Tag Archives: atendimentos gratuitos online

Contatos

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

altar são Cipriano

Altar são Cipriano

Contatos

Escreva-nos para:

altar.cipriano@gmail.com

Atendimentos online Gratuitos.

Consultas gratuitas.

 

 

 

 

pactos

amarraçõesamarraçãoamarrações amorosas , amarrações de magia negramagia negramissas negrasbruxosbruxos sériosbruxobruxos em Portugalbruxariabruxariasfeitiçostrabalhos de bruxariatrabalhos de magiatrabalhos de magia negra

altar de são Cipriano e bruxa Èvora: magia negra, trabalhos de magia negra, trabalhos de magia, trabalhos de amarração, bruxaria, bruxarias, bruxarias de magia negra, bruxarias de amarração, bruxedos, bruxas, bruxa, bruxos, bruxo, feitiços, bruxos em Portugal, bruxos sérios, bruxas em Portugal, bruxaria em Portugal, amarração, amarrações, amarrações amorosas, missas negras, bruxaria luciferiana, bruxaria satânica, bruxas e demónios,

 

Fotos do verdadeiro e antigo altar místico de são Cipriano3

Foto do antigo, verdadeiro e original Altar de São Cipriano

Veja tudo sobre a tradição magica de atendimento á distancia conforme S. Cipriano ensinou: AQUI.

Saiba tudo sobre as consultas dos irmãos deste altar: AQUI

Escreva-nos! Atendimentos 100% gratuitos.

amarraçõesamarraçãoamarrações amorosas , amarrações de magia negramagia negramissas negrasbruxosbruxos sériosbruxobruxos em Portugalbruxariabruxariasfeitiçostrabalhos de bruxariatrabalhos de magiatrabalhos de magia negra

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Consultas do altar de são Cipriano

profetas
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Consultas do altar de são Cipriano – consultas a são Cipriano

são Cipriano - o mago dos magosa consulta que prestamos a quem vem procurando pelos saberes e ensinamentos do santo, ( visando alcançar um certo resultado num certo problema), é uma consulta que é feita escutando a moléstia que nos é descrita!, conforme os detalhes que nos são descritos!, conforme as queixas de quem se queixa!, e conforme e os sintomas que nos são relatados !

Logo:

dai em diante aquilo que fazemos é analisar o assunto e a moléstia que nos foi  descrita á luz do saber, dos ensinamentos, e dos milenares escritos de são Cipriano!, conforme um medico procura a cura de um paciente nos ensinamentos, nos escritos, nos tratados, nos compêndios, e nos livros de medicina.

Pois então:

é isso que fazemos!!, pois não estamos aqui para adivinhar coisa alguma!!, nem estamos aqui para perder tempo com divagações inconsequentes nem especulações inúteis!!, mas sim estamos aqui para (conforme o queixume de cada queixoso), aplicar remédios concretos a problemas concretos, de forma a proporcionar resultados concretos !, da mesma forma que o medico não existe para ficar adivinhando nem divagando no sexo dos anjos, mas sim para dar remédios concretos a doenças concretas, para curar essas moléstias concretas com resultados concretos.

Assim sendo:

é isso que faz quem trabalha honestamente com os ensinamentos de são Cipriano!, pois o santo bem que deixou os seus ensinamentos e os seus escritos para que eles pudessem ser consultados e estudados pelos conhecedores dos seus segredos, e servissem para produzir remédios que curam as moléstias do espírito, da mesma forma os remédios dos médicos da medicina servem para curar as moléstias do corpo.

Por isso mesmo, é que são Cipriano e a bruxa Évora deixaram os seus escritos e sabedorias, ou seja:

conforme os ensinamentos da medicina servem para ser consultados e encontrar remédios do corpo para curar as enfermidades do corpo, então os ensinamentos de são Cipriano servem para serem consultados e encontrar remédios do espírito curar as enfermidades do espírito, seja no no amor, na má sorte, na protecção espiritual, etc.

Por isso mesmo, São Cipriano julgava tão importantes os remédios do espírito que curam as moléstias do espírito, conforme os médicos consideram importantes os remédios do corpo que curam as moléstias do corpo, pois que se os remédios do corpo podem curar e prolongar a vida do corpo, porem de que serve a vida do corpo se essa vida for vivida cheia de infelicidade espiritual?, seja por falta de amor, ou por falta de boa sorte, pois que – em boa verdade dizemos – estar vivo sem ter amor nem felicidade, isso não é vida!

Por isso, eis que assim está escrito:

«(…) os manuscritos que são Cipriano escrevera e os apontamentos da bruxa Èvora, botou-os no fundo da sua grande arca, (…) Os manuscritos de S. Cipriano e os apontamentos da Bruxa Évora que foram encontrados na sua velha arca, foram levados para Roma e arquivados na Biblioteca do Vaticano. Estes preciosos documentos estão em língua hebraica, os quais foram traduzidos por grande sábios, tirando deles grandes proveitos»

Obra e vida de S. Cipriano, extraída do Flos Sanctorum, Pag 22, 25

Pois assim sendo:

os médicos de medicina facultam os remédios do corpo para curar as moléstias do corpo – consultando aos saberes dos compêndios e tratados de medicina – enquanto que os irmãos deste altar trabalham nos remédios do espírito para curar os males do espírito, consultando aos ensinamentos, obra e saberes espirituais de são Cipriano.

Por isso:

é com esses saberes ocultos que lida aquele que lida com os tratados e místicos escritos S. Cipriano, e fá-lo sem cometer pecado, pois o santo mesmo apesar de ser santo jamais se recusou a operar nas obras do espirito quando solicitado por quem detém as chaves do seu saber, e por isso mesmo assim se pode ler na obra de S. Cipriano:

saiba que sou bispo e alem disso possuo o segredo das artes magicas

Obra de são Cipriano, versando sobre «Nascimento, vida e obra de são Cipriano»,  capitulo «Cipriano e Clotilde», Pag 21

Pois então:

ser bispo não impediu ao santo de possuir os segredos das artes magicas!, e nisso não existe contradição!

Por isso:

Magia - a magia na bíbliaSomos assistidos e justificados na nossa fé, na nossa doutrina espiritual – e na nossa linha religiosa – pelas seguintes obras fundamentais:

Somos possuidores de «O antigo e original Livro de são Cipriano», ( na sua versão ancestral e original), assim como da obra de «Capa de Aço» de são Cipriano, da mesma forma que de textos ancestrais transcritos e extraídos de «Flos Sanctorum».

O Flos Sanctorum é uma colecção de textos medievais onde se descreve a vida dos santos. Trata-se de nobres e ancestrais volumes de compilações de lendas ou histórias de santos, elaborada no século XIII. Nesta obra podem-se encontrar excertos da obra de são Cipriano, que são parte fiel dos saberes do próprio livro de são Cipriano, e que junto com os manuscritos da bruxa Évora foram botados numa arca e levados para o Vaticano.

Todas essas – e outras – obras do santo que na sua origem provem de manuscritos que datam do século XII a XV, e que permitem saber  e lidar no verdadeiro segredo da feitura do trabalho de são Cipriano.

Astrologia1Note-se:

as obras de são Cipriano estão encriptadas!, pelo que não podem ser lidas á letra!, mas sim necessitam de uma chave de sabedoria cabalística oculta para que se consigam delas extrair e revelar os verdadeiros mistérios contidos por detrás das meras aparências daquilo que se está a ler!

Por isso mesmo, olhai que assim está escrito na obra de são Cipriano:

Cipriano, propositadamente, tornava as suas mágicas bem difíceis de preparar, a fim de evitar que caíssem na mão de pessoas ignorantes, ou mal-intencionadas

Obra e vida de são Cipriano extraída conforme os ancestrais escritos históricos do Flos Sanctorum, Pag 48

Mais assim se pode ler na obra de são Cipriano:

Todos os grandes magos, inclusive Jesus, o Cristo, ocultavam a verdade sob parábolas  (…) faziam-no prepositadamente e, por isso, Jesus costumava dizer: «ouçam os que tem ouvido para ouvir», isto é, «entendam-me os que tem capacidade para entender», pois que os outros não devem mexer com o que desconhecem

Obra e vida de são Cipriano extraída conforme os ancestrais escritos históricos do Flos Sanctorum, capitulo Trabalhos de Magia de são Cipriano, Pag 35

Pois assim se sabe:

são Cipriano escreveu a sua obra em termos codificados para que os leigos que lessem a sua obra nada dela entendessem, e porem os iniciados que lessem o seu ensinamento soubessem aquilo que lá está oculto.

Pois por isso:

são Cipriano sempre tomou todas as precauções para que os seus mais ocultos ensinamentos jamais fossem cai nas mãos de leigos, para que jamais fossem praticados por pessoas desconhecedoras, pois que são saberes portentosos e que não devem jamais ser lidados por quem não esteja preparado, pois que grandes males poderiam advir tanto para o leigo desconhecedor  como para outros.

Pois por isso:

ninguém jamais deverá praticar os ocultos ensinamentos de são Cipriano senão aqueles que estão sabedores das chaves que abrem os segredos escondido por detrás dos textos encriptados do santo, e por isso devidamente preparados para neles lidar.

Isto explicado:

Também acompanhamos todo o nosso estudo e saber bíblico conforme a Bíblia Sagrada, na edição pastoral patrocinada pela Sociedade Bíblica fundada em 1884, e outorgada pelo Bispo de Elvira.

Resumindo:

a função dos médicos é administrar os remédios do corpo para as moléstias do corpo – conforme os escritos e ensinamentos da medicina – assim conforme a nossa função neste altar é administrar os remédios do santo para as maleitas do espirito, conforme os escritos e ensinamentos de são Cipriano.

Por isso:

é assim que são prestadas as consultas deste altar – o verdadeiro e original altar de são Cipriano – sempre com a  finalidade de prover por remédios concretos, para curar moléstias concretas, com resultados concretos.

Observação:

Não faculte dados errados nem informações falsas ou erróneas quanto estiver procurando uma consulta aos ensinamentos de são Cipriano, pois é evidente que você acabará induzindo os irmãos deste altar em erro, da mesma forma que se você se for queixar de sintomas que você não tem a um medico – e insistir nisso – então você acabará conduzindo o medico ao engano!, e você irá confundir o seu medico!, e ele poderá acabar por lhe prescrever um remédio errado !!, e depois você não se poderá queixar se o remedio que lhe foi prescrito era errado!, ou não lhe causou nada!, ou ate lhe fez piorar ao invés de melhorar.

Da mesma forma: conforme os médicos do corpo, também os irmãos deste altar de santo não estão aqui para adivinhar nada!, mas sim estes irmãos estão aqui para escutar e auscultar aos sintomas e moléstias que são aqui confessadas e descritas, para depois ir consultar aos ensinamentos de são Cipriano, de acordo com os sintomas e a moléstia que você lhes descreveu. Por isso: não podemos assumir responsabilidade por remédios de santo mal prescritos, se quem se vem consultar vier com falsidades e informações erróneas!

As consultas a são Cipriano 

saocipriano7magiaVoltamos a afirmar:

a consulta que os irmãos deste altar de santo prestam a quem vem procurando pelos saberes e ensinamentos do santo (e querendo alcançar um certo resultado num certo problema), é uma consulta que é feita escutando, auscultando e observando a moléstia que nos é descrita!, conforme os detalhes que nos são descritos!, conforme as queixas de quem se queixa dos seus queixumes!, e conforme e os factos e sintomas que nos são relatados !

Assim sendo:

conforme um medico procura a cura para a molestia de um paciente nos ensinamentos, nos escritos, nos tratados, nos compêndios, e nos livros de medicina, também aquilo que estes irmãos fazem é analisar o assunto e a moléstia que nos foi  descrita á luz do saber, dos ensinamentos, e dos milenares escritos de são Cipriano!, procurando para esse problema em concreto um remedio concreto que dê resultados concretos, sempre conforme foi por são Cipriano ensinado nos seus ensinamentos.

Quer encomendar verdadeiros trabalhos de são Cipriano?

Escreva-nos!

*

trabalhos de são Cipriano, consultas de são Cipriano, consultas a são Cipriano, consultas do altar de são Cipriano

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

como garantir o sucesso de uma amarração amorosa?

Astrologia e amor
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

como garantir o sucesso de uma amarração amorosa?

fruto_proibido

Há imensa gente que nota que uma amarração amorosa logo que é feita começa a dar sinais positivos, e porem com o passar do tempo começa a desvanecer-se e a perder essa força.

Porque é que isso acontece?

falaremos então a verdade que ninguém vos fala sobre os trabalhos de amarrações amorosas, e por isso:

Deixamos-vos aqui 8 orientações que você deve seguir para garantir o sucesso de uma amarração amorosa.

1-

Acredite !

A Magia lida com forças e energias espirituais que existem na natureza, e que são tanto atraídas como repelidas pela postura espiritual de quem está apelando para essas forças.

Então:

a energia positiva atrai energias positivas, e a energia negativa atrai energias negativas, e por isso:

se você estiver a apelar a forças espirituais e porem depois andar com estado de espirito carrancudo, sempre desconfiado, sempre pensando que tudo esta a dar errado, sempre lamuriando-se, sempre duvidando de tudo, sempre reclamando com tudo, sempre a acharque nada está a dar certo… então é esse tipo de energia que você vai estar a chamar para cima de si mesmo!!

Olhai:

o feitiço de amarração amorosa vai invocar energia positiva para vos descer, e para ajudar na sua causa.

E porem:

se quando essa energia desce encontra apenas o oposto daquilo que deveria de estar a encontrar, então essa energia vai ser repelida, e ao inverso você vai começar a atrair tudo de errado em sua direção.

Por isso mesmo é que por vezes um feitiço começa lindamente e dando todo o fruto que deveria dar, e porem com o passar do tempo tudo se começa desvanecendo., ou seja: o feitiço energizou-vos com energias positivas, e porem se o tempo passar e você começar a atrair apenas energias negativas e erradas, então tudo se começará a esfumar.

Por isso:

seja positivo!

2-

Mantenha a amarração amorosa no maior dos segredos, e não conte a mais ninguém, nem á sua mãe, nem á sua melhor amiga, nem seja a quem for.

A  magia lida com forças e energias da natureza, e basta uma vibração descrente de alguém que ficou a saber dessa magia, para se começar a envenenar essas forças e energias com negatividade.

Por vezes a pessoa não faz por mal, e porem ela pode simplesmente não ter o mesmo nível de crença ou determinação que você tem.

Então: ao partilhar com outra pessoa que você fez uma magia, você já esta partilhando esse ato mágico com essa pessoa, e essa pessoa passa a ter – mesmo inadvertidamente – capacidade de alterar as vibrações espirituais que estão atuando.

Então:

mantende sempre tudo no maior dos segredos!

3 –

Jamais useis de uma amarração amorosa, se não acreditardes verdadeiramente em magia e nas coisas do espírito.

Você pode pagar ao mago para ele fazer um feitiço, e porem feitiço algum dará bom fruto naquele que estando o feitiço feito, porem não respeita nem acredita nos assuntos do espirito, da mesma forma que podereis pagar para um médico vos curar, que se depois andardes a tomar o remedio que o remedio dos prescreveu da forma errada e a fazer tudo aquilo que o médico vos proibiu, (porque não acreditais, nem confiais nem seguis nada daquilo que o medico vos disse!), … então é certo que acabareis piorando ao invés de curando.

Por isso mesmo, é que todos os magos evitam fazer feitiços para pessoas incrédulas ou descrentes que recorrem de magia com descrença ou por mera curiosidade, ou que vem apenas com aquele espirito de dizer: «vou pagar apenas pra ver no que vai dar».

Não façais isso!

Isso é quase como estar a gozar com espíritos, pois isso é estar a vir aos espíritos apenas para testar sos espíritos, e os espiritos detestam ser testados e zombados.

Então: Não useis de amarração amorosa se não acreditais verdadeiramente nos espíritos e na magia, pois que troça, descrença ou falta de fé pode atrair energias negativas ou irritar entidades, causando efeitos negativos e indesejados.

Olhai:

Isso é perigoso, pois que pior que um feitiço não dar em nada…. é ele fazer ricochete e acabar causando tudo ao contrário daquilo que foi desejado.

4-

Não fiqueis todos os dias a olhar para calendário, a contar os dias, nem a olhar o relógio a contar as horas.

A Magia funciona com energias e forças espirituais misteriosas que se movem por caminhos misteriosos, e que dão sempre resultado pelos caminhos que menos se espera, e quando menos se espera.

Pois por isso:

quanto mais ficais olhando o relógio contanto os minutos e matutando se vai acontecer isto deste jeito ou aquilo daquela forma… pior é!

Ao contrário:

abri o vosso coração, e deixai a magia atuar.

A Magia é justamente isso:

é algo mágico, invisível e incompreensível, que acaba sempre por abrir a porta certa por onde menos se espera, quando menos se espera.

Depois de encomendar uma amarração amorosa, então não fiqueis todo o dia a olhar o calendário e a perguntar «quando vai funcionar»?, e «será que vai funcionar»?, e «porque ainda não funcionou»?, pois que olhai:

magia é uma força celestial do universo que é tão sublime e sábia como indomável e misteriosa, e que por isso vence sempre!, e porem:

ela vence sempre do jeito dela, no tempo dela, e pelos caminhos dela, e não pela impaciência de um chato que fica todos os dias e todos os minutos a infernizar os espíritos que foram chamados a edificar numa demanda!

Olhai:

Quando você está a cozer uma refeição num forno, e essa refeição deve ficar intocada nesse forno por 3 horas, então você deve colocar o tacho no forno e depois deixar a refeição coser pelo seu tempo, e deixar o assunto de lado, pois se você andar a cada 5 minutos a abrir o forno ou destapar o tacho para ver como é que o cozinhado está a cozinhar…. então ireis acabar por estragar o cozinhado, e por arruinar a sua refeição !!

Quando o agricultor está a semear arvores de fruto na terra, ele sabe que há um tempo de lavrar a terra e colocar a semente, e depois há um tempo para cuidar da sementeira, e depois há o tempo de deixar brotar e crescer a árvore, e depois há o tempo de deixar o fruto florescer, e no final é que há o tempo de colher o fruto. Pois se o agricultor andar a revirar e a escavar a terra a todo o momento na ansiedade de colher o fruto, então ele vai é arruinar a sementeira, e nunca vai ter fruto algum.

Da mesma forma:

Quando encomendais a feitura de uma magia de amarração amorosa, então devereis entregar o assunto ás forças espirituais e astrais que foram chamadas para intervencionar nesse problema, e então:

daí em diante, entregai tudo nas mãos dessas forças astrais e entidades espirituais, e siga deixando esse feitiço de amarração amorosa funcionar sem estar sempre a interferir na magia de amarrações amorosas com as suas dúvidas e as suas impaciências, da mesma forma que você também assim deve fazer quando uma refeição está a cozinhar no forno pelo tempo que deve ficar a cozinhar deixada em paz!

Então, e conforme sempre dizemos:

o apetite apressado acaba sempre comendo prato estragado , da mesma forma que pessoa impaciente acaba sempre por colher fruto insuficiente.

Todas as coisas boas demoram o seu tempo a serem edificadas, e por demorarem o seu tempo não significa que não estão funcionando, significa é que estão sendo bem erigidas, pois obra feita á pressa é obra que não dura, e obra feita com paciencia é obra que perdura.

Olhai:

para um fruto ser colhido, então há um tempo de cavar a terra, há um tempo de lançar as sementes, há um tempo de cuidar da terra, há um tempo de deixar as sementes ganharem raizes e fincarem-se na terra, há um tempo de ver a semente crescer e florescer em planta, há tem um tempo da planta dar o seu o fruto, e depois então vem o tempo de se ir colher o fruto.

Então:

se é dessa forma que tudo nasce e cresce na natureza, pois então magia que é coisa das forças espirituais da natureza vai ocorrer da mesma forma, ok?

Assim sendo:

Para satisfazer o seu apetite, há que antes deixar a comida coser pelo caminho e do jeito que ela tem que coser pra ficar do jeito certo para se depois poder comer, da mesma forma que para colher bom fruto tem que se deixar a sementeira amadurecer, e por isso todas as coisas tem o seu tempo, e por isso:

se um agricultor depois de semear as suas sementes andar todo o dia a esgravatar e a revirar a terra para ver como elas estão germinando…. então ele vai acabar apenas impedindo a semente de ganhar raiz e florescer em planta que depois dá fruto, e então ele não vai colher nada!

Então olhai:

a Magia opera com forças espirituais da natureza que existem na natureza e com forças astrais que existem no universo.

Pois por isso:

depois de entregar o seu desejo á magia, então deixai a magia trabalhar e abrir caminhos pelos caminhos que o universo sabe que tem de agir, e deixai de tentar compreender e entender a coisas que nenhuma inteligência humana pode conseguir entender, pois que magia e universo são essência tao elevadas e incompreensíveis para o olho humano… que jamais conseguiremos entender esses mistérios.

Então:

se haveis recorrido da magia, então depois afastai-vos do assunto, entregai o assunto nas mãos da magia, e deixai a magia entrar no seu coração, deixai a magia entrar na sua vida, e deixai esse mistério magico florescer magicamente.

Olhai:

Professamos que após 7 dias de uma invocação de espíritos estar feita, então os espíritos vem a este mundo e manifestam-se, sendo que dai em diante eles empreenderão – pelo tempo que for necessário – na demanda para a qual lhes foi apresentado requerimento místico. Pois então: porque dizemos e professamos que demora 7 dias para que o trabalho do santo desça numa pessoa que o pediu?

Porque assim ensinou e está escrito na obra de são Cipriano:

lava-se em agua de três procedências: do mar, da cachoeira e da chuva. A seguir (…) diz-se: «Pelas sete pragas, pelas sete maravilhas(…)»
Obra de Aço de são Cipriano, Cap 3, «Estudos e experiencias de são Cipriano», versando sobre «Os sete prodígios de Siderol», Pag 112

Pois assim se sabe:

Sete são as pragas do santo, assim como sete são as bênçãos do santo.
Pois da mesma forma, quer isto dizer para aqueles que são entendidos e conhecedores no segredo e no preceito do santo:

Conforme 7 são as bênçãos do santo, e conforme 7 são as pragas do santo, pois também 7 são os dias para que a obra do santo desça neste mundo, querendo isto dizer: são necessários 7 dias para que os espíritos invocados venham a este mundo.

Pois assim sendo, eis que assim se sabe:

São necessários 7 dias após a conclusão de um trabalho de Alta Magia – negra ou branca – para que os espíritos invocados venham a este mundo, e após esses 7 dias os espíritos manifestar-se-ão junto daquele que pediu que os espíritos fossem invocados, e depois disso – dai em diante e findo esse prazo de 7 dias – então os espíritos trabalharão pelo tempo que for necessário ate que a sua obra se edifique.

E por isso:

– 7 dias é o tempo que se deve esperar com serenidade e fé, para que sejamos escutados pelos espíritos!, e dai em diante a obra dos espíritos depois desce a quem a invocou.

Pois então:

– Apos esses 7 dias, eis que a obra do espírito descerá!, e eis que ela se manifestará ao mandante da invocação dos espíritos!, e dai em diante essa obra de espíritos e assombrações trabalhará pelo tempo que for necessário – sempre sem cessar nem parar! – ate que a pessoa amarrada se entregue.

Por isso, sempre dizemos:

A quem encomenda os trabalhos de amarração com invocação de espíritos, eis que voltamos a avisar conforme sempre avisamos:

Neste tipo de trabalhos, ( como em todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos), não se deve jamais andar a toda a hora a olhar o relógio, e todos os dias olhando o calendário, e a todo o tempo caído em impaciências, ou andar sempre com duvidas, ou andar sempre perdido em frenesis que inquietações diárias, pois olhai que assim está escrito na obra de são Cipriano:

«[Implorou Siderol]: perdão, perdão, Lúcifer (…)

[Respondeu Lúcifer]: não te disse já, (…), que na minha lei também é preciso ter paciência? »

Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 8º, pagina 260

Assim se fica sabendo:

Os prodígios de são Cipriano não ocorrem na «impaciência», mas sim eles florescem na «crença» e eles frutificam na «paciência», pois que ensina são Cipriano que o tempo dos espíritos não é o tempo das pressas picuinhas dos homens, e por isso: seja na magia branca, ou seja na magia negra, ( e seja em qualquer trabalho de invocação de espíritos), a lei dos espíritos manda ter paciência, pois acaso não está escrito: «na minha lei também é preciso paciência»?

Porque é que a «crença» e a «paciência» é fundamental na obra do espírito?

Porque assim ensina são Cipriano na sua obra:

Os fantasmas que aparecem nas encruzilhadas ou almas do mundo espiritual que por missão de Deus vem a este mundo corporal (….)
Os fantasmas e espíritos aparecem só aos crentes, e não aos incrédulos, porque nisso nada aproveitam, ou antes ao contrário, esses recebem apenas pragas e maldiçoes
Obra de são Cipriano, versando sobre aparições e fantasmas, pag 38

Quer este ensinamento dizer:

Os espíritos, as aparições e as assombrações, ( que são as entidades que são invocadas num trabalho espiritual), apenas dão bom fruto a quem tem crença neles!!, pois que naqueles não tem crença nos espíritos, então os espíritos apenas não vão beneficiar-lhe!, como , (sendo erradamente lidados), ainda por cima vão irar-se , vão afrontarem-se!, e vão enguiçar a vida dessa pessoa ainda piora daquilo que já estava !!!

Por isso:
A «crença» e a «paciência» é a chave para se obter dos espíritos aquilo que se deseja, assim como as descrenças, as pressas e as impaciências, ( se depois de se ter visto os espíritos manifestarem-se!!, então ficar-se a fazer de conta que não se viu nada!!, e ficar fazendo de conta que os espíritos nada mostraram, nem revelaram!!), então isso são afrontas aos espíritos!, e isso ofende aos espíritos que se manifestaram na vida de uma pessoa !, e isso são o modo certo de se obter das assombrações tudo ao contrario daquilo que se pretende!

Por isso:
Aquele que pede para se invocarem espíritos sem depois ter crença, nem paciência, e anda sempre sempre cheio de duvidas e pressas, esse acabará sempre recebendo pragas e maldiçoes e ao invés de colher os seus desejos!, e isso bem que são Cipriano avisou!, para que não se viesse recorrer dos trabalhos dos espíritos e assombrações da forma errada!, pois que semeia da forma certa colhe bom fruto, e porem que semeia da forma errada acabará sempre colhendo mau fruto.

Pois então:

Seja na magia negra ou branca, eis que a obra de são Cipriano ensina que os espíritos trabalham sempre por caminhos misteriosos, e que os espíritos operam sempre por meios insondáveis, e que os espíritos movem-se sempre por meios e tempos que não são compreensíveis ao homem ! Porem: A obra de são Cipriano também garante que com «crença» e «paciência» todos os frutos do espírito são infalíveis!, e que porem agindo ao contrario disto, ( com as humanas impaciências e constantes duvidas picuinhas perante os espíritos invocados), então poder-se-á acabar é por irritar as assombrações e causar a ira das aparições, e depois colher tudo ao contrario daquilo que se deseja!.

Por isso:

– A inquietação, as pressas, a ansiedade e as duvidas são veneno que mata o fruto da obra do espírito, pois que a duvida é o veneno da crença, e por isso: depois de uma inovação de espíritos e assombrações ter sido feita, quem tendo visto os espíritos manifestarem-se na sua vida, então depois disso não pode mais ter duvidas algumas para com os espíritos!, mas sim deve trilhar no caminho da certeza!, e deixar os espíritos trabalhar e edificar conforme eles querem, pelo tempo que eles determinarem, e pelos caminhos que eles escolherem!

Pois por isso:

– Neste tipo de trabalhos com recurso a invocação de espíritos e aparições, deve-se adoptar essa postura espiritual!, e deixar aos espíritos trabalhar, pois o tempo dos espíritos é misterioso!, e tempo dos espíritos é o tempo das assombrações etéreas do mundo dos mortos, e não o tempo das impaciências humanas!, e os caminhos pelos quais os espíritos se movem são sempre incompreensíveis aos olhos humanos, pois as assombrações e aparições são fenómeno do reino do mundo dos mortos e das aparições, ( e não do reino deste mundo em que habitamos), e por isso:

os espíritos trabalham sempre por caminhos misteriosos, e eles operam sempre por trilhos insondáveis, e eles movem-se sempre por caminhos incompreensíveis ao homem, e por isso o seu fruto acaba sempre florescendo pelos caminhos e no tempo pelos espíritos marcado, e não no tempo das picuinhas impaciências humanas de um chato que passa todo o tempo a afrontar os espíritos invocados, até eles acabarem por se irritar e virarem-se contra ele.

Assim sendo:

– Respeitai esta regra para do espírito colher bom fruto, ao invés de andar afrontando os espíritos e causado a ira das assombrações, e depois colher tudo ao contrario daquilo que aos espíritos se foi pedir.

5-

Não falhe nas orientações que lhe forem indicadas, pois que um mago quando vos está a dar orientações… não é para vos chatear nem dar cabo da a sua paciência, da mesma forma que medico quando vos está a dizer as horas em que  você tomar o seu remedio e a dizer-lhe as coisas que você não pode fazer durante o tratamento, ele não esta a fazer isso para vos chatear, mas sim para garantir que o seu tratamento vos vai curar.

Então:

fazendo como o médico manda então o tratamento acabará curando-vos, e porem fazendo o contrário daquilo que o médico disse… então o tratamento poderá acabar por fazer-vos piorar.

6-

Não andeis a perseguir, nem a espiolhar, nem a dar cabo da paciência  da pessoa amada. Se haveis entregue esse assunto nas mãos da magia, então é a magia que se encarregará de unir os vossos caminhos.

Então:

deixai essa pessoa de lado, e vivei a sua vida com naturalidade.

Não ides procurar por ela, não andeis toda a hora a mexericar sobre ela, e não andeis sempre pressionando-a, e não ides fazer nada disso…. e entregai tudo nas mãos da magia, pois que haveis entregue esse assunto ás entidades espirituais, então serão as entidades a ir envolver essa pessoa, e a trazer essa pessoa novamente ao seu caminho de vida. Então:

não andeis a interferir com as entidades e energias a quem haveis entregue esse assunto, para não andarem as entidades a trabalhar por um lado!, e você e a atrapalhar por outro!

Olhai:

se fosse para serdes vós a dar solução a esse assunto andando atras dessa pessoa, então para quê chamar os espíritos para eles irem lidar nesse assunto?

Pensai:

se andar atras dessa pessoa resolvesse tudo, então esse assunto já estaria todo resolvido, não é verdade? Pois então: você estais a recorrer de uma amarração, é justamente porque já haveis tentado andar atras dessa pessoa pelos vossos próprios meios, já haveis tentado dialogar com ela, já haveis tentado abordar essa pessoa de todas as formas possíveis e imagináveis,  e porem ela permaneceu irredutível a tudo isso. Então:

deixai-vos ficar quietos no vosso canto, e deixai a amarraçao trabalhar, e deixai aos espiritos edificar pelos seus misteriosos caminhos, e deixai que a pessoa amarrada vos  venha procurar, pois que foi para isso que haveis chamado os espíritos, e foi para isso que haveis encomendado uma amarração amorosa.

7-

Tenha fé ! Muita gente diz: «mas você não pode dizer que eu não tenho fé, porque se eu não tivesse fé então não teria pedido a amarração amorosa».

Respondemos:

você não demonstra fé pedindo uma amarração amorosa, você demonstra fé agindo conforme alguém que pediu uma amarração amorosa.

Ou seja:

não vale de nada estar a pedir uma amarração, se depois você se comportar como aquelas pessoas que não pediram amarrações amorosas.

 Ou seja:

se você pediu amarração amorosa, então você pediu ajuda a uma força e uma entidade espiritual.

Então:

confiai nessa força e nessa entidade á qual você pediu ajuda, pois que ter fé é justamente isso, ou seja:

é acreditar e crer em algo ou em alguém, mesmo sem nada ver , e mesmo sem nem nada saber.

Então: não atueis como aquele que não fez amarração amorosa, e que por isso anda atrás da pessoa todo o dia, e todo o tempo anda duvidando se vai conseguir ou se não vai conseguir, pois que esse que não fez uma amarração amorosa pode andar atras de alguém o tempo que quiser que não vai conseguir coisa alguma, pois que se andar atras de alguém e duvidando resolvesse problema…. então seu problema já estaria solucionado!

Não façais isso!

Antes agi como alguém que pediu amarração amorosa, e que por isso sabe que pediu ajuda a alguém que é poderoso, ( os espiritos),  e que por isso – sem qualquer sombra de dúvida do seu pensamento – vai vencer nessa demanda, e por isso:

entregai o assunto nas mãos dos espíritos, e deixai-os trabalhar, e ficai sempre confiante e na certeza da vitória desses espiritos, pois que os espíritos amigaos e leais com quem lhes é leal, e não vos deixarão ficar

E porem:

se tendes um amigo do qual passais o tempo todo a desconfiar, então vai chegar o dia em que de tanto desconfiar dele, então ireis perder esse amigo.

Da mesma forma:

se pedis ajuda para uma força ou entidade, para logo depois passar o tempo todo a agir como se não confiasseis nessa entidade, então certo dia esa entidade vai-se fartar e vai-se afastar de vós!, conforme um amigo que está sempre sob desconfiança vai acabsr por se fartar e afastar-se-vos!

.Então:

depois – quando isso acontecer – não culpeis ao mago que convocou essa entidade para vos  ajudar.

Logo : não atueis erradamente, e agi como alguém que pediu amarração amorosa, e agi confiando nessa entidade amiga que desceu para vos ajudar, e dai em diante – suceda aquilo que suceder, e haja aquilo que houver – permanecei firmes de certeza, e deixai todo esse assunto nas mãos dessa entidade que foi convocada para vos ajudar.

Então:

se haveis chamado essa entidade para entregar esse assunto nas mãos dela, então entregai o assunto!!, e deixai-o ficar entregue!

Dai em diante, deixa a entidade trabalhar.

8 –

Siga com rigor as instruções do bruxo, e faça bom uso da bruxaria. A bruxaria deve ser usada com responsabilidade

As amarrações são bruxarias, ou seja: as amarrações são conjurações de espíritos, sendo que esses espíritos e assombrações são chamados a este mundo para intervir numa demanda sentimental.

Assim sendo:

O papel do bruxo é fazer a conjuração dos espíritos e assegurar que os espíritos vem a este mundo e se manifestam ao mandante das amarrações, ou seja: é colocar os espíritos encostados ao mandante das amarrações, e fazer as aparições manifestarem-se, e indicar a demanda amorosa em que as assombrações devem trabalhar.

Depois disso estar feito, acaba a missão de bruxo e começa a missão do mandante da amarração, que é fazer um bom uso da bruxaria que lhe foi feita.

Uma bruxaria é como um remedio, ou seja:

você vai ao medico, o medico faz o seu diagnostico, e o medico prescreve-lhe o remedio. Essa é a missão o do medico.

Dai em diante  a missão do paciente é ir buscar o remedio á farmácia, e é tomar o remedio conforme o medico mandou, e é fazer aquilo que o medico disse.

Assim se fazendo, o doente cura-se. E porem: se o doente não toma o seu remedio como o medico mandou, e se o doente faz tudo ao contrario daquilo que o medico lhe disse, então obviamente o doente vai piorar ao invés de melhorar, e isso não será culpa do medico, nem do farmacêutico, nem do remedio.

Pois da mesma forma:

Uma bruxaria sendo bem usada pelo cliente do bruxo dá maravilhas, e porem uma bruxaria mal usada pelo cliente do bruxo só lhe trará desgraças e aflições.

E o que é isso de usar bem uma bruxaria ?

È simples:

é usar da bruxaria conforme o bruxo disse na sua instrução, da mesma forma que e se deve usar de um remedio conforme o medico diz na sua instrução.

Por isso:

A missão do bruxo é diagnosticar o seu problema, e é fazer a bruxaria, e é deixar a bruxaria disponível ao mandante do feitiço.

Depois cabe ao utente da bruxaria fazer bom uso da bruxaria que o bruxo lhe preparou, porque uma bruxaria bem usada dá bom fruto, mas uma bruxaria mal usada dá mau fruto.

È como o remedio que você vai buscar á farmácia: se você o usar corretamente e conforme o farmacêutico mandou, então ireis-vos curar; se porem fizerdes tudo ao contrario daquilo que farmacêutico mandou e usardes mal do remedio, então provavelmente ireis piorar, e a culpa disso não é do remedio nem do farmacêutico.

Por isso:

use da bruxaria sempre com responsabilidade, ou seja: sempre seguindo com rigor as instruções que o bruxo lhe dá, e jamais indo fazer aquilo que o bruxo lhe proibiu, pois a bruxaria é um fenómeno poderoso que sendo bem lidado dá curas milagrosas, mas sendo mal lidado pode infestar de padecimentos e tormentos, e dar tudo ao contrario daquilo que se pediu aos espíritos.

Por isso:

Não use da bruxaria por curiosidade, nem com desdém pelos espíritos, nem em assuntos fúteis, nem com irresponsabilidade. A bruxaria é um fenómeno espiritual intemporal, e quem tem consequências verídicas e palpáveis neste mundo. Use por isso a bruxaria com respeito e sempre guiando-se pelas orientações e instruções do vidente ou bruxo.

9 –

Postura espiritual elevada!, querendo isto dizer:

se começardes a pensar: «eu só vou ser feliz quando o resultado aparecer», então estareis a ser infeliz, e infelicidade semeia infelicidade, e quem semeia infelicidade apenas colhe infelicidade.

Então:

tendes de deixar a magia atuar magicamente na sua vida, e magia é uma coisa linda que atua nos corações, que enche a vida de felicidade, que estimula a felicidade, e que é estimulada pela felicidade.

Você já viu aquela pessoa que é rica, e que apesar disso parece que quanto mais dinheiro ela tem… então mais dinheiro lhe entra na vida?

Pois então:

uma certa vibração atrai outra certa vibração idêntica, e por isso uma pessoa que esta bem com dinheiro e quem nem sequer vive preocupado com dinheiro, então o dinheiro parece fluir e entrar naturalmente na vida dessa pessoa.

Pois então:

na magia sucede o mesmo, ou seja:

aquela pessoa que está bem, que está confiante, que está positiva e que está feliz…. então ela vai atrair todas essas boas vibrações para si mesma, e vibração boa trai coisas boas, e por isso todas as coisas boas dai em diante vão começar a surgir naturalmente, e nessa pessoa a magia vai atuar magicamente.

Então: deslumbre-se com a magia, e comece a ser feliz a partir do momento de ter praticado a magia pela magia, pois que a partir desse momento então a magia vai começar florescendo e florescendo, e esse amor vai entrar inesperadamente pela sua vida dentro.

Leia também: sintomas da amarração amorosa

Em resumo:

Observai essas 8 orientações – e todas aquelas que no seu caso em concreto o seu mago lhe prescrever – que então a magia é algo maravilhoso que fará conquistar todos os seus sonhos.

Escreva-nos!

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Consulta aos espíritos,

pactos com lucifer3
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Consulta aos espíritos, 

tudo sobre consultas aos espíritos, vidência e mediunidade

w2

Por vezes há quem nos escrevesse:

«Estou desconfiada deste ou daquele site, porque fiz uma quantidade de consultas mandando dados falsos e eles  me responderam como se fossem questões verdadeiras , e por isso como podem eles estar dando consultas sobre pessoas e eventos que não existem?»

A isso sempre respondemos:

Cuidado com essas brincadeiras de andar a fazer consultas levianas aos espiritos!, pois olhai:

Os espíritos são algo para ser levado a sério, e por isso jamais se devem fazer consultas a espíritos apenas por brincadeira, nem por mera curiosidade, nem para estar a testar aos espíritos pois que olhai:

Quando ides consultar aos espíritos, então devereis colocar questões verdadeiras, com fundamento de verdade e sempre com de verdade, pois olhai que assim se pode ler na obra de são Cipriano:

Repetimos de uma recomendação: não useis (…) para coisa fúteis, nem para brincadeiras, (…) nem para nada que não seja honesto. Não brinqueis com essas coisas (…) não penseis sequer nisso (…) é faca de dois gumes que poderá conduzir (…) a situações difíceis

Obra de são Cipriano, Pag 385

Pois assim se sabe:

A obra e o trabalho do santo é uma coisa séria,  que – em boa verdade dizemos – deve por isso ser usada apenas para tratar de assuntos sérios.

Pois por isso, assim avisa o ensinamento do santo:

Quem vem brincar com o santo, ou quem vem colocar coisas falsas ao santo, ou quem vem procurar coisas fúteis ao santo, então:

eis que esse acabará colhendo apenas desenganos, enganos e desgraças!

Pois por isso:

Quando ao espirito se coloca questão falsa, então com falsidade ele responderá, e desolação do espirito retirareis, pois que espirito não é algo para se brincar!, nem para ser lavado de ânimo leve!

Da mesma forma:

Jamais consulteis a um espirito por mera curiosidade, nem com leviandade, e ainda menos para testar ao espirito, pois que espirito que é consultado apenas para ser duvidado, para ser motivo de chacota, ou – simplesmente – para ser testado… esse acaba sempre infernizando-vos e fazendo da vossa vida um teste de decepções!

Olhai por isso, cuidai de observar esta regra fundamental, e ela é:

O que derdes ao espirito do espirito colhereis!, e conforme ao espirito fordes então do espirito saireis!

Quer isto dizer:

Se verdade colocardes nas vossas perguntas, então do espírito colhereis verdade nas respostas, pois que os espíritos estão lá para guiar quem os procura de boa fé.

E porem:

Se mentiras, ou leviandades, ou falsos propósitos, ou brincadeiras, ou falsidades, ou dados errados e descuidados –  ou falsidades – colocardes nas vossas perguntas, então:

do espírito recebereis decepção, desnorte, desorientação, desapontamento e desolação na resposta… pois que espírito não é algo para se brincar!

Pois por isso, e conforme dissemos:

O que derdes ao espirito, do espirito colhereis !

Quer isso dizer:

Dai-lhe verdade e recebereis verdade; dai-lhe mentira e recebereis mentira.

Pois por isso olhai:

Quando ao espíritos se coloca questão verdadeira, então resposta verdadeira eles responderão.

E porem:

Quando a espíritos se coloca questão falsa, então eles responderão com coisas falsas e confusas, pois o espírito zombará de quem o quiser zombar!, da mesma forma que o espírito ajudará a quem o honrar!

Pois por isso, olhai que assim ensinou são Cipriano:

Aquilo que derdes ao espirito do espirito colhereis, e conforme ao espirito fordes então do espirito saireis!

Então:

se ao espirito fordes com verdade e toda a verdade dizendo…. então iluminado e abençoado sereis.

E porem:

se ao espirito fordes com má intenção, com omissão ou com falsidade… então desviado, escarnecido e amaldiçoado saireis!

Olhai então:

Isto que agora vos diremos é uma verdade assegurada por registos historicamente colhidos, ou seja:

Escutai:

Usar uma tabua de Ouijá para consultar espíritos com boa intenção, sobre assuntos de verdade e dizendo toda a verdade, isso pode dar dicas e respostas preciosas.

E porem:

Consultar tabua de Ouijá com leviandade, apenas por curiosidade, apenas para ir testar ou brincar com espíritos…. isso irritará os espíritos, e são inúmeros os casos historicamente registados de possessões e infestações daqueles que foram zombar com espíritos!, e que enfureceram os espíritos!, e que causaram a ira dos espíritos!.

Pois por isso, assim afirmamos:

Cuidai de consultar aos espíritos apenas com assunto sério, com intenção séria e com informação conferida e de verdade, pois que então:

nem nós – nem ninguém que trabalha seriamente com o mundo dos espiritos – nos podemos responsabilizar pelas consequências desviantes ou negativas que provem do mau uso de consultas consultadas aos espíritos.

Por isso olhai:

Existem quatro regras fundamentais para se ir consultar o espírito:

1 –

Espírito não adivinha nada, mas sim o espírito dá avisos, dá augúrios, dá sinais, dá orientações, dá revelações!

Ou seja:

o espírito não advinha nada!, nem vai responder-vos apenas para estar ali a divertir-vos com um macaco numa jaula a fazer exibições de circo para o vosso bel-prazer!, nem para satisfazer os vossos caprichos!, nem para responder á vossa leviana curiosidade!, querendo isto dizer:

Os espiritos não andar a espiolhar nas fechaduras das portas para ver aquilo que o seu conjugue anda a fazer quando está fora de casa, pois para fazer isso então contratai um detetive!, ao invés de irdes consultar a um espirito!, ok?

Ao contrário:

os espíritos descem, e dão augúrios, dão sinais, dão avisos, e dão orientações!.

Então: escutai aos espiritos!, e eles guiar-vos-ão para bom rumo!

Porem:

ficai desdenhando ou usando dos espíritos da forma errada ou para os fins errados… e ireis acabar tendo tudo de errado acontecendo na vossa vida!

Por isso:

não  useis da consulta aos espíritos por curiosidades, nem em futilidades,  nem por troça, nem para testar os espirito apenas para ver se isso dá certo…. pois acabareis desenganados amaldiçoados pelos espíritos!, da mesma forma que se fordes brincar com um ninho de vespas acabareis ferrados de dores!

Há incontáveis exemplos pessoas irresponsáveis que foram usar tabua de Ouijá dessa forma errada, e que por isso acabaram infestadas de possessõess, ok?

 

2 –

O espirito não é um papagaio amestrado.

Quer isto dizer:

os espíritos não são um papagaio para andar a dizer aquilo que quereis ouvir!, e ainda menos para ficar ali a repetir interminavelmente a resposta que eles  já deram àquilo que já lhes haveis perguntado!, e ainda menos para estar ali apenas para satisfazer os caprichos de quem vem consultar aos espíritos apenas para estar a testar os espíritos!

Cuidai:

os espíritos não tem paciência para com esse tipo de brincadeira!, e  é bom que tenhais consciência disso!

Os espíritos são eternos e tem todo o tempo do mundo, porem eles não gostam de ser chamados e invocados do seu descanso eterno…apenas para se estar a brincar e a testa-los! Isso aborrece-os!, e disso apenas colhereis desgraça!

Mais dizemos:

os espiritos falam aquilo que  eles querem!, e eles falam como quer!, e eles falam quando querem!, e o espirito é misterioso!, e por isso o espirito fala frequentemente por mistérios e augúrios!, e o espirito falar-vos-á apenas aquilo que entender que deve falar para vos guiar, para vos orientar, para vos levar ao bom caminho.

Logo:

do  vosso lado cabe escutar,  cabe pensar, cabe interpretar, cabe acolher com respeito aquilo que foi dito!, e cabe guiar-vos pelo sinal e pelo augúrio que o espírito vos deu!

Então:

não fiqueis questionando, nem esmiuçando, nem escrutinando, nem insistindo, nem racionalizando, nem desdenhando ou duvidando daquilo que o espírito vos revelou!, pois se começardes indo por esse caminho então o espírito vai-se aborrecer, e ele te vai começar a levar-vos a enganos, e ele te vai trancar-vos caminhos, e ele vai-vos acabar por fazer sair dessa consulta carregado de infestação e trilhando por caminhos errados!

Então: não brinqueis jamais com o espírito!, e não provoqueis o espírito!

3-

aceitai aquilo que o espírito vos diz, como ele diz!, e conforme ele diz!

Isso leva-nos ao seguinte aviso:

O espírito é misterioso, oculto e etéreo!, e a obra do espírito é insondável!, e o espirito move-se por caminhos incompreensíveis á razão humana!, e por isso a mensagem do espirito é mistério que deve ser acolhido com a fé do coração e não escrutinado pela razão pela cabeça.

Por isso:

não fiqueis questionando aquilo que o espirito disse!, pois o espirito fala quando quer e entende!, e normalmente quando o espirito fala e fá-lo por sinais, por augúrios, por enigmas e por mensagens que são avisos proferidos para guiar quem procura ao espirito, da mesma forma que os sinais na estrada servem para orientar o condutor, e os faróis no mar servem para orientar o navegador!

E porem:

é da natureza do espírito falar por augúrios, por sinais e por mistérios, pois que a obra do espirito e os caminhos do espirito são insondáveis e misteriosos!

Assim sendo:

quando aos augúrios foram ditados por um espírito, então o augúrio desse espírito é para ser «escutado» e «respeitado»!, e não para ser «especulado» nem «questionado»!

Então:

Se o augúrio e o sinal do espirito for especulado ou questionado, então ele será como nuvem que se esfumará e vos deixará entregues á má sorte das vossas próprias cogitações da vossa própria cabeça, e isso não vos levará para lado algum, pois se fosse para resolverdes o vosso assunto esmiuçando tudo com as racionalidades da vossa cabeça… então não deveríeis ter ido incomodar o espirito!, e deveríeis ficar onde estáveis antes!

E porem:

Se o augúrio e o sinal do espirito for acolhido de todo o coração e se por ele vos guiardes sem questionamentos nem dúvidas, então esse augúrio conduzir-vos-á a bom rumo, e por esse caminho trilhareis ausentando-vos de perigos e desviando-vos de armadilhas.

Então:

usai do augúrio e do sinal dos espiritos com sabedoria, para por ele vos guiardes!

 

4 – 

Aquilo que dais ao espírito, é aquilo que o espírito vos dará de volta.

Ou seja:

falai verdade ao espírito,  respeitai o espírito,  não omitis ao espírito,  abri todo o vosso coração ao espírito….  e o espírito  retribuir-vos-á dando-vos revelação verdadeira, guiando-vos por bom caminho, e dando-vos as chaves para abrirdes as portas certas da vossa vida.

E porem:

menti ao espírito, falseai ao espírito,  omiti ao espírito,   zombai do espírito, duvidai do espírito,  ide com má intenção ao espírito….  e o espírito  responder-vos-á com mentira, com ilusão, com desengano, e desviando-vos por desviados caminhos com pragas e possessões, assim trancando-vos todas as portas da vossa vida!

Assim sendo:

ide dar a verdade ao espirito, e  o espirito responder-vos-á com verdade; dai mentiras ao espirito, e o espirito responder-vos-á com mentira e ilusão;

Mais:

Ide dar omissão ao espirito, e o espirito omitir-vos-á e dar-vos-á desilusão;

Por isso:

dai respeito e sinceridade ao espirito, e o espirito vos dará bom augúrio, bom sinal, e orientação verdadeira.

Então:

cuidai sempre de ir consultar o espírito com o maior dos cuidados!, falando sempre a verdade!, dizendo tudo como o maior dos rigores!, e jamais indo-lhes provocar!, nem indo-lhes com falsas intenções, ok?

 

o que é um vidente ou um médium ?

entre o nosso mundo e o mundo dos espíritos existe uma cortina de névoa através da qual os espíritos – por vezes – conseguem enviar mensagens que são como ecos distantes ou aparições desfocadas, enviadas para tentar alcançar o nosso lado, o lado do mundo dos vivos.

Então:

o vidente é alguém sensível ás energias, ás presenças e ás forças espirituais que habitam no mundo dos espíritos, no outro no lado, no Além, ou no mundo dos mortos.

O vidente é por isso alguém que age como um intermediário entre o mundo dos espíritos, e o nosso mundo dos vivos!, agindo como um carteiro que vos traz cartas de um espirito,  ou até de alguém já falecido.

Olhai porem:

tal conforme o carteiro vos entrega a carta e porem não sabe o conteúdo daquilo que está escrito nessa carta, também o vidente vos entrega as mensagens e porem – na maioria das vezes – não tem a menor ideia sobre o conteúdo da mensagem que está a entregar!, pois são assuntos da vida do consultante!, e por isso apenas o próprio consultante poderá entender, decifrar, compreender e dar sentido á mensagem que um espirito lhe está enviando.

Olhai:

aquilo que o vidente recebe deste lado, ( no mundo dos vivos), são ténues sinais, ou augúrios, ou pressentimentos, que cabe ao vidente – com a ajuda do seu consultante – tentar interpretar e entender da melhor forma, para assim conseguir transmitir aquilo que os espíritos estão a revelar, á pessoa a quem os espíritos estão querendo falar e enviar as suas mensagens.

Por isso:

o vidente não adivinha nada!, ate porque os espíritos não se deitam a adivinhar coisa alguma!, mas sim os espíritos enviam – do lado de lá dos mortos, para o lado de cá dos vivos –  sinais, orientações, mensagens e augúrios que servem para guiar a quem aos espíritos consultou!

Por isso:

o vidente não é um adivinho, mas sim é apenas o intermediário entre vós e os espíritos!

Mais:

a vidência não é um mecanismo automático que se liga e desliga num interruptor quando se quer e entende, conforme alguém liga ou desliga uma lâmpada!

Cuidai:

Quem vos diz isso, é alguem que está-vos a enganar!

Os espíritos falam quando querem falar!, e por vezes eles falam!, e outras vezes remetem-se ao silencio!, e  outras vezes não podem revelar certas coisas… e por isso falam por enigmas.

Por isso:

um vidente recebe mensagens dos espíritos quando os espíritos querem falar!, e não quando o vidente quer que eles falem!, e por isso a vidência está longe de ser o festival de palhaçada que muita gente por aí quer vender!

Por último:

o vidente não é o autor da mensagens que está a receber!,  e assim sendo:

obviamente que ao longo de uma consulta aos espíritos, o vidente terá de vos perguntar sobre as mensagens e sinais que os espíritos estão a enviar do mundo dos espíritos!, pois que são sinais e augúrios distorcidos e desfocados!, sobre os quais apenas vós podereis clarificar, pois que são mensagens pessoais de outrem, que o vidente não tem forma de saber!, pois que o vidente é apenas o mensageiro, ( um carteiro), que está transmitindo os ecos daquilo que está a ser dito de um mundo distante!, que é o Alem!, que é o mundo dos mortos!, e do mundo dos espíritos!

Sobre Videntes ou médiuns

um espirita, ( ou um médium), serve de mensageiro ou intermediário entre o mundo dos espíritos e o mundo dos vivos, permitindo que os espíritos de pessoas já desencarnadas, ( falecidas), possam transmitir as suas mensagens aos vivos, como também que aqueles ainda estão vivos e encarnados neste mundo possam contactar com os espíritos já desencarnados, e que por isso já partiram para o outro mundo do Alem.

Um espirita, ( ou um médium), é por isso uma pessoa através do qual os espíritos lhe falam, seja por sonhos, seja por visões, seja por pensamentos ou palavras que os espíritos lhe murmuram, seja por sensações que os espíritos lhe despertam, seja por sinais ou augúrios que os espíritos lhe revelam.

Dessa forma, o espirita – ou o médium – serve como um intermediário entre o mundo dos espíritos (dos espíritos já desencarnados que vivem no «outro lado», ou no mundo dos mortos), e este mundo, ou o mundo de todos nós que estamos aqui vivendo enquanto espíritos ainda encarnados em corpos de carne e osso e sangue.

Um espirita ou um médium tem esse dom, que é a capacidade de escutar aos ecos que vibram e emanam do mundo dos mortos, e um espirita ou um médium tem por isso capacidade de ver (ou escutar, ou sentir), as mensagens, as visões, os augúrios e os sinais que os espíritos lhe enviam, por forma a passar essas mensagens aos vivos que ainda estão habitando neste mundo.

Habitar nessa fronteira – ou nessa franja de realidade desfocada e periclitante –  entre este mundo dos vivos e o mundo dos espíritos, não é fácil!, e pode atrair todo o tipo de moléstia e de sofrimento a quem – como um espirita ou um médium – vive ligado ou conectado a ambos os mundos!, e por isso não se trata de uma tarefa fácil!, nem é algo que o médium tenha escolhido fazer (é uma tarefa que se é quase forçado a fazer, pois quem vive assim, viverá sempre atormentado com os espíritos que estão sempre usando do médium para contactar com este mundo, e se os espirita se recusar então ele vai sofrer os «quintos dos infernos»), e por isso:

o espirita obviamente cobra o seu justo valor pelo seu justo trabalho, conforme o médico cobra o seu justo valor pelo seu justo trabalho de medicina!, o pescador cobra o seu justo valor pelo produto do seu trabalho!, e o agricultor cobra o seu justo valor pelo suor do seu rosto!

como funciona o fenómeno da vidência ou mediunidade?

Os espíritos quando falam, eles falam através de visões, ou de sons, ou de símbolos, ou de augúrios, ou de sinais, ou de palavras que são enviadas a quem está sintonizando-se com os espíritos, e contactando aos espíritos!

Então:

os espíritos não falam por isso nos termos que nós humanos falamos, (com uma linguagem humana), mas sim ele comunicam-se através de uma linguagem espiritual falada em termos espirituais, ou seja: os espíritos comunicam através de visões, de sons, de cheiros, de aparições, de murmúrios, de sinais, de augúrios.

Então:

é essa a linguagem dos espíritos, e é essa forma através da qual eles comunicam com este mundo!, pois os espíritos já não tem boca para falar com linguagem humana, mas sim eles são espirito etéreo e misterioso, que por isso se faz escutar através de ecos etéreos e misteriosos.

Mais:

os espíritos não falam conforme nós humanos queremos, nem os espíritos falam como um papagaio, querendo isto dizer:

eles são aparições que ocorrem para manifestar certos vislumbres de sinais e augúrios espirituais, e não um papagaio que fala aquilo que queremos, nem aquilo que mandamos, nem aquilo que nos agrada ouvir, nem aquilo que queremos ouvir.

Ao contrário:

os espíritos falam sim conforme eles querem, como eles querem, e sempre na linguagem dos espíritos, ou seja: através de mensagens, de sinais, de mistérios e de augúrios que eles entendem que devem passar do «outro lado» (do mundo dos espíritos e dos desencarnados), para este mundo, que é o nosso mundo dos vivos e encarnados em carne e osso.

Assim sendo:

certas palavras ou mensagens quando são murmuradas pelos espíritos na cabeça ou na alma do médium, ( ou do espirita), não são – por vezes – entendíveis com toda a clareza!, pois os espíritos e as aparições falam como se estivessem murmurando através de um véu muito espesso, e como se estivessem muito distantes, pois eles estão «do outro lado», (no mundo dos espíritos), e por isso os seus ecos nem sempre são fáceis de compreender com clareza, pois quando chegam a este mundo já vem algo distorcidos ou enfraquecidos, como imagens turvas e desfocadas, ou sons que atravessaram grande distancia e por isso estão abafados, ou tem muito ruído no meio.

Então:

por isso mesmo o espirita que está recebendo essas mensagens, transmite-as conforme as está conseguindo receber, e procura sempre confirmar – junto daquele que se está consultando – sobre o significado dos símbolos, dos sons ou das imagens que está vendo e recebendo do mundo dos espíritos.

Então:

fazendo assim o espirita ou o médium vai construir pontes de dialogo entre quem está procurando aos espíritos, e os espíritos que estão procurando falar e revelar!

quem tem dons do espirito, não cobra dinheiro?

Muitos dizem que o médium ou o vidente que cobra dinheiros, está a viver ás custas dos problemas e sofrimentos dos outros, e que não deve fazer isso.

Da mesma forma, a isso se responde:

quem diz isso não sabe a idiotice que está a dizer!

Olhai:

acaso o medico, o enfermeiro ou o farmacêutico quando cobram e trabalham para curar os seus pacientes, eles também não estão a viver ás custas das doenças dos outros?, e por isso ás custas do sofrimento dos outros?

E quando um advogado vai defender uma pessoa injustamente acusada, ele não esta a viver ás custas das injustiças e dos sofrimentos que vitimizaram o seu cliente?

Então:

todas essas pessoas vivem ás custas dos problemas dos outros, (seja porque outros ficaram doentes, ou porque outros foram vitimas de injustiças, etc).

Porem:

já quando o médium trabalha para orientar, guiar, nortear e repor a vida de uma pessoa no trilho certo… então ele está fazendo algo de errado ??

Francamente !!

Dizem alguns:

«mas é diferente!! È que o dom dos espíritos vem de Deus, e por isso deveria ser gratuito!»

A isso respondemos:

O dom de ser medico também vem de Deus!

O dom de ser advogado também vem de Deus!

O dom de ser mecânico também vem de Deus!

O dom de ser padeiro também vem de Deus!

O dom de ser pescador também vem de Deus!

O dom de lavrar a terra e ser agricultor também vem de Deus!

Então:

Todos os dons vem de Deus!

E então:

lá porque esses dons vem de Deus, então o medico, o advogado, o mecânico, o padeiro, o pescador e o agricultor…nenhum deles pode cobrar pelo seu trabalho?, nem viver do suor do seu rosto?, conforme o dom que Deus lhes deu?

Francamente!!

Assim explicado:

Esperamos ter clarificado e desmistificado tudo aquilo que você ainda não sabia sobre vidência e mediunidade.

 

Encomendar verdadeiros e trabalhos de magia ?

Escreva-nos!

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Tradição de Magia – o atendimento á distancia

profetas
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Tradição de Magia – o atendimento á distancia

Atendimento á distancia – Tradição de Magia, conforme são Cipriano ensinou
atendimento online e á distancia!

Atendimento conforme a tradição mística de são Cipriano, revelado na obra de são Cipriano.

 

profetasHoje são os e-mails, há 2 mil anos eram as cartas.

Porem: o ensinamento permanece o mesmo!

Para o espírito não importam as distancias!, pois para o espírito não existem distancias!, e por isso:

esteja onde você estiver, o espírito alcançar-vos-á!, e o espírito edificará o seu trabalho!

E apesar disso ser uma inegável verdade, por vezes alguns perguntam:

«porque é que vocês trabalham á distância?»

Respondemos:

Entre muitas das tradições de atendimento e  feitura do trabalho místico de são Cipriano, eis que uma delas é esta conforme o santo ensinou – que é á distancia – pois olhai que na obra de são Cipriano, assim está escrito:

«os magos tem considerável clientela tanto nas cidades como no campo. Eu mesmo vi uma colecção de centenas de cartas (…) que um feiticeiro havia recebido»

Obra de são Cipriano, capitulo «Antigo e verdadeiro manuscrito (…) encontrado na torre do tombo», Pag 13

Pois então, quer isto dizer:

É coisa que vem desdes os tempos mais imemoriáveis – e testemunhada historicamente desde o século XIII ate aos nossos dias, ao longo de 8 séculos – que magos, feiticeiros, bruxas e bruxos trabalhem por carta, por correspondência e á distancia , pois que esse é um meio ancestral, secular e há muito eleito por muitos magos, bruxos e feiticeiros para lidar na feitura da obra do oculto, e isso mesmo – justamente – ensinou são Cipriano.

Pois assim sendo:

Observando e cumprindo a esta tradição de são Cipriano, eis que trabalhamos conforme assim manda este ensinamento de santo, e conforme esta tradição mágica de bruxos e bruxas da linha de são Cipriano.

Então:

se seculos atras a correspondência era feita apenas por cartas, hoje em pleno sec XXI a correspondência faz-se por e-mail e online.

Por isso:

usamos das tecnologias de hoje conforme no passado se usou das tecnologias do passado, pois que se hoje se usa o email, porem há séculos atrás usava-se de cartas, e contudo:

continuamos a perpetuar as mesmas e mais ancestrais tradições de magia, sempre trilhando no trilhos dos ensinamentos e dos mistérios que são Cipriano ensinou no seu legado de sabedoria oculta e espiritual.

Pois então:

Assim fazemos conforme o são Cipriano fez, e  assim persistiremos fazendo, pois assim o santo o ensinou na sua tradição mágica.

Encomendar um verdadeiro trabalho de magia de são Cipriano?

Escreva-nos!

Trabalhamos com a mais milenar tradição de magia de atendimento á distancia!, conforme são Cipriano ensinou na sua obra!

Recomende, partilhe e vote nesta matéria