Encantamentos e feitiços

encantamento
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Encantamentos e feitiços

Muitas pessoas perguntam qual a diferença entre feitiço e encantamento, e uma imensa confusão existe nesse assunto.

Pois por isso, assim explicamos:

O encantamento – ou o pronunciamento de palavras místicas – é uma componente de um feitiço, e não uma coisa independente de um feitiço.

Confuso?

Passamos a explicar:

Nas ciências ocultas, um feitiço é definido com um efeito sobrenatural ou magico efetuado através do uso de fórmulas escritos ou faladas, formulas essas que são milenares e secretas pois tem a capacidade de conjurar vibrações astrais e forças espirituais.

Assim sendo:

O encantamento é isso mesmo ou seja:

Uma fórmula escrita ou falada, que através de palavras de grande carga esotérica capaz de invocar entidades espirituais e de conjurar energias astrais, direcionando-as para uma certa pessoa, um certo local, um certo objeto, sempre com a finalidade de produzir um certo efeito.

Então:

Tao importante como os pozinhos, os ossos, o sangue, os óleos, as unções, os cabelos, os sacrifícios, os ritos e todos esses elementos que são comuns á realização de feitiços….. é o encantamento, pois esse é o meio através do qual tudo aquilo que está sendo manipulado num feitiço acaba resultando num apelo irresistível e num direcionamento irrecusável para as forças espirituais e energias astrais que se esta procurando chamar e direcionar.

Normalmente a energia gerada pela verbalização de um encantamento é dirigida por uma vara magica, pois apenas essa vara está investida tanto de propriedades naturais e astrais como de entidade espiritual capaz de comandar as forças conjuradas pelo encantamento; e porem: para grandes bruxos de notável e ancestral experiência, apenas a oralização do próprio encantamento já resulta no fim desejado.

Porem cuidado:

uma vez invocada uma força espiritual através do encantamento correto, ela vai cruzar a fronteira do plano astral para este plano físico, e essa entidade vai atuar na demanda que lhe foi colocada através do feitiço e dirigida através do encantamento.

E porem: em troca a entidade instruí sempre orientações que devem ser obedecidas no maior rigor para que os atos dessa força espiritual resultem no que se deseja.

assim sendo:

se isso não for feito nem respeitado, então os resultados podem virar do avesso, ok?

Isto dito:

Regra geral os encantamentos são falados com base em fórmulas ocultas que derivam de línguas consideradas ancestrais e santas, tais como o latim, o hebraico, etc….

Por isso mesmo, assim se pode ler na obra de são Cipriano:

a oração[ ou o poder da palavra mística ] é o meio que o homem tem para comunicar-se com (…) os espíritos (…) ainda hoje se diz que o hebraico é a mais antiga das línguas, e é a língua sagrada (…) ao invocar o nome de Deus e o nome do demónio, usam os homens das suas línguas. E a igreja católica usou sempre o latim

Obra de são Cipriano, capitulo «O espirito preciso do corpo, dizia em seus manuscritos são Cipriano», pag 391,392

Assim se sabe:

Línguas ancestrais – como o latim – são as línguas que devem ser usadas seja em orações, seja em encantamentos.

Então:

Todo o numerologista está consciente que do poder dos números e das palavras como forma tanto de estar atraindo como emanando todo o tipo de boas ou mas vibrações astrais.

Pois por isso os ocultistas há muito que ensinam que o plano astral – ou o espiritual – e o plano físico – ou o terreno – embora estejam separados, porem eles se relacionam e estão interagindo, sendo que certas palavras ou fórmulas geram portas ou pontes que podem momentaneamente ligar esses dois planos, assim causando certos efeitos tanto num como noutro. ´

Por isso, palavras ocultas e fórmulas místicas pronunciadas neste nosso reino físico causam vibrações que atingem o plano do mundo astral ou espiritual, ali conjurando forças e entidades para descerem no nosso reino carnal, e aqui agirem num certo sentido.

Através da vibração gerada pela palavra oculta ou pela fórmula mística, pode ocorrer um breve momento de sintonização ou uma curta janela de alinhamento entre o nosso plano físico e o plano espiritual, assim se abrindo uma breve porta – ou janela – entre o tecido que separa essas duas dimensões, e assim se chamando forças e entidades a virem á nossa realidade carnal efetuar certo tipo de finalidade.

Pois então:

se todos os elementos usados num feitiço servem tanto para agradar, atrair e alimentar a uma força ou entidade astral quando ela chega neste mundo, como para lhe indicar que tipo de missão essa entidade foi chamada para realizar, já o encantamento ou a formula magica – canalizada pela vara magica – é a chave através da qual não apenas se abre a porta entre este mundo e o outro – para que espíritos e entidades possam viajar entre ambos os planos –  como é o meio através do qual se comandam essas forças ou energias astrais, direcionando-as num certo sentido e numa certa finalidade.

Pois por isso – e apenas para que você entenda –  dito de uma forma tremendamente simplista:

se feitiço fosse carro, então todos os elementos usados num feitiço servem como combustível que indo para o motor então fará esse automóvel  andar, enquanto que o encantamento é tanto a chave que faz o carro pegar, como o volante que permite dirigir o automóvel no sentido que você quer.

Então, e fazendo uso desse exemplo, compreenda:

se você não usar dos elementos e procedimentos certos num feitiço, você no mínimo não vai ter combustível para fazer esse veiculo mover-se, ou usando do combustível errado – no limite – você pode mesmo acabar fazendo o motor rebentar.

Da mesma forma:

se você usar dos elementos e procedimentos certos e porem não possuir e encantamento certo, então você não vai ter a chave da ignição para conseguir fazer esse veículo pegar, ou no limite você pode fazer o carro pegar e porem depois não conseguir guiar esse automóvel na direcção certa, e irá acabar por cair num precipício ao invés de chegar no destino desejado, ok?

Então:

por isso mesmo a magia é um assunto da maior das complexidades, que deve ser lidado apenas por entendedores, ok?

Os místicos crêem que palavras ocultas que são oralizadas neste nosso plano físico acabam sempre tendo consequências no outro mundo, no plano espiritual, e por isso as palavras esotéricas ou fórmulas místicas faladas ou escritas neste plano material emitem vibrações que entram em contato com o plano astral, sendo que por sua vez o plano astral vai ecoar neste mundo, direcionando-se á pessoa, ao local ou ao objeto pretendido por um feitiço.

Dessa forma e através desse triângulo de interações, é que operam os feitiços, e por isso:

por consequência,  a pessoa que neste mundo é afetada pelas vibrações e forças astrais antes geradas pela influência que o encantamento teve no plano astral, essa pessoa vai acabar reagindo inconscientemente, atuando neste ou naquele sentido, pois que o plano astral assim vai insistir nessa pessoa ate que assim suceda.

Pois por isso, olhai:

magia, feitiços e encantamentos são fenómenos da grande complexidade que jamais deve ser lidada nem por incautos, nem por curiosidade, nem por leigos, pois que são fenómenos que lidam com energias e forças do plano astral que acabam sempre por ter consequências neste plano físico.

quereis feitiços ou encantamentos de verdade ?

Escreva-nos!

Recomende, partilhe e vote nesta matéria