Amarrações do fruto proibido

fruto-proibido2
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Amarrações do fruto proibido

Diz o povo que:

«o fruto proibido é sempre o mais desejado.»

Pois então:
Por vezes – assim tem sido desde tempos imemoriais – isso é mesmo verdade!, e por isso as amarrações do fruto proibido são o ideal para quem deseja amarrar alguém que não suposto poder ter, ( seja por convenção social, seja por motivos familiares, seja porque se é casada, etc), ou enfim : para se poder conquistar um amante – ou uma amante – que não é licito possuir!
Olhai:
O fruto proibido foi aquele através do qual Eva foi fazer a tentação recair sobre Adão quando assim era proibido, e foi através desse fruto que Eva fez Adão cair na tentação.
Pois então:
Da mesma forma, é através da amarração do fruto proibido que uma mulher poderá fazer um homem cair na tentação, ou um homem fará uma mulher cair na tentação!, mesmo quando assim seja proibido!, e até nas mais difíceis ou constrangedoras circunstancias em que nasce um desejo irresistível por alguém que não é licito possuir amorosamente.
Na mitologia cristã sempre se diz que o fruto proibido é uma maça.
E porem:
fruto-proibido4Na verdade as velhas e milenares sabedorias de ancestrais rabinos – e fortes tradições do Midrash – professam que se trata não de uma maçã, mas sim do baga da uva!, e quem mais percebe dos milenares segredos do Antigo Testamento são os sábios hebraicos, pois foram eles que ao longo de milénios escreveram e transcreveram os textos sagrados, assim como conservaram os segredos neles contidos ocultamente.
Ou seja:
a uva quando processada e fermentada dá em vinho, por isso ela, (na forma de vinho), desinibe os homens e as mulheres, e – na verdade – Adão e Eva tendo descoberto como se embriagar com o fruto da videira, (conforme mais tarde aconteceu com Lot e as suas duas filhas – vide: Gen 19, 30-38), então desinibiram-se e cometeram o pecado da carnalidade!, coisa que Deus lhes proibiu no Èden, pois que Adão e Eva eram como irmãos num estado de pureza, e por isso Deus ter-lhes-ia ordenado , (sabendo os efeitos sedutores e inebriantes daquela baga de uva), que jamais tocassem nem processassem o fruto da videira!, coisa que Eva acabou por levar Adão a fazer!
Para além disso, as mitologias greco-romanas confirmaram esta ideia dos ancestrais rabinos, pois que a uva esteve sempre associada ao deus Baco, ás suas sacerdotisas bancantes, á ebriedade e aos rituais de luxuriosos das bacantes que eram anualmente festejados em honra do deus Baco.
Por isso:
As mais ancestrais escolas teológicas não consideram a maçã enquanto o fruto proibido, mas sim a uva, ou a baga da uva, ou o cacho da uva!, e em resumo: o seu sub-produto, que é o vinho!
Por isso mesmo, é que certas teorias do Midrash hebraico consideram que foi por esse motivo, ( para expiar o pecado de Adão e Eva que foi cometido no Èden através do vinho), que então o vinho passou a ser usado em rituais dedicados á expiação de pecados, e a Deus.
Mais tarde, o cristianismo viria a perpetuar essa tradição rabínica do fruto proibido usado como elemento redentor através do vinho da Eucaristia, sendo que:
enquanto o vinho no cristianismo representa o sangue de Cristo que nos traz redenção, pois da mesma forma o vinho nas tradições rabínicas representa a redenção pelo pecado de Adão e Eva no Èden.
Pois então:
Conforme as mais ancestrais tradições – que remontam a Adão e Eva, assim como a Lot e as suas filhas – a uva é o fruto proibido que abre a porta ao que é proibido!, então é por isso com esse fruto proibido que se podem celebrar as mais fortes magias amorosas para se colher frutos amorosos proibidos!
Como são feitas as amarrações do fruto proibido
fruto-proibido-deus-bacoAs amarrações do fruto proibido são sempre feitas numa encruzilhada deserta á volta da qual existem vinhas, e sob o luar de lua cheia.
No centro dessa encruzilhada devem ser riscados, ( com cré sagrado), sigilos ou símbolos invocatórios de espíritos.
No centro desses sigilos ou diagramas ocultos, deve ser colocada uma taça de prata que antes foi consagrada em igreja.
No centro da taça de prata consagrada em igreja, são vertidas 7 porções de vinho santo de eucaristia, pois que o vinho é o produto o fruto proibido, e que é a baga de uva. Há quem também use vinho kosher hebraico proveniente de Israel.
Na taça deve depois ser colocado – no centro do vinho – um coração de ave negra oferendado no momento, com o uso de uma faca de prata consagrada e sem imperfeições.
Porque se usa uma ave negra?
Porque assim ensina o ensinamento de são Cipriano:
Assim se pode ler na obra de são Cipriano:

Depois de estudar bem o livro (…) lançou a mão de uma galinha preta própria para as esconjurações diabólicas
Obra de são Cipriano, versando sobre «Erguimanços de são Cipriano ou prodígios do diabo», capítulo 2º, Pag 248

Pois assim sendo: a oferenda de ave negra é própria para as conjurações mais portentosas, e é preceito adequado á invocação e conjuração das mais portentosas magias.
Isto explicado:
Na taça deve ser polvilhado pó de amarração vodu, assim como sal do mar vermelho, e deve o coração ser trespassado com 5 alfinetes de prata.
Neste momento devem-se entoar 5 litanias ocultas de amarração, e assim deve ser feito de cada vez que se perpassa – com as 5 agulhas de prata – no coração colocado no vinho santo, que está na taça de prata consagrada, e que se encontra no meio de sigilos místicos riscados na encruzilhada ladeada de vinhas.
Pois então:
Nas amarrações do fruto proibido, conforme o coração que esta no vinho – que é o fruto do fruto proibido – está ali polvilhado de pó vodu e trespassado pelos alfinetes de prata consagrada, então também o coração da pessoa que ilicitamente se deseja acabará entregando-se a todos os desejos do mandate da amarração!
Cuidados a ter com amarrações do fruto proibido
As amarrações do fruto proibido são trabalhos de amarração de Santeria, e por isso são trabalhos místicos poderosos, feitos com recurso a milenares técnicas de invocação de espíritos!
Por isso:
As amarrações do fruto proibido sendo manipuladas da forma errada – por curiosos, desconhecedores, ou leigos – então podem infestar esses leigos e curiosos de fatais possessões demoníacas, ou de causar grandes tragedias ou estagnação na sua vida, ou na vida das pessoas á sua volta!, pelo que apenas deve operar neste tipo de trabalhos um mago santeiro preparado e treinado para tal demanda.
Cuidai também que:
– conforme sempre avisamos, então mais uma vez vamos repetir:
Estando as amarrações do fruto proibido celebradas e concluídas, então é muito provável que possam ocorrerem diversos fenómenos rodeando o mago que ali foi executar as amarrações do fruto proibido, tais como:
Ocorrência de ruídos estranhos e inexplicáveis, sensações de arrepios, manifestações de assombrações, aparecimento de animais, (seja que tipo de bicho for: desde vermes, ou aves, ou cães, ou bodes, ou gatos, ou sapos, ou insectos, etc), ou acontecer ver-se coisas que se movem sem explicação logica, estranhas brisas de vento, manifestações de vultos, falhas em lanternas ou equipamentos elétricos que se tenham levado para o local, alterações de temperatura anormais, ou ate que a pessoa ali presente se sinta incomodada por pressentir estar sendo observada por uma entidade invisível.
Porem, e conforme sempre dizemos:
Tudo isso são manifestações próprias de uma destas amarrações do fruto proibido, e que ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), por isso devem ser exercidos apenas por sacerdotes santeiros treinados em alta magia branca ou alta magia negra, e que por isso estejam treinados para lidar nestas artes ocultas!, pois que indo o curioso, o desconhecedor, ou o leigo meter as suas mãos neste tipo de trabalhos de amarração de Santeria, então eis que esses infortunados poderão acabar sendo fáceis vitimas de terríveis possessões demoníacas, por vezes fatais!, para si mesmos ou para aqueles que mais amam!
Mais dizemos:
A quem encomenda as amarrações do fruto proibido, eis que devereis cuidar:
Neste tipo de trabalhos, ( como em todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos), não se deve jamais andar a toda a hora a olhar o relógio, e todos os dias olhando o calendário, e a todo o tempo caído em impaciências, duvidas e inquietações, pois olhai que assim está escrito na obra de são Cipriano:

«[Implorou Siderol]: perdão, perdão, Lúcifer (…)

[Respondeu Lúcifer]: não te disse já, (…), que na minha lei também é preciso ter paciência? »

Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 8º, pagina 260

Assim se fica sabendo:

Os prodígios de são Cipriano não ocorrem na «impaciência», mas sim eles florescem na «fé» e eles frutificam na «paciência», pois que ensina são Cipriano que o tempo dos espíritos não é o tempo das pressas picuinhas dos homens, e por isso: seja na magia branca, ou seja na magia negra, ( e seja em qualquer trabalho de invocação de espíritos), a lei dos espíritos manda ter paciência, pois acaso não está escrito: «na minha lei também é preciso paciência»?

Pois então: Seja na magia negra ou branca, eis que a obra de são Cipriano garante que com «fé» e «paciência» todos os frutos do espírito são infalíveis!, e porem agindo ao contrario então poder-se-á colher tudo ao contrario daquilo que se deseja!.

Por isso:

– A inquietação e ansiedade e as duvidas são veneno que mata o fruto da obra do espirito, pois que a duvida é o veneno da fé, e pois que quem tendo visto os espíritos manifestarem-se então não pode mais ter duvida alguma!, mas sim deve trilhar no caminho da certeza!, e deixar os espíritos trabalhar e edificar conforme eles querem, pelo tempo que eles determinarem, e pelos caminhos que eles escolherem!

Pois por isso:

– Neste tipo de poderosos trabalhos deve-se adoptar essa postura espiritual e deixar aos espíritos trabalhar, pois eles trabalham sempre por caminhos misteriosos, e eles operam sempre por trilhos insondáveis, e o seu fruto acaba sempre florescendo no tempo pelos espíritos marcado, e não no tempo das impaciências humanas.

Assim sendo:

– Respeitai esta regra para do espírito colher bom fruto, ao invés de colher tudo ao contrario daquilo que se foi aos espíritos pedir.

Como funcionam as amarrações do fruto proibido?
as amarrações do fruto proibido são o trabalho ideal para quem deseja amarrar alguém que não se pode ter – porque é alguém proibido! – e por isso este trabalho aplica-se ás mais constrangedoras situações em que alguém deseja outrem, e porem não pode expor publicamente esse seu desejo!
Por isso:
Nesse tipo de situações, então é conveniente que seja a pessoa desejada a vir-se entregar em segredo, pois que dessa forma grandes dissabores serão evitados, e assim se poderá desfrutar com grande prazer desses secretos desejos que alguém tem por outrem, a quem não pode legitimamente possuir.
Por isso mesmo, repetimos:
fruto-proibido5– O fruto proibido foi aquele através do qual Eva foi fazer a tentação recair sobre Adão quando assim era proibido, e foi através desse fruto que Eva fez Adão cair na tentação.
Pois da mesma forma:
é através da amarração do fruto proibido que uma mulher poderá fazer um homem cair na tentação, ou um homem fará uma mulher cair na tentação!, mesmo quando assim seja proibido!, seja lá porque motivo for.
Isto explicado, voltamos a dar o ensinamento de que sempre damos sobre trabalhos de são Cipriano com invocação de espritos, ou seja:
Os trabalhos de são Cipriano com invocação de espíritos começam a manifestar os seus efeitos 7 dias apos estarem concluídos, e depois de darem os seus efeitos e manifestações, então dai em diante eles persistirão em espirito insistindo e persistindo na criara amarrada ate que ela ceda!, e no momento pelos espíritos determinado ela cederá!
Por isso, explicamos conforme já antes explicamos:
Porque professamos que demora 7 dias para que o trabalho do santo desça numa pessoa que o pediu?
Porque assim ensinou e está escrito na obra de são Cipriano:

lava-se em agua de três procedências: do mar, da cachoeira e da chuva. A seguir (…) diz-se: «Pelas sete pragas, pelas sete maravilhas(…)»
Obra de Aço de são Cipriano, Cap 3, «Estudos e experiencias de são Cipriano», versando sobre «Os sete prodígios de Siderol», Pag 112

Pois assim se sabe:
Sete são as pragas do santo, assim como sete são as bênçãos do santo.
Pois da mesma forma, quer isto dizer para aqueles que são entendidos e conhecedores no segredo e no preceito do santo:
Conforme 7 são as bençoes do santo, e conforme 7 são as pragas do santo, pois também 7 são os dias para que a obra do santo desça neste mundo, querendo isto dizer: são necessários 7 dias para que os espíritos invocados venham a este mundo.
Pois assim sendo, eis que assim se sabe:
São necessários 7 dias apos a conclusão de um trabalho de Alta Magia – negra ou branca – para que os espíritos invocados venham a este mundo, e apos esses 7 dias os espíritos manifestar-se-ão, e depois disso – dai em diante e findo esse prazo de 7 dias – então os espritos trabalharão pelo tempo que for necessário ate que a sua obra se edifique.
E por isso:
– 7 dias é o tempo que se deve esperar com serenidade e fé, para que sejamos escutados pelos espíritos!, e dai em diante a obra dos espíritos depois desce a quem a invocou.
Pois então:
– Apos esses 7 dias, eis que a obra do espirito descerá!, e eis que ela se manifestará!, e dai em diante ela trabalhará pelo tempo que for necessário – sempre sem cessar nem parar! – ate que a pessoa amarrada se entregue.
Efeitos dos trabalhos de amarração o fruto proibido
fruto-proibido3As amarrações do fruto proibido são – conforme já explicamos – ideais para situações em que se tem um desejo secreto por alguém, e porem, ( seja porque motivo for), não se pode abertamente arriscar avançar nessa pessoa, e por isso a situação exige a maior prudência, e por isso o desejável é que seja a pessoa desejava a vir comer na mão do mandante da amarração, e que tudo ocorra com a maior discrição!, assim se satisfazendo os desejos secretos que alguém tem por outrem que lhe é proibido ter.
As amarrações do fruto proibido são realizadas em encruzilhada, e dai em diante, ( estando celebradas as amarrações do fruto proibido), então eis que espíritos serão chamados a vir do mundo dos mortos ao nosso mundo dos vivos, e assombrar a criatura amarrada!, e assim será sem misericórdia, nem perdão, nem apelo, nem agravo!, e por isso essa criatura amarrada pelas amarrações do fruto proibido será em espirito infestada de aparições, de assombrações e de espíritos na sua alma e no seu espirito!
Por isso, vemos repetir o ensinamento de santo que sempre anunciamos, ou seja:
— Demore o que demorar, e teime o que teimar, essa pessoa, ( 7 dias apos o trabalho estar feito), será todas as noites, ( de 7 em 7 noites, e pelo tempo que for necessário), sempre em espirito e no seu espirito assombrada sem cessar, ate que essa pessoa vá ceder e se entregar ao mandante das amarrações do fruto proibido.
Por isso:
neste tipo de amarrações do fruto proibido, a alma da pessoa amarrada será em espirito castigada, assombrada e atormentada – 7 noites apos 7 noites, e pelo tempo que for necessário – por assombrações de espíritos defuntos e espíritos já partidos deste mundo!, tal conforme naquela encruzilhada o fruto proibido de Deus foi mergulhado em sangue e foi entregue aos espíritos em nome dessa pessoa amarrada, pois que essa pessoa amarrada é o fruto proibido de quem a mandou amarrar.
E por isso:
A pessoa – enfeitiçada por amarrações do fruto proibido – bem que pode andar pela rua como se nada fosse, e ela bem que pode andar todos os dias com um sorriso estampado na cara, e ela bem que pode andar a pavonear-se de felicidade com outra pessoa qualquer, que porem:
Na pessoa – enfeitiçada por amarrações do fruto proibido – a sua alma e o seu espírito estarão sempre – todas as 7 noites que passarem, e pelo tempo que for necessário – sendo fustigados e assombrados por aparições, por assombrações e por espíritos.
Por isso:
Nas amarrações do fruto proibido, assombrações, aparições e espíritos de defuntos persistirão, ( pelo tempo que for necessário!), fustigando e assombrando no espirito dessa criatura – sempre que ela vai dormir na solidão da penumbra do seu leito – ate que essa pessoa acabe cedendo, e se vá entregar a quem a mandou amarrar amorosamente.
Porem, tome nota:
Nas amarrações do fruto proibido, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), tudo isto que aqui descrevemos – e como sempre ensinamos – irá passar-se inconscientemente na pessoa amarrada, pois que jamais se deseja que ela tenha consciência de que foi alvo de um trabalho de amarração, mas antes quer-se que ela pense que se foi entregar ao mandante da amarração de forma perfeitamente natural, embora na verdade essa criatura apenas se vá entregar porque foi em espirito – e no seu espirito – forçada a isso!!
Assim sendo:
Nas amarrações do fruto proibido, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), os espíritos irão sempre agir na criatura amarrada de forma inconsciente, invisível e discreta na criatura amarrada, para que ela – mesmo indo consultar a cartomantes ou videntes – não fique jamais a saber que foi vitima de um trabalho de amarração!, e ainda menos possam as pessoas á volta da criatura amarrada jamais desconfiar que ela foi alvo de uma amarração amorosa, e jamais se levantarem suspeitas!
Então:
As amarrações do fruto proibido, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), são indetetáveis e invisíveis!, pelo que – repetimos – são feitos de forma a não causar suspeitas nem mesmo á própria pessoa que foi enfeitiçada!, e por isso:
As amarrações do fruto proibido, ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), agem durante de noite, ( de 7 em 7 noites, sempre sem cessar, e pelo tempo que for necessário), enquanto a criatura amarrada está na penumbra do seu leito e rodeada da escuridão, ali assombrando essa criatura amarrada e trabalhando no seu espírito com terríveis aparições e assombrações, ( que ela não se lembrará quando acordar, mas que lhe deixarão cicatrizes de tormentos sobre tormentos na sua alma!), e assim ocorrerá perpétuamente de 7 em 7 noites, ( pelo tempo que for necessário), ate que essa criatura se canse de tanto tormento, e se vá entregar a quem lhe mandou amarrar!, pois é isso que os espíritos ficarão murmurando, sussurrando e zurzindo todas as noites na alma da pessoa, e por isso: embora depois a pessoa conscientemente não tenha recordação disso, porem a sua alma e o seu espirito bem sabem que apenas terão sossego quando se entregarem ao mandante da amarração do fruto probido, e por isso: demore o que demorar, essa pessoa – sem sequer saber nem tendo consciência porque o fez – acabará entregando-se!

Quer verdadeiros trabalhos de amarração?

Escreva-nos!

amarrações do fruto proibido, trabalhos de amarração de Santeria, trabalhos de amarração vodu, trabalhos de amarração, amarrações, trabalhos de amarração com invocação de espíritos, amarrações amorosas, macumba de amarração,

Recomende, partilhe e vote nesta matéria