Tag Archives: feiticeiros em portugal

Feitiços de amarração da taça de prata com sal do mar morto

taca-prata2
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Feitiços de amarração da taça de prata com sal do mar morto

Quem já não amou e porem – por diversas circunstancias – perdeu a pessoa amada?
Quem já viveu essa dor, sabe bem que uma vida sem amor não é vida!, que pior será se essa pessoa amada, ( seja por intromissão de outrem, ou seja porque é demasiado teimosa), então persitir em não abrir o seu coração, nem ceder na sua teimosia.
Pois então:
Porque são Cipriano bem sabia que os remédios do espírito são tão importantes como os remédios do corpo, ( pois que se os remédios do corpo curam as moléstias do corpo e prologam a vida, porem a vida sem amor não é vida!), então o santo muito se dedicou aos mais profundos mistérios do oculto, para através do espírito dar cura ás enfermidades do espirito, conforme os médicos são cura ás enfermidades do corpo.
sal-mar-morto2Pois em tais estudos místicos, eis que que se encontra uma poderosa formula espiritual que remonta a tempos bíblicos ancestrais, e que são os feitiços de amarração da taça de prata e do sal do mar morto.
Os feitiços de amarração da taça de prata e do sal do mar morto são uma poderosa e ancestral conjuração de espíritos, e que – conforme bem podereis aqui confirmar – lidam com fortes invocações que tanto podem apelar a anjos, como a demónios, como a espíritos de defuntos.
Assim sendo:
A conjuração de espíritos – dos feitiços de amarração da taça de prata e do sal do mar morto – deve ser feita com uma taça de prata, na qual deve ser colocado sal consagrado do mar morto antes misturado e pisado – num pilão de pau preto africano – junto com carvão santo de igreja.
Nos feitiços de amarração da taça de prata e do sal do mar morto, deve ser adicionado incenso do oriente, ( de onde provem os 3 reis magos que abençoaram a vinda de Jesus Cristo a este mundo), assim como adicionadas ervas hissopo de Israel, e madeira de cedro do Líbano.
Na taça de prata, deve ser introduzido um papiro Egípcio virgem, onde ali foram escritos os nomes das pessoas que se pretende amarrar.
Assim estando feito, então – nos feitiços de amarração da taça de prata e do sal do mar morto – deve o mago deixar pingar 3 gotas do seu próprio sangue na taça de prata.
Tudo deve depois ser aspergido com inflamáveis óleos consagrados, assim como deve ser feitas libações de bebida fermentada, e depois tudo deve ser incendiado com um fosforo.
O conteúdo da taça de prata arderá em chamas, e fumo ascenderá aos céus, e nesse momento deve-se entoar um encantamento em latim, por forma a conjurar os espíritos.
Rodeando a taça de prata, devem estar oferendas de finas de comida, bebida, tabacos e objectos agradáveis ao espirito que se está conjurando, pois que isso lhes será agradável de ver quando desceram junto do conjurador.
oferenda-alimentosTais oferendas de comida, ( ou oblações) assim como oferendas de bebida, ( ou libações), assim como tabacos, perfumes e incensos devem ser sido antes preparadas conforme um exigente código de confecção, pois que devem ser impecavelmente agradáveis aos espíritos invocados. Tal como a comida Kosher hebraica deve ser preparada segundo rigorosos procedimentos bíblicos, também aqui ocorre o mesmo, ou seja: os animais devem ser colhidos sem se lhes causar qualquer sofrimento,(tal conforme na religião hebraica manda a tradição da «shechita»), e com uma faca de prata sem quaisquer imperfeiçoes, e destinada exclusivamente aos rituais de oferendamento.
As carnes das oferendas devem ser salgadas de um certo jeito com sal consagrado e ingredientes africanos ancestrais, assim como as aves e o gado que é oferecido, deve antes ter sido especialmente criado da forma certa – para que seja adequado a uma oferenda espiritual – assim os ovos devem ser puros e sem defeito, as ovas de peixe devem ser apenas as vermelhas, os peixes devem ter sido pescados de fresco e talhados da forma certa logo no momento da sua captura, as farinhas e os vegetais devem ser sempre provir de terrenos que foram consagrados aos espíritos, os azeites e óleos usados para cozinhar devem ter sido previamente ritualizados ao longo de varias luas, assim como o vinho ou as bebidas fermentadas devem ter sido trabalhados de acordo com regras espiritais que as tornem adequadas ao seu uso em rituais de oferendas aos espíritos.
Sendo um tal ritual bem praticado, então espíritos serão conjurados a descer e escutar o pedido de amarração amorosa que se lhes vai demandar!, e dai em diante esses espíritos permanecerão com o mandante da amarração – pelo tempo que for necessário – ate que a sua missão esteja cumprida!, e eles jamais largarão a criatura enfeitiçada pelo feitiço de amarração dos espíritos senão quando essa pessoa ceder e se entregar ao mandante da amarração.
Como funcionam os trabalho de amarração da taça de prata com sal do mar morto?
Como todos os trabalhos de tal envergadura, eles começam dando efeitos 7 dias apos estarem concluídos, e depois de darem os seus efeitos, então dai em diante eles persistirão em espirito insistindo e persistindo na criara amarrada ate que ela ceda!, e no momento pelos espíritos determinado ela cederá!
Porque dizemos que demora 7 dias para que o trabalho do santo desça numa pessoa que o pediu?
Porque assim está escrito na Palavra de Deus:

durante sete dias, não se afastem, porque só ao fim de sete dias é que está concluída a cerimónia da vossa consagração
Levítico 8,33

Pois então:
Assim se sabe que são necessário 7 dias para que alguém seja consagrado ao espirito – pois que Deus é espirito! – e por isso são necessários 7 dias para que alguém seja consagrado ao espirito, e para que dai em diante a obra do espirito desça em quem nela esta procurando consagração e auxilio!, e por isso:
7 dias é o tempo que se deve esperar com serenidade e fé, para que sejamos consagrados ao espirito!, e dai em diante a obra dos espíritos depois desça a quem a invocou.
Pois então:
Apos esses 7 dias, eis que a obra do espirito descerá!, e eis que ela se manifestará!, e dai em diante ela trabalhará pelo tempo que for necessário – sempre sem cessar nem parar! – ate que a pessoa amarrada se entregue.

Cuidados a ter com a celebração dos trabalhos da taça de prata com sal do mar morto
Porem, há que ter cuidado:
Este é um trabalho místico poderoso, feito com recurso a ancestrais técnicas de invocação de espíritos!, e por isso:
neste feitiço de amarração amorosa é usada uma peça de prata consagrada e ungida numa igreja de Roma, assim como são usados óleos sagrados de Israel, incensos do oriente, hissopo conforme foi usado quando as 10 pragas de Deus se abateram sobre o Egipto, carvões sagrados de igreja, e finalmente:
sal-mar-mortoo precioso sal do mar morto, que é um poderoso agente catalisador das mais fortes invocações espirituais.
Por isso:
usado da forma errada – por desconhecedores, curiosos ou leigos – este tipo de feitiço pode infestar uma pessoa de terríveis possessões demoníacas, ou de trazer grandes tragedias e estagnação á vida das pessoas á sua volta!, pelo que apenas deve operar neste tipo de feitiço um mago preparado e treinado para tal demanda.
Cuidai também, que sempre avisamos:
Estando este feitiço feito, ( e ele deve ser repetido por 14 noites num solo sagrado e consagrado de uma encruzilhada deserta que exista no meio de um campo ermo, isolado e deserto, ladeado de árvores), então é bem provável que possa – aquele que estiver no terreno da encruzilhada erma e deserta á meia-noite e ás 3 da madrugada de cada ritual – ocorrerem sons estranhos, manifestações de assombrações, arrepios, aparecimento de animais, (seja que tipo de bicho for: desde vermes, ou aves, ou cães, ou bodes, ou gatos, ou sapos, ou insectos, etc), estranhas brisas de vento, coisas que se movem sem explicação logica, alterações de temperatura anormais, manifestações de vultos, ou ate que o mago se sinta observado por uma entidade invisível. Se o mago for acompanhado de uma lanterna ou luz elétrica, é bem possível que o aparelho comece falhando, e ate mesmo possa avariar.
Porem:
Tudo isso serão manifestações próprias de um destes poderosos feitiços que recorrem das mais ancestrais magias, e que apenas devem ser por isso praticados por magos treinados em alta magia branca ou alta magia negra, e que por isso possam estar preparados para lidar com estas artes ocultas!, pois que indo o desconhecedor, o curioso ou o leigo meter as suas mãos neste tipo de trabalhos de amarração, então eis que esses infortunados poderão acabar sendo fáceis vitimas de terríveis possessões demoníacas, por vezes fatais!, para si mesmos ou para aqueles que mais amam!
Efeitos dos trabalhos de amarraçao da taça de prata com sal do mar morto
taca-prataAssim explicado, cuidai:
Esta é uma poderosa amarração feita com recurso a trabalhos de amarração com taça de prata de sal do mar morto – que aos mortos e aos espíritos pode invocar com o maior poder!! – e por isso:
Conforme o sal do mar morto ardeu naquela taça de prata naquela erma encruzilhada, pois espíritos serão chamados a vir a este mundo e assombrar a criatura amarrada!, e assim será sem misericórdia, nem perdão, nem apelo nem agravo!, e por isso essa criatura amarrada será em espirito infestada de aparições, de assombrações e de espíritos na sua alma e no seu espirito!
Por isso, repetimos o que sempre dizemos, ou seja:
Demore o que demorar, e teime o que teimar, essa pessoa, ( 7 dias apos o trabalho estar feito), será todas as noites, ( de 7 em 7 noites, e pelo tempo que for necessário), sempre em espirito e no seu espirito assombrada sem cessar, ate que essa pessoa vá ceder e se entregar ao mandante dos feitiços de amarração da taça de prata e do sal do mar morto.
Por isso:
neste tipo de feitiços de amarração da taça de prata e do sal do mar morto, a alma da pessoa amarrada será em espirito castigada, assombrada e atormentada – 7 noites apos 7 noites, e pelo tempo que for necessário – por assombrações de espíritos defuntos e espíritos já partidos deste mundo!, tal conforme, (naquela erma encruzilhada), o sal do mar morto foi ardido numa taça de prata, com o sangue de um mago!
E por isso:
A pessoa – enfeitiçada por feitiços de amarração da taça de prata e do sal do mar morto – bem que pode andar pela rua com um sorriso estampado na cara, e bem que pode andar a pavonear-se de felicidade com outra pessoa qualquer, que porem a sua alma e o seu espirito estarão sempre – todas as 7 noites que passarem, e pelo tempo que for necessário – sendo fustigados e assombrados por aparições, por assombrações e por espíritos, e por isso:
As aparições, as assombrações e os espíritos persistirão fustigando e assombrando no espirito dessa criatura – sempre que ela vai dormir na solidão da escuridão – ate que essa pessoa vá ceder, e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar amorosamente.
Por favor, note:
Tudo isto – como sempre ensinamos – passar-se-á inconscientemente na pessoa amarrada por feitiços de amarração da taça de prata e do sal do mar morto, pois que jamais se deseja que ela tenha consciência de que foi alvo de uma feitiçaria de amarração amorosa, mas antes quer-se que ela pense que voltou ao mandante da amarração de forma perfeitamente natural, embora na verdade ela apenas vá voltar porque foi em espirito – e no seu espirito – forçada a isso!!
Assim sendo:
Nos feitiços de amarração da taça de prata e do sal do mar morto, os espíritos irão sempre agir na criatura amarrada de forma inconsciente, invisível e discreta na criatura amarrada, para que ela – mesmo indo consultar a tarólogos ou videntes – não fique jamais a saber que foi vitima de um feitiço de amarração!, e ainda menos possam as pessoas que rodeiam a criatura amarrada jamais desconfiar que ela foi alvo de um feitiço de amarração amorosa, pois tudo deve parecer normal, e jamais levantar suspeitas!
Assim sendo:
Os feitiços de amarração da taça de prata e do sal do mar morto são indetetáveis e invisíveis!, pelo que não lançam suspeitas nem mesmo á própria pessoa que foi enfeitiçada!, e por isso mesmo eles agem durante a noite, ( de 7 em 7 noites, sempre sem cessar, e pelo tempo que for necessário), enquanto a criatura amarrada está no seu leito e rodeada da escuridão lá no seu quarto, ali assombrando e trabalhando no seu espirito com terríveis aparições e assombrações, e assim ocorrendo perpetuamente todas as luas cheias, ( pelo tempo que for necessário), ate que essa criatura se canse de tanto tormento, e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar.

Quer verdadeiros trabalhos de amarração?

Escreva-nos!

 

trabalhos de amarração, trabalhos de amarração da taça de prata, trabalhos de amarração do mar morto, trabalhos de amarração com invocação de espíritos,amarrações amorosas, macumba de amarração, amarrações,

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Feitiço de amarração do carneiro negro

Magia - a magia na bíblia2
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Feitiço de amarração do carneiro negro

Amarração-da-cabra-pretaAntes demais, vamos aqui desmistificar algumas ideias erradas que muita gente tem !, ou seja:

Oferecer animais aos espíritos em rituais para invocar a forças espirituais, ( ao contrario daquilo que muita gente pensa!), isso não é coisa demoníaca nem do mal! , mas sim é algo previsto e instruído nos mandamentos dos ensinamentos bíblicos, pois que – conforme ensina a Bíblia – constitui uma poderosa forma que apelas á descida e conjuração de entidades espirituais.

Isso mesmo pode-se ler na Bíblia, onde ali esta escrito:

Vou oferecer-Te gordos holocaustos, com o fumo de carneiros, vou imolar bois e cabritos

Salmo 66, 15

Pois assim se sabe – pelos ensinamentos sálmicos e da Sagrada Escritura – que não sendo a coisa principal para Deus, ( pois que o pilar que sustenta as graças de Deus é a fé que habita no coração do devoto), contudo holocaustos e oferendas são coisas agradáveis a Deus e aos espíritos de Deus, pelo que agradar a Deus é sempre boa forma de suscitar a sua bênção.

Pois então:

São Cipriano era sabedores destes segredos do espirito, e por isso mesmo ele tinha uma poderosa formula para um feitiço de amarração, que era o feitiço do carneiro negro.

Como executar o feitiço de amarração do carneiro negro?

No feitiço de amarração do carneiro negro, deve-se oferendar como sacrifico aos espíritos um carneiro negro e virgem, que deve ser trabalhado com a uma faca de prata que foi santificada com água benta.

O carneiro negro deve ser sem qualquer defeito, e deve ter sido criado em liberdade mas em segredo, ( conforme secretos preceitos, e por isso nada fácil é obter um desse carneiros!), para a única e exclusiva finalidade de ser entregue como oferenda aos espíritos, pois ele estará sendo regularmente – em datas santas – aspergido com água benta, ( enquanto que se entoa uma secreta litania a são Cipriano), e sobre ele sendo oradas ocultas orações de lua cheia, em certos momentos do mês que são adequados á consagração de oferendas para um acto magico.

No feitiço de amarração do carneiro negro, o sangue do carneiro negro deve ser usado para desenhar um pentagrama, no centro do qual deve ser colocado o coração da oferenda.

Explicamos:

Também o sangue, (ao contrario daquilo que muita gente leiga pensa!), não serve para ser usado em rituais do mal !!, mas sim ele é usado conforme um mandamento Bíblico, pois assim está escrito:

O sangue é a vida da carne. Eu [ Deus] vo-lo dou para fazerdes o rito

Levítico 17,11

Assim foi pelo Senhor declarado a Moisés e a Aarão, e por isso assim foi escrito na sua Lei, para que assim então o sangue fosse usado para fazer ritos, e para invocar aos espíritos na feitura dos ritos!

Por isso:

Assim fazendo-se conforme ditam os Mandamentos da Bíblia, então não se está outra coisa cumprindo senão com as oblações, libações e holocaustos agradáveis ao Senhor, e assim servindo-O conforme o seu Mandamento, e são Cipriano bem disso sabia!, e assim o disse nos seus ensinamentos.

Isto explicado:

No feitiço de amarração do carneiro negro, eis que ladeando o pentagrama riscado a sangue, ( e tudo isto deve ser feito num solo santificado ou sagrado !), devem estar 5 velas ungidas em gordura animal.

No feitiço de amarração do carneiro negro, o coração do carneiro negro – que foi oferendado aos espíritos – deve ser primeiramente ter sido ungido de óleos consagrados secretos, sendo que esses são previamente preparados num caldeirão de ferro, e onde são botadas ervas e ingredientes de África, das Índias e de Israel, e que não são fáceis nem baratas de obter !!

No feitiço de amarração do carneiro negro, uma vez colocado no centro do pentagrama riscado a sangue, o coração do carneiro negro deve ser trespassado por 3 estacas de prata, conforme 3 foram os pregos que trespassaram o corpo de Jesus Cristo.

Nesse momento – no feitiço de amarração do carneiro negro – devem ser recitadas 6 litanias ocultas de são Cipriano!, e assim deve ser feito enquanto se está aspergindo o coração do carneiro negro com vinho de eucaristia santificado!!

Uma das 6 secretas  litanias do feitiço de amarração do carneiro negro, diz assim conforme são Cipriano ensinou:

«se tu amares outra mulher sem que seja a mim (…) que te encerre num mundo das aflições (…)  e que de lá não saias senão para te unires a mim»

Trabalho de amarração de são Cipriano e preta Quitera;

Obra de são Cipriano; capítulo de «magia negra» , pagina 329

Estando assim feito, então – no feitiço de amarração do carneiro negro –  depois deve-se sobre o coração tudo terminar rogando a praga do feitiço de maldição, ao mesmo tempo que sobre o coração se faz 3 vezes a cruz de Cristo com uma vara de aveleira.

Note:

vara-de-aveleira-2A vara de aveleira deve ter sido previamente trabalhada e consagrado aos actos mágicos, através de um procedimento místico que a santifica. Ao usar-se a vara de aveleria para executar a cruz de Cristo, está-se a afastar da criatura amarrada todo qualquer outro trabalho que antes ela tenha sido infestada, para que assim o trabalho do santo entre nessa criatura e vença sobre qualquer outro trabalho antes feito !! Por isso mesmo o modo de feitura desta vara de de aveleira é mantido em grande segredo, pois que ele é uma das chaves de vencer sobre qualquer outro trabalho.

Sobre o uso de varas ou varinhas, eis que dizemos:

Já Moisés usou uma vara para abrir o mar !, e com uma vara Moisés fez as águas do Nilo virarem sangue!, e por isso o poder de varas devidamente consagradas por espíritos já vem descrito na bíblia!

Mais assim se sabe, pois olhai que assim se pode ler na obra de são Cipriano:

Lúcifer mandou cessar imediatamente a trovoada.

– Vais ser castigado com três mil varadas das com a vara boleante – disse Cipriano a Lúcifer.

 (…) Cipriano prendeu Lúcifer (…) e depois de o ter amarrado, disse-lhe: – vou castigar-te com três mil varadas (…) modo como se deve fazer a vara boleante para castigar o demónio (…) cortar vara de aveleira(…)

Obra de são Cipriano, versando sobre «Poderes ocultos», Capitulo 15º, ou «Requerimento que são Cipriano fez para retirar (…) o demónio do inferno (…) para ser castigado com a varinha de condão», Pag 192-193

Pois então:

Assim se sabe que na verdade as varinhas ou varas mágicas, elas servem para açoitar espíritos e forças espirituais, de forma a leva-los a obedecer e cumprir com as obras que lhes são requeridas.

Então:

Por isso mesmo a vara de aveleira é importante neste feitiço de amarração do carneiro negro, pois que é com ela que se garante que os feitiços de amarração feitos deste jeito vencerão a qualquer outro feitiço de amarração que antes haja sido lançado á criatura de que se pretende amarrar.

Isto explicado:

invocacao-espiritosNo final do feitiço de amarração do carneiro negro, o coração do carneiro negro deve ser ardido num holocausto maior em que se deve usar madeira de salgueiro e troncos de pinheiro com carvão sagrado e incensos ocultos do oriente.

No feitiço de amarração do carneiro negro, todo o holocausto deve ser alimentado com óleos consagrados e aspergido com bebida fermentada agradável aos espíritos que se estão a invocar.

Todo este feitiço de amarração do carneiro negro é oficiado e celebrado ao longo de 12 dias e 12 noites, pois a sua feitura é complexa, e é uma obra de grande empreendimento espiritual na qual apenas os treinados para lidar com ela, pode nela lidar.

Quais os efeitos dos feitiços de amarração do carneiro negro?

Pois assim sendo:

Nos feitiços de amarração do carneiro negro, conforme os 3 pregos ficam trespassados naquele coração, também o coração da criatura amarrada ficara trespassada pelo feitiço de amarração do carneiro negro!, e por isso a pessoa poderá ser livre de protestar como quiser, de teimar como quiser, de andar por onde quiser, que porem andará sempre em espirito a ser no espirito infestada e castigada por um purgatório de tormentos!, e  assim, será ate se entregar ao mandate da amarração,!, e por isso:

Nos feitiços de amarração do carneiro negro, essa criatura amarada acabará sempre entregando-se !!!!, pois quem comanda os destinos do homem  não é a teimosia do homem!, mas sim é o espirito em espirito decretando no destino do homem !!

Note-se:

Tudo isto passar-se-á inconscientemente na criatura amarrada, pois que o feitiço de amarração, ( como todos os feitiços), é coisa do espirito!, e por isso a pessoa não saberá nem suspeitará que está enfeitiçada!, nem terá consciência disso!, e quando se entregar, ela entregar-se-á pensando que tudo foi algo normal que aconteceu na vida dela.

Mais se explica:

Os feitiços de amarração do carneiro negro obedecem ao seguinte mandamento Bíblico, que são Cipriano bem conhecia, ou seja:

São necessários sete dias para a vossa consagração

Levítico 8,33

Pois assim se sabe que antes de receber as graças de um santo de Deus ou de Deus, deve ocorrer primeiramente um período de purificação e consagração a Deus daquele que pede e que fez promessas ou votos, e que esse período é de 7 dias.

Pois então:

Nos feitiços de amarração do carneiro negro, após 7 dias do feitiço de amarração do carneiro negro estar concluído, então começam-se a manifestar os efeitos do feitiço de amarração do caneiro negro, e dai em diante o feitiço começa em espirito a descer e a actuar na no espirito da criatura amarrada, e dai em diante a criatura amarrada será em espirito unida, ligada, atada e destinado ao mandante da amarração.

Por isso:

Os feitiços de amarração do carneiro negro começam dando efeitos 7 dias apos estar concluído, e dai em diante a pessoa estará em espirito amarrada!, e por isso dai em diante ela estará em espirito e no seu espirito unida, ligada e atada ao mandante da amarração!, e por isso dai em diante essa criatura estará em espirito condenada a entregar-se ao mandante da amarração!, e por isso – sendo este trabalho de amarração bem lidado – a pessoa entregar-se-á!, e disso jamais escapará!

Quer um feitiço de amarração do carneiro negro?

Quer verdadeiros feitiços de amarração?

Então peça a quem tem os segredos para fazer o feitiço de amarração como deve ser feito,. Pois não deve o leigo nem o desconhecedor ir meter as suas mãos naquilo que desconhece, e acabar por causar, (em si, ou em pessoas á sua volta), grandes males ou fatalidades!!

Então:

Escreva-nos!

 

feitiços de amarração, feitiço de amarração, feitiços de amarração e são Cipriano, feitiços de amarração do carneiro negro, feitiço de amarração do carneiro negro,

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Instrumentos mágicos

magia com velas7
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Instrumentos mágicos, instrumentos de magia

Existem 9 instrumentos mágicos que qualquer bruxo, bruxa, feiticeiro ou feiticeira necessitam lançar mão para ficarem causando o efeito magico que pretendem.

Então:

Vamos revelar com maior clareza, quais são os 9 instrumentos mágicos que concorrem para a boa feitura de trabalhos de magia.

varinha-magica

1

Varinha magica

a varinha magica ou a vara magica é um instrumento da maior importância para bruxos e bruxas

Moisés tinha uma vara mágica com a qual o profeta e mago invocou todo o tipo de sortilégios contra o faraó do Egito, com a qual abriu o mar vermelho, e com a qual tocando num rocha fez brotar água para saciar a sede do seu povo perdido no deserto. Ide ler a Bíblia, e você vai conformar isso mesmo.

Da mesma forma:

São Cipriano na sua obra também fala de vara mágica com a qual se comandam espíritos, pois ali está escrito:

Lúcifer mandou cessar imediatamente a trovoada.

– Vais ser castigado com três mil varadas das com a vara boleante – disse Cipriano a Lúcifer.

 (…) Cipriano prendeu Lúcifer (…) e depois de o ter amarrado, disse-lhe: – vou castigar-te com três mil varadas (…) modo como se deve fazer a vara boleante para castigar o demónio (…) cortar vara de aveleira(…)

Obra de são Cipriano, versando sobre «Poderes ocultos», Capitulo 15º, ou «Requerimento que são Cipriano fez para retirar (…) o demónio do inferno (…) para ser castigado com a varinha de condão», Pag 192-193

Pois então:

Assim se sabe que na verdade as varinhas mágicas, ou varinhas de condão, elas servem para comandar espíritos e forças espirituais, levando-os a realizar as obras e demandas que lhes são requeridas.

Pois então:

Varinha mágica é o instrumento através do qual o mago, a bruxa, o bruxo, o feiticeiro ou a feiticeira direcionam e canalizam energia, assim como manipulam as forças astrais e entidades espirituais que antes foram conjuradas para descer.

É dito que a própria varinha mágica possui um espírito ou uma energia mágica própria, pois que se sabe que é a vara que escolhe o bruxo, e não o bruxo que escolhe a varinha, motivo pelo qual a varinha acaba sempre aparecendo na vida do bruxo ou da bruxa de forma misteriosa.

amarracao1

2

Caldeirão

Caldeirão representa o útero feminino onde as forças da vida atuam, onde a gestação ocorre, e onde as forças da criação geram a vida.

Pois então: é no caldeirão que o feitiço começa sendo criado, e é no caldeirão que ele fica crescendo, multiplicando e ganhando vida, conforme um feto fica gerando e crescendo no útero.

faca-espada

3

Faca ou espada

Faca ou espada de bruxo e bruxa é um instrumento muito parecido com a varinha magica. Não é á toa que lendas como a do rei Artur falam de espadas mágicas como Excalibur, que parecem possuir alma própria, que rejeitam ser empunhadas senão por quem a espada escolheu, e que são fonte de poder sobrenatural para quem tendo sido escolhido pela espada, então está empunhando essa espada.

Pois então: tanto a vara magica como a faca ou a espada de bruxo ou bruxa funcionam de forma bastante idêntica, permitindo ao seu usuário a manipulação de forças astrais e entidades espirituais do plano astral ou espiritual. A faca é de especial importância na celebração de magia de sangue, pois é com ela que o bruxo realiza a extracção do seu próprio sangue para a feitura de rituais. Na magia negra ocorre o mesmo.

 

Magia - a magia na bíblia

4

Livro das sombras

é o livro onde o bruxo ou bruxa escrevem toda a sua experiência magica, ali descrevendo no maior detalhe as formulas, os encantamentos, os procedimentos e os rituais que usam, assim como detalhando os seus efeitos, o tempo de duração, o tempo que demoram para causar efeito, as fragilidades e os poderes de cada feitiço que experimentaram.

Sendo consagrado, o livro acaba ganhando alguma vida própria, pois acaba atraindo para si vibrações astrais e forças espirituais que atuam através dele, conforme também atuam através da vara magica e da espada magica. Por isso, por vezes quando está sendo consultado então o livro acaba misteriosamente se abrindo  na página que é útil ao bruxo ou bruxa, mesmo sem que ele faça nada para isso acontecer.

encantamento

5

Encantamento

Junto com o ritual é a parte visível do feitiço, e que é uma frase oralizada numa língua ancestral, ( como latim), ao mesmo tempo que conjugada com o movimento adequado da vara magica.

Através do encantamento – aliado com a atuação da vara magica – se faz apelo para que forças astrais e entidades espirituais do plano astral venham descer neste mundo, e sejam canalizadas num certo sentido e para uma certa finalidade mágica.

vassoura-bruxa

6

Vassoura

Essa mítica vassoura de bruxa, ela não serve para bruxa andar voando pela noite fora, mas antes:

para a bruxa,  a vassoura é um instrumento de limpeza espiritual, da mesma forma que para padre a agua benta é um meio pra limpar e expulsar más entidades.

Pois então:

vassoura de bruxa serve para essa mesma finalidade, ou seja:

para estar livrando locais e ate mesmo libertando pessoas de influencias espirituais negativas que vem para ficar atormentando alguém,  ou ate mesmo para ficar impedindo rituais de darem seus efeitos.

amarracoes666

7

Oferendas

Oferendas são elementos ou substancias deste mundo físico que possuem propriedades tanto naturais como espirituais que são agradáveis a uma certa força astral ou entidade espiritual, pelo que acabam constituindo um convite, um agrado,  e logo um jeito de estar invocando essas energias ou espíritos para descerem e ficarem disponíveis para atuar em favor do ato magico.

Ervas, comidas, bebidas, animais, carnes, secreções animais ou vegetais, minerais, cores, odores, são variados elementos e substancias que podem ser usados em oferendas.

Que tipos de oferendas existem?

Quando uma oferenda é de coisa comestível, ela se chama de oblação.

Quando uma oferenda é de coisa bebível, ela se chama de libação.

Tirando oblação e libação, então há também oferendas de velas de cores diferentes, incensos de aromas diferentes, perfumes de odores diferentes, variadas ervas, variadas especiarias, variados tabacos, e variados minerais, que usados da forma certa,( no local certo, na hora certa e do jeito certo),  ficam constituindo um apelo agradável e irresistível para certas forças espirituais e entidades espirituais que se pretenda estar convocando.

 

ciencias-ocultas

8

Ciências Ocultas

Por ciência oculta estamos falando de ciências sobrenaturais como astrologia, ou numerologia ou kabalah.

Então:

numerologia , ( ou  kabalah) – descobriram os sábios cabalistas hebraicos – é um método oculto e esotérico para traduzir e entender as influências astrais e forças espirituais que estão atuando no mapa astral e no perfil espiritual de uma pessoa, e assim tentar entender os equilíbrios espirituais que a podem conduzir em bons caminhos, da mesma forma que tentando diagnosticar os desalinhamentos astrais e desvios espirituais que a podem colocar trilhando em maus caminhos de vida.

Então:

fazendo esse diagnostico numerológico – que é efetuado através do teu nome e da tua data de nascimento – então é possível não apenas saber que harmonias ou desarmonias astrais estão jogando na tua vida e influenciando no teu espirito, como também entender que forças astrais e entidades espirituais se deve apelar para descer e repor vibrações e energias corretas na tua vida, assim te recolocando e direcionando no caminho de vida certo.

Então:

é por isso mesmo que trabalho de bruxaria acaba sendo recomendado por bruxos e bruxas apenas após – e depois –  de muito se ter analisado um certo perfil espiritual e astral através de NUMEROLOGIA, por forma a não apenas abrir caminhos nos teus desejos através da conjuração de forças astrais que te são favoráveis, como também invocando tantas e tamanhas influencias espirituais quantas as necessárias para descer numa pessoa…. até acabar – de tanto insistir – levando a pessoa que você quer a acabar trilhando vos caminhos que você quer.

dados-videncia

9

Lançamento de sortes: lançamento de Tarot, runas, ossos, conchas, etc.

Na verdade este instrumento mágico varia tremendamente de bruxo para bruxo.

Então: há bruxos que funcionam bem com Tarot, e porem há outros que funcionam melhor lançando conchinhas, e há outros que se ajeitam melhor lançando ossos, e outros ficam mais confortáveis lançando runas, e porem:

todas essas técnicas se fundamentam no mesmo principio, e que é o principio do lançamento de sortes, que está imensamente falado na bíblia.

Senão olhai:

Apóstolo Matias foi escolhido para preencher o lugar vagado por judas, justamente lançando sortes; ( Atos Apóstolos, 1, 23-26)

Então:

as sortes sagradas – ou lançamento de sortes –  foram lançadas incontáveis vezes para consultar ao espírito de Deus, assim se professando que um lançamento realizado a um espirito permite a esse espirito responder ao que se está consultando. – Conferi na Bíblia: Êxodo 28.30; Números 27.21; 1 Samuel 28.6; 1 Samuel 14:36-42; 1 Samuel 14:41; Josué  18:10; Provérbios 16, 33; Provérbios 18, 18, etc…..

Assim sendo:

o mesmo lançamento de sortes através de ossos, de conchinhas, de tarot ou de runas que certos católicos ficam apregoando se tratar de coisas do demonio, é na verdade a mesma técnica espiritual que foi usada pelo povo hebraico ao longo de milénios para ir consultar ao espirito.

Irónico, não é?

Então:

Lançando cartas de Tarot, ou lançado conchas, ou lançado runas, ou lançando ossos, tudo isso é uma forma dos espíritos que estão sendo consultados falarem a quem os esta consultando, pois eles invisivelmente – por meio de energias e forças astrais  – interferem na forma como o lançamento acaba ocorrendo e caindo na mesa, da mesma forma que espirito também fica afetando e influenciando a forma como um ponteiro se fica movendo em uma mesa de Ouijá. ( sobre o tema, ide tambem ler: consultas aos espíritos)

quereis um verdadeiro trabalho de magia?

Escreva-nos!

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

feitiços de amor

amarracao-bonecos-cera
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Feitiço de amor, feitiços de amor

w18

Feitiços de amor são os mais misteriosos feitiços, e feitiços de amor aqueles não apenas mais indomáveis, (por isso apenas ao alcance de quem verdadeiramente domina as artes do oculto) , como também os feitiços de amor são dos feitiços mais insondáveis, pois que atuam na mais misteriosa força da vida, que é o amor!

Pode-se observar a dificuldade em fazer e dominar os segredos dofeitiço de amor – também chamada magia para o amor – através dos textos de são Cipriano, onde ali se pode ler:

– tu [ bruxa Évora] eras capaz de fazer mil feitiços, mas não o do amor! Mas agora aprendeste. Agora sim, és capaz de praticar a magia do amor

Obra de são Cipriano, extraído de Tomo prateado, pag 41

Pois assim se sabe:

nem mesmo a bruxa Évora de Portugal, ( a maior bruxa do seu tempo!), conseguia dominar na perfeição o feitiço de amor!, e foi preciso que são Cipriano lhe revelasse certos segredos para que a bruxa Évora de Portugal passasse a dominar a feitura dos feitiços de amor!, ou da magia para amor!

Olhai então:

Do amor tudo nasce, e o amor é mais poderosa força criadora do universo!

Por amor tudo se edifica!, assim como por amor no maior abismo se cai! Por isso: feitiços de amor lidam com a mais misteriosa e insondável força da existência!, e que é ao amor!

Pois por isso: não admira que os feitiços de amor sejam aqueles mais polémicos!, e que sejam os mais falados!, e ate mesmo os mais ansiados!, e que eles sejam tao controversos!, pois que eles tentam manusear á própria força criadora e impulsionadora da vida!, que é:

o amor!

Olhai: quando um amor ocorre numa vida, ele jamais ocorre por coincidência nem por acaso, pois no universo não existe nem coincidência nem acaso!

E porem: nem sempre á fácil entender porque um amor ocorreu e mudou uma vida, apenas para depois afundar essa vida em sofrimento e abandono!

Contudo, assim se diz: embora não seja fácil compreender os misteriosos motivos do universo, porem uma coisa sabe-se: nada acontece por acaso!, e por isso por vezes o amor pode ter obstáculos da mesma forma que uma pessoa pode adoecer!

Então: nesses momentos da mesma forma que a pessoa doente deve ir ao médico e curar-se, pois também a pessoa sofrendo de amor deve recorrer de feitiço de amor para vencer nesse amor!

como é feito um poderoso feitiço de amor?

a feitura dos feitiços de amor, (feitos conforme o ensinamento de são Cipriano e da bruxa Évora de Portugal), são feitiços de amor obedecem a 6 passos básicos, conforme passamos a descrever:

1

poderosos feitiços de amor – feitos conforme o saber e os ensinamentos de são Cipriano e bruxa Évora – são normalmente celebrados ao longo de 13 dias e 13 noites!, pois assim se pode ler na obra de são Cipriano:

decorridos 13 dias corta-se-lhe a cabeça, de um golpe só,  com facão ou machadinha bem afiado, sem que ela dê um único pio

Obra de são Cipriano conforme ancestral escrito de «Flos Sanctorum», pag 50

Pois assim se sabe:

13 dias é o período de tempo no qual deve decorrer os ofícios de poderosa feitiçaria!, e por isso feitiço de amor é feito ao longo de 13 dias, pois  ensinou a bruxa Évora que por 13 dias deve ser celebrada poderosa magia de amor para se conquistar a pessoa amada!, e foi isso que são Cipriano assim o anotou nos seus manuscritos!

2

no feitiço de amor, durante 13 dias e 13 noites são oficiadas 13 missas negras, nas quais 13 rituais de amarração Vodu são oficiados, e nos quais 13 corações de gado negro e virgem são oferendandos.

3

no feitiço de amor, pentagramas desenhados a sangue, também ladeados com selos ocultos ou símbolos demoníacos –  também riscados a sangue – tudo por forma a realizar poderosa conjuração dos espíritos que se pretende fazer descer para amarrar as pessoas que se desejam amarrar através do feitiço de amor!

4

No feitiço de amor é de extrema importância usar da fórmula certa de ervas ocultas, de substâncias incensórias do oriente, e de plantas raras, para – ligando todos esses ingredientes numa combinação com dosagens precisas! –  se conseguir alquimicamente produzir o pó magico certo a aplicar, seja salpicando-se por cima dos bonecos vodu no momento de os trabalhar!, seja para misturar no sangue que será usado em aspersões, e no desenho dos pentagramas e símbolos ocultos.

5

no final do feitiço de amor, os corações de gado negro e virgem que foram oferendados, serão então imolados num holocausto infernal, assim elevando aos espíritos uma poderosa oferenda invocatória do seu agrado!

6

Da mesma forma:

no final do feitiço de amor os bonecos vodu são sepultados em solo sagrado!, de preferência junto de um cemitério!

feitiço de amor, feitiços de amor –  

o que acontece depois de um feitiço de amor estar feito?

Uma vez feito um feitiço de amor, então a pessoa amarrada pelo feitiço do amor verá o seu espirito – a sua alma – ser em espírito ligado, unido e destinado ao espirito do mandante do feitiço de amor!, pelo que a partir dai a pessoa pode dar as voltas que quiser na sua vida, que porem essa pessoa amarrada por feitiço de amor irá sempre acabar ao lado e do lado da pessoa que encomendou o feitiço de amor!

Por isso: não vale a pena andar a divagar nem a especular sobre a forma nem os meios pelos quais um feitiço de amor acaba fazendo duas pessoas unirem-se, pois a magia é misteriosa!, e os caminhos da magia são insondáveis!, e por isso sabe-se lá porque meios – porque circunstancias e porque caminhos – as forças da magia e as energias do espirito vão penetrar no próprio tecido a existência do universo, e assim alterar as engrenagens dos destinos de duas pessoas!, dessa forma em espírito cruzando e ligando os rumos de vida das pessoas amarradas por um feitiço de amor!

Pois por isso: por vezes tudo pode acontecer pelos mais estranhos caminhos e através das mais inesperadas circunstâncias!

Por isso há quem diga:

«mas eu encomendei um feitiço de amor, e logo depois as coisas pareceram piorar!, ou a pessoa enfeitiçada pelo feitiço de amor pareceu até piorar!»

A isso responde-se:

se tais eventos começaram acontecendo depois do feitiço de amor estar feito, então nisso não há coincidência!, e é evidente que o feitiço já está atuando!

E porem: o feitiço de amor pode é não estar atuando de uma forma que nós humanos consigamos compreender nem alcançar!, poisnós humanos diante do universo somos como minúsculas formiguinhas diante de uma cordilheira de gigantes montanhas!, e por isso sabe-se lá que misteriosos eventos o universo começou desencadeando agora, ( e que nós não entendemos!), mas que mais tarde vão acabar dando naquilo que você quer?

Nunca vos aconteceu ter-vos sucedido algo na vida que na hora em que ocorreu vocês se lamentaram e acharam que era terrível?, apenas para depois – anos depois – olharem para trás e concluírem: «ainda bem que aquilo me aconteceu!, pois se não fosse assim então eu não estaria agora como estou»?

Olhai:

Você não conhece o exemplo daquela pessoa que amaldiçoou a sua sorte na hora de perder um voo de um avião – e que por consequência acabaou perdendo um grande negocio – apenas para horas mais tarde descobrir que o avião caiu?, e que todos os passageiros morreram? Então:

na hora de perder o avião a pessoa achou tudo estava errado na sua vida!, e que a sua vida estava piorando!, e que tudo estava errado!

E porem:

horas depois essa mesma pessoa alegrou-se com agradecido alivio, pois que afinal aquilo que antes lhe pareceu uma adversidade piorando a sua vida, afinal acabou sendo um milagre que acabou salvando a sua vida!

Então:

na magia é assim mesmo:

sabe-se lá que desígnios tem as forças espirituais do universo!, pois que elas sabem bem mais que qualquer humano!, e por isso:

não se alarme!, e deixe a magia atuar!, mesmo que ela esteja atuando por caminhos misteriosos e incompreensíveis!

O que se deve fazer depois do feitiço de amor?

ser uma pessoa feliz!, ser uma pessoa positiva, e ir viver a vida esquecendo o feitiço de amor que foi feito!

Porquê?

Por dois motivos:

primeiro:

se você andar todo o dia pensando no feitiço de amor, isso será como andar a toda a hora abrindo o forno onde você colocou um bolo cozendo! Pois então: de tanto ir abrir a porta do forno –  na ansiedade de ver como o bolo está cozendo – você vai é estragar bolo!, e acabando sem bolo algum!

Então: conforme o bolo necessita do seu tempo para estar quieto dentro do forno – cozendo sem pressas e como deve cozer – também o feitiço de amor necessita de ser deixado em paz!, para poder invisivelmente ir fazer aquilo que tem de fazer!, sem ter a toda a hora um picuinhas coca-bichinhos ansioso respirando irritantemente nas suas costas!, pois isso acabará apenas irritando as entidades espirituais!, e causando efeitos contrários aos que se pretendia!

Segundo:

se você disser que apenas vai ser feliz depois do feitiço dar resultado, e se entretanto você andar lamuriando-se pelos cantos e sempre pensando negativamente, então  você apenas vai atrair coisas negativas!, pois o feitiço de amor é como uma chave que abre as portas da sua vida!, e por isso:

dai em diante se você viver positivamente então você vai atrair coisas positivas, e então coisas boas e um grande amor vão entrar por essa porta da sua vida!

Ao contrário:

se você viver sempre azedo, sempre amargo, sempre rancoroso, sempre ansioso, sempre desconfiado, sempre negativo…. então você vai acabar atraindo apenas o lado negativo do amor!, e vai acabar vendo apenas coisas negativas entrar por essa porta!

Olhai:

a magia abre portas na nossa vida, seja no amor ou seja naquilo que for!

Por isso:

quem usa da magia com alegria e positivamente fará coisas boas florescer na sua vida!, ao passo que quem usa da magia com azedume e negatividade, logo vai fazer florescer apenas coisas negativas e amargas na sua vida!

Por isso:

uma vez o feitiço de amor estando feito, então esquecei-o!, e ide viver com alegria e com postura espiritual positiva!, e não esteja sempre acabrunhado,!, nem passe todos os dias matutando no feitiço de amor!, nem esteja sempre a cismar no feitiço de amor!, nem esteja sempre tentando entender como o feitiço de amor está – ou não está – atuando!, nem passe os dias mortificando-se e olhando para o calendário!, pois a magia é coisa oculta e misteriosa que lida com os mistérios do espirito, e que por isso se move sempre por caminhos misteriosos que estão para alem do alcance da vista, da compreensão e da racionalidade humana!

Por isso:

quem leva a magia remoendo-se dessa forma negativa acaba apenas atraindo coisas negativas, e quem recorre da magia com espirito positivo então acaba atraindo maravilhas e alegrias!

Cuidai:

não lide com a magia da forma errada, querendo isto dizer:

não faça exigências á magia como se você estivesse lidando com um animal amestrado!, pois a magia é como animal livre e selvagem!, e por isso lidando-se da forma certa esse animal proteger-lhe-á e dar-lhe-á tudo!, e porem tratando-o da forma errada então esse animal pode acabar mordendo e ferindo!

Por isso:

depois de recorrer da magia, então daí em diante libertai a magia!, e deixai a magia correr livre pelo universo! e atuar livremente como ela quer e quando ela entende!, pois a própria essência da magia é isso mesmo, ou seja: é liberdade, é o etéreo do «outro mundo» invisível que se acaba imiscuindo e atuando neste nosso mundo visível das formas mais insondáveis e imperscrutáveis!

Assim sendo:

agindo dessa forma e atuando com a postura certa, então o feitiço de amor dar-lhe-á fruto maravilhoso!, e o feitiço de amor vai dar fruto quando menos se espera!, e pelos caminhos mais inesperados!

Então:

Quereis encomendar um feitiço de amor?

Desejais encomendar feitiços de amor?

Escreva-nos!

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Antiga oração de são Cipriano para livrar de todos os males

Grimório do Papa Honório
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Antiga oração de são Cipriano para livrar de todos os males

Sao_cipriano

quem se quiser livrar de todos os males através da intercedência de são Cipriano, então ore esta oração, e quando o fizer então peça piedosamente misericórdia por todos aqueles que também, ( através deste antigo e verdadeiro altar de S. Cipriano), também estiverem a ler esta mesma oração, pois quem pedindo misericórdia para si também a pede para os outros, então une o seu pedido numa corrente de oração que será aos espíritos  elevada! e pelos espíritos escutada!

Então:

eis a antiga oração de são Cipriano para livrar de todos os males:

ORAÇAO DE SÃO CIPRIANO PARA LIVRAR DE TODOS OS MALES

Cipriano, filho de Deus Todo Poderoso, Deus Uno e Trino. Criador do Universo, com o coração contrito, pesaroso por não havê-lo servido durante toda a sua existência, pesarosos pelos pecados que cometeu, dirige a sua prece ao Senhor, agradecendo ao Criador a graça de dele se haver-se compadecido.

Meu Senhor e meu Deus, do fundo do meu coração, agradeço-vos os favores com que me haveis beneficiado. Senhor Deus, auxiliai-me, infundi-me a Vossa graça. Dai-me a necessária resistência ao mal, concedendo-me a graça de desligar i que havia sido ligado, de ligar o que havia sido desligado, invocando o Vosso Santíssimo Nome. Gloria a Deus nas Alturas por todos os seculos dos seculos. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Assim seja:

Senhor Jesus Cristo, Vós que viveis e reinais por todos os séculos dos seculos em unidade com o Espírito Santo de Deus. Sou vosso servo Cipriano, e proclamo a Vossa Gloria, dizendo: Deus Eterno, Omnipotente, que estais no alto dos Ceus, consubstancial com o Pai, louvado sejais no ceu e na terra.

Senhor Deus, Vós sabeis que outrora eu me achava sob o poder do Príncipe das Trevas. Eu ignorava os ventos, as nuvens, as águas do mar e dos rios, ligava mulheres, ligava os homens. Com os meus malefícios eu esterilizava os campos. Anuladas sejam todas as bruxarias, feitiçarias que estejam impendendo maldição sobre a semente dos homens e o ventre das mulheres.

Muitos agradecimentos Vos dou, me Deus, por me haverdes revelado o vosso Santíssimo Nome, que neste momento humildemente invoco para que seja desfeitas, desligadas e limpos. O mal secava as fontes, fazia brotar espinhos no chão, e lançava corporadas nesta pessoa, ( dizer o nome da pessoa), Invoco-os, Deus poderoso, para que seja desfeitos todos os ligamentos de homens e de mulheres ( fazer o sinal da cruz)

Desligai os mares, para que os navegantes façam boa viagem e os pescadores as suas pescarias. Desligais os rios, os ribeiros, as águas e as nuvens, para que as águas caiam do céu fertilizantes como sementes. Desligai os pensamentos, os sentimentos, as almas e os corações de todas as criaturas, para que possam agir no sentido do bem e da caridade. Desligai Senhor, tudo quanto estiver ligado no corpo desta criatura.

Em vosso nome, eu desato, desligo, rasgo, corto, desalfineto, lavo, limpo e liberto de todo e qualquer bruxedo ( fulano), afastando, atemorizando qualquer preposto do Demonio que tenha sido agente mandatário ou mandante , por suas artes infernais.

Glórias Vos sejam dadas, no Céu e da terra, por todos os seculos os seculos, e paz aos homens de boa vontade. Assim seja.

Senhor Deus, Omnipotente, Criador do Ceu e da terra. Pelo Vosso Poder, Isarel foi alimentado no deserto pelo maná que caia do céu. Moisés, fez jorrar água de um rochedo. Pela Vossa Misericórdia, pelo Vosso Poder, livrai este vosso filho, ( fulano), de todos os ligamentos, feitiçarias, bruxeados, das hordas de Satanás e dos seus demónios.

Que esta oração seja um escudo para quem a trouxer consigo, um escudo contra todos os males. O seu corpo esteja fechado ás obras do Diabo e das legiões infernais. Assim seja.

Esta vosso servo, ( fulano), estará livre de tristezas, doenças, encantamentos, furtos, bruxedos, artes e artimanhas do Maligno. Do oriente, do Ocidente, do Norte e do Sul, de dia e de noite, em casa, na rua, ou em qualquer parte onde estiver, não virá o mal molesta-lo nem que seja feito o enviado pelas potências infernais. Assim seja.

Senhor meu Jesus Cristo, Luz da Luz, Deus Vivo, concebido no sagrado ventre de Maria Virgem por obra e Graça do Espirito Santo. Em Seu Nome e pelo seu Poder, este servo de Deus, ( fulano), não será atormentado pelos anos maus, pelos espiitos perturbadores e maléficos. Vosso servo, ( fulano), estará protegido em sua casa, naquilo que possuir de modo a que o Diabo não terá nenhum poder ou influencia sobre ele.

Santa Maria Mãe de Deus, Virgem Santíssima, Rainha dos Anjos, cobrirá este servo, ( fulano), com o seu manto puro, protegendo-o contra as insidias dos apaniguados do Diabo. Pelo poder a graça da Virem Maria, nada acontecerá ao servo, ( fulano) nem da parte de homens, feiticeiros, bruxas, nem da parte de demónios do inferno.

São Bartolomeu e Santa Barbara, são Jerónimo e Santa Inês, Santa Gertrudes, são Cristóvão, são Jorge, são Simeão, santo Antão, que estejais gozando felicidade eterna, na corte celestial, com o coro dos Serafins e Querubins, dos Anjos e dos Arcanjos, , dos Tronos e Potestades, com o Seráfico são João Batista, São João Evangelista, os Onze Apóstolos, as onde mil virgens, os poderes vigilantes contra as obra do demonio.

Pela palavra dos profetas Isaias e Jeremias, Daniel Oséas, Habacuc, David, Salomão, pelos sofrimentos de Jó, pelas orações de Jonas, engolido pela  baleia, pelos sofrimentos de todos os vossos patriarcas e mártires, Senhor Deus, guardai vosso sevo, ( fulano). Ficarão desfeitas todas as feitiçarias, em qualquer parte do corpo, cabeça, face, olhos, ouvidos, boca, peito, braços, mãos, ventre, pernas, pés, cabelos, unhas, em qualquer roupa que tenha usado, esteja usando ou venha a usar; nas coisas que lhe pertencerem, pertencem ou ainda venham a pertencer, pelo poder protetor de Gabriel, Miguel, Rafael, e Fanael, espíritos que assistem diante do trono do Senhor dos Exércitos, Nosso Senhor.

Desligados serão todos os malefícios que contra este servo, ( fulano) tenham sido feitos em madeira, pedra, lã, qualquer outra matéria, em objetos, livros, perfumes, camisas, em qualquer coisa, em criaturas mortas, em sepulturas, em ossos, em cinzas, em ervas, em pedras, em vinhos, em qualquer bebida com álcool ou sem álcool.  Sejam estes malefícios feitos em casa, na rua, em igrejas, cemitérios, lugares desertos, a qualquer hora do dia ou da noite, em qualquer dia da semana, em qualque mês do ano, em qualquer fase da lua, ou sob os raios de qualquer astro.

Tudo isso, agora e para sempre, pelo poder e em nome de Deus Criador Todo Poderoso, de Nosso Senhor Jesus Cristo, pela Graça de Maria Santíssima Virgem Mãe de Deus, dos Anhos e dos Justos da Corte Celestial, fica e ficará desfeito, desligado,  desalfinetado, moído, separado e anulado.

Assim seja.

Em Nome do Pai, do Filho, do Espirito Santo, louvores a Deus por todos os seculos. Assim seja.

ámen!

Assim sendo:

Deixamos-vos esta santa oração para que a useis orando-a por 7 dias como escudo protetor!, pois que valorosa é esta oração de são Cipriano para livrar do mal!

E porem:

se ao fim de 7 dias, então esta oração não der resultado, então escrevei a este altar, e vinde encomendar um trabalho de são Cipriano!, pois que nesse caso o vosso mal é grande!, e por isso:

esse mal que vos infesta não se vai curar apenas com uma simples oração!, da mesma forma que um cancro não cura com um simples comprimido para a enxaqueca!, pois cada mal tem o seu remédio!, e assim sendo:

se para um mal menor um simples remédio serve!, porem para males maiores é preciso usardes de remédios maiores!

Assim sendo, explicamos:

esta oração é ancestral, é secular, e poderosa e tem frutificado em frutos de livramento do mal, de banimento do melífico, de invocação de bênçãos.

Por isso:

Se lendo essa oração por 7 dias atingirdes aquilo que desejais, então não vos esqueceis que escrever a este altar, e de contribuir com a vossa esmola para a sobrevivência desta obra de são Cipriano.

E porem:

se ao fim de 7 dias, ( nem mesmo recorrendo da corrente de oração aqui orada), não haveis aberto caminhos na vossa vida…. então escrevei a estes irmãos, pois que o vosso assunto necessita ser empreendido através das artes e do trabalho de são Cipriano, pois olhai:

para todo o mal existe um remedio, e porem nem todo o remedio serve para todo o mal!

Então:

Existem por isso – isso é reconhecido – males menores que necessitam de remédios mais simples, ( como uma simples oração), e porem também existem males maiores que necessitam de maiores remédios!, como um TRABALHO de são Cipriano!

Por por isso:

não havendo ao fim de 7 dias encontrado nesta oração a cura para o vosso mal, então não percais mais tempo em soluções vãs e inúteis, e vinde com urgência encomendar aos trabalhos de são Cipriano!

Nesse caso:

Escreva-nos!

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Altar Blog

Recomende, partilhe e vote nesta matéria
altar são Cipriano

Altar são Cipriano

Altar de são Cipriano e bruxa Èvora

trabalhos de magiaamarraçõesMagia negraBruxariabruxarias de magia negra para todos os fins

o BLOG do VERDADEIRO E ANTIGO ALTAR MÍSTICO DE SÃO CIPRIANO.

Agora em blog!, mais interactivo!, e em permanente actualização!

Altar Místico de São Cipriano  © 

Fundado/ Estated : desde 2005.  Mais de 100 relatos verídicos. Mais de meia década trabalhando em são Cipriano –

ATENDIMENTO ONLINE GRATUITO.  Escreva-nos!

© Estatutos, fundação e constituição segundo «Manifesto Doutrinário», constante de registo em Oficio nº 5244-MC ; averb. Reg. Nº 5847/2009

Santuário e casa de oração sem fins lucrativos. Altar privado de culto religioso, místico, espiritual e esotérico. 

pactos

amarraçõesamarraçãoamarrações amorosas , amarrações de magia negramagia negramissas negrasbruxosbruxos sériosbruxobruxos em Portugalbruxariabruxariasfeitiçostrabalhos de bruxariatrabalhos de magiatrabalhos de magia negra

altar são Cipriano e bruxa Èvora: magia negra, trabalhos de magia negra, trabalhos de magia, trabalhos de amarração, bruxaria, bruxarias, bruxarias de magia negra, bruxarias de amarração, bruxedos, bruxas, bruxa, bruxos, bruxo, feitiços, bruxos em Portugal, bruxos sérios, bruxas em Portugal, bruxaria em Portugal, amarração, amarrações, amarrações amorosas, missas negras, 

O altar de são Cipriano é uma congregação e comunidade religiosa on line de pessoas que partilhando e professando a mesma fé comum na religião da Santeria, assim livremente se associaram on line, ( numa livre associação e comunidade religiosa online, informal e sem personalidade jurídica), para prestar culto aos santos e exercer a sua devoção á obra mística e espiritual de são Cipriano. Por assim ser, o altar de são Cipriano presta os seus atendimentos online, conforme a tradição de atendimento á distancia que foi por são Cipriano ensinada, ( veja: tradição de atendimentos á distancia). Os nossos sacerdotes tem presentemente mais de 1000 seguidores online, e a nossa comunidade religiosa online tem mais de 500 seguidores e fieis.

O altar de são Cipriano possui terreiros de santo privados e fechados – para a execução de trabalhos de são Cipriano – em Setúbal, em Èvora, em Fátima e em Braga – Portugal –  e também tem irmãos – associados na fé –  no Brasil, Angola, Moçambique e em New Orleans – Louisiana – Estado Unidos da América, onde ali estão fieis de origem crioula e herdeiros da ancestral tradição espiritual Vodu.

O Altar de são Cipriano é por isso uma associação religiosa, associação de facto – informal e sem personalidade jurídica – constituída conforme o Art 46º da CRP, assim como conforme a Lei de liberdade religiosa, ao abrigo do disposto no “f” do art 8º da Lei n.º 16/2001, de 22 de Junho; Associação religiosa constituída conforme princípios religiosos e doutrinários de «Manifesto Doutrinário», legalmente reconhecido e registado em Oficio nº 5244-MC ; averb. Reg. Nº 5847

A Umbanda é uma religião juridicamente reconhecida no Brasil, conforme art.º 5º da CRFB, assim como paragrafo 1º do art.º 215 da Constituição Federal, e também Lei nº 12.644 de 16 de Maio 2012.

A SANTERIA – ou culto aos santos – é uma religião juridicamente reconhecida nos Estados Unidos conforme jurisprudência do Supremo Tribunal no caso Church of Lukumi Babalu Aye, Inc. v. City of Hialeah, de 1993

Em Portugal exercemos a SANTERIA – ou o nosso culto religioso aos santos, a Deus e ás divindades – conforme a Lei nº 16/2001 de 22 Junho sobre “liberdade religiosa”.

altar-sao-cipriano-foto

VERDADEIRO E ANTIGO ALTAR MÍSTICO DE SÃO CIPRIANO ©

Magias, encantamentos,  magia negra, bruxaria, amarrações, ritos, conjuros, feitiçaria secular, conjurações, esconjurações, intercedências, invocações, rituais. Santeria, culto religioso, místico e espiritual aos santos, espíritos, assombrações e aparições. Bruxarias de amarração, bruxarias de magia negra para todos os fins.

Mestre Jorge; Mestre Daniel; Mestre Tiago; Mestre Paulo

ATENDIMENTO ONLINE GRATUITO.  Escreva-nos!

Altar de são Cipriano e bruxa Èvora – O caminho dos santos, Culto religioso aos santos, espíritos, assombrações e aparições; Bruxaria, magia negra, amarrações, bruxedos para todos os fins; estatutos, fundação e constituição segundo «Manifesto Doutrinário», constante de registo em Oficio nº 5244-MC ; averb. Reg. Nº 5847/2009

trabalhos_logo

VERDADEIRO E ANTIGO ALTAR MISTICO DE SÃO CIPRIANO

 

Trabalhos, ensinamentos e bruxarias do altar. Leia tudo:


ATENDIMENTO GRATUITO ONLINE . Escreva-nos!

amarraçõesamarraçãoamarrações amorosas , amarrações de magia negramagia negramissas negrasbruxosbruxos sériosbruxobruxos em Portugalbruxariabruxariasfeitiçostrabalhos de bruxariatrabalhos de magiatrabalhos de magia negra

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

São Cipriano – O Mago dos magos

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

São Cipriano – O Mago dos magos

SL - Saint Cyprian.cdr

 

São Cipriano

O Mago dos Magos, o santo de Deus

Tascius Caecilius Cyprianus, nasceu na cidade de Antioquia.

Antioquia era uma cidade antiga erguida na margem esquerda do rio Orontes, na Turquia. Foi nesta cidade que, quando o Cristianismo era apenas uma pequena seitareligiosa,  Paulo pregou o seu primeiro sermão numa Sinagoga, e foi também aqui que os seguidores de Jesus foram chamados de Cristãos pela primeira vez.

Historicamente, há quem defenda que São Cipriano Bispo de Cartago, ( Cartago, o coração do grande império fenício que existiu no Norte de Africa e que rivalizou com o império romano pelo controlo do mediterrâneo) e são Cipriano de Antioquia,( de cognome «o feiticeiro», ou «o mago dos magos»), nascido na cidade que existiu na zona entre Turquia e Síria, e que era chama «a mais bela cidade do oriente», são figuras históricas totalmente distintas. Ao contrario, muitas outras fontes afirmam que São Cipriano o Bispo de Cartago, e São Cipriano «o Feiticeiro», se tratam da mesma figura histórica, sendo que por motivos de ocultação da vida pecaminosa de São Cipriano antes da sua conversão, se procurou criar a ideia que o São Cipriano santificado era uma figura totalmente distinta do São Cipriano o bruxo, assim retirando de São Cipriano o Bispo e o Santo, a pesada macula de todos os seus anteriores pecados. São teses históricas, umas mais defensáveis que outras, mas que de qualquer das formas são unânimes em confirmar a existência de São Cipriano. Cremos pessoalmente, que tal como afirmam as mais ilustres obras que versam sobre São Cipriano, que Cipriano o Bispo de Cartago, e Cipriano o Bruxo, são a mesma pessoa.

Muitos perguntam: e porque é que acreditam nisso dessa forma? Respondemos sempre: porque não somos historiadores mas sim homens de fé!, e por isso acreditamos em são Cipriano não na perspectiva de historiadores nem de cientistas, mas sim  na perspectiva da fé!, da mesma forma que quem acredita em Jesus falá-lo-á não numa perspectiva da precisão histórica nem cientifica, mas sim na perspectiva da fé! È como a arte sacra que vemos nas igrejas, ou seja: essa arte não foi concebida para ser um retrato cientificamente preciso, mas sim para ser um ícone inspirador de fé! Não se pode por isso olhar para o tecto da capela Sistina como quem olha para um compêndio de ciências históricas!, pois aquela obra é suposto ser um ícone inspirador de fé!, e não um tratado de antropologia nem de física quântica!

Isto explicado:

Quanto a São Cipriano de Antioquia, o bruxo e santo:

Antioquia era a terceira maior cidade do império romano, conhecida pela sua depravação. Nesta metrópole conhecida por “Antioquia, a bela”, ou a “rainha do Oriente”, ( talera a beleza da arte romana e do luxo oriental que se fundiam num cenário deslumbrante), a população era maioritariamente romano -helénica, e o culto dos deuses era a religião oficial. Alguns dos cultos religiosos estavam associados a deusas do amor e da fertilidade, pelo que a lascívia, perversão e a libertinagem eram famosas nesta cidade.

Foi neste ambiente religioso e cultural que Cipriano nasceu, havendo sido admitido num dos templos sagrados da cidade para realizar os seus estudos sacerdotais e místicos.

Filho de Edeso, ( pai), e Cledónia , ( mãe), Cipriano nutria uma verdadeira vocação e gosto pelos estudos místicos e religiosos. Assim, Cipriano dedicou a sua vida ao estudo das ciências ocultas, sendo que ficou conhecido pelo epíteto de o «feiticeiro». Cipriano alcançou grande fama e o seu nome foi reconhecido enquanto um poderoso feiticeiro, capaz de grandes prodígios.

Cipriano nasceu em 250 d.C. Era descendente de uma prospera família e  filho de pais abastados e crentes das divindades pagas , que cedo o entregaram ao sacerdócio de Deuses.

Cipriano entrou assim em contacto com as ciências ocultas, e aprofundou afincadamente os seus estudos de feitiçaria, rituais sacrificiais e invocações de espíritos, astrologia, numerologia, etc.

são Cipriano - o mago dos magos

Cipriano é por isso conhecido pelo «mago da fenícia», ou o grande mago «fenício», pois que é nas artes da magia fenícia que Cipriano é instruído, e são essas artes de magia fenícia que são ministradas a Cipriano, ou seja, Cipriano fica desde jovem conhecedor dos segredos do culto aos Deuses fenícios conforme eles eram ministrados nos templos pagãos da Fenícia, templos esses a quem até Salomão havia prestado culto e aprendido com os seus segredos ocultos.

Cipriano não se limita aos seus estudos no sacerdócio de magia fenícia, e desejando aprofundar os seus estudos ocultos,viaja pelo Egipto e pela Grécia, angariando conhecimento com vários mestres e sacerdotes místicos; Cipriano estuda desde as mais ancestrais técnicas astrológicas, á numerologia hebraica, e demais artes místicas e mistérios sacrificiais.

A sede de conhecimento místico de Cipriano era insaciável, e por isso contam-se historias lendárias de como ainda sendo bruxo, Cipriano – não hesitando em fazer o que quer que fosse para aprender segredos místicos – Cipriano fez-se passar por clérigo para obter conseguir obter segredos mágicos de fieis tementes a Deus, numa sede imparável por saber oculto que não se refreava diante de nada para aprofundar o saber místico.

Cipriano é conhecido no seu tempo como o «mago da fenícia», ou «o grande mago fenício». O império fenício era um império essencialmente de natureza marítima e comercial, sendo que os fenícios eram os maiores e mais prósperos comerciantes do seu tempo. O império fenício expandiu-se em rotas comerciais que vão desde a antiga Canaã – nas zonas litorais do Líbano, Síria e norte de Israel – mais para norte – até Chipre e Turquia – e mais a sul por toda a costa mediterrânica, passando pelo litoral Egípcio, por Cartago, pela Itália, pela Grécia, por Marrocos, estendendo-se até á península hibérnica. O alfabeto fonético fenício é considerado o ancestral de todos os alfabetos modernos, assim se demonstrando o grau de elevação cultural deste povo. A civilização fenícia – tal como a Canaanita – era conhecedora de grande e profundos conhecimentos esotéricos, religiosos e místicos, sendo as mais conhecidas das suas cidades aquelas mencionadas na Bíblia, ou seja: Tiro, Sídon e Biblos. Os deuses fenícios foram adorados também pelo rei hebraico Salomão, que se diz ter ficado – tal como Cipriano – detentor dos seus segredos, e assim ter sido o mais próspero rei do seu tempo. Serve isto para explicar o meio histórico e religioso em que Cipriano viveu, e que lhe permitiu ter acesso aos grandes segredos místicos dos Fenícios, dos seus deuses e das suas práticas esotéricas e religiosas.

Por volta dos seus 30 anos, Cipriano encontra-se estabelecido na Babilónia, já depois de ter feito uma imensa peregrinação que o levou a passar pelo Egipto.

Nessa peregrinação em busca de sabedorias espirituais, Cipriano também viajou através das rotas comerciais fenícias,(que se estendiam do mar mediterrânico ao atlântico sul),  passando assim por importantes cidades e centros de conhecimento. Foi por isso mesmo que – dizem as lendas – Cipriano acabou por fazer uma passagem pela península ibérica, ( onde agora fica Portugal e Espanha), e onde Cipriano conheceu a bruxa Évora.

Estudando com ela, Cipriano desenvolve as artes da bruxaria segundo as tradições místicas dos Caldeus.

Após o falecimento da Bruxa Évora, Cipriano herda os manuscritos esotéricos da Bruxa Évora, dos quais extrai muita da sua sabedoria oculta.

Ao fim de algum tempo, Cipriano já domina as artes das ciências de magia negra, contactando demónios.

Diz-se que se tornou amigo íntimo de Lúcifer e Satanás, para os quais conseguia angariar a perdição de muitas belas e jovens mulheres, o que muito agradava aos diabos, que em troca lhe concediam grandes poderes sobrenaturais.

Com os poderes infernais que lhe advinham que dialogar directamente com os demónio e pedir-lhes a concretização de favores, Cipriano construiu uma carreira de bruxo com grande fama,  produzindo grandes feitos, o que lhe valeu uma imprecedível reputação de grande feiticeiro ou mago.

Muitas pessoas de todos os quadrantes geográficos procuravam os seus serviços místicos e os seus ganhos financeiros eram assinaláveis.  São Cipriano viveu assim uma vida de bruxarias e riquezas, sendo que dizem certas lendas que São Cipriano foi dono de um fabuloso tesouro, onde se encontravam tanto os seus manuscritos secretos sobre assuntos místicos e bruxaria, como uma fortuna financeira incalculável, adquirida através do exercício das suas artes esotéricas.

Cipriano foi autor de diversas obras e tratados místicos, e era já um feiticeiro respeitado, reputado e temido, quando foi contactado por um rapaz de nome «Aglaide», ( ou Adelaide).

O rapaz estava ardentemente apaixonado por uma belíssima donzela Cristã de nome Justina.

Aglaide tinha encontrado o consentimento dos pais de Justina quanto a um casamento com ela, contudo a donzela professava uma forte fé cristã e desejava manter a sua pureza, oferecendo a sua virgindade a Deus. Por esse motivo, Justina recusou-se casar.

São Cipriano, vida e obra

Desgostoso mas com forte determinação em possuir Justine, Adelaide encomendou os serviços de Cipriano, o «mago dos magos», grande estudioso e sabedor dos conhecimentos do oculto.

Cipriano usou de toda a extensão da sua bruxaria para fazer Justine cair nas tentações carnais, levando-a a abrir-se  e oferecer-se a Aglaide, ao passo que renunciando á sua fé Cristã.

Cipriano fez uso de diversos trabalhos malignos, e contudo nenhum deles surtiu qualquer efeito.

Para espanto de Cipriano, todo o batalhão de feitiços que usava era repelido pela jovem rapariga apenas através do sinal da cruz e das suas orações

Acostumado a fazer belas moças cair na tentação da carne e assim a leva-las a entrar pelos caminhos da luxúria, conquistando-as para si mesmo, ( a favor do diabo, a quem com a perversão lhes vendia as almas ), ou para as abrir a quem lhe encomendava os serviços de feitiçaria, Cipriano não consegue entender o que se estava a passar.

Ele encontrou muitas dificuldades, sendo que pediu ao demónio que perseguisse a jovem e bela Justina, ora lançando-lhe forte tentação e inflamando-a se desejo carnal, ora atormentando-a com visões e aparições, ora tentando-a vergar com todo um ardil diabólico, que ia de doenças, a todo o tipo de enfermidade. Noite após noite, a pedido de Cipriano, o demónio  visitava a jovem Justina com a sua infernal quantidade de seduções e castigos. Nada resultou.

Cipriano ficou desgostoso com o sucedido, e na altura não compreendeu porque é que as suas artes místicas que ate então tinham sempre funcionado tão forte e infalivelmente, porem agora viram-se derrotadas por uma mera donzela com fé em Deus e em Cristo, embora isso explicaremos mais adiante!

Aconselhado por Eusébio, ( um amigo seu), e observando o poder da fé de Justine, Cipriano concerteu-se ao Cristianismo.

Assim fazendo-o, o feiticeiro destruiu grande parte das suas obras esotéricas e tratados de magia negra, assim como  ofereceu e distribuiu todos os seus bens materiais e riquezas aos pobres.

Depois de se converter, Cipriano ainda foi fortemente atormentado por espíritos de bruxas que o perseguiam, mas teve fé e assim afastou de si tais aparições que apenas o pretendiam reconduzir aos caminhos da feitiçaria.

Cipriano viveu uma vida de castidade e virtude, vindo a ser ordenado sacerdote, e mais tarde alcançado a posição de Bispo de Cartagena.

A fama de Cipriano era contudo grande e as notícias da sua conversão ao cristianismo chegaram á corte do Imperador Diocleciano que á data tinha fixado residência na Nicomédia.

Cipriano e Justina foram perseguidos, aprisionados e lavados ao imperador, diante do qual foram forçados a negar a sua fé. Naquele tempo, muitas das perseguições contra os cristãos visavam fazer os fiéis abjurar, ou seja, renunciar á fé em Cristo. A esses cristãos, cuja a vida era poupada, chamavam-se: lapsi 

Consta que Justina e Cipriano, foram por isso violentamente torturados, na tentativa de os levar á «abjuração».

Justina foi despida e chicoteada, ao passo que Cipriano foi martirizado com um açoite de pentes de ferro.

Mesmo com a carne arrancada do corpo a cada flagelação do chicote com dentes de ferro, Cipriano não renegou a sua fé, e Justina manteve-se sofredoramente fiel a Deus.

Conta a lenda, que outros grandes tormentos foram infligidos a Cipriano e Justina, sendo que ambos saíram ilesos, por obra de um milagre de Deus.

Perante a recusa de Cipriano e Justina em renunciar á sua fé, e enraivecido perante o milagre que teimava em salvar Cipriano e Justina das torturas, o imperador ordenou a sua condenação á morte.

Cipriano e Justina foram decapitados a 26 de Setembro de 304 d.C, juntamente com um outro mártir de nome Teotiso. Aceitaram a sua execução com grande fé e serenidade, tendo falecido com coragem e dignidade.

Os seus corpos nem sequer foram sepultados, e ficaram expostos por 6 dias. Um grupo de cristãos comovidos pela barbaridade, recolheu-os.

Mais tarde, o imperador Cristão Constantino, (272 – 337 d.C. ), ouviu falar de São Cipriano.

O imperador Constatino foi o primeiro imperador Romano a confirmar o cristianismo como religião oficial. Diz a lenda que na noite antes de uma batalha decisiva ás portas de Roma, o imperador sonhou com uma cruz e ouviu uma voz que lhe disse:«sob este símbolo vencerás».

Constantino interpretou o sonho como uma mensagem de Deus, e de facto venceu a batalha e conquistou o mais alto cargo de poder do império romano. Governou o império ate morrer.

Foi Constantino que convocou o concilio de Niceia, onde se fixou a data da Páscoa crista, assim como se decidiu sobre a natureza divina de Jesus. Foi também Constantino que através do Èdito de Constantino, fixou o domingo como dia de descanso cristão, o correspondente ao Sabbath judaico.

Constantino ordenou que os restos mortais de Cipriano fossem sepultados na Basílica de São João Latrão, localizada na praça com o mesmo nome em Roma, que é a catedral do Bispo de Roma, ou seja: o papa. A basílica de São João de Latrão, (Archibasilica Sanctissimi Salvatoris), é a «mãe» de todas as igrejas, aquela na qual o Santo Padre exerce o seu mais alto oficio divino.

sao cipriano

A Basílica de São João de Latrão encontra-se localizada na praça de mesmo nome em Roma e é a Catedral do Bispo de Roma: o Papa. O seu nome oficial é «Arquibasílica do Santíssimo Salvador»,  e é considerada a “mãe” de todas as igrejas do mundo.

Foi na «Omnium Urbis et Orbis Ecclesiarum Mater et Caput», ( mãe e cabeça de todas as igrejas do mundo), que São Cipriano, o santo e mártir, encontrou o seu eterno repouso.

Muitos dizem:

Na verdade Cipriano apenas se converteu a Deus para se livrar do falhanço das suas artes no caso de Justina.

A esses respondemos:

é verdade que as suas artes falharam com Justina, e que isso muito desiludiu o santo.

E porem:

as artes do santo falharam APENAS com Justina!, porque ela era uma santa destinada á santidade – conforme o acabou sendo – mas resultaram com Clotilde, com Adelaide , com Elvira, e com tantas outras centenas de casos historicamente documentados.

Então:

o santo não se entregou aos caminhos de Deus por hipocrisia, mas sim por ter entendido que Deus é o Senhor de todas as obras do espirito, e por isso Cipriano entendeu que com Deus todas as artes e caminhos do espirito são possíveis, e porem sem Deus não há nada que neste mundo possa vencer nem prevalecer.

Por isso se afirma:

Todo percurso de São Cipriano é um verdadeiro hino á vida humana no maior esplendor da sua existência, assim como toda a vida de são Cipriano é uma vida inteiramente dedicada ás obras do espirito e ao mistério da paixão pelos caminhos do espirito, e por isso olhai:

do Diabo a Deus, dos anjos aos demónios, da feitiçaria é fé crista, da magia negra á magia branca, em tudo São Cipriano mergulhou, estudou e viveu.

Do pecado á virtude, da luxúria á santidade, da riqueza á pobreza, do poder á martirização, se alguém é digno de um percurso existência completo, rico e enriquecedor, eis que este santo assim o representa.

Controverso e polémico, em São Cipriano a própria noção de evolução espiritual através da profunda vivência das mais diversas realidades espirituais, ( do mais profano excesso,  á mais sacrificada ascese), encontra corpo na vida e obra deste feiticeiro e mártir.

Outras figuras houveram como ele ao longo da história:

Maria Madalena amava profundamente a luxúria e era prostituta, uma mulher totalmente entregue ao prazer da carne, da vaidade e da luxúria, e que mais tarde viria a ser Santa; Paulo perseguia a matava homens e mulheres inocentes apenas por serem cristãos. Era um sanguinário predador de homens, um assassino que assistiu á morte de São Estêvão, (o primeiro mártir), e que perseguiu e matou cristãos na estrada que conduzia a Damasco, e que depois ascendeu a Santo; Maria Egípcia, viveu na Alexandria, ( Egipto), onde se tornou prostituta. Não vendia o corpo pensando em dinheiro, mas apenas pelo vício do prazer. A quem lhe queria pagar, ela recusava o dinheiro e dizia que se prostituía apenas para ter quantos homens fosse possível, fazendo de graça o que lhe dava prazer. Também ela se tornou Santa Maria do Egipto, a ermitã.

A história está repleta de santos que foram pecadores, e de grandes pecadores que se tornaram santos.

São Cipriano é também um desses exemplos da natureza humana em toda a sua complexa extensão:

– de pecador dedicado á feitiçaria, considerado o «mago dos magos», apelidado como o «discípulo preferido do Diabo», conquistando pela bruxaria belas mulheres para as entregar ás mãos do Diabo e da luxúria, e construindo fortuna com fundamento na pratica do ocultismo, chegou a santo na mais devota e redentora assunção do termo.

Muito mais que apenas um feiticeiro, ou apenas um santo: é um símbolo da mais íntima natureza humana, na sua ampla dualidade. São Cipriano, foi bruxo de grande poder, bispo de grande sabedoria e santo de grande nobreza. Por tudo isso, ( e tal como Maria Madalena, que foi pecadora e encontrou a luz em Cristo), São Cipriano foi um exemplo que redenção e salvação. Os seus saberes contudo, abrem as portas á magia negra mais poderosa, ou á magia branca mais celestial.  Cabe a cada um de nós, usar os saberes de São Cipriano em consciência, e de acordo com as nossas escolhas.

São Cipriano ficou famoso tanto pela sua vida de escândalos e luxúria, como pela pratica da mais poderosa bruxaria, ( que aprendeu tanto nos templos das Deusas da fertilidade, como com a famosa Bruxa Évora), como pelos muitos milagres que fez depois de se converter ao cristianismo, ( o que o levou a ser um dos mais bem sucedidos evangelizadores do seu tempo), e por ultimo pela sua morte como mártir em nome da Fé.

Contam as lendas que São Cipriano, através dos conhecimentos obtidos com a bruxa Évora,  terá feito um pacto com um demónio. Por causa desse pacto,  São Cipriano ter-se-ia entregue a uma vida de luxúria e pecado, por forma a satisfazer o demónio, entregando belas mulheres á perdição e perversão das seduções carnais. Desse pacto demoníaco celebrado por São Cipriano, conta-se que lhe advieram os extensos poderes mágicos com os quais o bruxo realizou incontáveis trabalhos místicos, que lhe renderam uma fama sem precedentes.

Dizem algumas fontes, que os manuscritos de São Cipriano ainda existentes, (que podem ser usados tanto para o bem, como para o mal), encontram-se conservados na Biblioteca do Vaticano, e que os livros que presentemente existem no mercado são excertos retirados dessas obras originais.

Nos saberes de São Cipriano, é claro de embora Cipriano haja renunciado á prática das artes da feitiçaria, ele por vezes podia ensina-la a quem se encontrava em perigo ou tormentos, a fim de auxiliar essa pessoa, se assim fazendo-o então o santo conquistasse mais uma alma para a salvação da cristandade, o que apenas atesta que magia usada para operar em Deus e a bem da salvação de uma alma cristã, é uma coisa boa e virtuosa.

Seja como for, São Cipriano é um Santo e Bruxo milagreiro, cujas as graças já favoreceram milhares de sofredores por todo o mundo, em todo o tipo de situações mais desesperadas. O dia de São Cipriano é celebrado a 2 de Outubro, sendo que na última noite desse mesmo mês, a 31 Outubro( para 1 Novembro, a noite mais longa do ano),  é celebrado o dia dos mortos, ou o dia das bruxas. O mês 9 de todos os anos, é um mês de profunda tradição na bruxaria.

E sobre são Cipriano, eis que muitos por isso perguntam:

Deve-se venerar a são Cipriano «antes» ou «depois» da sua conversão?

Responde-se:

Deve-se olhar a são Cipriano no seu «todo», ou seja, deve-se olhar para «todo» o homem e para «toda» a vida do santo, pois que da mesma forma que não é possível  partirum homem ao meio, então também não é possível conhecer ao santo dividindo-o em dois.

E por isso:

Como se poderá alguma vez compreender a mensagem e o ensinamento do santo, se não se olhar a «toda» a sua vida, e a «toda» a sua vivência?

Acaso será possível ter vinho negando as uvas? Ou acaso será possível fazer o pão desprezando ao grão da farinha? Como podereis edificar uma grande casa sem o pequeno tijolo?, pois acaso não é necessário um para construir ao outro?

E então: como podereis entender á vida de um santo se não olhardes a «toda» a sua vida?, e como podereis compreender á mensagem de um santo se não observardes «toda» a sua vivencial?, da mesma forma que como podereis entender um livro se apenas lerdes metade dele, e deitardes fora a outra metade do livro?

E na verdade: como poderia são Cipriano verdadeiramente ter compreendido que no mundo do espírito não há Senhor acima de Deus, se o santo não se aprofundasse nas mais obscuras e ocultas vivencias místicas?, de forma a em certo momento entender que até o Diabo, ( ele assim o confessou a são Cipriano), é um anjo submetido ao poder de Deus?, e que nem o poder do maior anjo ou do maior demónio conseguem vencer ao poder de Deus?, e que todas as coisas estão submissas e submetidas a Deus?, e que nada sucederá neste mundo se Deus não o permitir?, pois que o poder de Deus suplanta e supera todos os demais poderes?

E por isso: toda a vida do santo deve ser olhada, pois que o santo nem negou ás coisas do espírito, nem negou ás coisas da santidade; E o santo não negou nem ás coisas místicas, nem negou ás coisas de Deus; E antes porem, o santo tudo isso viveu, e tudo isso vivenciou, para deixar ao mundo um legado e uma mensagem de fé, e essa mensagem foi tal conforme já nas escrituras é anunciado, onde assim está escrito:

o SENHOR DOS ESPIRITOS (…) se manifestou

2 Macabeus 3,24

Pois então:

Deus é «Senhor dos espíritos», e «Deus» é «Senhor» de «todos os espíritos», e «Deus» é «Senhor» de «todas» as coisas do «mundo do espírito», e por isso no «mundo do espírito» nada dará fruto se Deus não quiser, e com Deus tudo dará fruto.

E no fundo, era esta uma das mensagens de são Cipriano, pois que ele que tantos prodígios conseguiu alcançar com as suas magias, porem acabou concluindo que as suas mais poderosas magias apenas davam fruto quando Deus permitia, e porem quando Deus não permitia então não havia fruto possível.

E por isso, eis que assim são Cipriano acabou observando na sua obra:

«(…) Disse o demónio –  Infelizmente nada possa fazer contra o Deus todo poderoso (…) que se quiser poderá nos impedir de qualquer movimento»

 Obra de S. Cipriano – Pag 22, Capitulo «Nascimento, vida e Morte de S. Cipriano; Cipriano e Clotilde»

Pois então:

Se não fosse «toda» a vida do santo, tanto antes como após a sua conversão, então jamais tamanha «chave» lhe teria sido dada, para que se lhe permitisse verdadeiramente vislumbrar as leis do mundo do espírito, e assim deixar um legado de sabedoria inigualável.

E por isso, assim se pode entender da mensagem de são Cipriano:

«Deus» é espírito, e «Deus» é o «Senhor» dos espíritos, e por isso todas as «coisas do espírito» são de «Deus», e todas as coisas do «mundo do espírito» são as coisas do «reino de Deus»; E por isso, todas as coisas do espírito são boas se vividas em Deus, e todas as coisas do espírito dão fruto se vividas com Deus, e porem sem Deus não há prodígios possíveis, e fora de Deus não há maravilhas.

E por isso, são Cipriano falando das suas artes mágicas e místicas, assim disse na sua obra:

«(…) havemos de notar que tudo quanto fazemos é em nome de Jesus Cristo»

Obra de são Cipriano; Instruções a todos os religiosos, Pag. 36

Ou seja: assumiu são Cipriano que tudo quanto foi feito na sua obra, ( seja magia branca, ou magia negra, ou encantamento, ou feitiço, ou conjuração, ou invocação), tudo é feito em Deus, e com Deus; assume por isso são Cipriano, que a «magia» é coisa do «espírito», e que por isso toda a coisa da «magia» sendo coisa do «espírito» é coisa do «mundo do espírito», e o «mundo do espírito» é o «reino de Deus», e por isso não há «magia» que possa dar fruto fora de «Deus», e com «Deus» toda a «magia» é invencível.

Ou seja, sobre as artes do espírito, e sobre a magia, e sobre os misticismos, eis que são Cipriano acabou ensinando tal conforme assim está escrito:

tudo o que Deus criou é bom, e nada é desprezível se tomado com acção de graças, porque é santificado pela Palavra de Deus e pela oração

1 Timóteo 4,1;4

Pois então: todas as coisas do mundo do espírito são boas e nenhuma é desprezível, se elas foram vividas em Deus, e se praticadas com Deus.

E por isso, a todos aqueles que acusando o santo por causa das suas sabedorias místicas e do espírito, então julgam poder dividi-lo em «antes» e «depois» da sua conversão, então a esses as próprias escrituras lhes respondem como assim está revelado:

todas as coisas Te servem a Ti

Salmo 119,91

Pois então:

Deus é Senhor de todas as coisas, e por isso todas as coisas servem a Deus, e por isso todas as artes do espírito serão desaconselhadas se praticadas fora de Deus, e porem todas as artes do espírito, ( sejam elas de magias «negras», ou magias «brancas», ou qual for a sua «cor»), eis que todas as artes do espírito são boas e virtuosas se praticadas com Deus, e em Deus.

E assim sendo:

São Cipriano jamais renegou ás magias e aos portentosos prodígios que delas podem nascer; porem são Cipriano também não negou a Deus, e converteu-se, e morreu mártir pela fé em Cristo. E por isso, a lição do santo foi: as magias existem, e são coisas do espírito, e elas darão bom fruto se forem operadas na fé em Deus, por Deus, e jamais fora de Deus, pois que fora de Deus não há maravilhas do espírito.

São Cipriano veio assim servir um novo e diverso pão de esperança, e o santo veio oferecer um novo e amplo vinho de espiritualidade, e todo esse novo fruto reside no ensinamento de são Cipriano, e o ensinamento deve ser olhado no «todo» e não apenas na «parte».

Nalgumas doutrinas, são Cipriano é apontado enquanto o santo Padroeiro de magos, magas, bruxos, bruxas, necromantes, feiticeiras, espíritas, e de todos aqueles homens de fé que operam nas artes do espírito e do oculto.

Sendo o santo protector desta classe de homens de fé e ocultistas, são Cipriano assume-se como o santo protector dessas artes e de seus artificies, sendo que a são Cipriano se pede protecção e intercedência em todos os empreendimentos místicos e obras do espírito, procurando sempre que através da intercedência do santo, todos os processos espirituais sejam bem sucedidos, e porem sempre norteados pela luz de Deus, pois que como são Cipriano descobriu:

com Deus tudo é possível edificar no espírito, e sem Deus nenhum fruto florescerá no espírito.

Para saber muito mais, leia também: são Cipriano e bruxa Èvora

Altar Sao Cipriano - sao cipriano

Seis breves apontamentos sobre saberes gerais dos ensinamentos ocultos de S. Cipriano

I

Sobre a natureza da magia, assim dizem os saberes de S. Cipriano:

«A magia é a arte de submeter as potências da natureza á vontade humana. Entre essas potências, há as entidades invisíveis, espíritos, génios, demónios, evocados mediante fórmulas, orações, encantamentos, talismãs, Pentáculos, filtros, e outros agentes naturais»

Obra de S. Cipriano, pag 222, Capitulo «A Magia»

II

São 5 os tipos de orações que São Cipriano ensinou, e servem elas para:

«Para rogar a Deus pelas almas boas; Para esconjurar os espíritos maus; Para curar moléstias; Para conjurar encantos (…); Para se fechar uma morada ou um corpo (…)»

Obra de S. Cipriano, Pag. 37, capitulo «Instruções a todos os religiosos»

III

Sobre a oração, assim dizem os saberes de S. Cipriano:

«A oração é o meio que o homem tem para comunicar-se com Deus e com os espíritos»

Obra de S. Cipriano Pag 391

IV

Segundo os saberes de S. Cipriano, existem conjuros de Magia Negra, para fins de «mandar os espíritos tentar qualquer pessoa de quem desejamos qualquer coisa». Devem-se ao celebrar tais conjuros, respeitar cinco regras, e elas são:

«Não pode ir o conjurador com mais de duas pessoas; não se pode fazer (..) conjuração senão de noite das onze horas ás duas horas, e em lugares solitários. (…) o conjurador deverá ir vestido de preto e nenhuns dos cicunstantes deverá levar sinais sagrados»

Obra de S. Cipriano Pag 332, Capitulo «Grande Conjuração de Magia Negra»

V

Sobre a bruxaria, sua natureza, seus poderes e os seus limites, assim dizem os ensinamentos de S. Cipriano:

*

«Os bruxedos, (…) na sua forma mais pura, é uma tentativa de (…)  fazer aparecer espíritos benignos ou malignos (…)

Obra de S. Cipriano; Pag 41, Capitulo «Os bruxedos no tempo de São Cipriano»

*

«Cumpridas as instruções de Lúcifer, Cipriano pode então apossar-se de Elvira, como pretendera»

Obra de S. Cipriano, Pag 20, Capitulo «Cipriano e Elvira»

*

«(…) Disse o demónio –  Infelizmente nada possa fazer contra o Deus todo poderoso (…) que se quiser poderá nos impedir de qualquer movimento»

 Obra de S. Cipriano – Pag 22, Capitulo «Nascimento, vida e Morte de S. Cipriano; Cipriano e Clotilde»

*

«O espírito das trevas não teve outra saída senão explicar francamente a situação (…) O sinal da cruz afastava qualquer demónio e era justamente aquele sinal que Justina se valia na hora das tentações e das tribulações»

Obra de S. Cipriano, Pag 28 Capitulo «Conversão de S. Cipriano»

VI

Dizem o saberes de S. Cipriano que uma amarração com recurso a magia negra, desperta sobre a sua vitima, tanto tentações como tribulações, conforme seja necessário para forçar uma certa criatura a aceitar um fim amoroso que ela não deseja. Desde infortúnios a tentações carnais, as astúcias demoníacas operam de diversas formas, conforme se pode ler:

«Aglaide resolveu apelar para outros recursos, e foi procurar Cipriano, o mago dos magos (…) Atendendo á solicitação, Cipriano valeu-se de todos os recurso da sua arte magica para satisfazer o moço enamorado (..) Cipriano fez com que jovem fosse presa de fortes tentações e ficasse apavorada durante noites com aparições (…) Foi aquele demónio a casa de Justina, procurando excitar-lhe o espírito e acender-lhe os desejos da carne(…) Perturbada pela influencia diabólica, Justina (..) sentia incendiar-se-lhe na carne a chama do desejo (…) a jovem (…) sentiu ímpetos de buscar amante fosse como fosse (..) o príncipe das trevas(…) vingou-se desencadeando (..) uma série de doenças de toda a sorte»

Obra de S. Cipriano, Pag.s 27-31, Capitulo « A Conversão de S. Cipriano»

Através dos seus saberes ocultos, S. Cipriano conseguiu alcançar grandes prodígios, apossando-se dos amores de Elvira e permitindo que uma bruxa alcançasse milagroso sucesso nos seus serviços à filha do conde Everaldo de Saboril.

Contra o seu poderio de artes magicas, apenas Santa Justina lhe resistiu pois que Deus não permitiu que o seu feitiço produzisse fruto. Contudo, mesmo assim está escritoque:

«(…) os manuscritos que ele escrevera e os apontamentos da bruxa Èvora, botou-os no fundo da sua grande arca, pois, apesar de não terem sido fortes o suficiente contra Deus(…), os reconhecia de portentoso valor e serviriam futuramente (…) »

Obra e vida de S. Cipriano, extraída do Flos Sanctorum

  1. Cipriano ensina nos seus escritos, que perante o tamanho poder do feitiço e do encantamento da bruxaria, apenas a Deus pode impedir o seu resultado, pois o santo assim mesmo o observou junto de Santa Justina. Há excepção disso, o saber oculto de S. Cipriano é capaz de abrir portas a um poderosíssimo contacto com os espíritos. Os saberes ocultos de S. Cipriano são por isso e reconhecidamente, uma inigualável fonte de ensinamentos místicos, que já operaram prodígios e favorecimentos por todo o mundo, através de uma das maiores autoridades históricas e espirituais no mundo esotérico.

O Mago dos Magos, o santo de Deus

Eis os 6 ensinamentos basilares que provem directamente da obra de são Cipriano, e ei-los:

1º Ensinamento:

sobre a fé.

Sobre a fé, na obra de são Cipriano podemos ler:

«O espírito mau segredou-lhe ao ouvido: tens ainda pouca fé no meu poder, e é por isso que não achas as pedras de que te falei.»

Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 4º, pagina 251

Assim se fica sabendo que apenas tendo fé no espírito, é possível do espírito retirar a sua obra.

2º Ensinamento:

sobre a paciência

Sobre a paciência, na obra de são Cipriano podemos ler:

«[Implorou Siderol]: perdão, perdão, Lúcifer (…)

[Respondeu Lúcifer]: não te disse já, (…), que na minha lei também é preciso ter paciência? »

Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 8º, pagina 260

Assim se fica sabendo que se desejamos entregar os destinos de um assunto ás mãos de um espírito, então assim o façamos para que o espírito dele se encarregue e por ele providencie. Porem, se não temos fé e paciência para entregar o destino desse assunto ás mãos de um espírito, e tendo-lhe entregue o assunto ainda assim persistimos em tomar o assunto em nossas mãos, então de que serviu entregar o problema ás mãos do espírito se persistimos ainda assim em tratar dele pelas nossas mãos? Uma vez entregue um assunto ao espírito, deixai então que ele trate do problema pelas suas mãos e não pelas nossas, porque das nossas mãos mortais nada colheremos, e sabendo deixar operar as mãos de um espírito ele assim vos dará a chave que abre a porta que não se vos abre.

3º Ensinamento:

sobre a sacrifico

Sobre sacrifico, na obra de são Cipriano podemos ler:

«Para que gozes da minha protecção, é necessário que faças algum sacrifício»

Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo, capitulo 7º, pagina 260

Pois assim sabemos que nenhum milagre, nem nenhum prodígio, nem nenhuma protecção do espírito cairá do céu sem algum sacrifício. E porem, esse sacrifício aliado á fé, será então o grão de areia que fará a montanha mover-se a vosso favor.

4º Ensinamento:

sobre Deus

Sobre Deus, assim está escrito na obra de são Cipriano:

«(…) Disse o demónio –  Infelizmente nada possa fazer contra o Deus todo poderoso (…) que se quiser poderá nos impedir de qualquer movimento»

 Obra de S. Cipriano – Pag 22, Capitulo «Nascimento, vida e Morte de S. Cipriano; Cipriano e Clotilde»

Por isso assim se sabe que aquilo que Deus aceitar firmar ele firmará, porem aquilo que Deus não aceitar decretar ele não decretará, e esta é a lei. Assim ensina são Cipriano que quando desejais a mais forte das magias, lembrai-vos de Balaão e de são Cipriano, e assim não caia o vosso apelo em orações fúteis e fé mal guiada, mas antes dirigi-vos a um altar onde os santos de Deus são venerados, pois que apenas através de um santo de Deus podereis obter permissão para que tanto anjos, (magia branca), como demónios, (magia negra), actuem em vosso favor, pois que apenas através da autoridade de Deus se podem tais prodígios firmar, e todo o santo de deus apenas a Deus clama para abrir caminhos, seja na magia branca, ou na magia negra.

5º Ensinamento:

sobre a oração

Sobre a oração, assim está escrito na obra de são Cipriano:

«A oração é o meio que o homem tem para comunicar-se com Deus e com os espíritos»

Obra de S. Cipriano Pag 391

Pois assim se sabe que é na oração, proferida com fé numa casa de oração e num altar dedicado a um santo de Deus como é são Cipriano, em que muitas orações se juntam clamando em todo o seu poder, que todos os prodígios são possíveis, e fora da oração e da fé expressas numa casa de oração e num altar de um santo de Deus, pouco será alcançado pois que assim são Cipriano ensinou.

6º Ensinamento:

sobre as instruções

Sobre o cumprimento das instruções de um trabalho espiritual, assim diz a obra de são Cipriano:

«Cumpridas as instruções de Lúcifer, Cipriano pode então apossar-se de Elvira, como pretendera»

Obra de S. Cipriano, Pag 20, Capitulo «Cipriano e Elvira»

Pois assim se sabe que apenas cumprindo com rigor as instruções de um espírito, então será possível colher o fruto da acção desse espírito. Respeitai a instrução e podereis ter o benefício do espírito, porem desrespeitai a instruções do espírito e nada vos será dado, mas apenas tirado.

Em resumo:

Ensinamento geral sobre os saberes de são Cipriano

Sobre os saberes de são Cipriano, assim diz a obra de são Cipriano:

«(…) os manuscritos que ele escrevera e os apontamentos da bruxa Èvora, botou-os no fundo da sua grande arca, pois, apesar de não terem sido fortes o suficiente contra Deus(…), os reconhecia de portentoso valor»

Obra e vida de S. Cipriano, extraída do Flos Sanctorum

Eis por isso que são portentosos e valorosos os saberes de são Cipriano, e se os usais conforme estas 6 regras, eis que eles vos responderão sem falhas, e sempre conforme estes 6 ensinamentos aqui revelados por são Cipriano.

Eis 4 breves sabedorias espirituais da obra de são Cipriano:

1- Sobre a magia, sobre o mundo do espírito e sobre Deus, assim está escrito na obra de são Cipriano:

[respondeu são Cipriano] Amanha, á nona hora, vai ter comigo ao templo dos cristãos, que te apresentarei ao presbítero Eugénio, para que te dê as aguas lustrais, e logo te direi o segredo que torna essa magia infalível (…)

De manha estando [ são Cipriano]  na igreja com o presbitério, viu entrar a bruxa que correu a beijar os pés do sacerdote. Em seguida foi baptizada, e no fim da cerimónia chamou-a Cipriano e deu-lhe um pergaminho quadrado onde estava escrita a seguinte oração: «faz 3 vezes o sinal da cruz (…)» (…) Logo que a feiticeira acabou de rezar a oração (…) o duque vestiu o fato defumado pela bruxa, prostrou-se aos pés da duquesa a pedir perdão pelas suas leviandades. No dia seguinte, tirou um olho á amante e desprezou-a

Obra de são Cipriano; forças e poderes ocultos do ódio e do amor; capitulo 16º; Pag. 311

Ensina são Cipriano na sua obra que a oração, e o sinal da cruz, ( ou seja: o poder de Deus), é a chave que faz a magia operar os seus prodígios, e que se alguma magia for infalível ela apenas o é se o poder de Deus a firmar e sustentar;

E assim, eis que são Cipriano ensina que essa, ( a fé na oração e Deus),  é a chave para Deus poder aceitar firmar aquilo que é clamado, rogado e pedido numa magia, feitiço, conjuro ou encantamento, ensinando também que é em Deus que reside o poder de qualquer prodígio de magia branca ou negra, ou seja, de bênçãos ou maldições.

2- Em assuntos de amor ou de família, assim está revelado na obra de são Cipriano:

Pelas chagas de Cristo, juro que (…) se faço isto é pelo muito amor que lhe consagro e para que não tome afeição a outra mulher

Obra de são Cipriano; forças e poderes ocultos do ódio e do amor; capitulo 1º

Pois assim se fica sabendo que quem procura magia branca ou negra em assunto de amor, se o fizer por bem e por amor, então não está ofendendo a Deus e está apelando ao seu imparável poder.

3- Em assuntos de males malignos que afectam as vidas do sofredor e lhe trazem apenas contratempos, padecimentos e tribulações, assim está revelado na obra de são Cipriano:

Os verdadeiros e eficazes remédios são os de que usa a igreja, e estes são: o sinal da cruz; a invocação dos santíssimos nomes de Jesus e Maria; os exorcismos; os jejuns; as orações; as esconjurações; as relíquias de santos; a bênção das casas; aspersões de água benta

Obra de são Cipriano; Remédios contra os espíritos; Pag 272

Pois assim se conhecem os verdadeiros remédios que no altar de são Cipriano são usados para ajudar todo aquele que vê a sua vida destruída pelo mal e o maligno que brota dos maus corações

4- Sobre como são Cipriano actua em Cristo e na cristandade, assim está escrito na obra de são Cipriano:

Socorro-te porque a minha religião que é a cristã, diz que todos são filhos do mesmo Deus Omnipotente, e que não se deve perguntar as crenças ao irmão que sofre (…) Sou Cipriano, o antigo feiticeiro, mas logo que senti a água do baptismo, não posso mais usar da magia; mas já que é para o bem e alcanço uma alma para a cristandade, dir-te-ei o modo como se faz essa coisa que em vão tens preparado

Obra de são Cipriano; forças e poderes ocultos do ódio e do amor; capitulo 16º;pag311

Pois assim se sabe que mesmo já convertido ao cristianismo, pela cristandade são Cipriano acorreu aos que procuravam solução na magia e no mundo dos espíritos, ensinando-lhes os mais poderosos saberes, e porem evangelizando e afirmando sem equívocos que nenhum prodígio pode ocorrer sem que Deus o permita, e sem que Deus o aceite, pois apenas Deus tem poder sobre todas as coisas, ate mesmo sobre a magia branca e a magia negra.

Eis por isso que são Cipriano é fonte de portentosos saberes, e porem eis que o santo assim o ensinou que sem Deus, fora de Deus, sem a anuência de Deus, e sem a lei de deus…. nenhum prodígio ocorre nem sucederá.

Por isso ensina são Cipriano:

Se procurais auxílio nas magias brancas ou negras, procurai-o num santo de Deus, na intercedência do santo junto de Deus, e através da anuência de Deus, pois apenas no Senhor e na sua palavra revelada nas escrituras poderá um encantamento, feitiço, magia ou intercedência operar os seus fins.

 

quer um poderoso trabalho de magia?

quer um poderoso trabalho de bruxaria?

Escreva-nos!

Altar de São Cipriano

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Santeria – santos e orixás

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Santeria – santos e orixás

Santeria – santos e orixás

orixas1

Santos e Sincretismo na Santeria Ocidental

 

A Santeria embora sendo uma religião de natureza cristã, porem tal como outras correntes espirituais, ( tal como as religiões candomblé, umbanda, Vodu e quimbanda), propicia um dialogo mais aberto e liberal com aquilo que a Bíblia denomina como espíritos, como magia, como espiritismo e com todos os fenómenos espirituais em geral.

Tal como Umbanda e Candomblé professam os Orixás que são seres celestiais e divinos intermediários entre o homem e Olurum ( Deus), e tal como na religião Vudu Haitiana se professa que os Loa são os espíritos intermediários entre o homem e bon Dieu – Deus – pois na Santeria esse papel cabe aos santos, que são o pilar fundamental de comunicação entre o homem e mundo espiritual, entre o homem e o mundo transcendental, entre o homem e o mundo sobrenatural, enfim: entre o homem e Deus

Sincretismos da Santeria cristã de raiz Grego – Egípcia  – o ramo cristão greco-egípcio da Santeria

Os 6 sincretismos divinos fundamentais da Santeria Ocidentalizada

1

Deus – Pai, o Filho e o Espírito Santo – Olurum, Oxalá e Iemajá

Santeria - santos e orixás2Deus é tido com «El», o mesmo Deus criador citado em Génesis, (1,26; 33,20; 35,6; 46,3), e o Deus original da terra de Canaã, dos fenícios, dos babilónicos, dos sumérios, e ate mesmo dos primeiros e mais ancestrais hebreus. No culto Vudu haitiano é venerado por «Bom Dieu», e nas correntes de Candomblé e Umbanda por Olurum. È o Deus primordial, criador de homens e de seres celestiais. Na mitologia egípcia é Amon, o rei dos deuses e princípio criador da vida. Amon constitui uma família divina com sua consorte Mut e seu filho Khonsu. Nesta família celestial, encontra-se patente a «santa trindade» também venerada no cristianismo, na forma do «pai», do «filho» e do «espírito santo», que são a essência do princípio criador de todas as coisas. O nome de «Amon» significa “O escondido”, ou “O misterioso”, ou “O oculto”. Da mesma forma Ele foi conhecido pelos hebreus, que também crêem que Deus é invisível, que Deus é misterioso, e que O seu verdadeiro nome é desconhecido, sendo que ele apenas se manifestou como sendo «Eu sou aquele que sou», ou «Eu sou» ( Êxodo 3,13-14). O animal associado a Amon era o carneiro, podendo por isso o deus ser representado nessa forma, ou seja, como um carneiro com chifres curvos. O filho de Amon, (Khonshu), tinha por símbolo a lua crescente, e estava associado aos curandeiros, sendo que curas milagrosas ocorriam por onde ele passava, tal como curas milagrosas sucederam por onde Cristo passou, pelo que Khonshu é tido neste sincretismo como a mesma essência celestial de Cristo, um operador de curas e milagres curativos. Na religião egípcia,Khsonshu é representado por uma serpente que fecundou o ovo primordial da criação. Já Mut era a Deus primordial, e o seu nome significa «Mae». Mut, ou Amonet, é a Deusa associada com a água que é a raiz primordial da vida, e neste sincretismo julga-se que por ter sido a Deusa Mãe a abençoar o batismo de Jesus através da água, ( que é tido como seu Filho, ou seja, como parte da «santa trindade» que é plural e porem una), é que uma pomba se manifestou como sinal da santidade de Cristo, pois que a pomba é o símbolo do feminino e da Deusa Mãe. Eis que assim Mut é tida como a essência da Senhora do destino e da fortuna, senhora do sopro da vida, protetora de todo o coração de fé, e Senhora das águas. Pois da mesma forma a santíssima Trindade, em certas versões umbanda, poder encontrar paralelo em Olurum, o Deus criador; em Oxalá, filho de Deus; e em Iemanjá, deusa do mar, das aguas, da vida. Assim: neste sincretismo reside tanto a essência monoteísta da crença de Um Deus Uno, como porem nele se reflete a essência destes 3 atributos de Deus, que são o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

2

Santo Jesus – filho de Deus – Oxalá

Nas religiões Umbanda e Candomblé, o sincretismo de Jesus estabelece-se com o Orixá Oxalá, e na religião egípcia o sincretismo pode igualmente ser encontrado em Osíris o deus responsável pelo julgamento das almas, e era por isso através dele que uma alma atingia ao paraíso, tal como é por Jesus que uma alma é salva. Também Osíris morreu e voltou á vida como Jesus, e tal como Jesus foi crucificado em madeira numa cruz, igualmente o corpo de Osíris foi incrustado em madeira num cedro. O símbolo de Osíris era por isso uma coluna com  barras transversais que a cruzavam, tal como o símbolo de Jesus é a cruz. Osíris é o Deus benéfico que dando a sua vida pelo seu povo, era fonte de vida e salvação, tal como Jesus também dando a sua vida e vencendo a morte é fonte de vida e salvação. Assim: eis que as essências das diferentes manifestações destes seres celestiais são puras manifestações espirituais dos atributos da redenção, da ressurreição e do juízo pós-morte.Podemosencontrar o sincretismo do santo Jesus em Oxalá, filho de Deus, ou filho de Olurum.

3

São Cipriano e bruxa Évora – preto velho e a preta velha

Na religião egípcia o sincretismo pode ser estabelecido no deus Toth – o grande mago, aquele que é a ponte entre este mundo e o mundo do espírito através da sabedoria das coisas do espírito.  Tothé odeus da sabedoria É um deus lunar, onde residem os atributos da escrita, da aprendizagem  e da magia. Os hebreus entenderam e também conceberam esta essência celestial, pois que o seu calendário é lunar, e assim está escrito: Em cada lua nova, e em cada sábado, todo o mortal vira prostrar-se diante de Mim – Isaias 66,23 Pois assim: também para a espiritualidade hebraica eis que esta essência se manifestou, e se manifestou por isso a importância de olhar á lua e de respeitar os seus atributos de sabedoria, magia e espiritualidade. Toth possuía uma esposa cujo nome era Seshat. À Deusa Seshatpertenciam os atributos e a essência da escrita e dos escribas, assim como a entidade padroeira das ciências da arquitetura, astronomia, astrologia, engenharias. Construção de templos era algo reservadoás suas ciências e sabedoria, a fim que estes fossem alinhados com as regras astronómicas e astrológicas do universo.

No sincretismo das religiões africanas, o preto velho e preta velha podem encontrar reflexo tanto emToth e Seshat, como em são Cipriano e na Bruxa Évora, pois que são figuras idosas e sabias, que havendo falecido em suplicio agora acorrem a este mundo para guiar o sofredor através da sua profunda sabedoria.

4

Santa Maria madalena – pomba gira

Santeria - santos e orixás3Na religião egípcia o sincretismo pode ser estabelecido na Deusa Ísis, assim como na Deusa Hator. Tal como santa Maria Madalena foi o amor companheiro de Jesus, também na religião egípcia era Ísis era esposa de Osíris. Osíris era a deusa protetora da magia e da natureza, e era igualmente a deusa  dafertilidade, do amor e do casamento. Era a deusa piedosa para com escravos, pecadores e sofredores em geral. Foi Ísis que procurou o túmulo de Osíris tal conforme foi Maria Madalena que acorreu ao túmulode Jesus, e se foi Maria aquela que testemunhou em primeiro lugar a ressurreição de Jesus, pois também foi Ísis que participou na ressurreição de Osíris.

Por outro lado, Santa Maria madalena também encontra reflexo no culto da Deusa Hator, tal como o próprio culto de Osíris foi realizado em paralelo com o de Hator. A deusa Hator era a deusa da felicidade, do vinho, do amor, da sexualidade, das mulheres e do principio feminino criador. Há quem afirme que na Umbanda, Isis e santa Maria Madalena encontram paralelo em «Iyami-Ajé», que é a divindade onde residem os atributos da figura tanto da maternidade,  como da grande mãe feiticeira.

Há quem também creia que na Umbanda a deusa Hator pode encontrar paralelo em Pomba Gira e em todas as suas falanges ou faces e manifestações, pois que é a Deusa do feminino, da beleza feminina, da sedução feminina, do prazer feminino, do desejo feminino, e tal como Pomba Gira toma seus maridos, escravos e empregados, também Hator tomava seus sacerdotes para a cultuarem e venerarem a deusa fosse em todas as suas exigências, fosse nos seus sábios aconselhamentos aos que buscavam orientação. Algumas pombas giras preferem ser assentadas em terreiros junto de encruzilhadas, ao passo que outras preferem ser assentadas junto de cemitérios, ou de praias, ou de árvores.

5

São Joao do Porto – Exu

Exu é o consorte de Pomba gira, é o senhor da sexualidade masculina que tanto pode abrir caminho na virilidade e conquistas masculinas, como pode afrouxar, desmoralizar e fechar todo o caminho do homem em assunto amoroso.

Exu e toda a sua força de sexualidade, todo o vigor, todo o desejo, toda a ebriedade, e toda a devassidão que traz consigo, é associado ao deus Pã – ou Baco, ou Dionísio – da ancestral religião greco-romana. Na santeria ocidental, o seu sincretismo tende a vê-lo como são João do Porto, celebrado em noite de fogueiras e ebriedade, ate mesmo pelo seu aspeto selvagem e por vezes representado de forma análoga á do deus pagão Pã.

6

Nossa Senhora da Boa Morte – Nanã

Na religião greco-romana, o sincretismo com Nossa Senhora da Boa Morte pode ser encontrado em Hecate – deusa dos espíritos e do além, patrona das bruxas, senhora dos destinos das almas após a morte, dona do submundo e das riquezas que a terra tem para oferecer. No sincretismo Umbanda, há quem veja nesta figura celestial a imagem de  Nanã senhora da Morte, e responsável pelos portais de entrada ou da  reencarnação, assim como pelos da saída ou desencarne. Nanã é rainha e possui poder sobre os mortos, sobre espíritos, sobre magias e feitiços.

ReligiãoUmbanda, Candomblé, Quimbanda 

Sincretismos gerais

Santos e Orixás

Nas religiões de origem africana onde se estabeleceu um enorme sincretismo entre o cristianismo e as crenças indígenas dos povos de africa, eis que – muitos afirmam – assim se acabaram estabelecendo as seguintes correlações e sincretismo religioso:

Deus:

Deus é professado como Olorum, sendo que Olo significa «senhor», e Orum representa o conceito do «alem»,  ou do «lá do alto» . Assim sendo: Olurum – Olo + Orum – é Deus, é o senhor do alem, é o senhor do alto, é o senhor supremo que tudo criou e que está em todas as coisas, é o misterioso a que nenhum humano cabe conhecer, é o senhor supremo de todas as coisas e criador de todos os espíritos e divindades, é por isso o Senhor Deus que – tal como defendia o Judaísmo – não deve ser representado em estatuas nem imagens, pois que é invisível , é eterno, e é e misterioso, indescritível, inominável,supra-transcendente.

Orixás:

Orixás são divindades ou espíritos celestiais criados por Deus, e que são entendidos como os anjos ou os santos da religião hebraico-cristã, da mesma forma que as religiões politeístas os veem como deuses.

Tronos e sete linhas de Orixás na santeria ocidental:

trono masculino da fé – oxalá, divindade da luz, do sol, da iluminação, o oleiro que molda a criação de Deus – em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver Oxalá como o santo Jesus Cristo. Os locais de terreiro e assentamento de Orixá Oxalá são locais de paz e contemplação. Oxalá pode ser assentado em mirantes, campos abertos e bosques.

trono feminino da fé – oyá tempo – divindade do equilíbrio, aquela que governa os destinos do homem, aquela que abre as portas ao futuro –  em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver Oyá-Tempo como santa clara chamada para resolver assuntos de clima ou de tempo. Tal como Orixá Oxalá, os locais de terreiro e assentamento de Orixá Oyá-Tempo são locais de paz, de luz, de contemplação. O assentamento de  Oyá-Tempo pode ser arriado e cultuado em mirantes, campos abertos e bosques.

trono masculino do amor – oxumaré, divindade do amor  – em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver Oxumaré como são Bartolomeu enrolado em uma cobra, cobra que é o símbolo fálico do amor masculino; ou santo António, padroeiro em causas de amor. Para Orixá Oxumaré, os locais de força onde a sua essência se manifesta na maior potência são cachoeiras, locais onde o sol cruzando com o vapor da água forma arco-íris, sendo que é no arco-íris que Oxumaré se manifesta.

trono feminino do amor – Oxum, divindade do amor  – em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver Oxum como nossa senhora da conceção, ou santa maria madalena . Os locais de força para Orixá Oxum são rios e cachoeiras. Terreiro de Oxum deve por isso aí ser firmado e assentado rara ser a Oxum cultuado.

trono masculino do conhecimento – oxossi, divindade da natureza – em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver Oxossi como são Sebastião. Os locais de força para Orixá Oxossi são as matas. Para Oxossi todo o elemento vegetal é oferenda do seu agrado pois que é entidade que se manifesta e rege o mundo vegetal.

trono feminino do conhecimento – obá, divindade da caça e da natureza – em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver Obá como santa Joana d’arc. Orixá Obá manifesta toda a sua força em locais de terra húmida e fértil, pois que conforme sua contraparte masculina Orixá Oxossi, Obá rege sobre a o mundo vegetal, e nele habita a essência de Obá.

trono masculino justiça – xangô, divindade do trovão, guerra, tempestades, maldições – em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver Xangô como são Jerónimo com as placas /tábuas da Lei de Moisés na sua mão. Orixá Xangô tem os seus locais de força em montanhas e pedreiras, sendo nesses pontos que se deve erigir terreiro e assentamento a Orixá Xangô.

trono feminino justiça – egunitá, divindade do fogo, purificadora, deusa do trovão, do vulcão e da fúria dos céus – em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ve-la como santa Brígida. Orixá Egunitátem a sua essência no fogo, pois que Orixá Egunitá é fogo purificador implacável contra injustiças que faz par com Xangô.

trono masculino Lei – ogum, o divindade que aplica a lei do Pai criador de todos os deuses – em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver Ogum como são Jorge guerreiro, ou arcanjo Miguelcom sua espada. Orixá Ogum tem a sua essência no ar que corre pelos caminhos e que abre caminho a demandas. Suas cores são o azul e o branco, ou o vermelho e o branco. Suas oferendas podem ser bodes, galos, pombos ou patos, e porem: todas as oferendas a orixá Ogum devem sempre ser – exclusivamente – do sexo masculino.

O Orixá Ogum é dono dos montes e dos caminhos, pelos que nesses locais a sua essência pode manifestar-se com maior portento, e por isso aí lhe devem ser assentados trabalhos e prestado culto. Assentamento de Ogum pode por isso ser arriado em caminhos que conduzem a locais altos, onde o ar flui e abre todo o caminho da vida do homem.

trono feminino Lei – iansã, deusa que pune quem dá mau uso do dom da vida, pune más intenções, , justiça e verdade – em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver Iansã como santa barbara e seus trovões.

Iansã é orixá que faz par com Ogum, e também atua na justiça junto com Orixá Xangô, e na lei com Orixá Ogum.

As oferendas para orixá Iansã podem ser: abobora, manga, pêssego, morango, maçã, cacho uva (dôce), banana, pêra, laranja (dôce),  champagne (branca), velas laranja, rosa vermelha, leque, espelho, perfume,jóias, bombom vermelho, doce de batata doce, doce de abóbora, par de alianças, fitas, laços. Orixá Iansã tem o seu ponto de força em pedreiras.

trono masculino Evoluçao – obaluayê, divindade senhor das almas, governador com poder sob mundo dos desencarnados, cemitérios. Em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver Obaluayê comosão lazaro ressuscitado  , ou são Rafael que cura. Orixá Obaluayê é rei das almas do Ayê.

Oferendas de sacrifico para orixá obaluayê saão galo, pato, bode e porco. Oferendas orixá obaluayê são pipoca, feijão preto, farofa e milho, com muito dendê. Frutas para orixá obaluayê são banana da terra, abacaxi. Ervas para orixá obaluayê são canela de velho, jurubeba, erva de bicho, picão. Locais de oferenda para orixá obaluayê são praias, cemitérios e grutas. Flores para orixá obaluayê pode ser qualquer flor, desde que seja de cor branca.

Obaluayê é o senhor das almas e do além. Orixá Obaluayê tem seu local de força na terra dos cemitérios, ou no mar.

trono feminino Evoluçao – nana buroquê,– divindade senhora do mundo dos desencarnados com poder sobre os espíritos, senhora de encantamentos, de caldeirão magico e de poções magicas – em santeria ocidental, seu sincretismo tende a ver Nanã Buroquê como santa Ana , velha senhora – velha bruxa – e sua paciência e sua sabedoria.

Oferendas para orixá nana buroquê são a cabra, o conquém, o arroz, o inhame, o mel, e a mostarda. A cor de orixá nana buroquê é o lilás, é o roxo, e é o branco rajado de azul.

Locais de assentamento de orixá nana buroquê são pântanos, lamaçais, lodo, lagos e cemitérios.

Orixá Nanã Buroquê ajuda a desencantar todos os males, e a destrancar todo o trancamento que atrasa na vida. Orixá Nanã Buroquê tem seu local de força nos lagos.

trono masculino Geração – omolu– divindade deus guardião que fica na porta do reino dos mortos, impedindo desencarnados de vir a este mundo e deixando apenas entrar aquele que chegou na sua hora. Em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver orixá Omulu como são roque ou são bento, e até mesmo são Pedro, com suas chaves para o mundo do espirito , ficando na porta do acesso ao mundo do espirito. Orixá Omulu tem seu ponto de força no cemitério, onde reina junto com Obaluayê. OrixáOmulu também encontra local de força mar.

yemanja

trono feminino geração – yemanjá, deusa mãe governadores dos mares e das aguas – em santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ve-la como nossa senhora dos navegantes.

Oferendas para orixá yemanjá são manjar branco, peixes de água salgada, frutos do mar com arroz e canjica branca, bolo de arroz, melancia.

A cor de orixá yemanjá é o prata transparente, o azul, o verde água e o branco.

Orixá yemanjá aprecia perfumes e rosas.

Orixá Iemanjá é Mãe, é força criadora, é força geradora.

Orixá Iemanjá tem seu local de força no mar.

trono masculino vitalidade – exu, divindade do tridente que representa o céu, a terra e mundo do espirito, e que da mesma forma assume a figura da varinha magica do mago; Orixá Exu representa o poder destruidor e de desordem – tal como Saturno na astrologia – Exu representa também a força da sexualidade e o órgão sexual masculino em todo o seu vigor e guiado pelo desejo de luxúria e de possuir, do prazer, da vontade de viver, da vitalidade, da potência, ou do seu oposto, o desanimo, a desmotivação e a perda de vontade de viver. Então: tudo isso é domínio de Orixá Exu, que pode nesses assuntos lidar no maior portento. Pois por isso – justamente – dele se costuma dizer:

Exu, o orixá que faz o erro virar acerto e o acerto virar erro;

As oferendas agradáveis de Orixá Exu costumam  ser oferendas de bodes e galos.

Na santeria ocidental, o seu sincretismo tende a ver Orixá Exu como são João do Porto, celebrado em noite de fogueiras e ebriedade, ate mesmo pelo seu aspeto selvagem e por vezes representado de forma análoga á do deus pagão Pã.

A consorte ou contra parte feminina de Orixá Exu, é Pomba Gira.

Orixá Exu vitaliza e desvitaliza. Exu dá no que tira, assim como tira no que dá. Exu desacerta no que esta certo, e faz do acerto desacerto.

Em santeria ocidental Orixá Exu pode ser assentado em encruzilhada, local onde todos os caminhos veme se cruzam, assim como vão e se descruzam.

Em santeria ocidental Orixá Exu pode ser assentado em encruzilhada, pois que esse é ponto onde toda a linha de vida pode ser nesse ponto pelo ponto de Exu cosida como descosida, e pela linha de Exu cruzada como descruzada.

Orixá Exu é porteiro de todos os caminhos, e por isso todo o caminho de vida e do espirito poder ser por Exu trancado como destrancado.

Outro local de força para Orixá Exu é a savana, chamada também de Cerrado no Brasil, e de Anhara em Angola.

bruxo-sao-cipriano

são Cipriano e Santeria

São Cipriano na sua obra, faz alusões concretas a Orixás, conforme se pode observar na seguinte passagem que é conforme diz na obra do santo:

dizendo depois: (…) peço-vos eu Senhor, ( Oxalá), pelas três pessoas distintas da santíssima trindade, que não falteis á verdade, para galão, traga matão, avais o pauto a chião a molitão, posso separar para entregar a lucifer

Obra de são Cipriano, Orações e conjuros, cap 3º, Pag 175

Mais assim se pode ler nos escritos de são Cipriano:

abre-se uma garrafa de champanha, e com ela batiza-se o casal (…) em amarração, dizendo: «eu os batizo (…) os caso e amarro neste momento em nome da princesa Pomba-Gira» (Bombodjiro)

Obra de são Cipriano extraída de Flos Sanctorum, pag 44

Pois então:

Orixás são amplamente mencionados na obra de são Cipriano, onde se estabelecem descrições clarificadoras do sincretismo que existe entre essas entidades africanas, os santos cristãos e as divindades hebraicas, assim se abrindo caminho na compreensão sobre o mistério oculto dos espíritos.

As Sagradas Escrituras na Santeria Ocidental

No ramo da santeria ocidental – a doutrina de santeria com mais peso na influência europeia-cristã que na teologia puramente africana – as Sagradas Escrituras são seguidas com veneração, pois que se crê que nelas residem mensagens espirituais e místicas que são a chave para ocorrência dos prodígios do espírito e de Deus.

 

quer um poderoso trabalho de magia?

quer um poderoso trabalho de bruxaria?

quer uma poderosa feitiçaria?

Escreva-nos!

Altar de São Cipriano

 

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Orações a são Cipriano

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Orações a são Cipriano

sao cipriano

Disse são Cipriano na sua obra:

a oração é o meio que o homem tem para comunicar-se com (…) os espíritos

Obra de são Cipriano, capitulo «O espirito preciso do corpo, dizia em seus manuscritos são Cipriano», pag 391,392

Pois assim se sabe:

a oração é um bom meio de comunicação com espíritos!, e ela serve para alguns casos! Por isso: se o seu caso é passível de ser resolvido por uma graça alcançada através de orações, então usai das orações que aqui deixamos!, pois são milagrosas se aplicadas aos casos certos!, e tem dado resultado ao longo de milénios!

Porem cuidai:

nem todas as doenças tem o mesmo remédio!, pois para doenças simples resultam remédios simples!, e porem em doenças complexas e graves, apenas grandes remédios podem curar!

Então:

a oração é um remédio simples para doenças simples, conforme a aspirina e os chás são remédios simples para simples enfermidades como uma constipação. Já porem: cancros não se curam com aspirinas nem chás, e por isso quando a doença é grave então apenas poderosos remédios podem ajudar!

Pois por isso:

Realizai estas orações de são Cipriano conforme indicado, e aguardai 7 dias.

Então:

se houverem melhoras, então persisti visitando o nosso blog!, e usai no nosso altar virtual!, e escrevei-nos atraves do formulário do blog para que possamos agradecer ao santo pelas graças que vos concedeu!

E porem:

Se não houverem melhoras, então escrevei a este altar para encomendar um verdadeiro e poderoso trabalho de são Cipriano!, pois nesse caso – se apenas orando ao santo – nada resultou, então é porque o seu problema é de maior gravidade!, e nesse caso deve ser tratado com um poderoso e adequado trabalho de são Cipriano!, pois caso contrario não haverá nenhuma outra solução que vos possa valer!

 

Isto dito:

eis as PODEROSAS ORAÇÕES A SÃO CIPRIANO

 

Oração a São Cipriano, grande invocação
Em nome de Cipriano, e suas 7 candeias,
em nome de seu cão preto, e suas 7 moedas de ouro,
em nome de Cipriano e de seu punhal de prata,
em nome de Cipriano e sua montanha sagrada,
em nome da árvore dos zéfiros e
do grande carvalho – eu peço e serei atendido,
pelas 7 igrejas de Roma,
pelas 7 lâmpadas de Jerusalém,
pelas 7 candeias douradas do Egipto,
EU SAIREI VENCEDOR.

Fazer esta invocação com uma vela acesa e 7 moedas de cobre.
Esta reza deve ser recitada na perigosa hora, mas é benéfica

 

Oração a São Cipriano para amansar pessoa amada, e trazer amor de volta

Pelos poderes de SÃO CIPRIANO e das três malhas que vigiam SÃO CIPRIANO, (Fulano) virá agora e imediatamente atrás de mim. (Fulano) vais vir de rastos, apaixonado, cheio de amor, de tesão por mim, vais voltar para mim e pedires-me perdão (ex: por tudo o que me fizeste passar, por me teres mentido…) e para (fazer o seu pedido) o mais rápido possível.

SÃO CIPRIANO, fazei com que (Fulano) esqueça e deixe de vez qualquer outra mulher que possa estar em seu pensamento, só a mim amando. SÃO CIPRIANO afastai de (fulano) qualquer mulher/homem, que ele me procure a todo momento, hoje e agora, desejando estar ao meu lado, que ele tenha a certeza de que sou a única mulher da vida dele.

São Cipriano, fazei com que (fulano) não possa viver sem mim, que não possa sossegar nem descansar, em parte alguma consiga estar, sem que tenha sempre a minha imagem em seu pensamento, e em seu coração, em todos os momentos.

Que ao deitar, comigo tenha de sonhar, que ao acordar, imediatamente em mim tenha de pensar, só a mim possa desejar, e apenas comigo queira estar.

São Cipriano, que (Fulano) pense em mim em todos os momentos de sua vida. Que (fulano) queira me abraçar, me beijar, cuidar de mim, me proteger, me amar todos os minutos, todos os segundos, de todos os dias de sua vida.

Que me ame a cada dia mais e que sinta prazer somente comigo.

SÃO CIPRIANO faça (Fulano) sentir por mim amor, carinho e desejo, como nunca sentiu por nenhuma outra mulher/homem e nunca sentirá.

Que tenha prazer apenas comigo, que tenha tesão somente por mim e que seu corpo só a mim pertença, que só tenha paz e descanso se estiver comigo.

Agradeço-te SÃO CIPRIANO por trabalhares a meu favor e divulgarei teu nome em troca de amansar (Fulano) e trazê-lo apaixonado, dedicado, fiel e cheio de amor e desejo aos meus braços. Peço-te meu glorioso São Cipriano para que (Fulano) volte para mim, para o nosso namoro/ nosso amor/ nosso casamento, o mais breve possível.

Peço isso do fundo do meu coração, aos poderes das três malhas pretas que vigiam SÃO CIPRIANO.

Leia esta oração por três dias seguidos.

 

Oração das 13 coisas para amolecer o coração de alguém

1 é a casa santa de Jerusalém onde Jesus nasceu.
2 são as tábuas em que Moisés recebeu a lei que nos governava.
3 são os cravos da paixão.
4 são os evangelhos.
5 são as chagas.
6 são os primeiros selos que o cordeiro abriu no apocalipse.
7 são as cartas que são João no apocalipse escreveu às 7 igrejas da Ásia.
8 são as primeiras epístolas de São Paulo.
9 são os coros de anjos que para o céu subiram.
10 são os mandamentos da Lei de Moisés.
11 são as 11.000 virgens que estão em companhia dos céus.
12 são os santos apóstolos.
12 são os reis que tudo quebram e amansam,

assim hei-de quebrar e amansar o coração de [ nome ] para mim.

Assim foi e assim será.

Ler a oração por 13 dias seguidos!

oração sao cipriano

Oração de São Cipriano para desfazer qualquer tipo de feitiçarias e para esconjurações de espíritos malignos

Eu, Cipriano, servo de Deus, a quem amo de todo o meu coração, corpo e alma, peza-me por vos amar, desde o dia em que me destes o ser.

Porém, vós, meu Deus e meu Senhor, sempre vos lembrastes um dia, deste vosso servo Cipriano.

Agradeço-vos, meu Deus e meu Senhor, de todo o meu coração, os benefícios que de vós estou recebendo, pois agora, ó Deus das criaturas, dai-me força e fé para que eu possa desligar, tudo quanto tenho ligado, para o que invocarei, sempre o vosso santíssimo nome. Em nome do Padre, do Filho e do Espírito Santo, Amém.

Vós que viveis e reinais, por todos os séculos dos séculos. Amém.

É certo, Nosso Deus, que agora, sou vosso servo Cipriano, dizendo-vos: Deus, forte e poderoso, que morreis no grande cume, que é o céu, onde existe o Deus forte e santo, louvado sejais para sempre!

Vós, que vistes as malícias deste vosso servo Cipriano! E tais malícias, pelas quais eu fui metido, debaixo do poder do diabo, mas eu não conhecia vosso santo nome, ligava as mulheres, ligava as nuvens do céu, ligava as águas do mar, para que os pescadores não pudessem navegar para pescarem o peixe para sustento dos homens, pois pelas minhas malícias, minhas grandes maldades, ligava as mulheres prenhes, para que não pudessem parir, e todas estas cousas eu fazia em nome do demônio. Agora, meu Deus, o torno a invocar para que sejam desfeitas e desligadas, as bruxarias e feitiçarias, da máquina ou do corpo desta criatura (fulano). Pois vos chamo, ó Deus poderoso, para que rompais, todos os ligamentos dos homens e das mulheres. Caia a chuva sobre a face da terra, para que de seu fruto, as mulheres tenham seus filhos; livre de qualquer ligamento que lhe tenha feito, desligue o mar, para que os pescadores possam pescar. Livre de qualquer perigo, desligue tudo quanto está ligado, nesta criatura do Senhor; seja desatada, desligada de qualquer forma que o esteja; eu a desligo, desalfineto, rasgo, calço e desfaço tudo, monecro ou monecra que esteja em algum poço ou levada, para secar esta criatura (fulano), pois todo o maldito diabo e tudo seja livre do mal e de todos os males ou maus feitos, feitiços, encantamentos ou superstições e artes diabólicas. O senhor tudo destruiu e aniquilou: ó Deus dos altos céus seja glorificado e na terra, assim como por Manoel, é o nome de Deus poderoso. Assim como a pedra seca se abriu e lançou água, de quem beberam os filhos de Israel, assim ó Senhor poderoso, com a mão cheia de graça, livre este vosso servo (fulano) de todos os malefícios, feitiços, ligamentos, encantos e tudo que seja feito pelo diabo, ou seus servos, e assim que tiver esta oração, sobre si, e a trouxer consigo, ou tiver em casa, seja com ela, diante do paraíso terreal, do qual saíram quatro rios, cinqüenta e seis tigres eufrates, pelos quais mandaste deitar água a todo o mundo, por cujos vos suplico. Senhor meu Jesus Cristo, filho de Maria Santíssima, a quem entristecer, ou maltratar pelo maldito maligno espírito, nenhum encantamento, nem maus feitos, não façam nem renovem cousa alguma, má contra este vosso servo (fulano), mas todas as cousas aqui mencionadas, sejam obtidas e anuladas, para a qual, eu, invoco as setenta e duas línguas que estão repartidas por todo o mundo e qualquer dos seus contrários sejam aniquilados as suas pesquisas pelos anjos, seja absoluto este vosso servo (fulano), com toda a sua casa e cousas que nela estão, sejam todos livres de todos os malefícios e feitiços pelo nome de Deus Padre, que nasceu sobre Jerusalém, por todos os anjos e santos e por todos os que servem, diante do paraíso, ou na presença do alto Deus Padre Todo Poderoso, para que o maldito diabo, não tenha poder de empecer, a pessoa alguma. Qualquer pessoa que esta oração trouxer consigo, ou lhe for lida, ou onde estiver algum sinal do diabo, de dia ou de noite, por Deus, Jacques e Jacob, o inimigo maldito, seja expulso para fora; invoco a comunhão dos Santos Apóstolos, de Nosso Senhor Jesus Cristo, São Paulo, pelas orações das religiosas, pela formosura de Eva, pelo sacrifício de Abel, por Deus unido a Jesus, seu eterno Pai, pela castidade dos fiéis, pela bondade deles, pela fé em Abrahão, pela obediência de Nossa Senhora quando ela livrou a Deus, pela oração de Madalena, pela paciência de Moisés, sirva a oração de São José, para desfazer os encantamentos, Santos e Anjos valei-me, pelo sacrifício de São Jonas, pelas lágrimas de Jeremias, pela oração de Zacarias, pela profecia e por aqueles que não dormem de noite e estão sonhando com Deus Nosso Senhor Jesus Cristo, pelo profeta Daniel, pelas palavras dos Evangelistas, pela coroa que deu a Moisés, em línguas de fogo, pelos sermões que fizeram os Apóstolos, pelo nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo, pelo seu santo batismo, pela voz que foi ouvida do Padre Eterno, dizendo: “Este é meu filho escolhido e meu amado; deve-me muito apreço, porque toda a gente o teme, e porque fez abrandar o mar e fez dar frutos à terra”, pelos milagres dos anjos; que juntos a Ele estão, pelas virtudes dos Apóstolos, pela vinda do Espírito Santo que baixou sobre eles, pelas virtudes e nomes que nesta oração, estão pelo louvor de Deus, que fez todas as cousas pelo Pai (sinal da cruz), filho (sinal da cruz), Espírito Santo (sinal da cruz), (fulano), se está feita alguma feitiçaria, nos cabelos da cabeça, roupa do corpo, ou da cama, no calçado, ou em algodão, seda, linho ou lã, ou em cabelos de cristão, ou de mouro, ou de hereges, ou em osso de criatura humana, de aves ou de outro animal; ou de madeira; ou em livros, ou em sepulturas de cristão, ou em sepulturas de mouros, ou em fonte ou ponte, ou altar, ou rio, ou em casa, ou em paredes de cal, ou em campo, ou em lugares solitários, ou dentro das igrejas, ou repartimentos de rios, em casa feita de cera ou mármore, ou em figuras feitas de fazenda, ou em sapo ou saramantiga, ou bicha ou em bicho do mar ou do rio, ou do lameio, ou em comidas ou bebidas, ou em terra do pé esquerdo ou direito, ou em qualquer outra cousa em que se possa fazer feitiços.

Todas estas cousas sejam desfeitas e desligadas, deste servo (fulano) do Senhor, tanto as que eu, Cipriano, tenho feito, como as que têm feito, essas bruxas servas do demônio; isto tudo vale ao seu próprio ser, que dantes tinha ou em sua própria figura ou na que Deus criou.

Santo Agostinho e todos os santos e santas, por santo nome, que façam que todas as criaturas sejam livres do mal do demônio. Amém.

Ler esta oração por 21 dias seguidos, ao meio-dia em ponto!

Oração das horas abertas, de São Cipriano

Para o meio-dia

Ó Virgem dos céus sagrados

Mãe do nosso Redentor

Que entre as mulheres tens a palma,

Trazei alegria à minha alma

Que geme cheia de dor;

E vem depor nos meus lábios

Palavras de puro amor.

Em nome de Deus dos mundos

E, também do Filho amado

Onde existe o sumo bem,

Seja para sempre louvado

nesta hora bendita.

Amém.

 

Para as Trindades

A Santíssima Trindade

Me acompanhe toda a vida,

sempre ela me dê guarida,

De mim tenha piedade;

O Pai eterno me ajude,

O filho a bênção me lance,

O Espírito Santo me alcance

Protecção, honra e virtude;

Nunca a soberba me inveje,

Em vez do mal faça o bem,

A Santíssima Trindade,

Me acompanhe sempre.

Amém.

 

Para a Meia-Noite

Ó anjo da minha guarda,

Nesta hora de terror,

Me livre das más visões

Do diabo aterrador;

Deus me ponha a alma em guarda

Dos perigos da tentação,

De mim aparte os meus sonhos

E opressões do coração:

Ó anjo da minha guarda,

Por mim pede à Virgem-Mãe

Que me preserve dos perigos

Enquanto foi vivo.

Amém.

Ler por 7 dias seguidos, nas horas indicadas

 

Oração a São Cipriano para abrir os caminhos urgentemente
São Cipriano saiu eu saí.
São Cipriano  andou eu andei,
São Cipriano achou eu achei.

Assim como à Nossa Senhora não
faltou leite para o seu bento filho,
pois a mim não faltará o que eu
quero arranjar.

Pelo sangue que São Cipriano  derramou no
calvário e pelas lágrimas que vós
derramastes ao pé da cruz,
não há de faltar o que sair a procurar.

Logo ao término desta oração, rezam-se um Pai-Nosso, uma Avé-Maria

Ler a oração por 9 dias seguidos

 

Reza a São Cipriano

Cipriano, eu, servo de Deus, a quem amo de todo o meu coração, com meu corpo e minha alma. Pesam-me todos os erros que cometi e que cometem contra vós.

Agradeço-vos, senhor, pelas graças adquiridas. Dai-me forças para livrar aqueles que necessitam de mim: da maldade, da doença, da injúria e do sofrimento. Por todos os que vivem e reinam nos céus. Amém.

Ler esta oraçao por 9 dias seguidos

 

Instruções para o uso destas poderosas orações:

Realizai estas orações de são Cipriano conforme indicado, e depois de tudo então aguardai 7 dias.

Se houverem melhoras no vosso tormento, então persisti visitando o nosso blog!, e divulgai!, e usai no nosso altar virtual!, e escrevei-nos através do formulário do blog para que possamos agradecer ao santo pelas graças que vos concedeu!

E porem:

Se não houverem melhoras na vossa aflição, então escrevei usai o formulário deste blog e a este altar para encomendar um verdadeiro e poderoso trabalho de são Cipriano!, pois nesse caso – se apenas orando ao santo  nada resultou – então é porque o seu problema é de maior complexidade e gravidade!, e nesse caso deve ser tratado com um adequado e poderoso trabalho de são Cipriano!, pois caso contrario não haverá nenhuma outra solução que vos possa valer!

Nesse caso:

Escreva-nos!

Altar de São Cipriano

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Grandes Magos e Bruxos da historia da humanidade

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Grandes Magos e Bruxos da historia da humanidade

Grandes Magos e Bruxos da historia da humanidade

Agripa 

Heinrich Cornelius Agripa foi um mago que viveu na Renascença. Nascido Heinrich Cornelius, perto de Colônia, Alemanha, em 1486, ele adoptou o nome de Agripa em homenagem ao fundador de sua cidade natal. Trabalhou como médico, advogado, astrólogo e com curas através da fé. Mas fez tantos inimigos quanto amigos e foi acusado de feitiçaria. Em 1529, publicou um livro chamado Sobre a Filosofia Oculta, valendo-se de textos hebraicos e Gregos para argumentar que a melhor maneira de chegar a conhecer a Deus era por meio da magia. A Igreja declarou-o um herético e o prendeu. Morreu em 1535. Agripa foi uma das inspirações de Wolfgang Goethe para escrever a peça Fausto, na qual um homem de ciência faz um pacto com o diabo.

Os 3 Magos: Baltazar, Gaspar e Belchior

São Mateus conta-nos como 3 magos e astrólogos do oriente, empreenderam uma enorme viagem em virtude das suas crenças místicas, viagem essa que ficaria para sempre inscrita na historia da humanidade. Inspirados por uma profecia que falava do nascimento do filho de Deus neste mundo, e guiados pelo sinal celestial que anunciava essa vinda de Cristo a este mundo, ( a estrela de Belém), os astrólogos, ( usando os cálculos da ciência astrológica), empreenderam uma longa peregrinação até ao local do nascimento de Jesus. Pelo caminho acabaram sendo contactados por Herodes, que astutamente procurou através deles saber a localização de Jesus para o assassinar. Ignorando as intenções de Herodes, conseguiram encontrar Jesus e testemunhando o seu nacimento, oferendaram-lhe presentes cheios de significado místico. Oferendaram ouro – que simboliza a luz do Sol, ou o espírito de um Deus – , assim como incenso –  que simboliza o mundo dos espíritos e o dom dos profetas – , bem como Mirra – que simboliza o reino dos mortos e a imortalidade. Logo nessas 3 oferendas, estavam simbolizados e profetizados os destinos de Jesus: 1- receber em si o espírito do filho de um Deus; 2- ter o dom de contactar com o mundo dos espíritos, conseguindo assim profetizar e operar milagres; 3- vencer a morte, alcançando a imortalidade.

Depois de ter realizado as oferendas, nessa mesma noite os 3 magos foram visitados por um anjo de Deus, que lhes pediu que abandonassem belém por um caminho discreto, a fim de escapar a Herodes e manter secreta a localização de Jesus. Os magos assim o fizeram, e seguindo a instrução do anjo, contribuíram para salvar a vida do menino Jesus ás mãos do sanguinário Herodes. Assim São Mateus revela um conjunto de informações interessantes. São Mateus descreve com Deus também faz a suas mensagens chegar aos homens através das estrelas. São Mateus tambem nos revela que os magos podem lidar com o mal, ( como lidaram com Herodes), para fazer o bem,( como o fizeram quando ocultaram a localização de Jesus). São Mateus tambem revela que aquele que opera as artes da Magia e da Astrologia, pode contactar com anjos e cumprir a missão de Deus, apesar de lidar com as forças do oculto. Os 3 magos, ficaram assim eternizados na historia da humanidade e são talvez os magos mais famosos do cristianismo.

Alberico Grunnion

Este nome deve ter sido inspirado pelo de Alberico, o poderoso bruxo do poema épico germânico Nibelungenlied (A Canção dos Nibelungos). O poema é um registro mítico de um evento histórico – a vitória dos hunos sobre o reino da Burgundia (hoje parte da França), em 1437d.C.

Aleister Crowley

(12 de outubro de 1875 –1 de dezembro de 1947) foi um controverso ocultista britânico, fundamentalmente conhecido pelo tarô que chama pelo seu nome. Mas muito mais que isso, Aleister foi o fundador da doutrina de Thelema. Conheceu Fernando Pessoa, comummente reconhecido como brilhante poeta, contudo outro grande astrólogo e ocultista.O trabalho de Crowley influenciou Paulo Coelho. Edward Alexander Crowley nasceu quase à meia-noite do dia 12 de outubro de 1875, em Warwickshire, Inglaterra, filho de um rico cervejeiro, membro fervoroso de uma seita cristã, das mais puritanas e que impunha á família toda a austeridade e o rigor de uma educação fundamentalmente religiosa. Aos quatro anos, Crowley lia a Bíblia e aos seis, era um exímio jogador de xadrez. Ingressou no Trinity College, onde aprendeu hebraico, grego e latim, demonstrando um elevado intelecto. Na mesma época, começou a interessar-se por ocultismo. Abandonou o colégio em 1898, ano em que foi admitido na Ordem Hermética do Amanhecer Dourado, onde foi iniciado em Magia Cerimonial e Cabala. Aleister publicou entretanto vários textos e poemas que foram considerados ofensivos e pornográficos. Essas publicações escandalosas, a sua vida sexual publicamente desregrada e a inveja provocado pela sua rápida ascensão da Aurora Dourada valeram-lhe muitos conflitos, antipatias e conflitos pessoais. Aleister adquiriu um apartamento em Londres usando o nome de Conde Vladmir Svaref, onde construiu um Templo. Diz a lenda, que certa noite, no Templo Negro, Aleister , envergando trajes cerimoniais, invocou espíritos utilizando o pentagrama mágico com seu círculo traçado no chão.Dizem que 316 demônios apareceram a Aleister. De todos os livros que entranto escreveu até 1911, destacou-se o Liber 333, que impressionou o líder da Ordo Templi Orientis (O.T.O.), na Alemanha, ordem que se auto-proclamava legítima herdeira dos Cavaleiros Templários. Crowley foi nomeado representante da OrdoTempli Orientis para os países de língua inglesa. Em 1920, fundou a Abadia de Thelema, na localidade de Cefalu, na Sicília, Itália. Em breve, suspeitas de actividades escandalosas e boatos sobre missas negras e orgias de sangue levaram a sua expulsão do local, por Mussolini, em 1923. Crowley não só envolveu-se com mulheres, mas também com diversos homens. Viveu com um dos seus colegas de universidade uma relação que ele mesmo reconheceu ser similar à de “marido e esposa”, mas acabou optando pelo caminho da busca do conhecimento mágico em detrimento da amizade em questão. O envolvimento de Crowley com drogas deu-se, a princípio, por conta do consumo de morfina para fins terapêuticos, uma vez que ele sofria de asma. Incentivado por Alan Bennett passou a utilizar drogas para finalidades ritualísticas, uma dependência que apenas no fim da sua vida acabou por superar. Outro aspecto marcante de sua biografia refere-se à vida sentimental. Na sua vida existiram duas esposas oficiais e muitas amantes, as chamadas mulheres escarlates, todas elas parceiras de Crowley e sacerdotizas nas suas operações mágicas. Crowley utilizava as mulheres como médiuns, como ponte entre este mundo e o mundo dos espiritos. Dos seus filhos, somente a primeira, do primeiro casamento, sobreviveu. O seu nome era Nuit Ma Ahathoor Hecate Sappho Jezebel Lilith Crowley, um panteão que reúne alegorias representativas de Justiça, Amor, Beleza, Face Negra da Lua, Poetisa, Adoradora de Ba’al e Rainha dos Demônios e dos Mundos Infernais. Quando Crowley morreu, Lilith recusou o legado literário ocultista de seu pai. Entre outros epítetos, todos auto-atribuídos, Crowley foi chamado: Perdurabo (em latim, “Eu perdurarei até o fim”), Parzival, Baphomet , Deus est Homo, “O mago das mil faces”, “A Grande Besta”, ou ainda, como queriam seus detractores, “O homem mais perverso do mundo”. De acordo com a filosofia thelêmica de Aleister, o ser humano possui uma condição divina, condição da qual foi afastado. Os gnósticos defendem que o homem foi afastado dessa condição pela encarnação, ou seja, desde o momento em que o homem foi forçado a encarnar num corpo físico. Ao contrário, Crowlley defende que o homem apenas foi afastado dessa condição por via da não-conscientização dessa natureza. Essa falta de consciência seria mantida por uma série de condicionalismos inibidores, dentre os quais podem-se citar o conceito de pecado enquanto restrição artificial dos impulsos naturais. Assim, cabia ao ser humano caminhar num processo de profunda auto-consciência, ate entrar em contacto com o mundo divino e assim reassumir a sua verdadeira natureza.Segundo Crowley um dos caminhos desta busca pelo auto-conhecimento passava pela experimentação dos próprios limites. Mas essa experimentação, que por muitos podia ser vista como mera libertinagem ou imoralidade Para Crowley, a Magia é «a arte e a ciência de causar Mudanças com o Desejo»

Alex Sanders

Alex Sanders nasceu a 6 de Junho de 1926 e faleceu a 30 de Abril de 1988. Sanders foi proclamado pelos seus seguidores como o «Rei das Bruxas».Alex Sanders nasceu em Inglaterra, e reza a lenda que ele foi iniciado nas artes da bruxaria pela sua avó. Diz-se que o episodio sucedeu quando Alex, ainda em criança, encontrou acidentalmente a sua avo no centro de um circulo magico, nua e praticando as suas artes esotericas. Há quem diga que foi nesse momento que a avó de Alex, apercebendo-se da sua presença, o acolheu no ritual e assim o iniciou nas artes da bruxaria. Alex Sanders estudou e trabalhou como analista quimico num laboratorio em Manchester, onde conheceu Doreen Valiente, uma colega de trabalho com quem viria a casar aos 21 anos. O casamento durou apenas 5 anos, e dele resultaram 2 filhos.Depois do divorcio, Alex Sanders começa a estudar e a particar Magia atraves do Caminho da Mao Esquerda, havendo lido os trabalho de Abramelim, o Mago.Nessa fase da sua vida, consta que Alex Sanders teve varios relacionamentos sexuais, tanto com homens como com mulheres. De alguma forma dizia-se que Alex Sanders tinha uma forma inexplicavel de atrair irresistivelmente pessoas que o sustentassem financeiramente. Ao longo dos seus estudos e no decorrer dos anos 60, Sanders chega a fundar directa ou indirectamente mais de 1.000 convens de bruxos e bruxas que seguiam fiel e atentamente o seu trabalho mistico. Por tudo isso, ele foi eleito pelos seus pares como o «Rei das Bruxas».Em 1967 Sanders casa-se com Maxine. Sanders conhecera Maxine no decorrer da decada de 60 e iniciou-a na bruxaria.Depois de casar, ambos dedicaram-se ao ensino da bruxaria.

Balaão

Personagem descrito na Torah Judaica ou Velho Testamento Cristão, em Números 22. Sobre Balaão sabe-se que foi consultado pelo Rei dos Moabitas, pois os Judeus tinham acampado em terras de Moabe, o que deixara o Rei muito apreensivo quanto ás intenções dos Hebreus. Temendo uma invasão ou uma ocupação dos seus teriitorios, o monarca contrata os serviços do mago Balaão, que mandou chamar para amaldiçoar os Israelitas. Apos ter recusado o trabalho de magia uma vez, mas confrontado com a imparável insistência do monarca, Balaão recebeu pela ultima vez os emissários do rei Balaque, e pediu que eles dormissem na sua morada e aguardassem uma resposta pela manhã, pois ele consultaria Deus. Balaão conversa com Deus e este ordena-lhe que não pronuncie o encantamento de maldição contra o povo de Israel. Balaão atendeu prontamente às ordens e mandou os emissários de volta ao Rei.Contudo, Balaque não desistiu e mandou outros emissários, reforçando o seu convite com promessas de grandes e o pagamento de elevadas recompensas financeiras. Balaão aceita então o convite, apenas para de cada vez que o rei encomenda uma maldição, Balaão transformar os pedidos de desgraça em bênção. Furioso, o rei pergunta porque motivo o mago estava fazendo o contrário daquilo para que estava sendo pago, e Balão respondeu que um mago apenas pode fazer o bem ou o mal com a autorização de Deus. Este mago, acaba sendo a justificação de todos os magos e foi inscrito na palavra de Deus.

Circe

Da mitologia grega, feiticeira, filha do deus Hélio e da nereida Perseis. Vivia na ilha de Eéia, que possivelmente ficava na costa oeste da Itália. Com poções e encantamentos, Circe era capaz de transformar seres humanos em animais

Eliphas Lévi

(Alphonse Louis Constant, Zahed, 1810-1875) Esoterista, cabalista e autor francês. Chegou a ser diácono, porém foi expulso do seminário, devido ás suas tendências e condutas demasiadamente liberais, assim como por demonstrar um invulgar interesse pelas ciências ocultas. Foi iniciado da Societas Rosicruciana in Anglia. Esteve ligado e vários movimentos de natureza maçónica, onde chegou a mestre.

Fernando Pessoa

comummente reconhecido como brilhante poeta Portugues, contudo grande astrólogo e ocultista, do qual se diz ter previsto a data e hora da sua própria morte com infalível exactidão, tão infalível quanto a mesma previsão se veio a verificar. Há quem também defenda que todos os seus heterónimos foram criados com fundamento em ensinamentos cabalísticos, sendo que outros defendem que os mesmos heterónimos foram criados com base em processos espiritistas, sendo que na verdade os heterónimos de Fernando Pessoa eram pessoas que existiram de verdade e que eram espíritos consultados pelo poeta e sobre os quais Fernando Pessoa escreveu. Tanto uma como outra versão, defendem em uníssono que as personagens heterónimas de Fernando Pessoa possuíam um fundamento tão realista devido a serem espíritos que, na realidade, existiram mesmo e foram consultados pelo poeta. Fernando Pessoa possuía ligações com o ocultismo e o misticismo, salientando-se a Maçonaria e a Rosa-Cruz (embora não se conheça qualquer filiação concreta em Loja ou Fraternidade destas escolas de pensamento), havendo inclusive defendido publicamente as organizações iniciáticas, no Diário de Lisboa, de 4 de Fevereiro de 1935, contra ataques por parte da ditadura do Estado Novo. O seu poema hermético mais conhecido e apreciado entre os estudantes de esoterismo intitula-se “No Túmulo de Christian Rosenkreutz”.Conheceu o famoso ocultista Aleister Crowley, assim como a maga alemã Miss Jaeger que passou a escrever cartas a Fernando assinando com um pseudônimo ocultista.

Francis Bacon

( 1561-1626) Filósofo, Jurisconsulto e Estadista inglês. Um dos fundadores do Método Experimental . Foi ao mesmo tempo, um importante ocultista, na figura de uma das principais figuras da Autêntica Ordem Rosa-cruz.

Franz Hartmann

(1838-1912) Ocultista, teosofista e médico alemão. Eminente membro da Santa Igreja Gnóstica da Alemanha. Depois de viajar pela Europa e a América, desenvolveu suas faculdades psíquicas com a paranormal Katie Wentworth. Depois, uniu-se com H.P. Blavatsky, de quem foi discípulo na Sociedade Teosófica. Em 1888 fundou na Alemanha a Ordem Rosa-cruz Esotérica,

Fulcanelli

Pseudônimo de um misterioso alquimista contemporâneo desaparecido depois da Liberação Francesa pós Segunda Guerra Mundial. Autor de importantes trabalhos alquímicos, publicados através de Eugene Canseliet, única pessoa que o conheceu pessoalmente.

Grosche

em 1926, Grosche fundou a ordem Fraternitas Saturni. A Fraternitas Saturni reconhece Aleister Crowley como um profeta e professa a Lei de Thelema de uma forma modificada. Diz-se que a Fraternitas Saturni ainda actua na Alemanha, Canadá e outros países. Este sistema é desenvolvido por uma fraternidade chamada “Fraternitas Saturni”. Nesta ordem é praticado um sistema mágico denominado Magia Luciferiana. O sistema esotérico de Magia Luciferiana praticado na ordem que Grosche fundou foi beber ao sistema magico da ordem Ordo Templi Orientis ,(O.T.O.), sendo centraliza suas práticas em magia sexual e em magia ritualística. A diferença principal em relação a O.T.O. é que, enquanto esta busca a fusão do indivíduo com a energia criadora, elevando o individuo a um estado superior, a Fraternitas Saturni busca elevar o espírito humano não a um estado superior mas sim a uma permanente condição de Divindade, representada por Lúcifer.

Hengisto de Woodcroft

Este mago é ou recebeu seu nome em homenagem ao rei saxão da Inglaterra. O rei Hengisto e seu irmão Horsa – seus nomes vêm de palavras em alemão para “garanhão” e “cavalo” – chegaram à Inglaterra em 449a.C., com mercenários, para ajudar o rei Vortigern a derrotar a rebelião dos Pictos e dos Celtas da Escócia. No entanto, começaram sua própria rebelião. Hengisto fundou o reino de Kent. É provável que o nome Woodcroft seja simplesmente um dos que a J.K. descobriu num mapa e gostou. Em Peterborough, na Inglaterra, ao Norte de Kent, existe o Castelo Woodcroft, lugar famoso por seus assassinatos e fantasmas

John Dee

Viveu no Sec XVI/XVII, foi conselheiro particular da rainha Elizabeth I, e também exerceu varios ofícios cientificos: foi matemático , astrónomo, astrólogo, geógrafo. Contudo, John Dee ficaria famoso pelos seus trabalhos no campo da alquimia e do oculto. Ele foi um dos homens mais cultos e instruídos de seu tempo, e antes dos 30 anos já era professor na Universidade de Paris . Dee , de forma muito revolucionária, ( até para os dias de hoje), trabalhou tanto no mundo da ciência como na arte da magia. Dee, ultrapassando o pudor que os cientistas geralmente revelam relativamente ao mundo espiritual,  acreditava que tanto a ciência como a magia eram formas diferentes e validas de abordar e estudar a mesma realidade: toda a criação de Deus, desde o mundo terreno ás esferas celestiais. Este brilhante cientista estava profundamente imerso na filosofia hermética e na chamada magia angélica e devotou a última terça parte de sua vida quase que exclusivamente a este tipo de estudo. John Dee deu inicio a um processo mediúnico com a finalidade de contactar e falar com anjos através do uso de um “scryer” ou  um cristal, que agisse como um intermediário entre ele e os anjos. Dee teve sucesso nessa tentativa de comunicação, e segundo disse,  os anjos ditaram-lhe muitos livros que escreveu sobre o assunto. Segundo Dee, os anjos transmitiram-lhe uma  língua angélica que na falta de melhor palavra, ele denominou Enochiana. Dee sujeitou muitos voluntários ás suas sessões de comunicação com os anjos, contudo logo descobriu que este tipo de comunicação podia ser perigosa, pois muitas das pessoas que entraram em contacto com as esferas celestes através dos cristais , ou se fecharam nas suas casas para nunca mais sair, ou simplesmente enlouqueceram completamente. Aparentemente o elevado grau de consciência das entidades angélicas, pode afectar uma mente humana normal danificando-a. È no fundo um risco que este tipo de operação podia acarretar, pois colocar um espírito angélico em contacto directo com uma mente humana é como tentar enfiar um elefante por um buraco de uma agulha e a mente humana corria o risco de não sopurtar o grau de impacto advindo da assimilação de inteligências tão mais vastas. Dee assim descobriu que este tipo de comunicação apenas poderia ser praticada directamente por fortes médiuns e não por pessoascomuns.

Lilith Aquino

Patricia Sinclair adoptou o nome de Lilith Aquino depois de se casar com Michael Aquino, uma das altas figuras da Igreja de Satã, uma instituição fundada por Anton Szandor LaVey em 1966. Antes de entrar no culto de Lavey, Lilith Aquino foi modelo e depois de abandonar essa actividade, tornou-se proprietaria de uma livraria dedicada ao oculto. Depois disso ela ingressou na igreja de Satã e acabou assumindo um papel de elevado perfil no culto. Em 1975 ocorre uma cisão na igreja, e Lilith Aquino juntamente com Michael Aquino abandonam o culto o torna-se membro fundador do Templo de Set. Lilith Aquino casa com Michael e assume tambem o cargo co-Grande Mestre da Ordem do Vampiro, uma ordem pertencente ao Templo de Set.

Marie Leveau

Marie Laveau foi mais famosa rainha Vodu da America do Norte. Ela e a sua filha, Marie Laveau II, foram as figuras mais poderosas e influentes do mundo oculto em Nova Orleães durante os Séculos XIX e XX. Marie Levaeu ensinou a praticou a sua religião vodu, fazendo uso de poderes mágicos para tratar de assuntos de amor, questões sociais, assuntos de negócios, problemas com inimigos e questões sexuais. Marie Laveau era filha ilegítima de Charles Laveau e Marguerite Darcantrel, tendo nascido em Nova Orleães em 1794, e foi considerada uma mulher de cor livre. Marie não era negra, era uma bela mulata ou crioula, descendente de uma mistura de sangues negros, brancos e indianos. Marie Laveau casou-se aos 4 de Agosto de 1819 com Jacques Paris, um rico agricultor que era tembem um homem de cor livre.Eles viveram numa casa que era parte do dote de Charles Laveau, seu pai. Contudo,Paris acabou abandonando Marie e retornando a Saint Dominique. Marie Leveau ultrapassou o abalo, socialmente adoptou o titulo de viúva Paris e arranjou emprego como cabeleireira. Nessa profissão, trabalhou para as mais ricas mulheres, tanto brancas como crioulas de Nova Orleães. Não se pode negar que nessa altura, talvez tenha ficado a saber de alguns dos mais íntimos segredos da alta sociedade branca e crioula, o que a muito ajudou na sua carreira de sacerdotisa Vodu. Em 1826, Marie junta-se a Christopher Duminy de Clapion , que tal como o seu primeiro marido, era tembem de Saint Dominique. Embora nunca tenham casado, Marie teve 15 filhos deste relacionamento. Foi então que abandonou a carreira de cabeleireira, e dedicou-se inteiramente ao sacerdócio Vodu. Ela dedicou todos os seus esforços para ser a Rainha Vodu de Nova Orleães. Rapidamente circularam rumores de rituais vodu secretos, em que se adorava uma serpente chamada Zombie, e nos quais se praticavam danças, se realizavam orgias nas quais abundavam a bebida e o sexo. Tais rumores apenas atraíram ainda mais o numero de frequentadores dos cerimoniais Vodu. Curioso é que um terço, ( ou mais), dos adoradores desta religião eram brancos, que frequentavam os rituais e procuravam Marie desejosos de poder para reaver um amor perdido, para ter um novo amante, para levar uma nova mulher ao leito, para eliminar um sócio nos negócios, ou mesmo para destruir um inimigo. Em meados de 1830, haviam inúmeras rainhas vodu lutando entre si para serem a rainha do Vodu e assim ganharem controlo sob todo o movimento religioso da área. Mas Marie Laveau arrasou com toda a concorrencia. Uma das suas vantagens, era que Marie era Católica, e integrou vários elementos da religião crista nos seus rituais, o que lhe permitia apresentar espectaculares cerimoniais que conquistavam seguidores tanto entre negros, como entre crioulos, como entre brancos. Marie chegou mesmo a abrir as suas cerimonias ao publico. Marie também convidou inúmeras pessoas e instituições a assistir aos rituais, tendo-o feito com a imprensa, a policia, etc… Ela chegou mesmo a abrir portas a todos os sedentos de sensações proibidas, cobrando pelo acesso, o que tornou o Vodu bastante lucrativo pela primeira vez. Diz-se que o espírito empreendedor da Maria foi ainda mais longe, quando chegou a organizar rituais secretos onde se realizavam orgias para homens ricos que procuravam belas negras, voluptuosas crioulas e lindas mulatas. A seu tempo, o seu acesso aos mais íntimos segredos da alta sociedade conseguidos através das suas orgias, aliado á sua grande sabedoria mística e conhecimento sobre feitiços, em combinação com a sua grande beleza, reconhecida fogosidade e personalidade marcante, fizeram de Marie Leveau a mulher mais poderosa de Nova Orleães. Brancos de todas as classes procuravam a ajuda dela para todo o tipo de assuntos, enquanto que muitos na comunidade negra e crioula viam-na como uma líder. Juízes e políticos brancos chegaram a pagar-lhe mais de 1.000 Doláres, ( uma grande soma de dinheiro, na altura) , para ganhar eleições, enquanto que brancos de outras condições sociais mais modestas lhe pagavam 10 dolares por um pó de amor. Aos negros, ela ajudava livremente. Visitar Marie Laveau tornou-se moda, era «chique». Em 1869, aos 70 anos, Marie anunciou que se iria reformar. A sua filha, continuou a sua obra, sob o nome de Marie Laveau II, sendo que a seu tempo, a lenda da mãe e da filha de acabaram por misturar, um pouco devido á fenomenal semelhança física entre ambas. Foi a continuação de uma dinastia que a sua filha, Marie Laveau Clapion optou por fazer perpetuar de sua livre vontade, seguindo assim os passos da sua mãe.

Merlim

É considerado um dos mais sábios magos que já existiram, um bruxo-mestre. Dizem que foi conselheiro dos reis britânicos Vortigern, Uther Pendragon e Artur. Embora a lenda possa ter se baseado em alguém que tenha existido de fato, o Merlim que conhecemos é um personagem tirado da fantasia. Por exemplo, alguns dizem que foi ele quem colocou no lugar as pedras de Stonehenge. Outros dizem que ele possuía o dom da profecia porque vivia ao contrário, do futuro para o passado, e portanto já tinha visto o futuro. Merlim é mais conhecido como o mentor do rei Artur.

Miriam, A Judia

Uma das mais famosas bruxas dos tempos antigos. Irmã de Moisés, dizia-se que fora instruída pelo próprio Deus. Muitos trabalhos importantes de alquimia são atribuídos a ela. Também conhecida pelo nome de Maria.

Morgana

Foi uma feiticeira poderosa da mitologia britânica, especialmente dotada nas artes da cura. Merlim foi seu tutor e, algumas vezes, é dito que ela era meia-irmã do rei Artur. Apesar disso, sempre rivalizou com Artur. De acordo com algumas lendas, ela viveu no Estreito de Messina

Nostradamus

Michel de Nostredame, mais conhecido sob o nome de Nostradamus, foi um Farmacêutico/ Medico da Renascença que praticava a astrologia e a alquimia (como muitos dos médicos do século XVI). Nasceu em 14 de dezembro de 1503 em Saint-Rémy-de-Provence; sofrendo de Epilepsia psíquica, de gota e de insuficiência cardíaca, morreu em 2 de julho de 1566 em Salon-de-Provence, vítima de um edema cárdio-pulmonar. Seus pais eram Jaumet (ou Jacques) de Nostredame e Reynière (ou Renée) de Saint-Rémy. Ele é o filho mais velho dos 8 filhos do casal. O nome Nostredame vem de seu bisavô judeu, que escolheu o nome de Pierre de Nostredame quando da sua conversão ao catolicismo. Ficou famoso por sua suposta capacidade de vidência. Escreveu um livro de centúrias, versos codificados que seriam previsões do futuro. As previsões de Nostradamus revelam eventos que viriam a suceder no futuro. Entre tais eventos, contam-se a previsão da vida e imperiod de Hitler, a 2ª guerra mundial, a vida e existência de Napoleão, a fundação dos Estados Unidos da América 500 anos antes da sua ocorrências, o assassinato de Kennendy, a existência de armas nucleares, de submarinos e helicópteros ou mesmo aviões a jacto, e diz-se mesmo, o atentado de 11 de Setembro bem como a 3ª guerra mundial. Até hoje, as previsões de Nostradamus tem-se verificado infalíveis. Nostradamus teve contactos com três reis de França (Henrique II, Francisco II e Carlos IX), graças a rainha Catarina de Médicis, esposa do primeiro e mãe dos seguintes. Nostradamus ganhou a preferência da rainha, pois previu com exactidão a morte do rei, assim como a morte e sobrevivência de todos os filhos da monarca, sem falhar em nenhuma circunstancia. Não fosse pela protecção da rainha, e Nostradamus teria sido condenado á fogueira pela Santa Inquisição, que defendia que toda a pratica adivinhatória era fruto de possessão demoníaca. Nostradamus frequentou o curso de Medicina, contudo não concluiu os seus estudos. Optou depois pela carreira de Farmacêutico / boticário, tendo sido razoavelmente bem sucedido nessa pratica. Nos tempos em que a peste negra atingiu a Europa, Nostradamus conseguiu bons resultados na luta contra a peste, em parte através da aplicação de praticas de higiene publica e técnicas de higiene pessoal. No entanto uma tragédia atingiu a vida de Nostradamus. O homem que tantos resultados tinha obtido ao lutar contra a peste, perdeu a sua esposa e filhos, que morreram da doença que infestou a Europa. Nostradamus ficou devastado. Prosseguiu com a sua vida, voltando a casar e tendo mais filhos. Casou novamente com segunda esposa, numa pequena cidade, com uma viúva de nome Anna Gemella, de quem teve seis filhos. Foi nessa altura que começou a escrever as suas Centúrias. Alcançou boa fama e muito dinheiro por publicar anualmente almanaques, o que fez por mais de dez anos, ganhando considerável fortuna. Os Almanaques da Nostradamus tinham muito de astrologia e continha, as previsões para os próximos tempos escritas em geral de forma corrente. Nostradamus ganhou fama e foi imensamente procurado por pessoas que procuravam as suas consultas, de forma a saber desde previsões sobre o tempo, ( para fins de agricultura), até previsões pessoais. Diz-se que a sua dor pela perda da sua primeira esposa e filhos, levou-o a aprofundar os conhecimentos esotéricos. Nostradamus trabalhava de dia dando consultas, e á noite, refugiava-se para praticar as suas artes esotéricas, das quais escorriam os conhecimentos que inscreveu nas suas profecias sobre o futuro. Nostradamus sempre defendeu que as suas profecias não se tratavam de eventos destinados a acontecer, mas antes de um aviso á humanidade, pois de ela mudasse o seu comportamento, os destinos previstos pelas suas visões poderiam ser alterados.

Papus

Gerard Anaclet Vincent Encausse, mais conhecido pelo pseudônimo de Papusnasceu em Corunha, a 13 de Julho de 1865, vindo a falecer em Paris, a 25 de Outubro de 1916. Foi um médico, escritor, ocultista, rosacrucianista, cabalista, e maçon. Fundou o martinismo moderno

Paracelso

Pseudônimo de Theophrastus Bombastus von Hohenheim (c. 1493-1541), médico e químico suíço. Recusou as crenças médicas de sua época, afirmando que as doenças se devem a agentes externos ao corpo e que poderiam ser combatidas por meio de substâncias químicas. Identificou as características de várias doenças, como o bócio e a sífilis, e usou ingredientes como o enxofre e o mercúrio para combatê-las

Ptolomeu

astrônomo e matemático, cujas teorias e explicações astronômicas dominaram o pensamento científico até o século XVI. Também é famoso por suas contribuições em matemática, ótica e geografia. A primeira e mais famosa obra de Ptolomeu é conhecida simplesmente como Almagesto. Ela propõe uma teoria geométrica para explicar matematicamente os movimentos e posições aparentes dos planetas, do Sol e da Lua

Salomão

filho do Rei David com Bate-Seba, tornou-se no terceiro rei de Israel (reino ainda unificado) e reinou durante quarenta anos. O nome Salomão ou Shlomô , que em hebraico deriva da raiz Shalon, que significa “paz”, tem o significado de “Pacifico”. Foi adicionalmente chamado de Jedidias pelo profeta Natã, nome que em hebraico significa “Amado de IHVH”. (II Samuel 12:24, 25)Foi ele quem ordenou a construção do Templo de Jerusalém, também conhecido como o Templo de Salomão. Salomão notabilizou-se pela sua grande sabedoria, prosperidade e riquezas abundantes, bem como um longo reinado sem guerras. Salomão sucedeu a seu pai, David, no trono de Israel, em cerca de 997 a. C.. Depois de guiar o seu povo com grande sabedoria, e depois de construir o grande Templo de Jerusalém, ( do qual nos dias de hoje resta apenas um muro, chamado «muro das lamentações»), Salomão foi um grande praticante de magia negra. Há relatos que indicam que Salomão , no seu tempo, terá sido o rei mais rico á face da terra e que, ainda hoje e em termos comparativos, seria muito mais rico e poderoso que qualquer chefe de estado existente.Há quem afirme que a sua enorme fortuna advem do poder de Deus, enquanto que outros defendem que advem do seu profundo conhecimento de magia negra e demoniologia, sendo que teria sido do controlo sobre os demónios que Salomão ganhou a sua incomensurável riqueza. O Rei Salomão prestou culto e praticou artes magicas ligadas a Deuses que mais tarde vieram a ser classificados como demónios, tais como os Astarote (dos sidônios), Moloque (dos amonitas), e Camós (dos moabitas), aos quais edificou altares e santuários no Monte das Oliveiras. (I Reis 11:1,2; Neemias 13:26) Salomão prestou culto e praticou artes magicas relacionadas com Astarte, uma Deusa reconhecida pelos fenícios, sidónios, sumérios acádios, e mesmo egípcios e gregos. Os seus rituais desta deusa a que Salomão cedeu a sua devoção e artes de magia, eram multiplos, passando por ofertas corporais de teor sexual, libações, e também a adoração das suas imagens ou ídolos. O seu principal culto ocorria no equinócio da primavera e era altura de grandes celebrações à fertilidade e sexualidade. A sexualidade e o erotismo ligados á pratica do seu culto fazia dela uma deusa muito adorada entre os povos da altura, e o rei Salomão acabou por adorar esta deusa (1Reis 11:15), contrariando o seu Deus

São Cipriano

Para saber mais sobre são Cipriano, por favor consulte:

SÃO CIPRIANO

Veja o artigo sobre São Cipriano

 

quer um poderoso trabalho de magia?

quer um poderoso trabalho de bruxaria?

quer um poderoso trabalho de feitiçaria?

Escreva-nos!

Altar de São Cipriano

Recomende, partilhe e vote nesta matéria
1 2