.

Saiba tudo sobre as consultas dos irmãos deste altar: AQUI

Escreva-nos!

Recomende, partilhe e vote nesta matéria
1 2 3 19