Tag Archives: Bruxas e Demónios

Santeria, espiritismo, bruxaria

altar sao cipriano
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Santeria – espiritismo e bruxaria 

santeria, bruxaria, bruxos, bruxas, feitiçaria, feitiços, feiticeiros, feiticeiras, amarrações, espíritos, espiritismo, bruxaria africana, bruxaria vodu, vodu,

vodu-3

A Santeria, é uma religião, na qual se professa o chamado «caminho dos santos», ou o «caminho dos espíritos», significando-se isso que se professa a crença nos espíritos, no mundo dos espíritos, no mundo sobrenatural, na bruxaria, nas aparições, nas assombrações, e nas entidades do mundo dos mortos.

Na Santeria, estas práticas espirituais – de bruxaria, de espiritismo e de feitiçaria – misturam-se em simultâneo com a crença Cristã nos Santos, sendo que na Santeria os santos representam espíritos a quem se pode apelar através da bruxaria e feitiçaria para neste mundo alcançar os mais diversos fins mágicos.

Os sacerdotes de Santeria , ( o o «caminho dos santos»), são os chamados «santeiros», ( quando sendo eles os «sacerdotes» masculinos desta religião), e «santeiras», ( quando sendo elas as sacerdotisas femininas desta religião), da mesma forma que na Umbanda ou Kimbanda de chamam «Pais de Santo» ou «Mães de Santo», e no catolicismo se chamam «padres». Há porem muitos padres – assim como sacerdotes de outras confissões cristãs – que praticando a sua crença ortodoxa normal, porem também se dedicam ás artes populares da crença e devotação aos santos.

w1

As doutrinas espirituais da santeria desenvolveram-se a partir da simbiose entre o cristianismo e as crenças religiosas de origem africana, havendo-se esta doutrina religiosa fundado em países como Brasil, Cuba,  Panamá, Porto Rico, Republica Dominicana, Venezuela, Argentina, México e tendo-se propagado ate mesmo nos Estados Unidos da América, Espanha e França. Nos Estados Unidos, ( New Orleans –  Louisiana, ) o culto de Santeria – juntamente ao culto Vodu – é mítico e amplamente reconhecido como uma religião legalizada.

As origens da Santeria residem num processo de sincretismo entre as religiões de origem africana, ( religiões onde a crença em espíritos ancestrais se encontra profundamente presente), e o cristianismo que foi levado aos povos africanos através dos movimentos de colonização das potencias europeias entre os sec. XV e XVII, nomeadamente os reinos inglês, francês, português e espanhol, que maioritariamente dominavam o espectro do cenário colonial a nível mundial.

sigilos1

Assim, confrontados com as evangelizações obrigatórias que os padres missionários impunham aos escravos, os povos colonizados passaram a adorar certos santos cujas características mais se assemelhavam com os seus espíritos ancestrais, e assim nasceu todo o processo de sincretismo religioso através do qual os missionários julgavam observar com sucesso a implantação da fé cristã nos povos recentemente evangelizados, ao mesmo tempo que os escravizados descobriam uma forma de conseguir , em segredo, manter e praticar as suas próprias crenças religiosas. Com o passar do tempo,  os povos colonizados começaram efectivamente a assimilar com grande profundidade as crenças cristas, ao passo que perpetuando as suas praticas espirituais ancestrais, o que conduziu ao nascimento de uma nova corrente religiosa de natureza cristã, a que se denominou «o caminho dos santos».

Actualmente, no ocidente europeu – Espanha, Portugal, França, Itália, etc –  as crenças religiosas da santeria  já se  implantaram e são praticadas com grande veneração.

Santeria e magia negra

w4

A Santeria é uma bruxaria de grande alcance e eficácia quando se trata de lidar com a magia negra. Através da magia negra dos bruxos de Santeria é possível invocar espíritos, conjurar demónios, apelar a aparições e assombrações, assim como entrar em contato com o mundo dos mortos, fazendo as almas intervirem no mundo dos vivos em todo o tipo de demandas.

Por isso mesmo a Santeria é sempre praticada em terrenos de cemitério, ou em encruzilhadas assombradas, ou em altares onde são cultuadas entidades ligadas ao mundo dos espíritos e dos mortos. Também há diversos rituais de santeria celebrados em solos sagrados de Igrejas e mosteiros, como forma de apelar á intervenção dos santos nas mais diversas demandas.

Santeria e o diabo

amarracao-cartas-tarot-666

Dizem as mais antigas lendas que a Santeria está profundamente ligada a pactos com o diabo e com todo o tipo de demónios, através dos quais se conseguem vencer em causas consideradas impossíveis, seja no amor, seja na fortuna, seja na saúde, seja na fertilidade.

Dizem que o Diabo adora religiões profanas que contradizem as crenças do catolicismo romano, e dizem que os demónios respondem particularmente bem a apelos provindos de cultos espirituais fora da Igreja de Roma, ou  que não são oficialmente reconhecidos pelo Vaticano. Ora: a santeria ocidental é uma pratica profana da religiosidade católica, chamada de «Dúlia» ou «crença popular nos santos», na qual se pratica a devoção católica aos santos misturada com formulas magicas, feitiçaria e bruxaria. Por isso mesmo a Igreja católica sempre teve uma relação muito complicada com a o chamado «caminho dos santos», chegando mesmo a condena-lo nos tempos da Idade Media.

Por isso mesmo a bruxaria praticada nas religiões espíritas , (como o sistema de crenças do culto aos santos),  são particularmente agradáveis ao reino das entidades da magia negra, a quem a necromancia o contato com espíritos de mortos abre portas ao oculto.

Por isso: a quem procura efeitos e resultados até nos casos mais difíceis e impossíveis, então o reino da feitiçaria abre portas através destas ocultas artes desta bruxaria de Vodu e Santeria.

Por isso mesmo na Santeria são praticadas bruxarias com profundos e espantosos resultados, assim como são cultuadas imagens sagradas de entidades demoníacas que foram consagradas á magia negra, de forma a servirem como meio de canalização através do qual tais entidades migram ao nosso mundo dos vivos para aceitar as demandas que lhe são encomendadas numa bruxaria.

Bruxaria, amarrações,

 

Santeria e bruxaria 

vodu-5

A Santeria – ou o «caminho dos santos» – é uma religião profundamente ligada á crença no mundo sobrenatural, e no mundo dos mortos e dos espíritos.

Na Santeria acredita-se na magia, na bruxaria, na feitiçaria.

Na Santeria,  acredita-se também no oculto, nos espíritos e no espiritismo.

Nos rituais de Santeria, é comum usarem-se elementos e rituais semelhantes á bruxaria Vodu, pois que esses são elementos comuns ao universo da bruxaria de origem católico-africana.

Por exemplo: na Santeria usa-se também de pó Vodu.

invocacao-espiritos2

o pó vodu é preparado usando-se dos seguintes ingredientes:

Pó Vodu de cinzas de um rito funerário, para ser motivo de invocação de espíritos de mortos e assombrações a este mundo

Pó Vodu de ossos de oferenda de ave negra já antes oferendada em ritual vodu

Pó Vodu de sangue coagulado de oferenda de coração de gado negro já antes prestado á oferenda de ritual vodu

Pó Vodu de ervas ocultas e raízes místicas colhidas em luar de lua cheia, ás 3 da madrugada, e com um facalhão abençoado

Pò Vodu de Giz abençoado, que é abençoado conforme formula mística oculta de forma a constituir um irresistível chamamento de espíritos

Pó Vodu da cabeça e das escamas de serpente negra, pois que foi a serpente que levou Eva á tentação e pela serpente a bruxaria entrou no mundo, e é pela serpente que se leva o homem á tentação e se faz a bruxaria neste mundo através das aparições do mundo dos mortos.

Pó Vodu de Mandrágora.

Neste pó Vodu é adicionada dose secreta de enxofre, que é chamamento dos espíritos do mundo dos mortos, pois conforme o sal afasta os espíritos, porem o enxofre os atrai.

Sobre o pó Vodu são feitas 6 libações de vinho sagrado de Eucaristia,  6 oblações de hóstias sagradas e consagradas previamente migadas,  6 unçoes de óleo de batismo.

No final esta mistura é consagrada em cemitério, e depois a mistura deve repousar por 6 noites numa campa funerária de defunto recente de 13 noites, e sob o luar adequado.

Chamam a este pó Vodu o «sangue do Diabo», pois que com ele se podem fazer fortes rituais de chamamento de espíritos, assim como infligir terríveis maldiçoes ás vitimas que se deseja arruinar, e também celebrar fortes feitiços de amarrações a qualquer criatura que se deseje.

Por isso mesmo é que a palavra para o «pó Vodu» em Africano deriva de uma ancestral palavra originaria do Congo, e que significa «que pode trazer a morte ou ligar ao mundo dos mortos», ou seja: é algo para ser lidado com extremo cuidado, e apenas por bruxos preparados para lidar nesta fórmula de pó Vodu.

Como funciona a bruxaria de Santeria no caminho dos santos

sigilos3

A bruxaria de Santeria e bruxaria  pode ser usada para diversas finalidades.

Muitas vezes o conceito de bruxaria é comparado à imposição do mal, ou seja: ao uso de demonios e forças das trevas para interromper o fluxo de energia espiritual positiva que flui pelos nossos caminhos de vida conforme o sangue flui pelas veias de um corpo, e assim estagnar a vida de uma pessoa.

Porem: a bruxaria tanto pode ser usada para essa finalidade, como pode também ser usada para expurgar empecilhos e obstáculos ao fluir das energias de vida de uma pessoa, assim limpando-a de uma morbidez e obstrução espiritual, e assim libertando e desbloqueando os trilhos de vida dessa pessoa para que ela se veja livre de uma moléstia existencial e atinja o pleno sucesso.

Por outro lado – a nível amoroso – a bruxaria pode cruzar e descruzar os caminhos de vida de duas pessoas através da união ou desunião dos fluxos de energia espiritual que regem os trilhos de vida dessas pessoas, assim causando a fusão de dois caminhos, ( as chamadas amarrações), ou provocando a desconexão de dois percursos de vida, ( as chamadas bruxarias para separar casais).

lua-cheia2

Em resumo: Conforme o sangue flui pelas veias do corpo rumo a um orgão, e conforme a seiva flui na arvore com rumo a uma finalidade, e conforme as águas dos oceanos se movem pelo mundo impulsionadas pelo magnetismo da Lua, pois também os rumos de vida de cada pessoa fluem nesta existência como um barco impulsionado pelo fluir das marés das energias do universo. Pois usando-se destes processos místicos e apelando a forças espirituais, é possível manipular os fluxos de energias espirituais que fluem pelos trilhos de vida de cada pessoa, conduzindo esses caminhos de vida rumo aos mais diversos destinos.

.

Sobre as duas missões do bruxo de Santeria no caminho dos santos

amarracoes666

Os santos são espíritos antigos e ancestrais, são energias poderosas, são vibrações místicas que habitam no cosmos em plano puro e metafisico. Se assim o desejarem os santos podem também habitar em recetáculos que lhes são agradáveis, tais como certos lares, ou certos templos ou altares, certas imagens, ou certas manifestações da natureza, ( o vento, as montanhas, o sol, os oceanos, os rios, as lagoas, a lua, as arvores, as plantas, o céu, os corpos celestes e constelações, etc), ou certos aspetos da natureza como determinados animais, rochas e plantas. Exemplo disso é a apariçao de Nossa Senhora de Fátima, que se manifestou no Sol, ( fazendo-o mover-se milagrosamente), e pairando sobre uma árvore. Os santos podem  ate mesmo habitar em certos objetos que tinham especial significado para o santo em questão enquanto era vivo. Da mesma forma, as réstias mortais de um santo ou objetos presentes no momento da sua morte irradiam uma poderosa aura mistica.

Todo o bruxo de Santeria deve trabalhar e homenagear os seus santos de devoçao, e porem deve também homenagear essencialmente o seu Guia Espiritual, ou seja: o seu morto de família, que é o guia e mensageiro entre o bruxo e os santos, assim como entre o bruxo e os espíritos dos mortos.  È respeitando este plano de crença e sabedorias ancestrais que o bruxo de santeria realiza as suas duas missões, ou seja:

1- O bruxo santeiro contata com os espíritos na sua missão de vidência, através da qual – enquanto mensageiro do mundo dos mortos para com o mundo dos vivos – recebe visões, sinais, pressentimentos, augúrios, sensações e mensagens dos espíritos, mensagens essas dirigidas a quem procura aos espíritos, para dos espíritos receber orientação espiritual

2- o bruxo santeiro empreende nas suas artes ocultas de bruxaria, invocando aos espíritos para migrarem do mundo dos mortos ao mundo dos vivos para edificar nas demandas que lhes são encomendadas. Lidando com aparições e assombrações, eis que o bruxo de Santeria cumpre a sua missão de bruxaria para os fins que se lhe procuram.

Crenças da Santeria e da bruxaria no caminho dos santos

amarracao1

Na Santeria acredita-se nos espíritos e no espiritismo, ou seja:

acredita-se no mundo dos mortos, nos espíritos dos defuntos, nas assombrações, nas aparições.

Na Santeria acredita-se também nas energias e nos espíritos da natureza que habitam em todas as coisas da terra, seja no mar ou na montanha, seja no rio ou na serpente, seja no céu ou no lobo, seja na erva ou na ave, seja na rocha ou chuva, seja na areia ou no vento, seja na peixe ou na arvore, seja no sol ou no mar, seja na lua ou nos astros. Nessas energias podem residir as essências dos maiores demonios de profundas trevas, assim como os mais favoráveis espíritos protetores, e a bruxaria da Santeria lida com todas essas energias e entidades.

Na Santeria são também usadas técnicas místicas ancestrais de origem que se perde nos tempos, tais como:

a oferenda de animais negros – galos, bodes, cordeiros, bois – e aspersões de sangue desses sacrifícios são derramadas em solo de cemitério ou locais assombrados para atrair os espíritos dos mortos e assombrações a virem a este mundo e a intervirem através da magia negra que é lançada a alguém que se deseje embruxar

magia de sangue4

Na Santeria acredita-se também em objectos ocultos feitos por artesãos feiticeiros e impregnados de magia negra , que podem ser usados tanto para fins positivos,( como exorcismos de maus espíritos, curas de doenças do corpo, curas de enfermidades espirituais), como também podem ser usados para fins negativos, (vinganças, separação de casais, causar má sorte a um amor ou a um lar, impor ciúmes e discórdias, prejudicar a saúde de alguém, trancar os caminhos da vida e a felicidade de alguém, etc)… Exemplos disso são os bonecos Vodu e os Joujou da bruxaria, usados em magia negra.

.

simpatias-amor

Na Santeria acredita-se também nas propriedades ocultas e místicas da natureza e que sao traduzidos em conhecimentos de devoção mistica popular com milenios. Por isso, os feiticeiros de Santeria são profundos conhecedores dos mistérios e segredos da natureza, conhecendo assim as propriedades magicas e vibrações espirituais das ervas, raízes, pedras, rochas, elementos naturais e locais da natureza que são propícios á invocação de espíritos e energias espirituais, sejam eles espíritos de defuntos, ou espíritos de antepassados, ou espíritos da natureza. Com esses conhecimentos produzem-se «mezinhas» misticas feitas conforme formulas populares centenárias e cuja a origem se perde na origem primordial dos tempos.

A Santeria – ou o culto mistico aos santos e espiritos – tem-se espalhado pelos quatro cantos do mundo, pois que os seus resultados e efeitos na vida das pessoas traduz-se em resultados altamente satisfatórios e concretos.

Bruxarias de Santeria 

oferendas

Na bruxaria da Santeria, os feitiços de magia negra podem ser lançados para as seguintes finalidades:

Para amarrações

Para a fertilidade da mulher, assim como ajudar no parto

Para proteger um lar e abençoar uma família

Para cortar maldições

Para evitar ser mordido por animais selvagens

Para dividir dois amantes

Para fazer demónios obedecer e dominar assombrações e aparições

Para alterar as condições climatéricas adversas provindas de bruxarias

Para ajudar nas colheitas, proteger o gado, ou favorecer negócios,

Para curar uma doença com origem numa possessão espiritual maligna

Para reconciliar dois amigos

Para você receber de um espirito guia uma visão ou sonho profético que responda uma duvida que o atormenta

Para pacificar pessoas malignas que fazem mal a outras

vodu-separar-casal

Procura amarrações fortes?

Procura bruxaria de verdade?

Procura bruxos e feiticeiros de magia negra?

Bruxaria de santeria, bruxaria de magia negra, feitiçaria, espiritismo,

Escreva-nos!

Santeria, bruxaria, bruxos, bruxas, feitiçaria, feitiços, feiticeiros, feiticeiras, amarrações, espíritos, espiritismo, bruxaria africana, bruxaria vodu, vodu,

Santeria – bruxaria, Altar são Cipriano e bruxa Èvora ©

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

bruxaria para separar casais, bruxaria para afastar fulana rival

separar-casal
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

bruxaria para separar casais, bruxaria para afastar fulana rival,

bruxaria para separar casais, bruxaria para separar casal, bruxaria para separar homem e mulher, bruxaria para acabar com casamento, bruxaria para acabar com namoro, bruxaria para separação, bruxaria para afastar fulana rival, bruxaria para afastar rival, bruxaria para divorcio, bruxaria para separação,

Bruxaria - como funciona a bruxaria

Quantas vezes uma mulher deseja ou ama um homem, e porem esse homem encontra-se nas mãos de outra fulana rival?, ou a viver um outro relacionamento?

Pois esse é um dos dilemas mais dolorosos para uma mulher que ama um homem, e porem viu esse homem ser-lhe roubado por outra mulher, ou então esse homem é casado, ou tem uma amante, ou é noivo de outra mulher, ou namora com outra mulher. Seja qual for a situação, a verdade é que a existência de uma fulana rival pode causar um imenso tormento sentimental.

Assim sendo:

Nesses casos, a magia negra tanto pode abrir caminhos a fechar caminhos, como pode fechar caminhos a que se abram caminhos.

Quer isso dizer:

a magia negra pode – de uma forma ou de outra – enguiçar e trancar todos os caminhos na vida de um casal, e por isso a magia negra tem sido muito útil em tais assuntos envolvendo uma fulana rival, sempre com taxas de sucesso irrepreensíveis.

Para isso, deve-se fazer uso da bruxaria para separar casais.

Na bruxaria para separar casais, o alvo da bruxaria começa por ser a mulher rival, pois que se é pela carne da mulher que a vida nasce neste mundo através do milagre da gravidez e do parto, ( que é o cimento de um casamento), pois é também pela carne da mulher rival que o inverso ocorre, ou seja: é ali que se pode fazer o oposto do cimento que une, que é o espinho que desune, e assim semear a desunião e a separação de um casal.

Como é feita a bruxaria para separar casais?

terreiro4

A bruxaria para separar casais deve ser feita junto do muro de um cemitério, e esta bruxaria para separar casais deve ser celebrada em luar de lua minguante.

No chão junto ao muro do cemitério – e com cré sagrado – deve ser desenhado o sigilo oculto de um demónio específico, que é o demónio responsável pela ira, pela desarmonia e pelo desentendimento entre as pessoas. Não useis desta bruxaria sem ter profundos conhecimentos de demonologia e magia negra, pois quem invoca a entidade errada acabará colhendo efeitos errados, ou seja: acabará sofrendo na sua alma e no seu corpo os tormentos dos infernos. Por isso: quando quiser uma bruxaria para separar casais – uma bruxaria de verdade – não se meta a mexer naquilo que desconhece, e consulte um bruxo experiente, conhecedor e profissional.

Na bruxaria para separar casais, é necessário recorrer-se de uma vela negra com a forma genital feminina. Na vela deve ser inscrito o nome da mulher rival que se pretende afastar do homem, isso deve ser feito com uma estaca de prata. Depois, a vela deve ser ungida em sangue de galo preto acabado de oferendar ali junto ao muro de cemitério.

Na bruxaria para separar casais, eis que na área genital feminina devem-se cravar 5 alfinetes de prata, e sobre os alfinetes e a figura genital feminina deve-se polvilhar 3 doses de pó vodu de maldição.

saco-ossos-bruxaria

O pó vodu de maldição usado na bruxaria para separar casais, é um pó preparado em cemitério ao longo de 6 noites de Lua Cheia, e esse pó vodu é preparado conforme uma fórmula secreta na qual se faz uso de ingredientes como enxofre, ossos moídos de defunto com 7 meses de sepultura, plantas negras ocultas, cré que foi consagrado e moído em encruzilhada assombrada, pó de sangue coagulado, escamas de serpente negra, e muitos outros procedimentos vodu que são conservados em segredo há seculos.

Na bruxaria para separar casais, o uso deste tipo de pó atrai forças espirituais de trevas e malignas, infestando a criatura embruxada com uma maldição que não pode ser desmanchada nem aplacada.

Na bruxaria para separar casais, o trabalho deve ser sepultado junto do muro do cemitério, pois enquanto aquele muro ali permanecer conservando os defuntos no cemitério, pois também um muro de espinhos e tormentos será erguido entre o casal que se pretende separar. Deve-se repetir este procedimento de bruxaria para separar casais ao longo de 13 noites, e  assim estando feito então de 13 noites em 13 noites esse casal será fustigado pela maldição da bruxaria para separar casais, e assim será ate que o casal se separe, e por isso o casal separar-se-á para jamais se unir.

Que efeitos tem a bruxaria para separar casais?

sapo-negro-bruxas

Na bruxaria para separar casais, a mulher rival vai empalidecer, a mulher rival vai perder o interesse sexual pelo homem, a mulher rival vai-se desmazelar, a mulher rival vai andar triste ou apática, a mulher rival vai ficar silenciosa e fechada sem silêncios, a mulher rival vai mesmo padecer de padecimentos genitais, a mulher rival vai esfriar os seus sentimentos, e no relacionamento dessa mulher rival vão começar a ocorrer discussões, desentendimentos, desavenças e discórdias recorrentes.

Na bruxaria para separar casais, tudo isso vai suceder passo a passo, paulatinamente e gradualmente, para que ninguém suspeite que o casal foi embruxado com bruxaria para separar casal. Por isso vão haver momentos de grande inferno no casal, e depois as coisas vão serenar passageiramente, e depois vai voltar o inferno, e assim se repetirá de 13 noites em 13 noites até o casal não aguentar mais e se separar.

Bruxaria para separar casais?

Bruxaria para afastar fulana rival?

Bruxaria?

Bruxos?

Consulte-nos!

bruxaria para separar casais, bruxaria para separar casal, bruxaria para separar homem e mulher, bruxaria para acabar com casamento, bruxaria para acabar com namoro, bruxaria para separação, bruxaria para afastar fulana rival, bruxaria para afastar rival, bruxaria para divorcio, bruxaria para separação,

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Necromancia, magia negra, bruxaria,

necromancia1
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Necromancia, magia negra, bruxaria,

necromancia, magia negra, bruxos, bruxaria,

Ao longo dos últimos milhares de anos, a palavra “necromancia”, interpretada por diferentes pessoas de maneiras muito diferentes. O leigo sabe que é algo que tem a ver com espíritos, mas provavelmente pouco mais saberá.

necromancia2

O termo necromancia é derivado da palavra latina “necromantia”, que provem de um conceito clássico pós clássico. O significado grego é uma amalgama dos termos ‘nekros’ que significa “cadáver” e “mantiea”, que significa profecia ou revelação. Ou seja: trata-se da arte oculta de entrar em contato com espíritos de mortos para lhes pedir auxilio numa certa demanda, sendo que os espíritos desencarnados de cemitério respondem indicando o caminho de sabedoria que se deve trilhar para se alcançar um determinado objectivo neste mundo dos vivos. Essa sabedoria transmitida pelos mortos é quase sempre recebida – e pelo necromante – na forma de visões ou mensagens espirituais nem sempre fáceis de interpretar pelo necromante, pois os mortos que já não tem corpo já não falam com a boca mas sim com através do espirito, e por isso eles não se fazem ouvir por palavras como os seres vivos deste mundo, mas sim através de manifestações sobrenaturais e espirituais próprias do mundo dos defuntos. Por isso, nem sempre é fácil decifrar as mensagens que as assombrações estão a passar lá do outro mundo dos mortos para este mundo dos vivos, e por vezes o processo poder ser perturbador, assustador e aterrorizante.

Esta arte faz parte dos mais ocultos pergaminhos da magia negra, e é uma das mais temidas formas de magia negra, por lidar diretamente com o mundo dos mortos e a esfera das assombrações de cemitério.

O exemplo mais proeminente de uma instância, envolvendo necromancia, é aquele em que Ulisses visita o reino da morte, conforme descrito no poema Odisseia de Homero . A tradição da necromancia era muito comum antes do Renascimento por toda a Europa Oriental, especialmente na Grécia, Sérvia e Roma, etc.

Os necromantes babilônicos eram chamados de ‘manzazuu’ e os espíritos que criavam foram encaminhados para “etemmu”.

necromancia7

Os necromantes são pessoas que tendem a sofrer terríveis padecimentos espirituais, pois não é fácil passar o véu espiritual que separa o mundo dos mortos do mundo dos vivos, e acolher em si o contacto com almas e assombrações de entes já defuntos. São por isso pessoas assombradas e torturadas por assombrações de cemitério, mas que usam a sua arte nas artes da magia negra.

​​Quando Ulisses viaja para a esfera de morte, há uma referência ao poder dos necromantes, que até o século 18, foram amplamente classificados como xamãs.

Os necromantes foram frequentemente chamados de “conjuradores de ossos”, o que é uma alusão á sua presença nocturna em cemitérios, onde através dos ossos de defuntos iniciavam o perigoso, extenuante e doloroso processo de contato com o mundo dos mortos, o que consiste numa pratica espiritual que tem pesadas influências da cultura ritualista pagã. Nesse arte de criar uma ponte entre o mundo dos vivos e o mundo dos mortos, aos ossos de defunto o necromante acaba por juntar rituais ocultos vigorosos e a oferenda de sangue de gado negro, ou aves negra, ou ate mesmo do seu próprio sangue.

Os rituais dos necromantes são dirigidos ás trevas, ou seja: áquela dimensão oculta e obscura onde habitam as assombrações de cemitério, e são rituais perigosos se foram executados por leigos, pois quem vai contatar com as trevas pode acabar preso nas trevas se não dominar as artes da necromancia.

Na sequência do Renascimento, surpreendentemente, algumas alusões bíblicas foram consideradas no que diz respeito às práticas dos necromantes.

Isso deve-se principalmente às Escrituras hebraicas, e existem várias evidências para provar que essas teorias são verdadeiras. Senão, olhai o exemplo da bruxa de Endor enquanto uma mulher praticante da bruxaria e da necromancia, e que é comprovada no Antigo Testamento.

necromancia3

Entre essas referencias históricas á necromancia, no Antigo Testamento surge aquela que consta do I Livro de Samuel, onde se fala da bruxa de Endor, e ali está escrito:

Então disse Saul aos seus criados: Buscai-me uma mulher que tenha o espírito de bruxa. E os seus criados lhe disseram: Eis que em En-Dor há uma mulher necromante que tem o espírito bruxa.
E Saul se disfarçou, e vestiu outras roupas, e foi ele com dois homens, e de noite chegaram à mulher; e disse: Peço-te que pelo teu espírito de feiticeira, e me faças subir do mundo dos mortos a quem eu te disser.
Então a mulher lhe disse:

A quem te farei subir?

E disse ele: Faze-me subir a Samuel.
E o rei lhe disse: Não temas; que é que vês?

Então a mulher disse a Saul: Vejo deuses que sobem da terra.
E lhe disse: Como é a sua figura?

E disse ela: Vem subindo um homem ancião, e está envolto numa capa. Entendendo Saul que era Samuel, inclinou-se com o rosto em terra, e se prostrou.
Samuel disse a Saul: Por que me inquietaste, fazendo-me subir?
1 Samuel 28:7-15

Pois assim se sabe:

necromancia-missa-negra

A chamada bruxa de Endor era uma necromante que morava no vilarejo de Endor – no vale de Jizreel – e que foi consultada pelo Rei Saul quando este desejou comunicar com o espirito do defunto de Samuel. A bruxa fez a sua arte necromante, e o espirito de Samuel subiu a este mundo dos vivos vindo do mundo dos mortos, e comunicou com o Rei Saul. Este relato histórico está registado da Bíblia, e confirma a existência do fenómeno necromante.

Assim, a necromancia sobreviveu até aos dias de hoje, e continua ainda a existir, e as suas praticas manifestam resultados eficazes tanto hoje como na antiguidade.

A necromancia é um mistério das trevas, é um mistério tão profundo e oculto quanto o mistério da própria morte e a vida após a morte, e por isso e é um mistério que deve ser lidado com respeito e apenas por bruxos e necromantes experientes nas artes da magia negra.

Quer verdadeira bruxaria?

Quer trabalhos de magia negra?

Contacte-nos!

necromancia, magia negra, bruxos, bruxaria,

 

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Os Pactos com o Diabo em bruxaria e Magia Negra

trabalho-de-amarracao
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Os Pactos com o Diabo em bruxaria e Magia Negra

pactos com diabo, pactos satânicos, magia negra, bruxos, bruxaria,

magia de sangue

Ao longo dos seculos muito se tem debatido sobre o comercio infernal que são os Pactos, ou seja:

como estabelece o contrato geralmente conhecido como Contrato do Diabo.

Mefistófeles é  o demônio alemão, cujo contrato demoníaco selado com Faustus tornou-se uma lenda, e foi considerado por muitos nomes na literatura clássica.

Normalmente, um pacto oral convocando demônios ou invocações – aliado á oferenda do candidato a bruxo e servo do Diabo – é usado para atrair as forças das trevas, não sendo necessariamente preciso recorrer a um documento físico.

A pessoa que oferece a sua alma é retratada como excessivamente ambiciosa, tendo prioridades materialistas, etc …

No século XV, quando a inquisição e a caça às bruxas eram predominantes, esse contrato demoníaco era encarado como uma realidade indesmentível. Mas o facto é que o demônio ou a bruxa aparentemente nunca deixaram uma prova física do negócio, ou então poucos originais sobreviveram até aos nossos dias. Em vez disso, o bruxo ou a bruxa recebiam na sua carne ou na sua pele um símbolo demoníaco que selava o contrato infernal.

O chamado documento escrito – quando havia – geralmente era criado usando o sangue do conjurador do diabo. Nos documentos que se diz que existiram também há rumores de estarem ali inscrita a assinatura do demônio. Em livros como “A menor chave de Salomão”, esses sinais são chamados de “assinatura diabólica”.

image004

Uma outra estória famosa é a de Teófilo, um clérigo – vicário da Igreja de Adanas na Sicília,  Itália – que fez pacto com o Diabo . Segundo o padre Crasset, este episodio histórico foi confirmado por S. Pedro Damião, S. Bernardo, S. Boaventura, S. Antônio e outros santos. Diz-se que o pergaminho onde Teófilo assinou o Pacto foi resgatado do Inferno pela Virgem Maria.

Ora, estes são facto relatados na historia da Igreja, e isso sugere o reconhecimento cristão da teoria mítica sobre o Diabo, e dos seus poderes.

Por outro lado, a noção do Paganismo e da bruxaria é uma realidade aceite e validada nas mais altas esferas da Igreja.

A famosa obra Malleus Maleficarum discute várias supostas instâncias de pactos com o diabo … Geralmente, esses pactos sempre tiveram uma influência satânica que leva a pessoa influenciada aos caminhos da bruxaria. Os elementos satânicos na bruxaria são considerados muito influentes ao longo dos seculos, e não devem ser desprezados.

A bruxaria não esconde seu passado histórico, e por isso não esconde que tem fortes alusões à associação com Satanás.

Por volta do século X, o texto de Paulius Draconius foi adaptado para um poema narrativo que elabora a história de Teófilo, um vicário Italiano da Igreja de Adanas na Sicília –  Itália –  que fez pacto com o diabo, sendo que os eventos infernais foram testemunhados por vários santos, tais como S. Pedro Damião, S. Bernardo, S. Boaventura, e S. Antônio.

pactos

Giuseppe Tartini  – Sec XVII – foi um famoso músico italiano que abertamente afirmou ter encontrado o Diabo em sonhos. Quando Tartini tinha 21 anos, ele sonhou que o Demônio apareceu em seus sonhos e que tocou uma canção deslumbrante em um violino.

Ao acordar, Giuseppe Tartini tentou reproduzir os acordes da tal canção, porém só conseguiu fazer versões inferiores. Depois de algum tempo, ele conseguiu recriar parte da canção, originando uma de suas obras mais conhecidas: “O Trilo do Diabo”. Depois de compor essa sonata, Tartini ficou famosíssimo tornou-se num grande músico de renome.

Há também a história do padre Urbain Grandier e das relações  demoníacas desse padre francês que são bastante curiosas. Urbain Grandier era um padre francês –  um sacerdote católico –  que serviu no convento de Londun em 1615. Também dele se diz que foi visitado pelo Diabo, e que fez Pacto com Satanás em troca de ver satisfeitos os seus desejos. Neste caso, um documento foi encontrado nos seus aposentos, redigido em latim, onde constava um pacto com o Demônio.

No sec XVII o famoso Abade Guibourg – que muitas missas negras celebrou para a nobreza e aristocracia da corte do rei de França – também foi escolhido pelo diabo para fazer pacto demoníaco.

Em resumo:

Na bruxaria, os negócios com o diabo não são considerados puníveis ou pecaminosos.

E pergunta-se:

Mas o Diabo aceita a alma de qualquer pessoa?

Não.

Ninguém escolhe o Diabo, o Diabo é que escolhe quem, lhe convém.

Por isso mesmo é que uns são bruxos, e outros são pessoas normais que recorrem aos bruxos e ás suas artes ocultas.

A maioria das pessoas tem a ideia que o Diabo anda por aí desesperadamente procurando e implorando por almas, e nada poderia estar mais errado.

Ora olhai:

Se para ser servo de Deus o cristão tem de mostrar total sacrifico e veneração ao Senhor, e tem de seguir os Mandamentos e Sacramentos de Deus com o maior rigor, pois – caso contrario –  ver-se-á afastado da Graça de Deus, então:

porque se pensa que o Diabo é diferente?, e que o diabo anda por aí nas ruas da amargura a mendigar qualquer alma de qualquer pessoa, como um cachorro mendigando por um osso ?

Nada poderia estar mais errado.

feitiçaria- feitiços

O diabo escolhe aquele que quer para seu servo e bruxo, conforme Deus escolhe quem quer para seu servo e seu santo.

Nenhum santo escolheu ser santo, mas sim foi visitado e escolhido por Deus.

Da mesma forma:

nenhum bruxo escolheu ser bruxo, mas sim foi visitado e escolhido pelo Diabo.

Por isso mesmo, assim se pode ler na obra de são Cipriano:

o teu Deus antigo é o Rei dos Céus e eu sou o Rei dos Infernos. Ele dá leis aos seus vassalos e eu dou-as aos meus.

Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do diabo, pag 260

Pois assim se sabe:

Deus tem os seus vassalos, e o Diabo também tem os seus vassalos, e para ser vassalo de um de outro – seja de Deus ou do Diabo – não basta querer nem desatar a fazer pactos idiotas que muita gente faz por aí e que depois não dão em nada, mas sim é preciso primeiro ser escolhido seja por Deus ou seja pelo Diabo.

E como se é escolhido?

A entidade que lhe escolher vai-se-lhe manifestar, e depois vai fazer de tudo para guiar a sua vida no sentido desse desígnio, até ao ponto em que você não possa mais recusar as evidencias, e aceite o seu destino. È aí –  nesse momento –  que a entidade revela como proceder ao Pacto, e por isso os verdadeiros e ocultos Pactos são misteriosos e desconhecidos dos leigos e ignorantes nos assuntos no espirito.

Mais assim se pode ler na ora de são Cipriano:

Cipriano chamou em seu socorro a Lúcifer (…) que lhe garantiu:

-Elvira será tua. Terás porem, que seguir as seguintes instruções

obra de são Cipriano, versando sobre «Nascimento vida e obra de são Cipriano»,  capitulo «Cipriano e Elvira», Pag 20

Pois assim se sabe:

era recorrendo de Lucifer que são Cipriano abria caminhos aos seus feitos ocultos.

Tanto são Cipriano como a bruxa Èvora tinham Pacto firmado com ao Diabo, e é dai que retiraram os saberes para lidar nas artes do oculto.

Olhai que assim está escrito na obra de sao Cipriano:

– (…) Respondeu Cipriano, não sabes que pertenço a Lúcifer, porque firmei pacto com ele, (…)  Então retira-te da minha vista, quando não, usarei das minhas artes diabólicas

Obra de são Cipriano, Capitulo «são Cipriano e são Gregório tiveram um encontro no qual disputaram acerca da fé católica, ficando são Gregório vencedor e são Cipriano derrotado»,Pag 295

Pois então:

São Cipriano tinha pacto firmado com Lúcifer, e esse pacto é que dá caminho e sabedoria para o uso das artes infernais.

Por isso:

Quando recorrer de um bruxo, não tenha receio pela sua alma, pois quem tem a alma empenhada para operar nas artes do oculto é o bruxo, e não você. A si, cabe-lhe apenas colher o fruto da semente que as artes do Diabo plantam em seu favor através do bruxo.

Quer bruxos de verdade?

Quer bruxaria de verdade?

Escreva-nos!

pactos com diabo, pactos satânicos, magia negra, bruxos, bruxaria,

 

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Magia negra no mundo ao longo dos seculos

Amarração-da-cabra-preta
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Magia negra no mundo ao longo dos seculos

magia negra, magia negra no mundo, bruxaria, bruxos, missas negras, estudos sobre magia negra,

sigilos3

Todos nós já ouvimos sobre a Magia Negra em algum momento de nossas vidas e muitos dentre nós têm a noção de que não é algo de bom.

A maioria acredita que indivíduos que praticam magia negra tendem a verter vários tipos de influência negativa e ruim sobre si mesmos e sobre as pessoas vitimas da magia negra.

Embora tal crença tenha sempre existido desde o início da história, também se viu que muitos praticaram a magia negra apenas para alcançar algumas coisas impossíveis de alcançar neste mundo, e que não poderiam ser alcançadas de outra forma senão pela magia negra.

A principal intenção de praticar esses tipos de magia negra sempre foi invocar e manipular as forças das trevas e do demónio.

Daí muitos consideram que esse tipo de ato é mau e que, de um jeito ou de outro, acaba por prejudicar não apenas a pessoa que é vitima da magia negra, mas também acaba por ter um pesado preço espiritual no bruxo que pratica a magia negra.

Pois por isso ser verdade, é que os bruxos não cobram nada barato as suas artes ocultas, pois que de cada vez que moldam um feitiço de magia negra, e de cada vez que metem as suas mãos na magia negra, os bruxos estão a paulatinamente empenhando a sua alma ás trevas.

Uma das criticas que se fazem sobre a magia negra, é que a magia negra molda os destinos da sua vitima privando-a do livre-arbítrio, ou seja: a vitima de magia negra fica destinada a seguir pelos caminhos de vida que a magia negra decretar, quer ela queira ou não.

Tratam-se por isso de feitiços que são moldados sem o livre arbítrio da vítima, mas, por outro compreenda-se:

Pitonisa-en-Delfos

muitas das vezes não há outra forma de alcançar um objectivo impossível senão usando de meios impossíveis, ou seja: sem quebrar as regras da logica e da ciência deste mundo, e sem vergar e dobrar o tecido da existência, pois apenas assim é possível – por vezes – trazer a pessoa amada de volta quando ela se recusa a voltar, ou apenas assim é possível conseguir uma promoção laboral ou um negocio quando quem decide se recusa a dar-lhe essas benesses, ou apenas assim é possível fazer-lhe ter sorte no jogo, ou apenas assim é possível dar ou tirar potencia sexual a uma pessoa rival, ou apenas assim é possível fazer uma mulher engravidar quando os médicos já disseram que isso é impossível.

Existem várias formas de magia negra que são praticadas em diferentes regiões do mundo.

Na verdade, pelos quatro catos do mundo, existem diversos tipos de culturas que seguem diferentes praticas de magia negra.

Em diferentes regiões do mundo pratica-se magia negra em várias formas, como;

A África tem mais sacrifícios feitos de animais e oferendas de sangue, Nas regiões da América, a magia negra é de um tipo mais simples, onde há menos sacrifícios de sangue e mais apelo a espíritos de trevas e assombrações demoníacas que habitam na natureza.

Nos países asiáticos, a magia negra é usada em conjunção com as ancestrais mitologias dos deuses e espíritos de antepassados.

Nos países europeus a magia negra basicamente consiste em usar maldições e encantos de salmos, assim realizando-se  missas Negras.

Por isso, verificou-se que várias regiões e culturas diferentes têm diversas formas de magia negra.

Porem:

A verdade é que o fenómeno da magia negra existe em todas as culturas do mundo, que sempre existiu pelos quatro cantos do mundo ao longo de milhares de anos, e mesmo assim – apesar dos desenvolvimentos científicos – a magia negra sobreviveu ate aos dias de hoje, e por isso: poderão todas as culturas do mundo estar erradas?, ao longo de todos estes milhares de anos?

Mas no fundo, todas as formas de magia negra tem um traço em comum, e que é :

A magia negra basicamente tende a invocar várias forças do universo e da natureza, aproveitando-as conjurar demónios e espíritos de trevas, de forma a que neste mundo se obtenham efeitos considerados improváveis, inexplicáveis e impossíveis.

Também foi notado ao longo da historia da magia negra que muitos praticantes de magia negra também usaram a magia negra para fins de cura, ou seja:

Nalguns casos, essas práticas de magia negra também foram usadas para afastar espíritos ruins ou malignos de entrar em corpos fracos, assim como para curar doenças incuráveis que tenham uma origem espiritual, e ate mesmo para dar o dom da fertilidade a mulheres estéreis, e ate mesmo curar gado enfermo ou expurgar explorações agrícolas amaldiçoadas e limpar aguas potáveis infestadas de bruxaria.

A magia negra moderna ou contemporânea usa mais as bruxarias e as maldições, recorrendo também de sacrifícios animais e missas negras.

Porquê o recurso ás oferendas de sangue de gado negro ou ave negra?

amarracao1

O recurso ao sangue de oferendas animais negras provem da velha tradição de magia negra que considera o sangue como uma espécie de «moeda» de troca espiritual através da qual se pratica um comercio infernal entre este mundo dos vivos e o mundo dos mortos e demónios, ou seja:

faz-se um comercio infernal de «troça por troca», isto é: paga-se aos demónios com oferenda de sangue de gado negro – ou ave negra – para que os demónios e espíritos das trevas – aceitando esse pagamento – venham a este mundo executar a tarefa que lhe foi encomendada.

Porquê o recurso ás missas negras?

355

Já o recurso á missa negra funciona como a inversão de uma missa branca, ou seja:

enquanto que a missa branca tem por finalidade agradar ao espirito de Deus e faze-Lo descer a quem o invoca para d’Ele se receber as suas bênçãos e seus proveitos, já a missa negra tem por finalidade agradar ao espirito do Diabo e faze-lo subir a este mundo, para dele se receber as suas bruxarias e seus proveitos.

Por isso mesmo durante a idade média havia muitos padres, monges e abades que durante o dia celebravam a missa branca a Deus, e á noite celebravam a missa negra ao Diabo, para grande satisfação dos reis, rainhas, nobres e aristocratas que pagavam a peso de ouro esses diabólicos favores e benesses infernais.

Magia - segredos da magia

Embora a magia negra tenha sido realizada em várias regiões do mundo e de várias formas, sua influência sobre os seres humanos sempre foi quase a mesma, que é uma influencia tao poderosa que é inegável.

O fenómeno demoníaco e da magia negra já foi estudado por teólogos, antropólogos, cientistas, e ninguém conseguiu chegar a uma conclusão cientifica que explique como é que a magia negra consegue tantos prodígios impossíveis, mas o facto é que consegue!, e com resultados comprovados e que se repetem sem falhar ao longo dos seculos, e atravessando transversalmente todas as mais diferentes culturas dos quatro cantos do mundo.

Quer magia negra de verdade?

Quer missas negras de verdade?

Quer bruxaria de verdade?

Escreva-nos!

magia negra, magia negra no mundo, bruxaria, bruxos, missas negras, estudos sobre magia negra,

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Historia da magia negra, necromancia, bruxaria

pentagrama
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Historia da magia negra, necromancia, bruxaria,

magia negra, necromancia, contato com espíritos, bruxaria, feitiçaria, bruxos, historia da magia negra, historia d bruxaria, magia negra e ciência, bruxaria e ciência,

A magia negra

sigilo4

A magia negra – uma das forças espirituais mais fortes e poderosas do universo – tornou-se uma das mais confiáveis ​​e seguras fontes de soluções para problemas para as pessoas em todo o mundo. Longe vão os tempos foram em que as pessoas se encolhiam apenas diante a menção das artes das trevas e discriminavam a magia negra. No mundo moderno, a magia negra já é um fenómeno espiritual amplamente estudado, seja pela teologia, seja pela antropologia,etc.

É surpreendente notar que milhares de anos atrás, quando a magia negra surgiu pela primeira vez, foi considerada como um pecado. As pessoas que praticavam a magia negra eram perseguidas e executadas. Isso representou um momento da historia da humanidade em que a liberdade religiosa das pessoas não era respeitada. Nesses tempos vivíamos sobre uma tirania religiosa inteolerante, ignorante e que não tolerava outras religiões, e nesses tempos a magia negra foi considerada um crime geralmente punido com a morte.

Na época medieval, quando a magia negra estava no auge, também era o problema mais falado entre as pessoas. Foi amplamente praticado, mas não abertamente. Os livres debates de ideias sobre magia negra ou práticas de artes negras foram estritamente proibidas. Os ensaios de bruxas e caças ás bruxas são um tema popular, o que é familiar a todos. As pessoas foram executadas impiedosamente por praticar bruxaria e isso deu origem a um medo furioso entre as pessoas comuns em relação à magia negra. Desde a Idade Média, a magia negra floresceu e deu origem a vários ramos, o mais importante deles sendo bruxaria, feitiçaria, necromancia, etc. A bruxaria é o tipo de magia negra mais amplamente utilizado. A necromancia concentrou-se principalmente na comunicação com os mortos.

A necromancia

tabua-ouija3

A necromancia envolve principalmente a comunicação com os mortos através de várias formas, como convocar os espíritos ou fazer com que os espíritos aparecem como manifestações corporais, ou que o mundo dos mortos se manifeste em fenómenos físicos que se materializam neste mundo dos vivos.

A necromancia é considerada uma arte proibida, principalmente devido à sua conexão com os mortos. É amplamente associado ao xamanismo, embora difira disso em sua própria maneira.

Há referências à necromancia na “Odisséia” de Homero e outros textos gregos clássicos. Há também referencia á necromancia na própria Biblia, com o celebre episodio da bruxa de Endor.

A necromancia é um dos tipos mais importantes de magia negra e também é a mais eficaz e a mais complexa.

Os círculos mágicos são partes relevantes da necromancia. As práticas relacionadas à necromancia envolvem um procedimento extremamente complicado e um conjunto de muito treino e experiência são necessárias.

A necromancia remonta às antigas civilizações gregas, quando essa forma de bruxaria era extremamente comum e considerada uma parte essencial da vida de alguém.

A crença da vida após a morte foi associada á noção que conjurando os espíritos dos mortos, era possível obter revelações dos espíritos desencarnados, assim como que essas assombrações se manifestassem neste mundo com efeitos concretos. Certos necromantes antigos praticaram alguns terríveis rituais em cemitérios, mas esses rituais desapareceram gradualmente e abriram caminho para um uso mais prático.

A Necromancia é uma arte extremamente difícil de dominar e há poucos praticantes que podem realizar com êxito essas práticas. Para realizar um ritual com perfeição, é necessário um conjunto de treinos e muita experiencia para que nada dê errado.

A necromancia envolve convocar os espíritos escuros, portanto, medidas de precaução devem ser mantidas para evitar desastres ou eventos indesejáveis.

Vários textos populares falam sobre a necromancia, pois é um assunto invulgarmente encantador. Um dos livros mais famosos chamado ‘The Necronomicon’ por H.P Lovecraft, ( 20 de agosto de 1890 — 15 de março de 1937),  é um grimório de ficção estabelecido que fala sobre a necromancia. Como H.P Lovecraft concebeu o título ainda é um mistério para seus leitores, mas a inclinação do autor para a magia negra não era um segredo. O próprio H.P Lovecraft proclamou que ele foi imensamente influenciado pela literatura e escrituras gregas, onde o processo de necromancia é comum. Mesmo os textos romanos mencionam a necromancia, que H.P Lovecraft mais tarde se referiu. Curiosamente, o livro ‘necronomicon’ foi freqüentemente citado como um livro proibido devido ao seu conteúdo sobrenatural, que lidava principalmente com as artes das trevas. Mas com os fãs de H.P Lovecraft lendo e circulando em ampla base, este livro não poderia continuar proibido por muito tempo. Depois de alguns anos de sua publicação, Lovecraft escreveu pseudo-história de necronomicon, denominada “História do Necronomicon”. Este livro foi escrito principalmente para satisfazer a curiosidade dos fãs que queriam saber mais sobre o assunto e o livro de Lovecraft apenas desencadeou sua excitação sobre o assunto.

Livros que são semelhantes ao Necronomicon muitas vezes foram escritos e circulados entre as pessoas, antes e depois do lançamento do livro.

A magia negra, a bruxaria, e as provas cientificas

A magia negra é uma das fontes mais ocultas do mistério do espirito para muitos.

A bruxaria é uma das outras formas de magia negra, e é aplicada de várias maneiras, através de feitiços, encantamentos, rituais, etc.

É notável como a feitiçaria fez o caminho para a mente das pessoas e fez um nome para si mesmo como uma solução sobrenatural extremamente funcional.

É verdade que às vezes o mundo das trevas parece não ter logica segundo o raciocínio comum do ser humano, e porem:

agora mesmo os cientistas começam a descobrir que á dimensões existenciais subatómicas onde todas as leis da logica e da física se desvanecem, e entramos num universo verdadeiramente incompreensível e magico, onde tudo é feito de fenómenos antes considerados impossíveis.

Há quem – por isso –  defenda que o mundo dos espíritos, dos espectros e dos fenómenos sobrenaturais residem e provem dessas dimensões que os cientistas apenas agora começaram a detectar e conhecer.

materia_negra

Se há 1 seculo atras você dissesse aos cientistas que 90% da matéria que constitui o nosso universo não se pode ver nem tocar, e porem existe e está lá, provavelmente diriam que você era louco, porque tudo o que existe no universo é suposto poder ser tocado, pesado e medido. Porem:

agora os cientistas descobriram que afinal não sabemos onde está 90% da matéria que constitui o universo, e que essa matéria se chama de matéria negra.

O mesmo se passa com a energia que flui no universo: os cientistas descobriram que não sabem onde estão 90% da energia que flui pelo universo, e que a essa energias intocáveis chamam-lhe de energia negra.

Por isso:

cada vez mais se prova que existem outras dimensões, outros estados de materia e outros estados de energia que até hoje eram desconhecidos da ciência, e que por isso espíritos e mundo espiritual são uma realidade, e ironicamente é a ciência que está a facultar essas provas.

A história da magia negra é uma provação muito complexa e as artes das trevas tiveram que passar por vários altos e baixos para finalmente chegar a um palco tão fácil de aceitar e aplicar em vidas normais.

O processo de mudança não foi fácil, mas os praticantes e entusiastas têm sido fiéis.

A fé é o que impediu as artes das sombras de desaparecer todos esses anos. Seja bruxaria ou necromancia, as artes ocultas têm sido uma fonte de quantidades extremas de pesquisas e estudos que levaram as pessoas a acreditar e a magia negra e abraçá-la.

Hoje, a magia negra está em uma posição em que é impossível negar sua presença dentro das vidas comuns e seus efeitos são amplamente reconhecidos. Mais: a taxa de sucesso da magia negra é impecável, e é ainda mais uma razão para as pessoas confiarem nela.

A magia negra é um fenômeno complexo, mas que dá resultados concretos.

Quer bruxaria de verdade?

Quer magia negra de verdade?

Escreva-nos!

magia negra, necromancia, contato com espíritos, bruxaria, feitiçaria, bruxos, historia da magia negra, historia d bruxaria, magia negra e ciência, bruxaria e ciência, 

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Missa negra, bruxaria com missa negra,

missa-negra6
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Missa negra, bruxaria com missa negra,

missas-negras

Bruxos, bruxo, bruxaria, missa negra, bruxaria com missa negra, igreja satânica, bruxaria e diabo, sacerdote satânico,

A Missa Negra combina vários elementos:

1 – crença em uma divindade pagã estigmatizada pelos cristãos como o Diabo, Satanás ou Lucifer

2 – crença no uso das missas para obter fins materiais ou carnais neste mundo, através de processos sobrenaturais,

3- a perversão e dessacralização do ritual ortodoxo cristão.

 

Como é celebrada a missa negra?

missa-negra3A Missa Negra é uma cerimônia mágica e é a devassidão ou inversão ou da Missa Católica que se dedica ostensivamente com o propósito de zombar de Deus e adorar o diabo; um rito que se diz envolver sacrifícios de sangue, bem como obscenidades e blasfêmias.

A origem da crença na Missa negra ou missa satânica remonta à magia medieval e feitiçaria oculta, mas ninguém realmente conhece a história inicial deste ato mágico, pois não existe uma descrição confiável e de primeira mão.

Uma bruxa que disse que estava presente descreveu uma Missa Negra num sábado em França em 1594, afirmou que a cerimônia ocorreu na véspera de St. John numa missa campal noturna, com cerca de sessenta pessoas presentes. O sacerdote celebrante usava um longo manto preto com uma cruz de Cristo invertida, e seus assistentes acólitos eram duas mulheres nuas, ao passo que hóstias de igreja eram profanadas em altar de Deus.

Outras histórias da Missa Negra incluem menção de um cálice preto; e

de gritos de “Beelzebub! Beelzebub! Beelzebub!” ou invés de recitarem palavras dos santos sacramentos; as celebrantes e ajudantes ao sacerdote são femininas ao invés de masculinas, essas acolitas estão em nudez, e tudo isto é praticado no interior de uma igreja, e em solo sagrado,

Na missa negra, são feitos grandes festins com carne de porco e nesses banquetes bebe-se o vinho de Eucaristia com devassidão, excesso e desdém pelo sacramento da Eucaristia,

Na missa negra, ao mesmo tempo que há relatos de ocorrerem orgias sexuais nas mais sacras abadias e sagrados conventos, nos quais corpos são  usados ​​como altares; Na missa negra, o acto de luxuria carnal praticado numa igreja, ali e diante de santos e das santas imagens de Deus é considerada uma profanação aos relicários e santos altares de Deus, pelo que é tido como um acto satânico e de apelo ao Diabo.

Na missa negra, sob o altar de igreja é derramado sangue de galo negro acabado de oferendar a Satanás, assim se devassando o altar e invertendo o simbolismo do sangue de Cristo que é cordeiro de Deus, pelo simbolismo do sangue da oferenda animal negro que sinal de bruxaria e da adoração ao Diabo.

Na missa negra, são entoadas Litanias aos demónios Belzebu, Baal, Asmodeus e Astaroth;

Na missa negra, são oradas orações cristãs sendo ditas para trás;

Na missa negra, são queimadas de velas negras feitas de gordura de animais negros sacrificados.

Na missa negra, são lidas partes da missa para trás, sendo “Deus” substituído por “Satanás” e “bom”; por “mal”

missa-negra4O abade Boullan (1824-1993), um sacerdote católico que se acredita que era uma reencarnação de são João Batista, teria celebrado uma Missa Negra em vestimentas em que um crucifixo invertido era bordado, com um pentagrama desenhado esquina do olho esquerdo (a esquerda sendo o lado do mal). Com estas missas negras o abade julgava ser possível expulsar demónios, convidando os demónios através desta profanação e dessacralização de tudo o que é de Deus, para depois prender essas entidades de trevas numa jaula de prata ou ferro, e expulsa-los através da sua imersão em água benta. Porem, ele também usou destas missas negras – pagas a peso de ouro – para prestar grandes serviços de bruxaria aos nobres da corte Francesa, e dizem as lendas que eram muitos os nobres agradecidos pelos benefícios colhidos de tais bruxarias.

A Igreja Satânica 

missa-negra5A Igreja de Satanás baseou seu diabolismo muito divulgado em uma rejeição e perversão da ética cristã da abnegação e da humildade.

Dar a outra face quando se é vitima de um mal, não é claramente o lema da Igreja de Satanás, e ao contrario, professa-se que contra quem nos fez mal lançar-se-á a maldição dos infernos.

Na Igreja de Satanás, ser rejeitado no amor não deve ser motivo de levar uma vida casta e sofredora até á morte, e ao contrario deve-se amarrar a pessoa a um purgatório dos tormentos e de bruxarias até que essa pessoa se emende e se venha entregar a que rejeitou.

Em resumo:

Na Igreja de Satanás, o futuro da sua vida não está nas mãos de um Deus ausente que nunca nos dá nada de pratico neste mundo mundo mas apenas promete coisas para o próximo mundo, e cujos os desígnios ninguém compreende

Na Igreja de Satanás, não se vive para uma vida de promessas no futuro, mas sim para ter aqui e agora aquilo que se quer neste mundo.

Na Igreja de Satanás, ninguém se irá pôr a predizer o futuro conforme as mensagens de anjinhos celestiais, porque se acredita que o futuro está é nas mãos da decisão do homem ao tomar nas suas próprias mãos as rédeas do seu próprio destino, recorrendo de Satanás.

A Igreja de Satanás também diz:«Quando as coisas correm bem, diz-se que foi graças a Deus, mas quando as coisas correm mal diz-se que a culpa é do Diabo».

Ora: se Deus é verdadeiramente Todo-Poderoso e Senhor de todas as coisas, então tanto os louvores deveriam ser Seus quando as coisas correm bem, como deveria a culpa ser Sua quando as coisas correm mal, pois se Ele fosse Todo Poderoso, então Ele teria poder sobre tudo e todos !, e logo não haveria quem sequer conseguisse ir contra a vontade d’Ele, nem poderia ninguém fazer algo que Ele não autorizasse, e nesse caso o Diabo nem existia, e mesmo que existisse porem o Diabo jamais teria o poder que tem para agir livremente e á revelia da vontade de Deus, que parece impotente diante de Satanás e das suas obras. Dai que a Igreja Satanista conclui que se os cristãos admitem  a existência de um Diabo tao poderoso como Deus, ( porque na verdade esse Diabo é capaz de rivalizar com a autoridade de Deus e fazer aquilo que quer e lhe apetece neste mundo) , então – em boa verdade – existem 2 Deuses – um de Luz e um de Trevas –  e ambos são poderosos.

A isto referiu-se são Cipriano na sua obra quando ali escreveu:

o teu Deus antigo é o Rei dos Céus e eu sou o Rei dos Infernos. Ele dá leis aos seus vassalos e eu dou-as aos meus.

Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do diabo, pag 260

Mais assim se pode ler na obra de são Cipriano:

O deus que tu adoras é Lúcifer, e o que eu adoro é um Deus poderoso que criou o Céu e a Terra

Os mistérios da feitiçaria, são Cipriano e são Gregório tiveram um encontro no qual disputaram acerca da fé católica, pag 294

Assim ensinou são Cipriano:

o deus de são Cipriano é um deus, e disso não há duvida pois que até mesmo são Gregório o reconhece e o aceita, dizendo a são Cipriano: «o deus que tu adoras é Lucifer».

As teorias sobre Satanás são muitas e ancestrais. Porem , ( independentemente da teoria sobre a origem e essência do Diabo), a Igreja de Satanás professa que o Diabo, ou sendo um Deus, ou sendo um Arcanjo Caído, ou sendo o Rei dos Infernos, ou sendo um Demónio, porem a verdade é que Lúcifer ou Satanás abre a porta para curas, para o amor, para riquezas, e para que neste mundo se possa ter aquilo que se deseja.

Conforme se diz na Igreja satânica: «Você está á porta. Agora está nas suas mãos decidir se quer ficar aí sofrendo á porta, ou se quer entrar pela porta e aliviar o seu fardo.»

Definição de missa negra:

missa-negra2Uma Missa Negra é uma inversão, profanação, devassidão e inversão da massa católica praticada pelos sacerdotes ordenados da Igreja da Idade Media, e á qual recorriam os nobres e ricos desse tempo.

Ou seja:

durante o dia o padre ou abade praticava a missa branca para abençoar em nome de Deus, e á noite o mesmo padre ou abade praticava a missa negra para amaldiçoar em nome do Diabo, e fazer bruxaria a favor das suas ricas e nobres clientelas.

As chamadas “missas negras” foram realizadas – desde a Idade Media ate ao sec XVII –  por sacerdotes ordenados, e era usada tanto para amaldiçoar inimigos, como para gerar bruxarias de amarração, bruxarias amorosas, bruxarias de fertilidade, bruxarias para desencantar riquezas, bruxarias para alcançar vitorias sobre os inimigos.

Embora esta prática tenha sido atribuída a bruxas durante muitos seculos, porem é improvável que alguma vez tenha sido praticada por bruxas, pois que apenas pode praticar a missa negra um sacerdote ordenado e sacramentado, pois apenas um sacerdote ordenado tem autoridade espiritual para perverter os sacramentos, e assim praticar a missa negra.

Leia aqui mais sobre MISSAS NEGRAS – AQUI

Leia aqui mais sobre AMARRAÇÕES COM MISSAS NEGRASAQUI 

Quer missas negras de verdade?

Quer bruxaria de verdade?

Escreva-nos!

bruxos, bruxo, bruxaria, missa negra, bruxaria com missa negra, igreja satânica, bruxaria e diabo, sacerdote satânico,

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Bruxos, bruxaria Luciferiana, bruxaria satânica, são Cipriano

amarracao-cartas-tarot-666
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

Bruxos, bruxaria Luciferiana, bruxaria satânica, são Cipriano

bruxos, bruxaria Luciferiana, bruxaria satânica, bruxaria de são Cipriano

Assim está escrito na obra de são Cipriano, o bruxo:

– (…) Respondeu Cipriano, não sabes que pertenço a Lúcifer, porque firmei pacto com ele, e por isso não posso entrar no céu, onde so entram (…)  aqueles que não seguem o caminho do inferno? Então retira-te da minha vista, quando não, usarei dos meus poderes e das minhas artes diabólicas

Obra de são Cipriano, Capitulo «são Cipriano e são Gregório tiveram um encontro no qual disputaram acerca da fé católica, ficando são Gregório vencedor e são Cipriano derrotado»,Pag 295

bruxadeEvora3Pois assim se sabe:

Entre as muitas experiencias e formulas místicas que são Cipriano desenvolveu ao longo da sua vida de estudos ocultos, são Cipriano – o bruxo – a dado momento entrou em contacto direto com Lucifer, que era a grande fonte dos seus infernais poderes de bruxaria.

Senão, veja-se que também assim está escrito na obra de são Cipriano, o bruxo:

Cipriano chamou em seu socorro a Lúcifer (…) que lhe garantiu:

-Elvira será tua. Terás porem, que seguir as seguintes instruções

obra de são Cipriano, versando sobre «Nascimento vida e obra de são Cipriano»,  capitulo «Cipriano e Elvira», Pag 20

Pois assim se sabe: são Cipriano – o bruxo – invocava a Lúcifer para garantir os grandes feitos da sua obra oculta. E porem também se sabe através deste escrito de são Cipriano: de Lúcifer só se colhe fruto se se trilhar no caminho das instruções de Lúcifer.

Isto dito:

aparicao-demonioAo ouvir a palavra Satanás, as imagens de uma figura escura com chifres e uma cauda rapidamente vem há mente humana. É isso que as principais religiões estabelecidas no mundo vão querer que você pense e acredite.

Porem:

Os rituais contidos em bruxaria satânica através da autoridade do arcanjo Lúcifer e seus espíritos subordinados não são apenas projetados para prejudicar.

Lembre-se de que Deus criou Satanás, e que Lucifer era o mais belo e o mais amado dos anjos de Deus.

Por isso:

a bruxaria de Lucifer pode providenciar  remédios salva-vidas para os necessitados e os desesperados.

Bruxarias luciferianas são bruxarias feitas por bruxos honestos e verdadeiramente treinados nas artes ocultas de são Cipriano,  e que funcionam usando forças e energias potentes capazes de manifestar as mudanças que você busca.

Deus ou “a fonte” criou e capacitou essas forças e energias, e colocou-as no cosmos para o nosso uso, e essas forças e energias estão em todo o lado no cosmos, por todo o lado no universo, em todo o lado na natureza, e habitam em todas as coisas que existem.

Sobre bruxos e bruxarias, assim diz a obra de são Cipriano, o bruxo:

o teu Deus antigo é o Rei dos Céus e eu – Lucifer – sou o Rei dos Infernos. Ele dá leis aos seus vassalos e eu dou-as aos meus.

Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do diabo, pag 260

Assim sendo, significa isto:

pactosSatanás representa a escuridão e Deus a luz. Ao ter acesso á luz e ás trevas, os bruxos podem canalizar essas forças espirituais e energias cósmicas em favor de quem procura o bruxo.

Quando você pede aos bruxos uma bruxaria luciferiana, jamais devem existir duvidas na sua mente, mas sim e apenas a plena certeza e total convicção que – demore o que demorar – a bruxaria funcionará.

Jamais venha á bruxaria luciferiana tresandando a descrença nem impaciência, pois já assim se pode ler na obra de são Cipriano:

Disse Lucifer: Não te disse já (…) que na minha lei também é preciso ter paciência?

Obra de são Cipriano, versando sobre «Enguerimanços de são Cipriano ou prodígios do diabo, Capitulo  8º, Pag 260

Pois assim ensinou são Cipriano – o bruxo – que quem da bruxaria Luciferiana quer retirar proveitos, então deve ter crença e paciência, pois apenas sim é que da semente da bruxaria floresce em bom fruto. Uma casa edificada á pressa e pelo telhado é uma casa condenada, e uma casa arquitetada por arquiteto incompetente é uma casa destinada a ruir. Por isso: a obra da bruxaria luciferiana não se edifica com o fraco tijolo das ansiedades nem das pressas, mas sim é obra que se constrói com a solida rocha da crença. Por isso: antes da recorrer da bruxaria Luciferiana, saiba: Quem aceitar a este termos da bruxaria vencerá, e quem não aceitar então não se meta com bruxarias, pois acabará delas retirando tudo ao contrario do que foi pedir.

A bruxaria é com um furação que se vai aproximando lentamente e silenciosamente de si, ou seja:

1

Você acaba de fazer a bruxaria, e tudo fica em silencio, tudo fica quieto, nada acontece. È como a bonança antes da tempestade.

2

Depois – de um momento para o outro – você começa a ver espíritos a manifestarem-se á sua volta. São as nuvens e o vento a dar sinal da presença do furacão que está para vir.

3

Dai em diante os espíritos estão consigo, e você deve permanecer abrigado pela crença e fé !, pois que de um momento para o outro tudo começa a acontecer, e porem não acontecerá conforme as suas impaciências, nem quando você espera, nem acontecerá do jeito que você pensava, mas sim e sempre paulatinamente, passo a passo, e nos tempos do espirito e pelos misteriosos desígnios do espirito, porque a bruxaria é como um vento misterioso que aparece do nada, e aparece quando quer, e ninguém sabe de onde veio nem para onde vai, mas a verdade é a que bruxaria de bruxo manifesta-se tal como o vento, que sendo invisível porem é real e existe.

Algumas finalidades da bruxaria satânica, bruxaria de Lucifer feita por bruxos:

Engravidar mulher estéril

Aumentar libido e potencia sexual

Tirar libido e potencia sexual

Fazer amarração entre mulher e homem

Desfazer casamento entre homem e mulher

Trazer prosperidade e riquezas

Trazer amante que se deseja

Ajudar em negócios

Parar um divorcio em curso

Ajudar a reverter doenças e molésticas com origem num mal espiritual

Alcançar vingança contra quem lhe prejudicou

Proteção contra bruxarias, pragas e maldiçoes

Etc

Quer um bruxo?

Quer bruxos?

Quer uma bruxaria de verdade?

Escreva-nos!

bruxos, bruxo, bruxaria Luciferiana, bruxaria satânica, bruxaria de são Cipriano

 

 

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

bruxaria, bruxos, o que é a bruxaria

pactos
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

bruxaria, bruxos, o que é a bruxaria

bruxaria, o que é a bruxaria, bruxos, bruxas, magia negra, bruxos em portugal, 

aparicao-demoniobruxaria é uma ciência oculta baseada nas artes da inovação de espíritos, na conjuração de assombrações, e de trazer ao mundo dos vivos as influencias do mundo dos mortos.

A igreja Católica Romana muitas vezes condena a bruxaria, e porem essa mesma igreja tem a sua principal basílica – a basílica de são Pedro, onde o Papa faz as suas celebrações – edificada por cima de um cemitério.

Ou seja:

A basílica de são pedro – a mais poderosa referencia espiritual do catolicismo –  foi construída e edificada por cima de túmulos, por cima de um cemitério, ou seja:

por baixo da basílica de são Pedro aquilo que existe são túmulos e um cemitério !!,  onde estão sepultados defuntos de santos e de crentes católicos, querendo isto dizer:

a própria igreja reconhece que aquele terreno é poderoso porque ali residem almas de defuntos e espíritos!, e que a invocação de espíritos e almas é poderosa!

Mais:

A própria igreja católica tem uma escola – no vaticano –  dedicada aos estudos do exorcismo, sendo que a igreja sabe bem que o exorcismo é uma ciência de entrar em contacto com espíritos, e que entrar em contacto com espíritos é uma forma de magia negra e de bruxaria, apesar de ser para fazer o bem.

Por isso:

Deixando de lado as hipocrisias, a bruxaria é o mesmo!, ou seja:

a bruxaria é a arte de entrar em contacto com espíritos, e a bruxaria é a ciência oculta de invocar assombrações de defuntos para que o mundo dos mortos entre em contacto com o mundo dos vivos, e assim causar algum efeito neste mundo dos vivos a partir do mundo dos mortos.

Por isso mesmo, a definição de bruxo e bruxaria está bem descrita na Bíblia, quando os sacerdotes hebreus falaram sobre os bruxos, assim dizendo:

encantador, que consulte aos espíritos, praticante de magia, que consulte os mortos;

Deuteronômio 18:11

bruxaria - feitiçaria - magiaPois assim está dito na Palavra de Deus:

o bruxo e bruxaria é aquele lança encantamentos, bruxo e bruxaria é aquele que pratica as ciências ocultas, bruxo e bruxaria é aquele que invoca espíritos, e é aquele que entra em contacto com o mundo dos mortos e das assombrações.

È isto que é ser bruxo e isto que é a bruxaria.

 

O bruxo usa a ciência oculta da bruxaria conforme o medico usa a ciência da medicina para ajudar o seu paciente, e o pescador usa as suas redes para pescar o peixe e dar de comer a quem tem fome, ou o pedreiro usa as pedras para edificar uma casa.

A Bíblia declara com clareza que bruxo ou bruxa é «Qualquer homem ou mulher que invocar os espíritos dos mortos ou praticar feitiçarias» , conforme enunciado no Livro de Levítico

Na nova versão internacional da Bíblia, diz-se que bruxas ou bruxos são «Os homens ou mulheres que, entre vocês, forem médiuns ou consultarem os espíritos», esclarecendo porem a versão ALM. Revista e Corrigida,  que bruxos e bruxas são «homem ou mulher em si tiver um espírito adivinho [ i.e, que tiverem dentro de sí um espírito de bruxaria] »

Assim fica claramente definido o termo de bruxo ou bruxa na bíblia, ou seja, alguém que está possuído por um espírito de bruxaria – ou quem tem dentro de sí um espírito de bruxaria – e que contacta com os mortos, contacta com os espíritos, e através dessa comunicação consegue realizar bruxedos ou feitiços.

Ora, como a arte de fazer bruxedos ou feitiços através da conjuração de espíritos e demónios é a própria noção de magia negra, então eis que aqui podemos encontrar o motivo pelo qual a noção de bruxaria anda tao intimamente ligada á noção de magia negra.

A bíblia é bastante explicita quando define o que é um bruxo ou uma bruxa.

Assim se pode ler na Sagrada Escritura sobre o episódio da escrava bruxa que são Paulo encontrou na cidade de Filipos, na Macedónia:

Uma jovem escrava (…) estava possuída por um espírito de adivinhação:i.e uma jovem mulher estava possuída por um espírito de bruxaria (…)  e dava muito lucro aos seus patrões (…) Paulo voltou-se e disse ao espírito: «Eu te ordeno em nome de Jesus Cristo: sai desta mulher!» E o espírito saiu imediatamente

Actos apóstolos 16,16-18

Assim se vê como são Paulo se encontrou com aquilo a que hoje em dia se chama de uma bruxa, ou seja, alguém que tinha dentro de sí aquilo a que a Bíblia se refere como um «espírito de adivinhação»; Note-se que o termo «espírito de adivinhação» e «espírito de bruxaria» eram termos popularmente usados para ser referir á mesma pratica espiritual, ou seja, á prática de bruxaria, pois que normalmente toda a bruxa possui algum nível de dom de vidência, que é um dos dons ocultos ou dons de trevas que a possessão por espíritos de trevas ou espíritos de magia negra tendem a conceder aos possessos por espíritos demoníacos dessa natureza, especialmente os espíritos de bruxaria.

Por isso, assim revela a Bíblia que uma bruxa ou um bruxo é alguém possuído por um espírito de bruxaria, sendo que é esse espírito de trevas que lhe concede as capacidades para exercer as artes da feitiçaria e ofícios da bruxaria.

Sobre o que são bruxos e bruxas, outro exemplo se pode encontrar na Bíblia, onde assim se pode ler:

Então, disse Saul aos seus criados: Buscai-me uma mulher que tenha o espírito de feiticeira,  [i.e. uma mulher que tem um espirito de bruxa dentro dela  para que vá a ela e a consulte. E os seus criados lhe disseram: Eis que em En-Dor há uma mulher que tem o espírito de adivinhar.i.e uma mulher que tem dentro dela um espirito de vidência e bruxaria ]

1 Samuel 28,7

Pois assim se observa: Tal como no episódio da bruxa escrava que sao Paulo encontrou, e através do qual se fica a saber aquilo que a Bíblia define muito claramente como o que é um bruxo ou uma bruxa, também o mesmo conceito de bruxo ou bruxa pode confirmar-se na Bíblia através de um outro episódio, o episódio da bruxa de Endor, onde ali está escrito que Saul foi consultar uma bruxa que morava no Vale de Jizreel, ou seja, uma mulher que tinha um espírito de bruxaria dentro dela, e que consultava os mortos.

Por isso, assim se confirma: a bruxa e o bruxo são pessoas com dom de comunicar com os espíritos, com as almas, com os mortos, e esse dom é concedido pelo espírito de bruxaria que habita no corpo do bruxo ou bruxa. È com base nesse dom, que depois se edificam todas as demais artes de bruxedos, feitiços e encantamentos que os bruxos e bruxas praticam nos seus oficios de magia negra.

A bruxaria e os bruxos estão por isso intimamente ligados á magia negra, pois que para se ser bruxo ou bruxa deve-se ter sido possuído por um espírito de bruxaria, e os espíritos de bruxaria sao espíritos pertencentes aos domínios dos demonios, ao reino das entidades de trevas, ao infernal trono do mundo do túmulo. Por isso: se um profeta ou um santo sao pessoas possuidas por espiritos dos dominios da luz e do reino celestial, já os bruxos ou bruxas são exactamente o oposto, ou seja, são pessoas possuídas por espíritos dos domínios infernais, do reino das trevas, do trono do mundo do Túmulo.

Por isso mesmo, a magia negra é sempre mencionada quando se fala de bruxaria, e tambem por isso muitas das vezes refere-se a questão da possessão demoniaca para falar sobre este tema. Porem, ao avaliarmos o assunto, há que distinguir duas situaçoes completamente diferentes e distintas, ou seja, a diferença entre as possessões demoníacas involuntárias e voluntárias. Ou seja:

A diferença entre um bruxo ou bruxa, e uma vítima ocasional de uma passageira possessão demoníaca, é que a vítima de possessão demoníaca é invadida por um espirito contra a sua própria vontade, num processo violento e violentador, que deixa a própria pessoa sem controlo sobre sí mesma, e numa situação dramática, caída sob o poder a influencia de um demónio. Ao contrario, o bruxo ou a bruxa são possuídos pelo espirito de bruxaria de livre vontade, ou seja, é uma possessão desejada e consentida, que uma vez consumada funciona como uma parceria ou  como uma simbiose entre o espírito de trevas e o bruxo, ou seja, o espírito de bruxaria usa o bruxo como receptáculo para nele habitar e exercer as suas influencias neste mundo, ao passo que o bruxo conserva a sua autonomia e usa dos dons das trevas que a possessão demoníaca confere para praticar os ofícios da bruxaria.

Que um espírito de uma certa natureza pode entrar numa pessoa, isso a Bíblia descreve com grande detalhe. Conforme diz a Bíblia, Deus é espírito – João 4,24 – e Deus é senhor dos espíritos –  Números 27,15 – , e já varias foram as vezes que espíritos provindos de Deus entraram em pessoas fazendo-as falar, profetizar e praticar actos com o poder de Deus. Pois no caso da bruxaria, trata-se do mesmo processo através do qual o espírito santo entra numa pessoa, só que ao contrario, inversamente e ao oposto, ou seja, é um espírito de trevas, um espírito de bruxaria ou um espírito de magia negra que entra na pessoa escolhida, e possuindo essa pessoa, lhe concede a capacidade de praticar as artes e actos da bruxaria.

Assim explicado, e falando sobre o poder de um bruxedo ou de uma bruxaria, eis que se explica:

O que são bruxarias e bruxedos?

A bruxaria pode servir para infestar uma pessoa de espíritos de mortos, de demonios, de assombrações, de aparições, e força-la a fazer aquilo que se deseja, ou para assombrar uma pessoa ate que lhe aconteça aquilo que se quer, e com a bruxaria tanto se podem cruzar como descruzar caminhos de vida; da mesma forma, com a bruxaria pode-se ajudar na fertilidade dos inférteis, assim com a bruxaria tanto pode-se abrir como fechar caminhos na prosperidade da vida. Porem: a bruxaria dos bruxos também pode servir para entrar em contacto com assombrações e limpar uma pessoa do mal e dos empecilhos da vida.

Assim sendo:

Apenas executam a verdadeira bruxaria os bruxos e bruxas, tal conforma a Biblia os descreve.

Por isso:

Quer uma bruxaria?

Quer bruxos de verdade ?

Contacte-nos!

bruxaria, o que é a bruxaria, bruxos, bruxas, magia negra, bruxos em portugal, 

Recomende, partilhe e vote nesta matéria

bruxos, o que são bruxos

altar21
Recomende, partilhe e vote nesta matéria

bruxos, o que são bruxos

bruxos, o que são bruxos, bruxos em Portugal, bruxaria, o que é bruxaria, bruxos e vidência, magia negra, bruxos e magia negra, bruxaria e magia negra, 

sigilo5Bruxos.

O que são bruxos?

Bruxos são sacerdotes, e não leigos.

Quer isto dizer:

Os verdadeiros bruxos são aqueles investidos de autoridade sacerdotal, porque todos os outros que não são sacerdotes, então andam é apenas a fingir que são bruxos, ou mexer naquilo que não sabem mexer.

Um bruxo tem de ter investidura sacerdotal – seja de padre ou sacerdote, seja de sacerdote Vodu, seja de sacerdote umbanda ou quimbanda, seja de sacerdote wicca –  pois apenas aquele que está investido de sacerdote é que consegue dominar e manobrar os espíritos, tal conforme apenas um exorcista treinado é que consegue lidar e manobrar espíritos. Caso contrario, tratam-se apenas de amadores a brincar com aquilo que desconhecem.

A bruxaria é uma ciência oculta que lida com espíritos, com a conjuração de espíritos, com a manipulação de conjurações de assombrações visando que essas entidades do mundo dos mortos causem um efeito no mundo dos vivos.

Por isso:

Bruxos de verdade, são aqueles que foram consagrados e treinados para executar a bruxaria, ou seja: para fazer a conjuração de espíritos, a invocação de assombrações, e assim chamarem essas entidades do Outro mundo dos mortos ao nosso mundo dos vivos.

Significa isso que bruxos sao apenas sacerdotes?

Não. Longe disso.

A Bíblia declara com clareza que bruxo ou bruxa é «Qualquer homem ou mulher que invocar os espíritos dos mortos ou praticar feitiçarias» , conforme enunciado no Livro de Levítico

Na nova versão internacional da Bíblia, diz-se que bruxas ou bruxos são «Os homens ou mulheres que, entre vocês, forem médiuns ou consultarem os espíritos», esclarecendo porem a versão ALM. Revista e Corrigida,  que bruxos e bruxas são «homem ou mulher em si tiver um espírito adivinho i.e, que tiverem dentro de sí um espírito de bruxaria] »

Assim fica claramente definido o termo de bruxo ou bruxa na bíblia, ou seja, alguém que está possuído por um espírito de bruxaria – ou quem tem dentro de sí um espírito de bruxaria – e que contacta com os mortos, contacta com os espíritos, e através dessa comunicação consegue realizar bruxedos ou feitiços.

Ora, como a arte de fazer bruxedos ou feitiços através da conjuração de espíritos e demónios é a própria noção de magia negra, então eis que aqui podemos encontrar o motivo pelo qual a noção de bruxaria anda tao intimamente ligada á noção de magia negra.

Pois assim sendo:

A definição de bruxo está bem esclarecida na Bíblia, quando os sacerdotes hebreus falaram sobre os bruxos, assim dizendo:

encantador, que consulte aos espíritos, praticante de magia, que consulte os mortos;

Deuteronômio 18:11

Pois assim está dito na Palavra de Deus:

o bruxo é aquele lança encantamentos, é aquele que pratica as ciências ocultas, é aquele que invoca espíritos, e é aquele que entra em contacto com o mundo dos mortos e das assombrações.

È isto que é ser bruxo.

 

Assim sendo:

A bíblia é bastante explicita quando define o que é um bruxo ou uma bruxa.

Assim se pode ler na Sagrada Escritura sobre o episódio da escrava bruxa que são Paulo encontrou na cidade de Filipos, na Macedónia:

Uma jovem escrava (…) estava possuída por um espírito de adivinhação:i.e uma jovem mulher estava possuída por um espírito de bruxaria ] (…)  e dava muito lucro aos seus patrões (…) Paulo voltou-se e disse ao espírito: «Eu te ordeno em nome de Jesus Cristo: sai desta mulher!» E o espírito saiu imediatamente

Actos apóstolos 16,16-18

Assim se vê como são Paulo se encontrou com aquilo a que hoje em dia se chama de uma bruxa, ou seja, alguém que tinha dentro de sí aquilo a que a Bíblia se refere como um «espírito de adivinhação»; Note-se que o termo «espírito de adivinhação» e «espírito de bruxaria» eram termos popularmente usados para ser referir á mesma pratica espiritual, ou seja, á prática de bruxaria, pois que normalmente toda a bruxa possui algum nível de dom de vidência, que é um dos dons ocultos ou dons de trevas que a possessão por espíritos de trevas ou espíritos de magia negra tendem a conceder aos possessos por espíritos demoníacos dessa natureza, especialmente os espíritos de bruxaria.

Por isso, assim revela a Bíblia que uma bruxa ou um bruxo é alguém possuído por um espírito de bruxaria, sendo que é esse espírito de trevas que lhe concede as capacidades para exercer as artes da feitiçaria e ofícios da bruxaria.

Sobre o que são bruxos e bruxas, outro exemplo se pode encontrar na Bíblia, onde assim se pode ler:

Então, disse Saul aos seus criados: Buscai-me uma mulher que tenha o espírito de feiticeira,  [i.e. uma mulher que tem um espirito de bruxa dentro dela ]  para que vá a ela e a consulte. E os seus criados lhe disseram: Eis que em En-Dor há uma mulher que tem o espírito de adivinhar.[ i.e uma mulher que tem dentro dela um espirito de vidência e bruxaria ]

1 Samuel 28,7

Pois assim se observa: Tal como no episódio da bruxa escrava que sao Paulo encontrou, e através do qual se fica a saber aquilo que a Bíblia define muito claramente como o que é um bruxo ou uma bruxa, também o mesmo conceito de bruxo ou bruxa pode confirmar-se na Bíblia através de um outro episódio, o episódio da bruxa de Endor, onde ali está escrito que Saul foi consultar uma bruxa que morava no Vale de Jizreel, ou seja, uma mulher que tinha um espírito de bruxaria dentro dela, e que consultava os mortos.

Por isso, assim se confirma: a bruxa e o bruxo são pessoas com dom de comunicar com os espíritos, com as almas, com os mortos, e esse dom é concedido pelo espírito de bruxaria que habita no corpo do bruxo ou bruxa. È com base nesse dom, que depois se edificam todas as demais artes de bruxedos, feitiços e encantamentos que os bruxos e bruxas praticam nos seus oficios de magia negra.

A bruxaria e os bruxos estão por isso intimamente ligados á magia negra, pois que para se ser bruxo ou bruxa deve-se ter sido possuído por um espírito de bruxaria, e os espíritos de bruxaria sao espíritos pertencentes aos domínios dos demonios, ao reino das entidades de trevas, ao infernal trono do mundo do túmulo. Por isso: se um profeta ou um santo sao pessoas possuidas por espiritos dos dominios da luz e do reino celestial, já os bruxos ou bruxas são exactamente o oposto, ou seja, são pessoas possuídas por espíritos dos domínios infernais, do reino das trevas, do trono do mundo do Túmulo.

Por isso mesmo, a magia negra é sempre mencionada quando se fala de bruxaria, e tambem por isso muitas das vezes refere-se a questão da possessão demoniaca para falar sobre este tema. Porem, ao avaliarmos o assunto, há que distinguir duas situaçoes completamente diferentes e distintas, ou seja, a diferença entre as possessões demoníacas involuntárias e voluntárias. Ou seja:

A diferença entre um bruxo ou bruxa, e uma vítima ocasional de uma passageira possessão demoníaca, é que a vítima de possessão demoníaca é invadida por um espirito contra a sua própria vontade, num processo violento e violentador, que deixa a própria pessoa sem controlo sobre sí mesma, e numa situação dramática, caída sob o poder a influencia de um demónio. Ao contrario, o bruxo ou a bruxa são possuídos pelo espirito de bruxaria de livre vontade, ou seja, é uma possessão desejada e consentida, que uma vez consumada funciona como uma parceria ou  como uma simbiose entre o espírito de trevas e o bruxo, ou seja, o espírito de bruxaria usa o bruxo como receptáculo para nele habitar e exercer as suas influencias neste mundo, ao passo que o bruxo conserva a sua autonomia e usa dos dons das trevas que a possessão demoníaca confere para praticar os ofícios da bruxaria.

Que um espirito de uma certa natureza pode entrar numa pessoa, isso a Bíblia descreve com grande detalhe. Conforme diz a Bíblia, Deus é espírito – João 4,24 – e Deus é senhor dos espíritos –  Números 27,15 – , e já varias foram as vezes que espíritos provindos de Deus entraram em pessoas fazendo-as falar, profetizar e praticar actos com o poder de Deus. Pois no caso da bruxaria, trata-se do mesmo processo através do qual o espírito santo entra numa pessoa, só que ao contrario, inversamente e ao oposto, ou seja, é um espírito de trevas, um espírito de bruxaria ou um espírito de magia negra que entra na pessoa escolhida, e possuindo essa pessoa, lhe concede a capacidade de praticar as artes e actos da bruxaria.

Assim explicado, e falando sobre o poder de um bruxedo ou de uma bruxaria, eis que se explica:

Como funciona a bruxaria e os bruxedos?

A bruxaria pode servir para infestar uma pessoa com espiritos de mortos, demonios, assombraçoes, apariçoes, e assim força-la a fazer aquilo que se deseja, ou para assombrar uma pessoa ate que lhe aconteça aquilo que se quer, e com a bruxaria tanto se podem cruzar como descruzar caminhos de vida; da mesma forma, com a bruxaria se pode ajudar na fertilidade dos inférteis, assim com a bruxaria tanto se pode abrir como fechar caminhos na prosperidade da vida. Porem: a bruxaria dos bruxos também pode servir para entrar em contacto com assombrações e limpar uma pessoa do mal e dos empecilhos da vida.

Assim sendo:

Apenas executam a verdadeira bruxaria os verdadeiros bruxos e bruxas, tal conforme a Biblia os descreve.

Quer uma bruxaria?

Quer bruxos em Portugal?

Contacte-nos!

bruxos, o que são bruxos, bruxos em Portugal, bruxaria, o que é bruxaria, bruxos e videncia, bruxos e magia negra, bruxaria e magia negra, magia negra, 

Recomende, partilhe e vote nesta matéria
1 2 3 10