Rituais de magia negra com selos mágicos

sigilo-ouro
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Rituais de magia negra com selos mágicos

os rituais de magia negra feitos com recurso aos mais ocultos e poderosos meios, são rituais de magia negra celebrados com recurso àquilo que se chamam de selos mágicos, ou de assinaturas demoníacas, conjugando esses selos com a feitura de ritos de magia negra adequados, assim como com oferendas ocultas e procedimentos mágicos seculares e secretos.

Então:

Os selos mágicos são símbolos usados em bruxaria rituais de magia negra para tanto invocar como esconjurar, e comandar a anjos, a demónios ou a espíritos em geral.

Tais selos mágicos são usados em todo o tipo de bruxaria e de rituais de magia negra, sendo que há seculos atras essa assinaturas demoníacas eram normalmente desenhados em sangue.

Porem:

os selos mágicos podem porem tambem ser desenhados com tintas virgens e previamente consagradas.

Na obra a chave menor de Salomão, são referidos 72 selos que servem para comandar a 72 demónios.

Dizem as lendas do misticismo hebraico – atraves das obras de vários ancestrais rabinos – que o rei Salomão enriqueceu e construiu o seu grande tempo com recurso a demónios, os quais controlou e comandou através do uso de símbolos mágicos aplicados em rituais de magia negra.

Os selos mágicos são usados em diversas religiões e doutrinas ocultas, desde o misticismo do Judaísmo, ao ocultismo do Cristianismo, até ao Vodu e outras religiões de origem africana, onde pontos riscados, (símbolos esotericos), são desenhados junto de oferendas e sacrifícios por forma a invocar entidades espirituais, e dirigir-lhes pedidos.

Em demonologia, o símbolo mágico é na verdade uma assinatura demoníaca, querendo isto dizer:

todos os demónios tem uma assinatura pessoal, ( por vezes tem mais que uma assinatura), com a qual outorgam os seus pactos em consequência de rituais de magia negra que lhe sejam dirigidos.

Então:

essa assinatura demoníaca serve não apenas para o demónio selar um pacto com uma bruxa, como também serve para a bruxa – através da feitura de rituais de magia negra –  poder invocar e enviar pedidos ao demónio.

Por isso:

essa assinatura demoníaca pessoal de cada demónio, ( conjugada com a formula certa de sacrifícios, de rituais de magia negra , de oferendas, de encantamentos e de procedimentos mágicos infernais), é um poderoso instrumento magico – de rituais de magia negra – que apenas bruxas e bruxos conhecedores os ocultos mistérios da bruxaria sabem dominar.

casos verídicos e históricos de celebres rituais de magia negra

Existe um caso historicamente comprovado do uso desses selos mágicos, onde um pacto registo num documento foi descoberto, e nele constavam as assinaturas de vários demónios.

Esse caso foi o caso do padre Urbain Grandier, que no seculo XVII fez – atraves de rituais de magia negra – um pacto demoníaco por forma a receber grande proveitos desse seu comércio infernal, sendo que esse pacto foi selado com as assinaturas dos demónios que concorreram para a outorgarão dessa essa magia negra.

Nesse pacto o padre concordava em se prostituir aos demónios por 3 dias, de forma a receber os favores dos demónios.

Depois disso, o padre deveria todos os anos apresentar-se aos demónios, (entre outros: Lucifer, Satanás, Astaroth, Belzebu, Leviatã),e uma vez por ano o padre deveria apresentar-se-lhes através da feitura um selo de sangue aos demónios, ( o símbolo magico desenhado em sangue, e que serve justamente para se operar em poderosos rituais de magia negra), assim como deveria nessa altura profanar objetos da igreja debaixo dos seus pés.

Em troca, os demónios concerder-lhe-iam 20 anos de vida nos quais eles estariam sempre disponíveis para serem consultados.

Da mesma forma:

os demónios prometeram ao padre o amor das mulheres, a virgindade das virgens, respeito dos monarcas, honrarias, e a satisfação dos seus desejos. Findos esses 20 anos, o padre concordava em abandonar este mundo humano, e que a sua alma ao invés de se elevar ao Ceus para se juntar a Deus, antes fosse se juntar demónio e ficar eternamente praticando o pecado.

Dizem as lendas que embora não gozando inteiramente desses 20 anos, ( pois o pacto com as assinaturas demoníacas foi entretanto descoberto pela Inquisição, e o padre foi queimado na fogueira pela pratica de bruxaria e de rituais de magia negra), porem o padre alcançou muitas coisas que desejava e ainda outras que muito ambicionava, e – conforme compactuado – depois de desencarnar, a alma do padre juntou-se ao demónio para ainda hoje viver desencarnada e praticando o pecado da bruxaria.

Assim sendo:

embora morrendo na fogueira pela pratica de bruxaria e de rituais de magia negra, porem a lenda do padre Urbain ficou celebre.

Outro dos casos historicamente reconhecidos de rituais de magia negra, foi aquele famoso e infernal ritual de magia negra celebrado pelo Abade Guibourg em 1680, ( cobrado que foi a peso de ouro !), e através do qual o abade conseguiu conceder á Marquesa de Montspan as boas graças do rei Luís XIV, do qual a marquesa conseguiu ser amante, dele tendo 7 filhos, e tornando-se uma das mais poderosas mulheres de França.

Então:

Rituais de magia negra oficiados através do uso de selos mágicos ou assinaturas demoníacas , quando conjugadas com oferendas, com rituais ocultos e com procedimentos de magia negra adequados…. eles são um poderoso instrumento para alcançar todo o tipo de finalidades, seja em amarração amorosa, seja fazer o homem broxar sexualmente, seja para dominar a pessoa amada, seja para dar sumiço em indesejáveis, seja para destrancar caminhos e garantir sucesso em todos os mais íntimos desejos de quem se quiser fazer valer de magia de um tal portento.

Quereis rituais de magia negra poderosos, e de verdade?

Escreva-nos!

Recomende, partilhe e vote nesta matéria