trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus

oferendas
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus

Arvore de vida da Kabalahé sabida a necessidade de se recorrer ás invocações e conjurações de espíritos para todos os fins, seja para afastar de nós aquilo que nos prejudica, ou seja para atrair a nós aquilo que necessitamos.

Desde o antigo Egipto – e muito antes desses tempos – que as mais ancestrais sabedorias ensinam como invocar ou conjurar espíritos!,e isso é uma ciência oculta que perdura ate aos dias de hoje!, que ninguém a poderá negar!, pois olhe:

ate o mais incrédulo dos homens se vê forçado a crer nos espíritos, quando por causa dos espíritos a sua vida é atingida de malefícios e má sorte !, e contra isso não há argumentos!, e por isso mesmo é que quando uma pessoa começa a sofrer de uma má sorte persistente e inexplicável que não deixa de perseguir essa pessoa, então a essa pessoa se costuma aconselhar o celebre ditado popular, que diz: «voce tem que ir á bruxa» !!

Isto dito:

nas conjurações de espíritos, deve-se colocar sobre um altar um pano branco quando se quiser fazer magia branca , ou um pano negro quando se quiser fazer magia negra.

O altar deve ser um altar previamente consagrado aos espíritos, e os panos devem ser feitos de linho virgem.

No momento da conjuração, deve-se aspergir sobre o pano – que está no altar consagrado –  óleo de Israel consagrado quando se quer um feitiço de magia branca, ou devem-se fazer aspersões de sangue de uma pequena ave negra virgem – sem qualquer defeito – quando se pretende fazer magia negra. Essa ave deve ser uma ave que foi criada desde nascença para a exclusiva finalidade de ser entregue a um ritual de magia!, sendo que por isso essa ave negra deve ser cuidada, tratada ao longo de um certo numero de luas cheias, e deve alimentada de um certo jeito especifico, ( por exemplo: apenas lhe dando de beber água benta!, e dando-lhe de comer hóstias consagradas previamente esfarinhadas na sua ração, e em certos luares específicos), por forma a que os espíritos conjurados aceitem essa oferenda enquanto um grande e ilustre chamamento que lhe é irresistível.

Para se fazerem adequadamente trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus, deve-se ter um pergaminho virgem, no qual , ( em cima do altar conforme descrevemos), se deve desenhar o sigilo ou o símbolo invocatório do espirito Exu que se pertente invocar.

Nos trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus, há vários Exus que se pondem invocar para todo o tipo de trabalho espiritual,(conforme a finalidade que se pretende),  tais como Exu Pedra Negra, Exu Belzebuth, Exu Astaroth, Exu, Exu dos Ventos, Exu Pomba Gira, Exu Quebra Galho, Exu das 7 Sombras, etc

Isto feito, então nos trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus, o feiticeiro deve obter algumas gotas do seu próprio sangue, e derrama-las sobre o pergaminho, ( por cima do sigilo ou símbolo invocatório do Exu), ao mesmo tempo que entoa adequadas litanias invocatórias dos espíritos Exus. Escusado será dizer quem sem a formula invocatória certa, este feitiço poderá virar-se contra o feiticeiro, e por isso apenas feiticeiros conhecedores dos ocultos segredos de são Cipriano os podem praticar!

Isto dito:

Assim fazendo-se, então nos trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus,  o espírito Exu invocado descerá!, e o espírito Exu manifestar-se-á de forma sobrenatural !, e dai em diante obter-se-ão os favores desse espírito Exu, pois  esse espírito Exu aceitará a demanda que lhe for apresentada!

amarracao1Cuidados a ter com os trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus

Cuidai:

apenas um sacerdote de santeria treinado e experiente poderá recorrer deste tipo de trabalho, pois indo leigos e desconhecedores meter as mãos neste tipo de procedimento oculto, então poderão esses inexperiente curiosos cometer erros, e por isso – ao invés de invocar espíritos Exus e executarem o seu pedido da forme certa – podem é acabar possuídos das maiores infestações demoníacas, ou acabando por infestar pessoas amadas á sua volta!, e isso pode acabar por dar em terríveis e dolorosas fatalidades!

Os trabalhos de amarração com invocação de espíritos, sendo manipulados da forma errada – por curiosos, desconhecedores, ou leigos – então podem infestar esses leigos e curiosos de fatais possessões demoníacas, de perigosas assombrações, ou de causar grande mal ou estagnação na sua vida, ou na vida das pessoas á sua volta!, pelo que apenas deve operar neste tipo de trabalhos um mago santeiro preparado e treinado para tal demanda.
Cuidai também que:
– conforme sempre avisamos, então mais uma vez vamos repetir:
Estando os trabalhos de amarração com invocação de espíritos celebrados e concluídos, então é muito provável que possam ocorrerem diversos fenómenos rodeando o sacerdote santeiro que ali foi executar as amarrações do fruto proibido, tais como:
Ocorrência de ruídos estranhos e inexplicáveis, sensações de arrepios, manifestações de assombrações, aparecimento de animais, (seja que tipo de bicho for: desde vermes, ou aves, ou cães, ou bodes, ou gatos, ou sapos, ou insectos, etc), ou acontecer ver-se coisas que se movem sem explicação lógica, estranhas brisas de vento, manifestações de vultos, falhas em lanternas ou equipamentos elétricos que se tenham levado para o local, alterações de temperatura anormais, ou ate que a pessoa ali presente se sinta incomodada por pressentir estar sendo observada por uma entidade invisível.
Porem, e conforme sempre dizemos:
Isso tudo são manifestações próprias de um destes trabalhos de amarração com invocação de espiritos, e que ( conforme em todos os grandes trabalhos de Santeria), por isso devem ser exercidos apenas por sacerdotes santeiros treinados em alta magia branca ou alta magia negra, e que por isso estejam treinados para lidar nestas artes ocultas!, pois que indo o curioso, o desconhecedor, ou o leigo meter as suas mãos neste tipo de trabalhos de amarração de Santeria, então eis que esses infortunados poderão acabar sendo fáceis vitimas de terríveis possessões demoníacas, por vezes fatais!, para si mesmos ou para aqueles que mais amam!

Por isso:

quando for para lançar mãos de um recurso deste poder, e quando for para lançar mão de trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus então encomendai-o a um feiticeiro sabedor das verdadeiras artes de são Cipriano, e que sabe aquilo que está a fazer!

Como garantir o sucesso de uma amarração com invocação de espíritos?

Assim ensinou e está escrito na obra de são Cipriano:

lava-se em agua de três procedências: do mar, da cachoeira e da chuva. A seguir (…) diz-se: «Pelas sete pragas, pelas sete maravilhas(…)»
Obra de Aço de são Cipriano, Cap 3, «Estudos e experiencias de são Cipriano», versando sobre «Os sete prodígios de Siderol», Pag 112

Pois assim se sabe:

Sete são as pragas do santo, assim como sete são as bênçãos do santo.
Pois da mesma forma, quer isto dizer para aqueles que são entendidos e conhecedores no segredo e no preceito do santo:

Conforme 7 são as bênçãos do santo, e conforme 7 são as pragas do santo, pois também 7 são os dias para que a obra do santo desça neste mundo, querendo isto dizer: são necessários 7 dias para que os espíritos invocados venham a este mundo.

Pois assim sendo, eis que assim se sabe:

São necessários 7 dias após a conclusão de um trabalho de Alta Magia – negra ou branca – para que os espíritos invocados venham a este mundo, e apos esses 7 dias os espíritos manifestar-se-ão, e depois disso – dai em diante e findo esse prazo de 7 dias – então os espritos trabalharão pelo tempo que for necessário ate que a sua obra se edifique.

E por isso:

– 7 dias é o tempo que se deve esperar com serenidade e fé, para que sejamos escutados pelos espíritos!, e dai em diante a obra dos espíritos depois desce a quem a invocou.

Pois então:

– Após esses 7 dias, eis que a obra do espírito descerá!, e eis que ela se manifestará !, e dai em diante ela trabalhará pelo tempo que for necessário – sempre sem cessar nem parar! – ate que a pessoa amarrada se entregue.

Por isso:

A quem encomenda os trabalhos de amarração com invocações de espíritos, eis que voltamos a avisar conforme sempre avisamos:

Neste tipo de trabalhos do espírito, ( como em todos os trabalhos que lidam com invocações de espíritos), não se deve jamais andar a toda a hora a olhar o relógio, e todos os dias olhando o calendário, e a todo o tempo caído em impaciências, duvidas e inquietações, pois olhai que assim está escrito na obra de são Cipriano:

«[Implorou Siderol]: perdão, perdão, Lúcifer (…)

[Respondeu Lúcifer]: não te disse já, (…), que na minha lei também é preciso ter paciência? »

Obra de são Cipriano, «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do Diabo», capitulo 8º, pagina 260

Assim se fica sabendo:

Os prodígios de são Cipriano não ocorrem na «impaciência», mas sim eles florescem na «fé» e eles frutificam na «paciência», pois que ensina são Cipriano que o tempo dos espíritos não é o tempo das pressas picuinhas dos homens, e por isso: seja na magia branca, ou seja na magia negra, ( e seja em qualquer trabalho de invocação de espíritos), a lei dos espíritos manda ter paciência, pois acaso não está escrito: «na minha lei também é preciso paciência»?

Pois então: Seja na magia negra ou branca, eis que a obra de são Cipriano garante que com «fé» e «paciência» todos os frutos do espírito são infalíveis!, e porem agindo ao contrario então poder-se-á colher tudo ao contrario daquilo que se deseja!.

Por isso:

– A inquietação, a ansiedade e as duvidas são veneno que mata o fruto da obra do espírito, pois que a duvida é o veneno da fé, e pois que quem tendo visto os espíritos manifestarem-se então não pode mais ter duvida alguma!, mas sim deve trilhar no caminho da certeza!, e deixar os espíritos trabalhar e edificar conforme eles querem, pelo tempo que eles determinarem, e pelos caminhos que eles escolherem!

Pois por isso:

– Neste tipo de poderosos trabalhos, ( que lidam com espíritos, aparições e assombrações), deve-se adotar essa postura espiritual e deixar aos espíritos trabalhar, pois eles trabalham sempre por caminhos misteriosos, e eles operam sempre por trilhos insondáveis, e eles movem-se sempre por caminhos incompreensíveis, e por isso o seu fruto acaba sempre florescendo no tempo pelos espíritos marcado, e não no tempo das picuinhas impaciências humanas.

Assim sendo:

– Respeitai esta regra para do espírito colher bom fruto, ao invés de andar afrontando os espíritos com a postura espiritual errada, e depois colher tudo ao contrario daquilo que aos espíritos e assombrações se foi pedir.

Quais são os efeitos desses trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus?

Olhai que assim se pode ler na obra de são Cipriano:

este trabalho de alta magia, deve trazer resultados dentro de 7, 14 ou 21 dias, a contar do dia do trabalho

Obra de são Cipriano, versando sobre «A cruz de são Bartolomeu e são Cipriano – autentico tesouro de magia branca e da magia negra ou segredo da feitiçaria», capitulo 15º, «outro trabalho de magia negra» ,Pag 246

Pois assim sendo:
Os efeitos dos trabalhos de amarração com inovação de espíritos, eles começam ocorrendo 7 dias após estar o trabalho concluído, e os seus efeitos persistem renovando-se em múltiplos de 7, ou seja: eles sucedem após 7 dias do trabalho com invocação a espíritos estar concluído, e depois insistem após 14 dias, e depois persistem insistindo após 21 dias, e por ai em diante!, pois note-se:

os efeitos dos trabalhos de amarração com invocação de espíritos farão os espíritos desceram na pessoa que lhes pediu auxilio, e por isso os espíritos ficarão com essa pessoa acompanhando-a e edificando na demanda que ela pediu aos espíritos para ser tratada, e assim os espíritos permanecerão dai em diante sempre acompanhando quem lhes pediu uma demanda, ao mesmo tempo que indo e em espírito fustigando no espírito da criatura amarrada ate ela ceder, e os espíritos permanecerão em espírito ligando, atando e amarrando o espírito e o destino da criatura amarrada ao espírito e ao destino do mandante da amarração!, e assim os espíritos insistirão até que a criatura amarrada se entregue ao destino que os espíritos em espírito lhe decretaram !, e assim sucede com esta regra de 7 dias que são Cipriano ensinou.

Por isso:
Sendo os trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus bem executados e bem lidados, então os trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus começam a dar resultados e efeitos 7, 14 ou 21 dias apos estarem feitos, e daí em diante os trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus persistirão sempre insistindo na pessoa amarrada de 7 em 7 dias!, e por isso de 7 em 7 dias os trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus fustigarão na pessoa amarrada!, e por isso:

dai em diante – demore o que demorar – a pessoa que foi amarrada pelos trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus vai poder espernear, protestar, fugir, andar por onde quiser, andar com quem quiser, andar de sorriso estampado na cara e fazer aquilo que bem quiser e entender!, que porem:

Faça aquilo que essa pessoa fizer, e teime como ela teimar, porem no final a pessoa amarrada – por trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus  – ela irá sempre acabar do lado de quem lhe mandou amarrar!

Por isso:

nos trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus, dai em diante, ( outorgado com força de lei dos espíritos Exus), esses trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus serão irrevogáveis!, e por isso se é certo que a pessoa amarrada – pelos trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus – poderá até teimar fazer aquilo que quiser, que porem essa criatura amarrada jamais encontrará paz que sempre dure nem felicidade que sempre lhe sorria, senão quando ceder e se entregar a quem lhe mandou amarrar!

Note-se:
Tudo isto passar-se-á inconscientemente na criatura amarrada, pois que o feitiço de amarração, ( como todos os feitiços), é coisa do espírito!, e por isso a pessoa não saberá nem suspeitará que está enfeitiçada!, nem terá consciência disso!, e por isso mesmo essa pessoa fica livre de teimar como quiser teimar, (para que não se levante suspeitas sobre ela estar enfeitiçada!), e quando se entregar, ela entregar-se-á pensando que tudo foi algo normal que aconteceu na vida dela!, pois a pessoa não pode suspeitar que está sob um feitiço!, e por isso ela andará por aí pensando que está livre que nem um passarinho!, e sem ter consciência do inferno de purgatórios a que a sua alma esta sendo em espírito sujeita!, pois tudo isto são processos mágicos e inconscientes!

Conforme já dissemos e explicamos em vários outros feitiços, então repetimos:

Tudo isso passa-se inconscientemente, pois não é um processo que vá actuar na cabeça da pessoa, mas sim no seu espírito e em espirito!, pois não convém que a criatura amarrada sequer desconfie que foi amarrada!, pois caso contrario o efeito perder-se-ia!, pois assim ensinou são Cipriano na sua obra:

Para o bom êxito, é conveniente que (…) ninguém saiba do vosso segredo; contrariamente, perde toda a magia

Obra de são Cipriano, forças e poderes ocultos, o poder da cabeça de víbora, Pag 317

Pois assim se sabe:
na feitura do trabalho com invocação de espíritos, eis que o segredo é a chave que garante o portentoso resultado do santo.
Pois por isso:
para garantir o portento do trabalho com invocação de espíritos, eis que o trabalho com invocação de espíritos deve ser conservado no maior segredo, ou quando não eis que se poderão perder todos os empreendimentos clamados aos espiritos.
Por isso:
a criatura amarrada jamais deve sequer desconfiar que está ser em espirito amarrada!, e por isso tudo aquilo que a amarração faz deve sempre actuar inconscientemente e apenas no espirito dessa criatura!, (e jamais na sua cabeça nem na sua consciência!), pois caso ela soubesse ou tivesse consciência de estar a ser amarrada, então o feitiço perderia o seu efeito!, e poderia até voltar-se contra quem o mandou fazer!
Logo:
não fiqueis surpreendidos se a pessoa amarrada andar por aí de sorriso na cara, como se nada fosse!, pois o objectivo não é que ela fique a saber que foi vitima de uma bruxaria!, mas sim que a bruxaria atue apenas no seu espirito!, e em espirito!, ate que essa criatura – sem saber como nem porquê! – se entregue ao mandante da amarração!
Por isso:
por muito que essa criatura amarrada teime e resista, porem, ( de tanto ser em espirito fustigada 7 dias apos 7 dias pelo tempo que tiver de ser), essa criatura amarrada será em espírito e no seu espírito assombrada ate se entregar!., e por isso ela entregar-se-á sempre!!

Precauções a ter com os trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus

estando os trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus, então o pergaminho onde foi selado o selo do Exu conjurado, ( e depois selado com sangue do feiticeiro), deve ser queimado, e as suas cinzas devem ser sepultadas num cemitério de forma totalmente secreta!, pois que ninguém jamais poderá nesse local botar o seu pé!, nem o seu olho!, querendo isto dizer:

ninguem pode pisar, nem mexer, nem olhar o local onde as cinzas do pergaminho estão sepultadas!, sob risco de se perder o feitiço!, ou do feitiço se virar contra quem o mandou fazer!

Por isso, repetimos aquilo que já várias vezes dissemos:

porque tamanha obra pode tantos benefícios gerar como perigos causar, então os trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus devem ser entregues para serem feitos por quem a sabe fazer!, pois trabalhos deste poder lidam com tremendas energias e forças espirituais que não sendo bem trabalhadas, então caso contrario podem-se causar efeitos inversos aos desejados!

Porem:

fazendo-se e lidando-se corretamente com os trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus, então os seus resultados são poderosos!, e perpetuam-se sem cessar!

Quer trabalhos de amarração de são Cipriano?

Quer trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus?

Então:

se pretende encomendar os trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus, então:

Escreva-nos!

*

trabalhos de amarração com conjuração de espíritos Exus,  trabalhos de amarração com conjuração de espíritos,  trabalhos de amarração com Exus,

Recomende, partilhe e vote nesta matéria